A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistemas complexos a n a o r l a n d o. j o ã o s i l v e i r a. m a r i s a c a r v a l h o c r i a t i v i d a d e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistemas complexos a n a o r l a n d o. j o ã o s i l v e i r a. m a r i s a c a r v a l h o c r i a t i v i d a d e."— Transcrição da apresentação:

1 sistemas complexos a n a o r l a n d o. j o ã o s i l v e i r a. m a r i s a c a r v a l h o c r i a t i v i d a d e

2 C o n c e i t o c r i a t i v i d a d e c r i a t i v i d a d e Imaginação criadora é importante mas não basta, tem de se completar pela realização Domenico De Masi

3 30.junho.03.junho :16 Na hora de testar aqueles desenhos surgiu a questão:qual deles? A resposta foi: o mais belo Domenico De Masi

4 C o n c e i t o c r i a t i v i d a d e c r i a t i v i d a d e A vida e criatividade emergem, sendo construídas, não conforme um planejamento prévio, mas através de um processo de auto- organização espontânea que produz resultados emergentes Ralph Stacey

5 30.junho.03.junho :16 The "Growth Model" is a selforganzing method to give from to one's rich imagination or to develop one's own formative algorithm of complex life form Growth, Gene + Emotion = Gemotion Yoichiro Kawaguchi

6 30.junho.03.junho :16 O espírito criativo é mais que um lampejo ocasional ou um desabrochar da fantasia; quando ele desperta, anima toda uma maneira de ser: uma vida repleta de desejo de inovar, de explorar novas formas de fazer as coisas, de transformar sonhos em realidade Goleman, Kaufman, Ray

7 O fanático é alguém que redobra os esforços quando já esqueceu seu objetivo George Santanyana

8 Uma pessoa criativa busca relacionar vários fatos e teorias espalhadas por sua área de interesse, a fim de chegar a uma síntese coerente e abrangente...gerando uma rede de atividades – um complexo de buscas que engajam sua curiosidade por longos períodos Howard Gardner

9 A ç ã o C r i a t i v a c r i a t i v i d a d e c r i a t i v i d a d e Mental e Emocional George Kneller Transformação Novo Descoberta Relevância Coerências Termos de Compreensão Fayga Ostrower e Eunice Alencar Uso dos Sistemas Simbólicos Howard Gardner

10 30.junho.03.junho :16 Tensão criativa é uma força resultante da tendência natural dos indivíduos em buscar uma solução para as tensões encontradas, que surgem em conseqüência da discrepância entre a realidade percebida e a realidade desejada Peter Senge

11 N o v a s T e o r i a s c r i a t i v i d a d e c r i a t i v i d a d e Perspectiva de Sistemas Indivíduo – produz variações e introduz mudanças Domínio – conjuntos de regras e procedimentos simbólicos Campo – seleciona e reconhece, preserva e incorpora ao domínio

12 P e s q u i s a s Ralph Stacey Focaliza na evolução biológica Natureza holográfica ou fractal Construção de esquemas Aprendizado complexo de ciclo duplo e s p a ç o s c r i a t i v o s e s p a ç o s c r i a t i v o s

13 Estado de paradoxo Sistema legítimo luta para manter o status quo Sistema sombra procura alterá-lo Ambas estas forças precisam estar presentes e operando em tensão entre si

14 C a r a c t e r í s t i c a s Agentes Humanos : observar seus processos, refletindo individualmente e coletivamente Habilidade Reflexiva : não muda qualquer das cinco características do espaço para a criatividade Paradoxo Dinâmicas: criatividade e destruição Mudança: substituição do esquema dominante Aprendizagem: base para a criatividade Segurança: ambientes ajudando indivíduos viver a beira do caos individual Stacey e s p a ç o s c r i a t i v o s e s p a ç o s c r i a t i v o s

15 C o n c e i t o g e s t ã o g e s t ã o A criatividade é entendida em dois sentidos mutuamente importantes: o da inspiração criativa e o da disciplina pura e simples, que resulta da experiência e do saber prático. No jazz os músicos têm de compreender a gramática do jazz, têm de saber tocar os instrumentos com maestria, têm de conhecer a tradição e a obra dos virtuosos. Quando atuam há sempre um equilíbrio entre o que descobrem no momento e a disciplina que adquiriram ao longo da carreira John Kao

16 30.junho.03.junho :16 Jazz: mudança perpétua a sua própria essência centrada em cada performance

17 30.junho.03.junho :16 Coletar informações diferentes Cultivar relacionamentos Ver coisas diferentes Encontrar novos interesses Ambiente propício Tarefas diferentes Expectativas tangíveis John Kao

18 C o n c e i t o g r u p o s c r i a t i v o s g r u p o s c r i a t i v o s As idéias hoje fermentam em grupos que juntam emoção e razão, fantasia e senso prático Os grupos criativos começaram a surgir apenas na segunda metade do século XIX. Essa é grande novidade da sociedade contemporânea: líderes que começaram a colocar para trabalhar juntas pessoas muito fantasiosas com outras muito realistas. O conjunto dessas pessoas criou uma nova espécie: a dos gênios coletivos Domenico DeMasi

19 C o n c e i t o A sombra deve trabalhar para debilitar o sistema legítimo em atos de destruição criativa; está localizado à beira da desintegração empresarial ou anarquia Arquétipos Jung: Persona, Animus, Anima, Sombra, Eu (Criatividade) Criatividade é uma propriedade de uma hierarquia de sistemas interconectados estendendo-se desde um indivíduo alojado num grupo, o qual está alojado numa empresa, e está numa economia ou sociedade. Os grupos precisam ser seguros para permitir que os indivíduos vivam à beira do caos Criatividade aumentando a complexidade em SACs não garante sobrevivência em pequenas partes do sistema, mas sim do sistema como um todo!!! e s p a ç o s c r i a t i v o s e s p a ç o s c r i a t i v o s

20 P r o c e s s o Pensamento primário Área emoções Área Concretude Administradas Esfera Emotiva Racional Área da Fantasia Área Técnicas Introjetadas Pensamento secundário c r i a t i v i d a d e c r i a t i v i d a d e

21 Criatividade Artística: Individual, Coletiva, Programada, Repentina Papel da estética (Bardi) importância do ambiente físico e critério para escolha Criatividade Científica: Processos Coletivos onde os planejamentos, programas e experimentações exigem paciente racionalidade. Fantasia reduzida a nada Papel da informação imprescindível para a criatividade científica e não para a artística Metáfora do jazz para Inovação organizacional - De Masi e John Kao longo prazo e crescente Administrar produção = comando e controle Administrar a criatividade= facilitar e permitir c r i a t i v i d a d e c r i a t i v i d a d e T i p o s

22 M o d e l o s g r u p o s c r i a t i v o s g r u p o s c r i a t i v o s Americano Ainda que não exista mais do que pode caber entre o nascer e o por do sol, ele nunca tem o bastante Tuiavii De Tiavea – Ilhas Sanoa -Sec. XX Lafargue – Direito ao ócio- nascido Cuba 1842 Latino Disposição à alegria, à sensualidade, ao acolhimento e à festa grupal, Que quase todos os outros povos já perderam. Será?? Domenico De Masi

23 C o m p l e x i d a d e Diversidade – variação Tolerância – interação Ética- Eficiência-seleção Agentes? Estratégias? Sustentabilidade – flecha do tempo- homeostasia Estado do Mundo: Ebulição permanente – convergência prematura Alto consumo energético – ineficiência c r i a t i v i d a d e c r i a t i v i d a d e

24 S u s t e n t a b i l i d a d e Marimon, 2004 – UFSC poder pessoal ecologia do ser consciência: fundamento do ser Visão Ecopsicologia; Xamanismo; Tradição Ayurveda ;Tradição tibetana Visão de unicidade entre corpo/matéria e espírito/energia Complexo – Uno – Consciente c o m p l e x i d a d e c o m p l e x i d a d e

25 g e s t ã o c r i a t i v a g e s t ã o c r i a t i v a Empreendedor é aquela pessoa que destrói a ordem econômica existente pela introdução no mercado de novos produtos e/ou serviços, pela criação de novas formas de gestão ou pela exploração de novos recursos materiais e tecnologias Joseph Schumpeter E m p r e n d e d o r C r i a t i v o

26 g e s t ã o c r i a t i v a g e s t ã o c r i a t i v a O combustível do cérebro são os estímulos Alimentar o cérebro com estímulos multisensoriais que podem estar relacionados ou não com algum desafio empresarial 1ª L e i

27 Geração de idéias como as sessões de brainstorming nas quais se cria um ambiente sem censura para que as pessoas num trabalho em grupo gerem inúmeras idéias Maneiras de alargar ou esticar o cérebro de uma pessoa no sentido de ela tornar sua mente mais criativa: g e s t ã o c r i a t i v a g e s t ã o c r i a t i v a 1ª L e i

28 Buscar alavancar a diversidade g e s t ã o c r i a t i v a g e s t ã o c r i a t i v a Diversidade é a ferramenta tangível do EC para que o empreendimento se torne mais inovador 2ª L e i

29 g e s t ã o c r i a t i v a g e s t ã o c r i a t i v a O segredo que leva o EC a valer-se da diversidade mais que as outras pessoas chama-se paixão, ou seja, o grande entusiasmo pela sua atividade, um ânimo favorável (ou contrário) a alguma coisa que às vezes supera os limites da razão, chegando as raias do fanatismo 2ª L e i

30 O EC pode aplicar um teste nas pessoas que pretende contratar para quantificar de uma certa maneira o seu estilo de pensar Um dos testes mais utilizados é o de Dominância Cerebral de Hermann g e s t ã o c r i a t i v a g e s t ã o c r i a t i v a 2ª L e i

31 Idéias realistas123456Elaborador de idéias Racional123456Emocional Voltado para processos Voltado para pessoas Esmerado e Organizado Confuso e Caótico Acredita nos fatos123456Acredita no instinto Previsível123456Espontâneo Lógico123456Visionário 2ª L e i g e s t ã o c r i a t i v a g e s t ã o c r i a t i v a

32 Ter coragem de enfrentar todos os medos Chris Stormann desenvolveu uma pesquisa que o conduziu a seguinte fórmula: Diversidade Nº de idéias de qualidade = (estímulos ) Medo g e s t ã o c r i a t i v a g e s t ã o c r i a t i v a 3ª L e i

33 Uma das principais condições para o desenvolvimento do trabalho criativo é saber aprender com o erro e encará-lo como verdade parcial George Kneller

34 .junho :16 Infelizmente, nós sabemos muito pouco sobre como gerir os trabalhadores e o trabalho baseado no conhecimento e sobre como o integrar e o medir. E, apesar de toda a pesquisa realizada nos últimos 50 anos, nós realmente, sabemos muito mais sobre como destruir a criatividade do que sobre como a estimular Peter Drucker

35 Renda-se Renda-se como eu me rendi Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei Não se preocupe em entender Viver ultrapassa qualquer entendimento Clarice Lispector c r i a t i v i d a d e c r i a t i v i d a d e P o e i s i s

36 CRIS... FIALHO..

37 30.junho.03.junho :16

38


Carregar ppt "Sistemas complexos a n a o r l a n d o. j o ã o s i l v e i r a. m a r i s a c a r v a l h o c r i a t i v i d a d e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google