A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Análise – Módulo 3 - Indicadores de Desempenho Módulo 3.3 – Indicadores de Rentabilidade Prof. MsC Wilter Furtado - 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Análise – Módulo 3 - Indicadores de Desempenho Módulo 3.3 – Indicadores de Rentabilidade Prof. MsC Wilter Furtado - 2011."— Transcrição da apresentação:

1 Análise – Módulo 3 - Indicadores de Desempenho Módulo 3.3 – Indicadores de Rentabilidade Prof. MsC Wilter Furtado

2 Roda do Desempenho

3 Funções básicas do Patrimônio Capacidade de recuperar o poder de compra;e de produzir excessos para reinvestimentos; Capacidade para remunerar o capital investido (remuneração e distribuição) = Agregar valor para o acionista; Capacidade para cumprir a sua função social, integrando-se à comunidade e ao meio ambiente; Capacidade de produzir confiança e garantias para os investidores, funcionários e financiadores; Capacidade de provocar interesses; Capacidade de prolongar ou evitar a exaustão do negócio e de não comprometer recursos atuais;

4 Sinopse do Planejamento da Disciplina Indicadores de Produtividade Indicadores Estruturais Indicadores de Lucratividade Indicadores de Rentabilidade Alavancagens dos Recursos

5 Sinopse dos Indicadores IndicadoresEnfoquesUtilidades Estruturais (patrimoniais) 1 Análises Horizontal e Vertical 2 Indicadores Financeiros 1 Avaliar a evolução do Patrimônio 2 Analisar a composição dos elementos do Patrimônio 3 Avaliar a capacidade de pagamento e de endividamento

6 Sinopse dos Indicadores IndicadoresEnfoquesUtilidades Econômicos (Produtividade) Produtividade (Atividade) 1 Giros dos Ativos / Passivos 2 Giros dos Custos / Despesas 1 Analisar a capacidade dos ativos e dos passivos de produzirem resultados 2 Analisar a capacidade dos custos e despesas de agregarem valores aos resultados 3 Avaliar os Ciclos Financeiro e Operacional

7 Sinopse dos Indicadores IndicadoresEnfoquesUtilidades Econômicos (Lucratividade) Lucratividade 1 Análises das Margens 1 Capacidade das Receitas, Custos e Despesas de gerarem resultados 2 Analisar o Ponto de Equilíbrio na geração de resultados 3 Análise Horizontal e Vertical dos elementos dos resultados

8 Indicadores de Rentabilidade São indicadores que demonstram, a capacidade que a organização possui, de remunerar os capitais que nela são investidos. Indicam também, de certa forma os níveis de risco, e balizam os efeitos de investimentos; ajudam na decisão de onde, quando e como investir.

9 Usuários dos Indicadores São usados geralmente pelos grupos de interessados em promover investimentos na empresa (investidores, financiadores, fornecedores, acionistas, empregados, clientes, etc) (Stackholders) como fonte de rendimentos, de retornos ou de remuneração de capitais.

10 Foco de Abordagens Rendimentos dos Ativos Rendimentos dos Passivos e do PL Rendimento do Ativo Circulante Rendimento do Ativo Não Circulante Rendimento do Imobilizado Rendimento do Ativo Total Rendimento Nominal Rendimento Atual Rendimento Real Evolução do Patrimônio

11 Informações Necessárias InformaçõesValor Lucro Operacional Líquido Lucro Líquido Final Ativo Circulante Médio Ativo Não Circulante Médio (Realizável) Imobilizado Médio Ativo Total Médio Capital Nominal Médio

12 Informações Necessárias InformaçõesValor Passivos Totais Médios Patrimônio Líquido Médio Patrimônio Líquido Atual Patrimônio Líquido Anterior Vendas Totais Taxa Básica de Juros10,5% Taxa de Retorno Sobre o Ativo?

13 Rendimentos dos Ativos

14 São indicadores, sobre a capacidade dos investimentos em ativos, de proporcionarem resultados. Servem geralmente, como informações, que auxiliam na tomada de decisões, quanto aos tipos, valores e prazos de investimentos propostos para os ativos da organização.

15 Rendimento do Ativo Circulante Projeta os rendimentos proporcionados por investimentos nos ativos operacionais, de curto prazo. Este indicador é usado para avaliar os efeitos do capital de giro, aplicado nesse grupo, assim como para projetar a capacidade de suportar custos pelo uso de tais ativos. Lucro operacional líquido = = 0,37 = 37% Ativo circulante médio Cada unidade monetária aplicada em ativo circulante pode gerar um retorno de 37% do valor investido, durante o período (um ano).

16 Rendimento do Ativo Não Circulante Projeta, os rendimentos proporcionados por investimentos nos ativos operacionais, de longo prazo. O indicador é usado pelos Interessados, para avaliar os efeitos do capital de giro, aplicado nesse grupo, assim como a capacidade de suportar custos pelo uso de tais ativos. Lucro operacional líquido = = 1,94 = 194% Ativo Não Circul médio Cada unidade monetária aplicada em ativo não circulante pode gerar um retorno de 194 % do valor investido no período (um ano).

17 Rendimento do Ativo Imobilizado Este indicador, projeta os rendimentos gerados por investimentos em ativos fixos (de baixo giro), para decidir sobre investimentos e avaliar a capacidade, de suportar custos pelo uso de tais ativos. Lucro operacional líquido = = 0,93 = 93% Ativo imobilizado médio Cada unidade monetária aplicada em ativo permanente pode Gerar um retorno de 93 % do valor investido no período (um ano).

18 Rendimento do Ativo Total Projeta, os rendimentos proporcionados por investimentos em ativos totais, facilitando decisões sobre investimentos, avaliando capacidade de suportar custos de quaisquer investimentos, na organização. Lucro líquido final = = 0,16 = 16% Ativo total médio Cada unidade monetária aplicada em ativos pode gerar um Retorno de 16% do valor investido durante o período (um ano)

19 RSA – Taxas de Retorno sobre o Ativo Indica, qual é a capacidade que a empresa possui de remunerar os valores investidos no seu ativo, sob o enfoque de Margem e de Giro. L. Liquido x Vendas = x = 0,039 x 2,76 Vendas Ativo médio RSA = 0,107 = 10,7% Significa que a cada unidade monetária investida em ativos, pelas políticas adotadas pela empresa, podem render 10,7 % dos valores aplicados no período (um ano).

20 Taxa Mínima de Retorno Estabelece um parâmetro mínimo de rentabilidade que a empresa oferece para os interessados. Taxa de retorno s/ ativo = 0,107 = 0,738 vezes = 73,8% Taxa básica de investimentos 0,145 Demonstra que os investimentos feitos na organização, correspondem a 73,8 % dos rendimentos proporcionados por outras aplicações, com o mesmo perfil e risco. A decisão, portanto, deve levar em conta o perfil do investidor e o nível de risco que ele está disposto a correr.

21 Rendimentos dos Passivos e do PL

22 Rendimentos dos Passivos e do Patrimônio Líquido São indicadores, sobre as potencialidades que a empresa possui de remunerar os capitais, que nela são investidos. Os resultados, auxiliam os interessados na tomada de decisões quanto aos tipos, taxas de retorno ou de remuneração de investimentos na empresa.

23 Rendimento Nominal Este indicador, permite estabelece parâmetros, sobre a capacidade de remunerar, exclusivamente o capital nominal (próprio). É usado, Para avaliar a capacidade de retorno, dos investimentos iniciais, ou no aporte de capital na empresa. Resultado final = = 0,73 = 73% Capital nominal médio Implica dizer que a cada unidade monetária investida como capital há a possibilidade de retorno de 73% no período (ao ano).

24 Rendimento Atual Permite, comparar a capacidade de remuneração atual, do total de capitais próprios, disponibilizados para as operações da empresa. É muito importante, para a análise de investidores e acionistas, quanto a decisão de capitalizar ou não, a empresa, com os resultados obtidos ou com aporte de capital. Resultado final = = 0,25 = 25% Patrimônio líquido médio Revela que a cada unidade monetária investida como capital há a possibilidade de retorno de 25% no período (um ano).

25 Rendimento Real I Demonstra a capacidade de gerar remuneração para o uso do total de capitais (próprios e de terceiros) nas operações. Lucro Líquido Final = = 0,16 = 16% Capital Total Médio Significa que a cada unidade monetária investida na empresa (capitais próprios e de terceiros) há a possibilidade de gerar um retorno de 16% no período (um ano).

26 Rendimento Real II Demonstra a capacidade de gerar remuneração para o uso dos capitais reais pelo conceito de Patrimônio Líquido Real (Bens + Direitos) – (Obrigações + Provisões) Lucro Líquido Final = = 0,25 = 25% Patrimônio Líquido Real Médio Significa que a cada unidade monetária investida na empresa (capitais próprios reais) há a possibilidade de gerar um retorno de 25% no período (um ano). Reforça outro conceito de análise: o Patrimônio Líquido Real { (bens + direitos) – (obrigações + provisões)}.

27 Evolução do Patrimônio Demonstra a capacidade que a empresa possui de fazer evoluir Os investimentos que nela são feitos. Patrimônio Liquido atual = = 1,32 = 32% Patrimônio Liquido Anterior Significa que a cada unidade monetária investida na empresa (capitais próprios reais) há a possibilidade de representar após um ano de aplicação R$ 1,32 crescendo 32%.

28 Algumas Opções de Investimentos

29 TiposCaracterísticas Caderneta de Poupança 1 Em 12 meses a poupança rende 6% ao ano mais TR (Taxa Referencial, vinculada aos juros do mercado) que aumenta o ganho em dois pontos percentuais em média. É aconselhável para quem vai precisar do dinheiro em menos de um ano. 2. É considerado um investimento seguro, pois é garantido pelo governo federal. Leva vantagem de não pagar I.Rendas e nem taxas 3. Só se ganha a rentabilidade completa do mês quando se faz o saque no aniversário da caderneta – data da conta – 4. Interessante é juntar algum dinheiro para depois migrar para investimentos mais rentáveis. Algumas opções de investimentos

30 TiposCaracterísticas Títulos do Tesouro 1 São papéis emitidos pelo governo federal. Os riscos são muito pequenos. É ideal para quem quer usar o dinheiro daqui cinco ou dez anos. 2 Os títulos podem ser prefixados ou pós-fixados – define na hora da compra. Em 2009 a média dos rendimentos foi de 19% a.a. 3 Podem ser negociados pela internet – e aceita aplicações a partir de R$ A taxa de corretagem varia de 0,5% a 4% depende da corretora Algumas opções de investimentos

31 TiposCaracterísticas Títulos do Tesouro 3 O I.Rendas varia de acordo com o prazo (saque até 180 dias 22,5%; saques entre 181 e 360 dias 20%; saques de um a dois anos 17,5%; acima de dois anos 15% 4 É cobrado também pela Cia Brasileira de Liquidação e Custódia a taxa de 0,4% sobre o valor da compra dos títulos. Algumas opções de investimentos

32 TiposCaracterísticas Fundos de Renda Fixa 1 São fundos de renda fixa negociados pelos bancos, ideal para quem precisa do dinheiro em pequenos espaços de tempo. 2 Os rendimentos são pequenos e em função do I. Rendas e da taxa de administração (se acima de 2%) o seu rendimento é inferior ao rendimento das cadernetas de poupança. Algumas opções de investimentos

33 TiposCaracterísticas Fundos de multimercados 1 São fundos que diversificam aplicações entre renda fixa e renda variável e por isso podem render mais. É a opção para que quer investir por longo tempo (5 a 10 anos) 2 São investimento com certo grau de alto risco porque estes são mais arrojados, mas que oferecem uma das maiores rentabilidades do mercado. Por isso é muito importante analisar o gestor do clube (Unibanco tem um), pois é ele que define como será a carteira de investimentos. Veja se o profissional está registrado no Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais de Investimentos (IBCPI) 3 Existe também a taxa de administração girando em média 4% Algumas opções de investimentos

34 TiposCaracterísticas Clubes de Investimentos 1 É uma forma mais sofisticada de fazer investimentos. É quando um grupo se reúne (no mínimo 3 e no máximo 150) para aplicar dinheiro em ações. É administrado por um profissional que seja especializado 2 A rentabilidade varia de acordo com a carteira de ações definida pelos integrantes. No Brasil existem quase 2000 clubes registra- dos. Alguns deles chegou render 33,5% em Algumas opções de investimentos

35 TiposCaracterísticas CDBs 1 Os CDBs Certificados de Depósitos Bancários são papeis emitidos por Bancos e são aplicações de curto prazo ou que servem como diversificação de carteira. Os papéis emitidos por bancos de segunda linha (menores) que pagam mais. 2 Não há incidência do I.Rendas em tais aplicações 3 É ótima alternativa para que já tem um certo capital 4 Existe o CDB de retorno progressivo para quem quer renda fixa de longo prazo. A aplicação começa com R$ 300. Algumas opções de investimentos

36 TiposCaracterísticas CDIs 1 Os CDIs é uma taxa de juros negociada entre os bancos e registrada na Central de Custódia e Liquidação de Títulos privados certificados emitidos por Bancos e são aplicações de curto prazo ou que servem como diversificação de carteira. 2 Os CDIs são usados como referência de rentabilidade dos fundos DI e também servem para nortear os juros de curto prazo. Algumas opções de investimentos

37 TiposCaracterísticas Fundos Previdência Privada 1 Há dois tipos de Fundos de Previdência Privada: Vida Gerador de Benefícios Livre (VGBL) e Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) 2. Pode-se escolher o valor dos depósitos mensais e quanto pretende sacar após o fim do período de contribuição. São iguais. 3 A principal diferença entre eles é o imposto. O PGBL é melhor, pois quem faz Dipf completa e aplica no plano até 12% da renda bruta anual tributável. A alíquota começa com 35% e cai para 10% após 10 anos de aplicação. Se a Dipf é simples o melhor plano é o VGBL cuja tributação existe, apenas sobre o ganho de capital. Algumas opções de investimentos

38 TiposCaracterísticas Fundos Previdência Privada 4 Nos dois casos existe a taxa de administração que pode chegar até 5%. Existe outra taxa chamada de taxa de carregamento, que incide sobre as parcelas que são depositadas e pode chegar até 10%. 5 Tais investimentos oferecem renda vitalícia após tantos anos de investimentos 6 Se houve resgate total do dinheiro serão cobrados na fonte 15%. 7 São investimentos que compensam se forem resgatados em mais de dez anos. Algumas opções de investimentos

39 Características Básicas dos Investimentos em Ações

40 Características da BolsaCaracterísticas do Negócio A Bolsa de Valores é uma forma de diversificar as aplicações de recursos. São investimentos de renda variável porque dependem do comportamento do mercado Pode ser um negócio rentável, mas é preciso estar ciente de que se trata de investimentos de risco e cujos resultados, só vem a longo prazo (4 anos por exemplo) para obter um montante razoável de lucro. Uma bolsa opera no mercado de compra e venda de ações e de produtos através da BM&F Não é uma aposta. Na compra de ações deve-se avaliar fundamentalmente se a empresa é transparente e confiável. Características Básicas de Investimentos em Bolsa de Valores

41 Características da ParticipaçãoCaracterísticas do Negócio A melhor forma de participar desse mercado é fundar ou participar de um Clube de Investimentos. É permitido pela Bovespa o número mínimo de 3 e no máximo de 150 pessoas. Pode ser mais se forem funcionários da mesma empresa O clube deve atuar em parceria com uma Corretora ou Distribuidora de Títulos ou um Banco confiável encarregado de sua administração. É preciso ter um estatuto, registrar a empresa e apresentar a documentação á Bovespa. (www.bovespa.com.br). Com participar de Investimentos em Bolsa de Valores

42 Características da ParticipaçãoCaracterísticas do Negócio Um clube é um grupo de pessoas que desejam investir em ações das empresas, ou seja, tornarem-se sócios para ter participação nos seus resultados. Além do valor do aporte (investimento), definido por cada clube (pode ser de até R$ 50) há também uma taxa mensal de administração. Deve ser formado por pessoas do mesmo meio social, de uma empresa ou que tenham interesses comuns. Um clube é uma forma de aplicar poucos recursos que, de forma coletiva, fica com um volume razoável. Com participar de Investimentos em Bolsa de Valores

43 TiposCaracterísticas Fundos de Ações 1 É o que chamamos de compra de ações. É recomendável escolher uma Corretora confiável que auxilie na opção pelos papeis (devem ser de boa rentabilidade e de boa aceitabilidade no mercado) 2 É hoje um dos melhores investimentos com uma taxa de retorno de 30% a.a. em média, equivalente do índice da Ibovespa. Apesar da crise no setor imobiliário dos EUA a bolsa rendeu 22,8% de janeiro a 31/8/07. 3 As Corretora costumam cobrar entre R$ 10 e R$ 20 por operação. Muitas negociam esse valor de acordo com número de transações. Não se deve comprar e vender sem critérios apenas para reduzir a taxa. Características dos Investimentos em Fundos de Ações

44 TiposCaracterísticas Fundos de Ações 4 Verifique se a ação tem liquidez (se é fácil de vender) – Analise os resultados da empresa 5 Deve-se escolher fundos que possuam investimentos inicial mais alto (R$50.000) que tem taxa de administração menores 6 Deve-se dar preferência às ações de empresas que oferecem dividendos mais altos. Veja as ações com melhor dividend yeld (retorno em dividendos comparado com o preço da ação) 7 Investindo em ações ganha-se duas vezes (valorização da ação e com o dividendo) (distribuição do lucro) – Pela lei o mínimo é de 25% dos lucros. Dividendos não há incidência do Imposto de Rendas. Características dos Investimentos em Fundos de Ações

45 TiposCaracterísticas Fundos de Ações 8 Ao decidir em investir em ações é importante considerar o mercado sob três dimensões: análise técnica, proteção do capital e visão estratégica. Analise os cenários macroeconômicos, setoriais, financeiros, etc 9 É preciso prever o que pode perder (%) por mês no investimento. 10 Deve-se fazer escolha criteriosa dentre as 100 ações que não são para especular. É bom comprar quando a empresa é boa e a ação está em queda. Deve-se verificar também a tendência das ações da empresa e comparar com o ranking. Observe também o ISE – Índice de Sustentabilidade empresarial e se faz parte dos níveis especiais de governança corporativa da Bolsa. Características de Investimentos em Fundos de Ações

46 TiposCaracterísticas Contratos Futuros 1 É o chamado mercado dos derivativos. É a negociação através de minicontratos futuros com tamanho de 1/10 e 1/5 em comparação aos contratos-padrão negociados no pregão da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) 2 Deve-se orientar por um corretor financeiro. Veja e analise todas as sugestões. Nesse mercado não se iluda com investimentos em imóveis que não rendem mais do que 0,6% do valor, em aluguel. Moeda estrangeira também não é mais uma boa aplicação. Se que investir em dolar é preferível comprar ações de empresa exportadoras 3 Este mercado opera com boi, soja, dolar, ibovespa, etc. Algumas opções Arrojadas

47 Análises que ajudam na decisão dos investimentos em Bolsas de Valores

48 Rentabilidade real por ação Trata-se de avaliar a rentabilidade da ação sob a ótica real de rendimento ou de mercado. É a análise do lucro líquido unitário proporcionado Lucro líquido final = = 2,35 Número de ações Lucro líquido p/ ação = 2,35 = 0,082 Preço da ação no mercado 29,30 A aquisição da ação pelo preço que ela alcança no mercado, pode gerar uma rentabilidade de 8,02 %.

49 Quociente preço / lucro por ação Avalia o quanto os resultados agregam valor à ação, por período, sob a ótica do mercado. Preço da ação no mercado = 29,30 = 12,4 vezes Lucro líquido por ação 2,35 É um indicador em número de vezes sobre resposta do mercado face á rentabilidade proporcionada pela ação.

50 Ganho por ação ordinária Avalia o ganho proporcionado pelas ações ordinárias (com direito a voto) orientando para investimentos em tais ações. Lucro líquido – Div.preferenciais = ( – ) = = 0,48 Número de ações ordinárias Cada ação ordinária rende R$ 0,48

51 Garantia de dividendos Informa qual é a garantia oferecida aos investimentos feitos em ações preferenciais Lucro líquido = 1,11 Dividendos distribuídos Demonstra que a empresa pode garantir até 111% de rendimento, do valor dos Investimentos feitos em tais ações.

52 Dividendos pagos por ação ( dividend yeld) Informa qual é proporção de dividendos distribuídos em cada ação com direito. Dividendos pagos = = 4,22 Ações com direito

53 Valor patrimonial da ação Informa qual é o valor atual da ação de acordo com o patrimônio da organização. Patrimônio líquido = = 20,26 Número de ações É o valor atual de cada ação em função do Patrimônio Líquido existente, independente do valor de mercado.

54 Quociente real de valor Informa qual foi o agregado provocado pelo mercado sobre as ações da empresa Valor da ação no mercado = 29,30 = 1,44 Valor patrimonial da ação 20,26 Ao valor de cada ação o mercado reconhece um agregado em 44% de acordo com os valores da empresa.

55 Valor justo da empresa (fair value) Informa qual foi o valor agregado pelo o mercado ao patrimônio da empresa dando-lhe o valor justo. Patrimônio líquido a preço de mercado = ( x 29,30) = 2,32 Patrimônio líquido contábil = 1, Representa que junto ao mercado a empresa tem um valor 41% superior ao seu valor patrimonial

56 Valor econômico agregado - VEA Informa qual é a capacidade do patrimônio da empresa de agregar valor econômico adicional aos valores investidos. Lucro líquido = = 0,22 ou 22% Receita liquida Margem líquida = 22,0% = 1,07 Taxa de retorno ideal 20,5% O retorno proporcionado pela empresa é superior às taxas ditadas pelo mercado.

57 Valor Econômico Agregado – Economic Value Added – EVA Fundamentos - Criado pela Stern Stwart – empresa americana de consultoria Aumento no lucro e / ou da receita não quer dizer necessariamente que existe aumento no EVA. É um indicador criado para mensurar se os lucros gerados pela empresa foram superiores ao CUSTO DO CAPITAL EMPREGADO por acionistas e por terceiros, ou seja, se foram suficientes para cobrir o retorno mínimo esperado em função do risco inerente à atividade da organização. Se o resultado for positivo indica que a empresa gera valor para os acionistas, se negativo, destrói valores. – É uma robusta correlação mais forte com a verdadeira criação de riquezas para o acionista.

58 Valor Econômico Agregado – Economic Value Added – EVA O comportamento do EVA está mais ligado à performance da formação do preço das ações em bolsa do que ao lucro líquido e o Ebtida. Os ativos novos, no início, oferecem rentabilidade menor do que os ativos mais maduros. O crescimento ou a redução do EVA deve-se á administração da empresa e por isso é elemento determinante para fixar os salários dos executivos; daí a se concluir que as falhas de gestão são os principais motivos para o comportamento do EVA. Para melhorar o EVA é preciso reduzir custos, vender imobilizados ou unidades não rentáveis, diminuir o encargo de capital ou investir em novos projetos que ofereçam retornos superiores ao custo do capital.

59 Valor Econômico Agregado – Economic Value Added – EVA 1+Lucro operacional Custos dos capitais próprios Custos dos capitais de 3o.s =EVA ( 1-2-3) Receitas líquidas Taxa EVA (4:5) 24,75%

60 Maior Valor de Mercado - Market Value Added – MVA Fundamentos É a medida de valor, ponderada pelo capital empregado. Significa o valor agregado pelo mercado, ao acionista ao longo do período. É salutar pensar na medida, usando como parâmetro a média dos capitais aplicados comparando o resultado com o momento da análise, tendo-se assim a idéia da evolução ou involução. É o valor líquido de mercado, isto é, o valor de mercado menos o total do capital aportado por acionistas e terceiros.

61 Maior Valor de Mercado– Market Value Added – MVA 1+Número total de ações da Cia xValor de mercado das ações29, Capital total empregado =MVA ( 3-2)

62 TSR – Taxa de retorno das ações em bolsa – Taxe Scorecard return Fundamentos É a taxa de retorno das ações em bolsa, mais os dividendos recebidos no período. Refere-se, portanto, à rentabilidade total proporcionada pelo investimento.

63 TSR – Taxa de retorno das ações em bolsa – Taxe Scorecard Return 1+Lucro líquido do período Número de ações na bolsa xValor de mercado das ações 29, =Taxa de retorno de ações na bolsa (1:3) 8,85% 5 Dividendos distribuídos no período =Taxa de retorno dos dividendos (5:3) 7,20% 7=TSR (4+6) 16,05%

64 EBITDA- Lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações – Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization Fundamentos É o cálculo da taxa nominal-efetiva de rentabilidade dos Investimentos feitos na organização. Considera valores não monetários (depreciações) e valores Incorporados de forma indireta, ao patrimônio.

65 EBITDA- Lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações – Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization 1+Lucro líquido final Depreciações Amortizações de investimentos Juros pagos =EBITDA ( ) =Receita líquida do período =Taxa da EBITDA (5:6) 39,7%


Carregar ppt "Análise – Módulo 3 - Indicadores de Desempenho Módulo 3.3 – Indicadores de Rentabilidade Prof. MsC Wilter Furtado - 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google