A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE."— Transcrição da apresentação:

1 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE 3ª POLICLÍNICA - NITERÓI Síndrome metabólica Cap BM Simone Coelho

2 Síndrome metabólica A Síndrome metabólica é definida pelo conjunto de alterações metabólicas que aumentam o risco de desenvolvimento de doença cardiovascular e diabetes mellitus tipo 2. A Síndrome metabólica é definida pelo conjunto de alterações metabólicas que aumentam o risco de desenvolvimento de doença cardiovascular e diabetes mellitus tipo 2. Foi nomeada como Síndrome X por Reaven em Foi nomeada como Síndrome X por Reaven em 1988.

3 Conceito NCEP (National Cholesterol Education Program- Adult Treatment Panel III) NCEP (National Cholesterol Education Program- Adult Treatment Panel III) IDF (International Diabetes Federation) IDF (International Diabetes Federation) WHO(World Health Organization) WHO(World Health Organization)

4 Definições de SM Lottenberg et al, Jornal de Pediatria,vol83,5(Suppl),2207

5 Conceito Não existe uma definição de Síndrome metabólica na infância Não existe uma definição de Síndrome metabólica na infância

6 Adaptação do NCEP Presença de 3 dos critérios abaixo: Circunferência abdominal P90 Circunferência abdominal P90 Glicemia de jejum 110mg/dl Glicemia de jejum 110mg/dl Triglicerídeos 110mg/dl Triglicerídeos 110mg/dl HDL colesterol <40mg/dl HDL colesterol <40mg/dl PA P90 PA P90 Cook et al, Arch Pediatr Adolesc Med,2003;157:821-7 Cook et al, Arch Pediatr Adolesc Med,2003;157:821-7

7 Federação Internacional de Diabetes

8 Epidemiologia NHANES IV ,1% de adolescentes obesos

9 Etiologia e Fisiopatologia

10 Obesidade TNF alfa Resistina Adiponectina Il6 Leptina

11 N° adipócitos

12 Etiologia Genética Endocrinometabólicos Ambientais Psicológicos

13

14 Prevalência de obesidade no Brasil

15 Obesidade

16 Resistência insulínica e Dislipidemia

17 Etiologia e Fisiopatologia RCIU RCIU GIG GIG RN de mãe com Diabetes gestacional RN de mãe com Diabetes gestacional

18 RCIU : Programing RCIU Desnutrição IU Genótipo de RI Efeito direto RI Suscetibilidade para DM2 Programing fetal Crescimento mediado por insulina Efeito direto Adaptado de Murphy et al

19 GIG Boney et al, Pediatrics 2005,115; e290-6

20 Clínica

21 Laboratório

22 Laboratório

23 Laboratório

24 Laboratório Clamp euglicêmico hiperinsulinêmico – padrão ouro Clamp euglicêmico hiperinsulinêmico – padrão ouro HOMA IR= glicemia de jejum( em mmol/l X insulinemia de jejum(µU/ml) ÷ 22,5 – ponto de corte >3,45 HOMA IR= glicemia de jejum( em mmol/l X insulinemia de jejum(µU/ml) ÷ 22,5 – ponto de corte >3,45 Quicki= 1/log (insulinemia de jejum em µU/ml) + log (glicemia de jejum em mg/dl)- ponto de corte 0,62 Quicki= 1/log (insulinemia de jejum em µU/ml) + log (glicemia de jejum em mg/dl)- ponto de corte 0,62 Relação glicose/insulina – abaixo de 7 Relação glicose/insulina – abaixo de 7

25 Complicações Doença cardiovascular DM2

26 Tratamento

27 Tratamento

28 Tratamento

29 Tratamento

30 Tratamento Dislipidemia: Acima de 10 anos LDL>190 ou >160 com co- morbidades: Quelantes de ácidos biliares: colestiramina Inibidores da HMG-CoA-redutase Aumento de triglicerídeos: fibrato

31 Tratamento HAS: HAS: Inibidores da ECA B bloqueadores Bloqueadores de canais de cálcio Diuréticos

32 Tratamento Resistência insulínica: Metformina: Resistência insulínica: Metformina: DM2: DM2: Metformina Metformina Insulina NPH Insulina NPH Nos casos mais graves bolus de regular nas refeições Nos casos mais graves bolus de regular nas refeições

33 Programa de Prevenção e Controle de Obesidade Infantil

34 PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS Maj José: Coordenador do Programa; Maj José: Coordenador do Programa; Cap Simone Coelho: Pediatra/Endocrinologia Pediátrica; Cap Simone Coelho: Pediatra/Endocrinologia Pediátrica; Cap Serpa: Nutricionista; Cap Serpa: Nutricionista; Cap Caravelos: Psicóloga; Cap Caravelos: Psicóloga; Cap Viviane Salles: Endocrinologia; Cap Viviane Salles: Endocrinologia; Cap Priscilla Gil: Endocrinologia; Cap Priscilla Gil: Endocrinologia; 1ºTen Gleicy: Serviço Social; 1ºTen Gleicy: Serviço Social; Cap Michele Nassif: Pediatra; Cap Michele Nassif: Pediatra; Cap Mendonça: Pediatra; Cap Mendonça: Pediatra; 1º Ten Daniela Cabral: Fisioterapeuta; 1º Ten Daniela Cabral: Fisioterapeuta; Cb Jozilvo: Educação Física Cb Jozilvo: Educação Física

35 Programa de Prevenção e Controle de Obesidade Infantil

36

37

38 OBRIGADA!

39 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE 3ª POLICLÍNICA - NITERÓI Tel:


Carregar ppt "GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google