A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

POSIÇÕES PARA EXAMES Prof. Bruno Silva Semiotécnica e Semiologia I.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "POSIÇÕES PARA EXAMES Prof. Bruno Silva Semiotécnica e Semiologia I."— Transcrição da apresentação:

1 POSIÇÕES PARA EXAMES Prof. Bruno Silva Semiotécnica e Semiologia I

2 Exame Físico e Processo de Enfermagem É um instrumento utilizado pela enfermagem para coletar e analisar as informações do paciente/ cliente, que permeia todo o processo da assistência de enfermagem sistematizada. A sistematização da assistência de enfermagem ou SAE significa a organização da assistência com base no processo de enfermagem. A SAE é um instrumento da trabalho da enfermeira que organiza e direciona a assistência constituindo um modelo. No Brasil, Wanda Horta define que o Processo de enfermagem em 6 etapas: Histórico; 2. diagnóstico; 3. plano assistencial; 4. plano de cuidados ou prescrição; 5.evolução ou registro; 6.prognóstico.

3 A primeira etapa do processo de enfermagem é o Histórico, que é composto por oito tópicos: 1.identificação; 2.dados clínicos de interesse da enfermagem; 3.percepção e expectativas do paciente; 4.hábitos relacionados a saúde; 5.atendimento das necessidades básicas; 6.EXAME FISICO; 7.ajustamento do paciente a equipe de saúde e ao hospital; 8.impressões do entrevistado sobre o paciente.

4 Modelos Os modelos podem ser abertos (mais aconselhável), fechados (são muito longos) ou mistos. Os mistos podem ser checados ou escritos. Os enfermeiros tendem a valorizar um modelo biomédico que enfoca a doença. Nesses modelos descrevem sinais e sintomas e os fatores etiológicos de determinada patologia fica mais curto, exigindo um para cada especialidade médica. O Histórico de enfermagem é uma competência legal do enfermeiro e não pode ser delegado.

5 Estruturando o Exame físico O exame físico consiste na coleta de dados físicos observados diretamente pela examinadora. Para realizá-lo é importante: O paciente e o enfermeiro devem estar em posição correta. A iluminação deve ser adequada (Luz natural ou artificial de cor branca). Deve ser preservado a privacidade e somente os seguimentos avaliados devem ficar descobertos durante o exame. O paciente tem direito a um acompanhante durante o exame. O enfermeiro deve explicar os seus objetivos e solicitar o seu consentimento Para a avaliação de órgãos genitais, pode solicitar a saída do acompanhante e caso possível solicitar um auxiliar para acompanhá-lo.

6 POSIÇÕES PARA EXAMES O paciente pode assumir várias posições durante o exame físico, e sua escolha pelo enfermeiro dependerá de área a ser examinada. O exame físico deve ser planejado de forma que: o paciente não permaneça em posições constrangedoras ou desconfortáveis por longos períodos de tempo; favoreça o exame físico de várias partes do corpo, respeitando a privacidade e avaliando o estado físico do paciente pelo seu grau de dependência durante o exame.

7 Posição ortostática ou ereta Paciente fica em pé com os pés um pouco afastados um do outro e com os membros superiores estendidos naturalmente junto ao corpo. O peso fica distribuído eqüitativamente nos MMII. Indicação: Exame neurológico.

8 Posição sentada O paciente fica sentado numa cadeira na maca ou no leito com as mãos repousando sobre as coxas.

9 Posição/decúbito dorsal paciente fica deitado na maca ou leito com o ventre para cima, membros superiores e inferiores relaxados. O paciente deve ser colocado deitado de costas, com as pernas estendidas ou ligeiramente fletidas para provocar o relaxamento dos músculos abdominais. Os braços devem estar estendidos ao longo do corpo. O lençol que recobre o paciente deve estar solto na cama.

10 Decúbito lateral direito O paciente fica deitado com o lado direito para baixo, pernas levemente fletidas, braço direito em abdução, o lado esquerdo para cima e o braço repousando sobre a face lateral da coxa.

11 Decúbito lateral esquerdo O paciente fica deitado com o lado esquerdo para baixo, pernas levemente fletidas, braço esquerdo em abdução, o lado direito para cima e o braço repousando sobre a face lateral da coxa.

12 Decúbito ventral O paciente fica deitado com o ventre para baixo, braços fletidos e mãos sob a testa.

13 Posição de Litotomia (Litotômica) Posição que se assemelha à ginecológica. Colocar o paciente em decúbito dorsal, com a cabeça e os ombros ligeiramente elevados. As coxas devem estar bem flexionadas sobre o abdômen, afastadas uma da outra e as pernas sobre as coxas. Normalmente, para se colocar o paciente nesta posição, usam-se suportes para os joelhos (perneiras). Indicações: Cirurgia ou exames de períneo, reto, vagina e bexiga.

14 Posição genu-peitoral O paciente deve ser colocado ajoelhado sobre a cama com os joelhos afastados, as pernas estendidas e o peito apoiado sobre a cama. A cabeça deve estar lateralizada, apoiada sobre os braços. Indicações: exames vaginais e retais.

15 Posição supina Paciente fica deitado em decúbito dorsal com travesseiros sobre a cabeça, braços estendidos ao longo do corpo, pernas estendidas ou ligeiramente fletidas.

16 Posição prona Paciente fica em decúbito ventral com a cabeça virada para um dos lados, braços abduzidos para cima, com cotovelos fletidos e pernas estendidas.

17 Posição de Sims Colocar o paciente em decúbito lateral esquerdo, mantendo a cabeça apoiada no travesseiro. O corpo deve estar ligeiramente inclinado para frente, com o braço esquerdo esticado para trás, de forma a permitir que parte do peso do corpo apóie sobre o peito. O braço direito deve ser posicionado de acordo com a vontade do paciente e os MMII devem estar flexionados; o direito, mais que o esquerdo. Indicações: exames vaginais, retais, clister e lavagem intestinal.

18 Posição de Trendenlenburg O paciente é colocado em decúbito dorsal horizontal, com o corpo num plano inclinado, de forma que a cabeça fique mais baixa em relação ao corpo. Indicações: Cirurgias da região pélvica, estado de choque tromboflebites.

19 Posição de Flower Colocar o paciente em decúbito dorsal, elevar a cabeceira da cama até que o tronco do paciente atinja um ângulo de 45 graus em relação à cama. Indicações: Para alimentação e em patologias respiratórias, de modo geral.

20 Seguindo o exame Após determinarmos a posição que iremos utilizar para iniciar o exame físico, Lavar as mãos, luva de procedimento, unhas curtas para não ferir, aquecer as mãos. O enfermeiro emprega os órgão dos sentidos: a visão, o tato, a audição e o olfato. Utiliza também instrumentos: 1.Esfigmomanômetro 2.Estetoscópio 3.Relógio 4.Termômetro 5.Foco de luz/ lanterna 6.Otoscópio 7.Oftalmoscópio 8.Laringoscópio 9.Rinoscópio 10.Espátula 11.Régua e fita métrica 12.Luvas 13.Lubrificantes 14.Algodão e gaze 15.Martelo para reflexo 16.Alfinetes 17.Balança 18.Lápis demográfico 19.Material para registro


Carregar ppt "POSIÇÕES PARA EXAMES Prof. Bruno Silva Semiotécnica e Semiologia I."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google