A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Danielle R. D. da Silva, Geber Ramalho {drds, Computação Inteligente – Ambientes de Entretenimento – Atores sintéticos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Danielle R. D. da Silva, Geber Ramalho {drds, Computação Inteligente – Ambientes de Entretenimento – Atores sintéticos."— Transcrição da apresentação:

1 Danielle R. D. da Silva, Geber Ramalho {drds, Computação Inteligente – Ambientes de Entretenimento – Atores sintéticos Programa Doutorado Início: Março/2003 SAAP – Março/2004

2 MotivaçãoMotivação Atores sintéticos são candidatos ideais para popular ambientes de entretenimento Podem trazer ilusão de vida Podem guiar os usuários Podem ensinar aos usuários Favorecem aos usuários a possibilidade de resolver conflitos sociais e morais Tem se tornado o tópico mais pesquisado na área de IA e Jogos Fazer dos jogos ambientes muito mais rico em interação

3 Breve Descrição Extensão do trabalho de mestrado Foi proposto o modelo PCSA para atores sintéticos Prover personalidade coerente a longo tempo e reações de curto prazo em função de estados emocionais/físicos Personalidade baseada na teoria The Big Five Desenvolvido um jogo de aventura onde os personagens eram modelados através do PCSA Não houve validação eficiente do modelo Ajustes devem ser feitos no PCSA para torná-lo mais escalar

4 Problemas/AbordagensProblemas/Abordagens Tornar o PCSA mais escalável Definir taxonomia de fatores situacionais Definir um conjunto básico de emoções Definir o relacionamento matemático entre os traços de personalidade e fatores situacionais bem como os estados emocionais Desenvolver um editor/simulador de atores sintéticos Definir uma linguagem para modelagem dos AS Integrar o SASE com modelos gráficos de personagens Definir um processo sistemático de validação para atores sintéticos Integrar o SASE e PCSA ao framework de IA desenvolvido no CIn (Forge V8)

5 Trabalhos Relacionados Modelos de atores sintéticos Projeto Oz – CMU University, Joseph Bates Projeto Teatro Virtual - Stanford University, Barbara Hayes-Roth Projeto Gull - CMU University e Institute of Psicology NRC, Paola Rizzo e Manuela Veloso Projeto Amusement - Facultad de Informática - Universidad Politécnica de Madrid Projeto PME - Miralab - University of Geneva, Arjan Egges Projeto PE - Miralab - University of Geneva, Arjan Egges Projeto PAR/PARSYS - Center for Human Modeling and Simulation - University of Pennsylvania, Jan Allbeck Projeto Cathexis – MIT University, Juan Velaskey Projeto EBA – Universidade de Lisboa, Rodrigo Ventura Outros projetos: Creatures

6 Trabalhos Relacionados Modelos de personalidade/emoções/atitudes The Big Five Teoria dos traços Teoria da aprendizagem social Teoria da ação - Symlog Modelo OCC

7 2.o SEMESTRE/ o SEMESTRE/2004 PLANEJADO (setembro/2003 – Março/2004) REALIZADO REALIZADO (setembro/2003 – Março/2004) EXPECTATIVAS EXPECTATIVAS (Abril/2004 – Agosto/2004) Concluir os créditos p/ qualificação. Trabalho individual Processos cognitivos Cursado: Trabalho individual Projeto e desenvolvimento de jogos Créditos para qualificação concluídos. Cursar disciplina extra: Processos cognitivos Iniciar a reavaliação do modelo. Realizado através do trabalho individual – em progresso. Concluir avaliação prévia do PCSA Continuar o levantamento bibliográfico. Realizado através do trabalho individual. Concluir levantamento bibliográfico. Reavaliar o escopo do projeto. Em progresso.Fechar escopo do projeto. Reajustar o modelo PCSA. Formalizar artigo e submeter projeto para qualificação. StatusStatus

8 RiscosPlano de Contigência Teoria utilizada como base para o modelo PCSA for julgada como inadequada Buscar suporte de especialistas para estabelecer outra teoria como base. Tempo destinado ao processo de validação do modelo PCSA insuficiente Estender o prazo para finalização da tese. Modelo PCSA inadequado para o domínio de aplicações de entretenimento Buscar outros domínios de aplicação como assistentes pedagógicos. Re-implementar o PCSA usando outra linguagem de programação (provavelmente C++). - Subestimar o desenvolvimento do SASE - Análise de Riscos

9 ItemDescrição 1 Suporte de especialistas na área de Psicologia para auxiliar na validação sistemática do projeto. 2 3 DependênciasDependências

10 Cronograma (recorte) Etapas [01] [02] [03] [04] [05] [06] [01] Cumprimento de créditos [02] Levantamento bibliográfico. [03] Reavaliar o modelo PCSA. [04] Escopo do projeto. [05] Ajustar o modelo PCSA de acordo com (2), (3) e (4). [06] Formalizar artigo I. [100%] [70%] [30%]

11 Feeback sobre o SAAP Positivos O acompanhamento auxilia na detecção prévia de problemas associados aos projetos Diminui o risco da não conclusão dos projetos Negativos Burocratização (desperdício de papéis) Critérios de avaliação confusos Um pouco desorganizado


Carregar ppt "Danielle R. D. da Silva, Geber Ramalho {drds, Computação Inteligente – Ambientes de Entretenimento – Atores sintéticos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google