A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INOVAÇÕES METODOLÓGICAS NA ÁREA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA Oportunidades para o desenvolvimento urbano sustentável Novembro 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INOVAÇÕES METODOLÓGICAS NA ÁREA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA Oportunidades para o desenvolvimento urbano sustentável Novembro 2008."— Transcrição da apresentação:

1 INOVAÇÕES METODOLÓGICAS NA ÁREA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA Oportunidades para o desenvolvimento urbano sustentável Novembro 2008

2 CITÉLUZ CHILE ChileBrasil 100% 34% 66% 100% 60% ATELIER LUMIERE

3 Gestão de mais de 800 mil pontos luminosos no Brasil e Chile e mais de 80 obras de iluminação artística.

4 Nosso negócio: Prestação de serviços especializados na luz urbana - Gestão Completa - Eficiência Energética - Expertise técnica, jurídica, financeira Nossa missão: Iluminar o ambiente urbano para melhorar a qualidade de vida

5 Premissas para lidar com a iluminação urbana 1.Aspirações da Sociedade 2.Embelezamento Urbano 3.Monitorar Resultados 4.Inovações 5.Financiamento

6 A Função da Luz Favorecer a criação de um ambiente Compor e valorizar o espaço urbano Agregar sentimento ao cenário noturno Auxiliar na localização espacial Fortalecer o senso de segurança Estimular o entretenimento, lazer, turismo Destacar elementos arquitetônicos

7 Segurança e Orientação (pedestre, ciclista, condutor de veículos) Aparência da Cidade (identidade visual, mobiliário urbano, valorizar patrimônio) Conforto, Lazer e Bem-estar (orgulho de pertencer à cidade) Soluções Integradas (área econômica e social) Abrangência do Serviço de IP -Iluminação Pública é um componente da gestão urbana dentro do modelo de desenvolvimento da cidade, dando visibilidade às demandas públicas, sociais e no imaginário do cidadão.

8 Competência do Serviço de IP Art. 30. COMPETE AOS MUNICÍPIOS:..... V - organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, os serviços públicos de interesse local, incluído o de transporte coletivo, que tem caráter essencial; Há uma gradativa redução da participação das distribuidoras de energia no serviço de IP com cada vez maior exigência da sociedade quanto à qualidade deste serviço público fundamental

9 Melhor Gestão da Iluminação Urbana Poucos Municípios têm respostas prontas às perguntas básicas sobre iluminação pública: Quantos pontos de luz efetivamente existem? Qual o real consumo mensal de energia da iluminação? Qual a quantidade e tipo de reclamações? Qual o tempo médio de atendimento àmensaiss reclamações? Quais os critérios de qualidade do sistema de iluminação? Quais as fontes de financiamento e como aplicá-las?

10 A Gestão Completa da Iluminação Pública novo conceito Metodologia de prestação do serviço Sair da tradicional manutenção corretiva por reação (troca de lâmpada queimada) para o novo conceito de preservar a cidade iluminada, monitorando indicadores de desempenho

11 Indicadores de Desempenho ATENDIMENTO Até 02 Pontos apagados: 48 horas Mais de 02 Pontos apagados: 24 horas QUALIDADE Lâmpadas apagadas à noite: 5,0% Lâmpadas acesas de dia: 3,0% SUSTENTABILIDADE Troca de lâmpadas em 5 anos: 100% Troca de relés em 5 anos: 50% Limpeza de luminárias: 100%

12 Indicadores de desempenho O Município define e fiscaliza a qualidade do serviço: Índice de Lâmpadas Acesas de Dia Índice de Lâmpadas Apagadas a Noite Tempo de Atendimento ao Cidadão Prazo de Realização de Obras Limpeza de Pontos Luminosos (luminárias) O Município na gestão dos serviços: Fiscaliza Resultados Planeja Expansão Autoriza Obras

13 Gestão completa Qualidade da iluminação Exemplo: Gestão Completa em São Luis do Maranhão

14 Gestão Completa da Iluminação Pública 1) Inventário do Patrimônio PúblicoInventário do Patrimônio Público - Identificação física - Cadastro geo-referenciado e etiquetado - Validação da conta mensal de energia 2) Manutenção e operaçãoanutenção e operação - Monitoramento da vida útil das lâmpadas - Manutenção preventiva - Rondas noturnas e diurnas - Call center 3)Modernização e AmpliaçãoModernização e Ampliação - Padronização do parque - Eficientização do sistema de IP - Novas tecnologias

15 Gestão Completa da Iluminação Pública 4) Plano Diretor de Iluminação 5) Assessoramento especializado - Planejamento das intervenções - Adequação luminotécnica - Relação com a concessionária

16 Gestão Completa - Inventário do patrimônio Cadastrar, etiquetar, informatizar Validar a conta mensal de consumo de energia Possibilitar a manutenção preventiva (monitoração da vida útil da lâmpada)

17 Gestão completa 1- Sistema informatizado Citégestion Cadastra todas as informações referentes à gestão do parque de iluminação pública

18 Cartografia Mapa Geo- referenciado do parque de iluminação pública

19 Gestão completa Manutenção corretiva e preventiva Operação / Manutenção Rondas noturnas e diurnas

20 Gestão completa Atendimento telefônico gratuito - Call Center Atendimento todos os dias 24/24h Prazo de Atendimento às reclamações = 24 ou 48 horas

21 Pensar a vida noturna: Plano Diretor de Iluminação Urbana Base para tomada de decisão; Orientação físico-financeiro dos investimentos; Recomenda níveis luminotécnicos adequados da iluminação viária, em função das condições de tráfego e da tipologia das vias; Criação de ambiências urbanas propícias ao bem- estar e à segurança; Identidade visual do mobiliário de iluminação pública; Valorização do patrimônio da cidade.

22 Gestão completa Plano Diretor de Iluminação Urbana

23 Iluminação artística ou de realce Iluminação de destaque (monumentos) Iluminação de elementos viários (pontes, viadutos…) Desenho de mobiliário urbano Espetáculos de Som e Luz

24 Obras de iluminação artística Prédios históricos Antes Depois Igreja da Candelária Rio de Janeiro

25 Gestão Completa Ganhos Financeiros ao Município AçãoRedução de custo Nova tarifa de fornecimento IP (B4a) 8% Cadastro etiquetado 5% Adequação das perdas de energia no reator, consideradas na conta 3% Horas de funcionamento do parque IP 9% Controle de consumo de energia em locais de baixa freqüência (madrugada) 7% Eficientização do parque luminoso 25% Fontes de Financiamento: COSIP RELUZ PROESCO PPP

26 RESPONSABILIDADE SOCIAL Comunidade da Luz reciclagem de materiais) Projeto BELISÁRIO: A SUCATA VIRA ARTE (reciclagem de materiais)

27 Garantias Sistema testado e consagrado Profissionais especializados Um Grupo sólido Experiência internacional Grato pela atenção (71) /(71)


Carregar ppt "INOVAÇÕES METODOLÓGICAS NA ÁREA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA Oportunidades para o desenvolvimento urbano sustentável Novembro 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google