A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Apresentação Profª Daniele Regina Garcia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Apresentação Profª Daniele Regina Garcia."— Transcrição da apresentação:

1 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Apresentação Profª Daniele Regina Garcia Kumanaya Formação Acadêmica Ciências Contábeis pela Universidade de Mogi das Cruzes Especialista em Controladoria Estratégica pela Universidade São Judas Tadeu

2 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Apresentação Experiência Profissional Experiência de mais de 10 anos nas Áreas de Contabilidade, Fiscal, Custos e Controladoria (Elaboração e Acompanhamento de Orçamento Empresarial) Professora Universitária da Universidade de Mogi das Cruzes nos Cursos Seqüenciais de Gestão Empresarial, Marketing e Promoção de Vendas, Graduação em Ciências Contábeis, Administração e Técnico em Logística, além dos Cursos de Pós Graduação em Controladoria Estratégica e Gerenciamento de Projetos. Professora da Universidade Braz Cubas no ensino a Distância no curso de Gestão de Vendas

3 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Programa de Ensino Introdução aos Custos – conceitos e aplicações Terminologias e Classificações Gastos Investimentos Despesas Custos Perdas Desperdícios

4 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Programa de Ensino Terminologias e Classificações Diretos e Indiretos Fixos e Variáveis Custos nos Projetos (Introdução) Sistemas de Custeio Direto ou Variável Absorção Critério de Rateio dos Custos Indiretos Por Atividade

5 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Programa de Ensino Custo para tomada de decisões Margem de Contribuição Ponto de Equilíbrio Análise de Projetos Payback TIR – Taxa interna de retorno

6 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Bibliografia Leone, George S.G. Custos: Planejamento, Implantação e Controle. 3ª Edição, São Paulo: Atlas, Martins, Eliseu. Contabilidade de Custos. 9ª Edição. São Paulo: Atlas, 2005 Santos, José Odálio. Avaliação de Empresas. 1ª Edição. São Paulo: Saraiva, 2005 Xavier, Carlos Magno Silva. Metodologia de Gerenciamento de Projetos. 3ª Edição. Rio de Janeiro: BR Asport, 2005

7 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya INTRODUÇÃO AOS CUSTOS O que é custos? Quais os objetivos e aplicações? Quais as áreas de utilizações? Qual a importância dos custos em sua área de trabalho?

8 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya INTRODUÇÃO AOS CUSTOS Surgiu através de uma necessidade contábil para mensurar monetariamente os estoques e o resultado da empresa. Atualmente, principalmente devido a alta concorrência: Controle – fornecer dados para estabelecimento de padrões, orçamentos e outras formas de previsão e comparação entre os previsto e o realizado; Tomada de decisão - fornece informações para tomada de decisões a curto e a longo prazo sobre medidas de introdução ou corte de produção, administração de preços de venda, opção de comprar ou produzir entre outros;

9 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya INTRODUÇÃO AOS CUSTOS Atualmente: Determinação da rentabilidade e do desempenho das diversas atividades da empresa; Estudos e atividades especiais como desenvolvimento de novos produtos e fornecedores. Melhora na distribuição de atividades, planos e alternativas operacionais. Para um correto gerenciamento de custos: Imprescindível compreender corretamente os conceitos relacionados.

10 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Gastos Sacrifício financeiro com que a empresa arca para a obtenção de um produto ou serviço qualquer. Exemplos: Compra de matéria-prima e embalagens; Mão-de-obra Compra de um imobilizado

11 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Investimentos São gastos efetuados na aquisição de Ativos em função de sua vida útil ou dos benefícios econômicos atribuídos a períodos futuros. Exemplos: Máquinas e Equipamentos Industriais Móveis e Utensílios Bens Imóveis Veículos

12 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Custos São gastos efetuados para fabricar produtos ou prestar serviços. São gastos que ocorrem durante todo o processo produtivo, desde a fase inicial de fabricação até a etapa em que o produto está completamente acabado (pronto). Os gastos são reconhecidos com custos no momento da sua utilização. Exemplos: Matéria-prima, inicialmente foi um gasto (classificado como Estoques) no seu consumo torna-se um custo. Energia elétrica utilizada na fabricação

13 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Despesas São gastos com bens e serviços consumidos de forma direta ou indireta para a obtenção de receitas, ou seja, são os gastos não relacionados a com a produção, mas que são necessários ao funcionamento da organização. Exemplos: Aluguel da Administração Salários e encargos Administrativos e de Vendas Telefone

14 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Perdas São os gastos ocasionais, indesejados ao ambiente das operações de uma empresa. Bens ou serviços consumidos de forma anormal e involuntária não contribuindo para gerar receitas e não podem ser incluídos no custos. Exemplos: Perdas por incêndio, inundações, furtos etc Obsolescência de estoques Mão de obra durante um período de greve

15 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Desperdícios São os gastos relacionados com atividades que não agregam valor, que implicam em dispêndio de tempo e dinheiro desnecessários aos produtos ou serviços. São custos e despesas utilizados de forma ineficiente. Exemplos: Produção de itens defeituosos – retrabalho dos produtos mal fabricados causam dispêndio desnecessário Capacidade instalada ociosa – por exemplo imobilização desnecessária de recursos em estoques altos e área física desocupada.

16 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya

17 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Exemplificando os conceitos:Ex: Indústria de confecções: Compra de tecidos (matéria-prima): Investimento em Estoques Gastos com salários e encargos da administração e venda, comissão sobre venda, telefone: Despesas Gastos com salários e encargos dos operários, energia elétrica da produção, frete sobre compra de matéria-prima e a utilização do tecido no processo produtivo: Custos Corte incorreto do tecido utilizado numa peça, tornando-o imprestável para uso ou reaproveitamento em outra peça: perda Refizer uma peça por problemas de qualidade (defeito), os recursos gastos com retrabalho: Desperdício

18 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Por que é necessário identificar corretamente os conceitos de custos, despesas, perdas, investimentos e desperdícios? A princípio devido a alta competitividade no mercado atual. Até meados de 1990, alguns empresários costumavam repassar ao consumidor todos os gastos da empresa, sejam eles utilizados de forma racional ou eficiente ou não. Após a abertura do mercado o consumidor nacional passou a comparar os produtos nacionais com produtos importados similares e muitas vezes de natureza superior.

19 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Classificações Facilitar a aplicação das ferramentas gerenciais da análise de custos

20 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Classificações Diretos São aqueles diretamente identificados e associados aos produtos e serviços. Devido suas características próprias e objetividade de identificação no produto, esses gastos são atribuídos ao produto por medições ou controles individuais (como ficha técnica, requisições etc) Exemplo: Matéria-prima, na indústria de confecções o tecido Mão-de-obra direta, na indústria de confecções, a costureira

21 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Classificações Indiretos São aqueles cuja associação direta e objetiva aos produtos e serviços não é possível, por: Não foram apurados isoladamente; Foram compartilhados com outros produtos ou serviços. Eles são atribuídos aos custos através de rateio. Rateio: é a divisão dos valores efetuada através de estudos de consumo, direcionadores e medidas aritméticas.

22 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Classificações Indiretos Exemplo: Salário dos supervisores da fábrica – rateio pelo nº de horas trabalhadas; Aluguel – pela área ocupada (m2) Energia Elétrica – pelo consumo de energia (kWh) Volume Produzido ou Vendido – quantidades Consumo de materiais ou valor de mão de obra utilizadas

23 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Indiretos Rateio de gastos com aluguel no total de R$ ,00

24 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Classificações Fixos São aqueles cujo valor não sofre nenhuma influência devido ao nível de atividade da empresa, ou seja, dentro da capacidade instalada, qualquer alteração dos volumes de produção não modificará em nada o valor. Exemplo: Gastos com aluguel – se a empresa produzir ou unidades o valor do galpão será o mesmo, por ex R$ ,00

25 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Classificações Variáveis São os gastos cujo total do período está proporcionalmente relacionado com o volume de produção: Quanto maior o volume de produção, maiores serão os custos variáveis do período; e contrário Os valores estão diretamente vinculados ao volume produzido

26 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Classificações Variáveis Exemplo: Matéria-prima: R$ 12,25 de custo unitário Se produzir 10 peças = R$ 122,50 Se produzir 100 peças = R$ 1.225,00

27 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Classificações Comportamento dos custos em relação ao volume de produção

28 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Componentes básicos dos custos Matéria-Prima (MP) Elemento que sofrerá alteração ou agregação Geralmente adquirida de outras empresas Mão-de-Obra (MO) Elemento que atua na transformação da matéria-prima Gastos Gerais de Fabricação (GGF) Todos os demais elementos não classificados como MP ou MO, mas que fazem parte do processo produtivo

29 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CONCEITOS BÁSICOS Apuração (Fórmula) dos Custos Custo = MP + MO + GGF Valor da matéria-prima somado a todos os valores agregados a ele necessários à obtenção de novos bens. Custo = Custos Variáveis e Diretos + Custos Fixos

30 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Esquema Básico de Custos 1.Separação de Custos e Despesas 2.Apropriação dos Custos Diretos aos produtos 3.Apropriação dos Custos Indiretos 4.Resultado da Empresa

31 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Esquema Básico de Custos Exemplo:

32 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Esquema Básico de Custos 1) Separação dos Custos e Despesas

33 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Esquema Básico de Custos 1) Separação dos Custos e Despesas

34 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Esquema Básico de Custos 2) Apropriação dos Custos Diretos (Fixos e Variáveis) A matéria-prima, produtos intermediários e embalagem geralmente é apropriado por meio de requisições. A mão de obra, pelo nº de horas trabalhadas, e ou pelo nº de horas gastos na fabricação de um produto.

35 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Esquema Básico de Custos 3) Apropriação dos Custos Indiretos (Fixos)

36 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Esquema Básico de Custos 3) Apropriação dos Custos Indiretos (Fixos) O Custo Indireto será rateado pelo consumo total da matéria- prima por produto Ou seja, o produto que tiver maior consumo em Valor de matéria-prima, receberá também o maior valor de custos indiretos.

37 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Esquema Básico de Custos 3) Apropriação dos Custos Indiretos (Fixos) 35,71% dos C.I. 64,29% dos C.I.

38 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Esquema Básico de Custos Apuração dos Custos Obs: Essa apuração foi elaborada pelo Sistema de Custeio por Absorção

39 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Esquema Básico de Custos 4) Apuração do Resultado Supondo que a empresa trabalhe no total de sua capacidade instalada e consiga vender toda a sua produção.

40 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya 4) Apuração do Resultado

41 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya EXERCÍCIOS – CONCEITOS BÁSICOS 1 - Classifique os gastos em: Investimentos, Perdas, Desperdícios, Despesas, e Custos Variáveis e/ou Custos Diretos e Custos Fixos e/ou Indiretos, considerando uma Indústria de Confecções:

42 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya 2 - Apure os custos variáveis dos produtos abaixo da Indústria de Confecções:

43 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya 3 – Com base nas informações do exercício anterior e as informações adicionais abaixo, apure o custo direto de fabricação dos produtos:

44 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya 4 – Com base nas informações dos exercícios 2 e 3, apure o custo total de fabricação dos produtos, utilizando os valores dos custos indiretos abaixo, utilizando como critério de rateio o volume produzido:

45 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya 5 – Apure o resultado da Indústria, considerando que toda a sua produção foi vendida, e as informações adicionais abaixo:

46 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya

47 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Resolução Custos Variáveis

48 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Resolução Custos Variáveis

49 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Resolução Custo Direto

50 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Resolução Custo Direto

51 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Resolução Custo Total de Fabricação

52 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Resolução Custo Total de Fabricação

53 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Resolução Custo Total de Fabricação

54 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Apuração do Resultado

55 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CUSTOS DOS PROJETOS É o processo que envolve o desenvolvimento de estimativas dos custos dos recursos necessários para implementação das atividades do projeto. Como fazer?

56 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CUSTOS DOS PROJETOS Custo é a quantidade de capital necessária para se realizar as atividades do projeto. O custo de uma atividade é calculado pela soma dos custos dos recursos envolvidos na atividade (custos diretos) com os custos indiretos da atividade. Exemplos:

57 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CUSTOS DOS PROJETOS Custos associados diretamente à execução das tarefas (custos diretos) Custo de mão-de-obra Custo de materiais e suprimentos Custo de serviços contratados Custos administrativos (custos indiretos) Custo de gerenciamento Custo de sistemas utilizados Custo de inflação ou juros

58 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CUSTOS DOS PROJETOS Cálculo do custo do Projeto É efetuado através do somatório do custo de geração de cada produto do projeto. Esse processo muitas vezes é um processo interativo, pois exige decisões de gerenciamento principalmente quando as estimativas não estão conforme os recursos financeiros disponíveis. Pode ser necessário tomada de decisões que envolvam mudanças na definição de atividades, nos recursos envolvidos e no cronograma do projeto.

59 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CUSTOS DOS PROJETOS Estimativas Estimativa análoga, significa usar o custo real de projetos semelhantes, expressos a partir de informações históricas. Estimativa paramétrica, deve-se buscar informações estatísticas tais como: metros quadrados de construção e um parâmetro de custo por metro quadrado de construção. Estimativas para reservas para contingência, podem ser consideradas separadamente ou diretamente em cada pacote de atividade, com o objetivo de cobrir eventuais riscos.

60 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CUSTOS DOS PROJETOS Estimativas Vale lembrar, que sempre que utilizamos estimativas, é natural que haja uma preocupação em superestimar os custos para uma tarefa, agregando um alto nível de segurança nas estimativas, já que existe uma cobrança de resultados por parte da diretoria, patrocinadores e clientes. As estimativas de custo podem ser baseadas em propostas de fornecedores, dados históricos ou em estimativas baseadas na experiência em projetos semelhantes.

61 Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya CUSTOS DOS PROJETOS Estimativas As estimativas dos custos, resultam no Orçamento do Projeto: Orçamento do Projeto é um documento com as estimativas dos custos globais aos itens individuais de trabalho com a finalidade de estabelecer um base de custo para medir o desempenho do projeto. No orçamento deve conter a necessidade de financiamento, seja ela parcial, periódica ou total.


Carregar ppt "Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos Disciplina: Gerenciamento de Custos Profª. Daniele R. Garcia Kumanaya Apresentação Profª Daniele Regina Garcia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google