A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LICENCIATURAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL GRUPO DE TRABALHO DO MEC/SETEC Sistematização: Lucília Machado.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LICENCIATURAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL GRUPO DE TRABALHO DO MEC/SETEC Sistematização: Lucília Machado."— Transcrição da apresentação:

1 LICENCIATURAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL GRUPO DE TRABALHO DO MEC/SETEC Sistematização: Lucília Machado

2 GRUPO DE TRABALHO EDVALDO – CONCEFET EDVALDO – CONCEFET LUCILIA DE PAULA - ANFOPE LUCILIA DE PAULA - ANFOPE MARISE PIEDADE – CEFET-MA MARISE PIEDADE – CEFET-MA RITA DAHER – CEFET-CAMPOS RITA DAHER – CEFET-CAMPOS MARIA RITA – CEFET – MG MARIA RITA – CEFET – MG BEATRIZ HELENA – CEFET- PELOTAS BEATRIZ HELENA – CEFET- PELOTAS ROLAND BASCHTA – UFTPR ROLAND BASCHTA – UFTPR MARIA CRISTINA – SINASEF MARIA CRISTINA – SINASEF LUCILIA MACHADO – CONSULTORA SETEC LUCILIA MACHADO – CONSULTORA SETEC FRANCISCO A. CORDÃO – CONSULTOR SETEC FRANCISCO A. CORDÃO – CONSULTOR SETEC ALESSIO TRINDADE – SETEC ALESSIO TRINDADE – SETEC LUIZ CALDAS - SETEC LUIZ CALDAS - SETEC

3 Licenciaturas Essenciais: espaço privilegiado da formação docente inicial; Essenciais: espaço privilegiado da formação docente inicial; Importantes para: profissionalização docente, desenvolvimento de pedagogias apropriadas à EPT, intercâmbio de experiências, desenvolvimento da reflexão pedagógica, pensar a profissão, as relações de trabalho e de poder nas instituições escolares, a responsabilidade dos professores etc. Importantes para: profissionalização docente, desenvolvimento de pedagogias apropriadas à EPT, intercâmbio de experiências, desenvolvimento da reflexão pedagógica, pensar a profissão, as relações de trabalho e de poder nas instituições escolares, a responsabilidade dos professores etc.

4 Exigências com relação ao perfil dos docentes da EPT Mais elevadas, devido aos novos desafios: Mudanças organizacionais e nas relações profissionais; Mudanças organizacionais e nas relações profissionais; Impactos das inovações tecnológicas sobre atividades de trabalho e culturas profissionais; Impactos das inovações tecnológicas sobre atividades de trabalho e culturas profissionais; Papel dos sistemas simbólicos na estruturação do mundo do trabalho; Papel dos sistemas simbólicos na estruturação do mundo do trabalho; Aumento das exigências de qualidade na produção e nos serviços; Aumento das exigências de qualidade na produção e nos serviços; Questões éticas e de sustentabilidade ambiental etc. Questões éticas e de sustentabilidade ambiental etc.

5 Consolidação de um sistema nacional de formação docente Inclui a modalidade inicial, a continuada, as necessárias articulações entre formação inicial e continuada, bem como estratégias de formação de formadores. Inclui a modalidade inicial, a continuada, as necessárias articulações entre formação inicial e continuada, bem como estratégias de formação de formadores. Inclui as demandas de formação de professores para a EPT. Inclui as demandas de formação de professores para a EPT. Preservação do caráter unitário deste sistema. Preservação do caráter unitário deste sistema.

6 Especificidades da formação de professores para a EPT Compreender a intervenção humana na reorganização do mundo físico e social e as contradições inerentes a estes processos; Compreender a intervenção humana na reorganização do mundo físico e social e as contradições inerentes a estes processos; Formação consistente, fundamentada e crítica; Formação consistente, fundamentada e crítica; Capacidade de avaliação de opções tecnológicas; Capacidade de avaliação de opções tecnológicas; Apreender conhecimentos tácitos e o estado da arte do desenvolvimento tecnológico; Apreender conhecimentos tácitos e o estado da arte do desenvolvimento tecnológico; Aprender com lições passadas e imaginar futuros possíveis ou alternativos das tecnologias; Aprender com lições passadas e imaginar futuros possíveis ou alternativos das tecnologias; Abordagens não lineares das relações entre ciência e tecnologia; Abordagens não lineares das relações entre ciência e tecnologia; Diálogo entre os conhecimentos tecnológicos escolarizados e os que nascem das iniciativas e experiências práticas extra-escolares. Diálogo entre os conhecimentos tecnológicos escolarizados e os que nascem das iniciativas e experiências práticas extra-escolares.

7 Heterogeneidade das formas de organização da EPT Currículos; Currículos; Status dos formadores; Status dos formadores; Instituições de formação; Instituições de formação; Setores econômicos a serem atendidos; Setores econômicos a serem atendidos; Áreas profissionais; Áreas profissionais; Eixos tecnológicos; Eixos tecnológicos; Rede de escolas e centros; Rede de escolas e centros; Regionalização; Regionalização; Níveis; Níveis; Relação com outras modalidades educacionais etc. Relação com outras modalidades educacionais etc.

8 Complexidade do conjunto da EPT Exemplo do ensino técnico: Integrado ao médio; Integrado ao médio; Concomitante ao médio; Concomitante ao médio; Subseqüente ao médio; Subseqüente ao médio; No contexto da EJA. No contexto da EJA.

9 O perfil de docente a ser formado para a EPT Sujeito da reflexão e da pesquisa, aberto ao trabalho coletivo e à ação crítica e cooperativa, comprometido com sua atualização permanente na área de formação específica e pedagógica; Sujeito da reflexão e da pesquisa, aberto ao trabalho coletivo e à ação crítica e cooperativa, comprometido com sua atualização permanente na área de formação específica e pedagógica; Plena compreensão do mundo do trabalho e das redes de relações que envolvem as modalidades, níveis e instâncias educacionais; Plena compreensão do mundo do trabalho e das redes de relações que envolvem as modalidades, níveis e instâncias educacionais; Conhecimento da sua profissão, de suas técnicas, bases tecnológicas e valores do trabalho; Conhecimento da sua profissão, de suas técnicas, bases tecnológicas e valores do trabalho; Conhecimento sobre os limites e possibilidades do trabalho docente que realiza e precisa realizar. Conhecimento sobre os limites e possibilidades do trabalho docente que realiza e precisa realizar. Sabe o que, como e porque fazer e ensinar, para desenvolver idônea e adequadamente outros profissionais. Sabe o que, como e porque fazer e ensinar, para desenvolver idônea e adequadamente outros profissionais. Compromisso como educador. Compromisso como educador.

10 Capacidades do docente da EPT Elaborar estratégias; Elaborar estratégias; Estabelecer formas criativas de ensino-aprendizagem; Estabelecer formas criativas de ensino-aprendizagem; Prever as condições necessárias ao desenvolvimento da educação profissional, considerando suas peculiaridades, as circunstâncias particulares e as situações contextuais em que se desenvolve; Prever as condições necessárias ao desenvolvimento da educação profissional, considerando suas peculiaridades, as circunstâncias particulares e as situações contextuais em que se desenvolve; Realizar um trabalho mais integrado e interdisciplinar; Realizar um trabalho mais integrado e interdisciplinar; Promover transposições didáticas contextualizadas e vinculadas às atividades práticas e de pesquisa. Promover transposições didáticas contextualizadas e vinculadas às atividades práticas e de pesquisa.

11 Docente-gestor Planejamento, organização, gestão e avaliação da EPT; Planejamento, organização, gestão e avaliação da EPT; Compreensão das relações com as esferas da educação básica e superior; Compreensão das relações com as esferas da educação básica e superior; Relação com o entorno. Relação com o entorno.

12 Saberes / competências gerais do docente Compreensão de forma reflexiva e crítica dos mundos do trabalho, dos objetos e dos sistemas tecnológicos dentro dos quais estes evoluem; Compreensão de forma reflexiva e crítica dos mundos do trabalho, dos objetos e dos sistemas tecnológicos dentro dos quais estes evoluem; Compreensão de como os produtos e processos tecnológicos são concebidos, fabricados e como podem ser utilizados; Compreensão de como os produtos e processos tecnológicos são concebidos, fabricados e como podem ser utilizados; Compreensão de métodos de trabalho dos ambientes tecnológicos e das organizações de trabalho. Compreensão de métodos de trabalho dos ambientes tecnológicos e das organizações de trabalho.

13 Saberes / competências específicos Práticas profissionais (como, por quem e dentro de que condições uma atividade é realizada); Práticas profissionais (como, por quem e dentro de que condições uma atividade é realizada); Uso que quer fazer desta descrição no processo de ensino-aprendizagem (tipo de apropriação e grau de utilização das técnicas); Uso que quer fazer desta descrição no processo de ensino-aprendizagem (tipo de apropriação e grau de utilização das técnicas); Estabelecer a diferença entre ensinar práticas e ensinar os saberes sobre estas práticas (construção mais ou menos elaborada, mais ou menos formalizada destas práticas). Estabelecer a diferença entre ensinar práticas e ensinar os saberes sobre estas práticas (construção mais ou menos elaborada, mais ou menos formalizada destas práticas).

14 Requerimentos É desejável experiência profissional articulada à área de formação específica; É desejável experiência profissional articulada à área de formação específica; Que saiba trabalhar com as diversidades regionais, políticas e culturais existentes; Que saiba trabalhar com as diversidades regionais, políticas e culturais existentes; Saber educar de forma inclusiva, contextualizar o conhecimento tecnológico, explorar situações-problema, dialogar com diferentes campos de conhecimentos e inserir sua prática educativa no contexto social, em todos os seus níveis de abrangência. Saber educar de forma inclusiva, contextualizar o conhecimento tecnológico, explorar situações-problema, dialogar com diferentes campos de conhecimentos e inserir sua prática educativa no contexto social, em todos os seus níveis de abrangência.

15 Três níveis de complexidade Desenvolver capacidades de usar: nível mais elementar relacionado à aplicação dos conhecimentos e ao emprego de habilidades instrumentais; Desenvolver capacidades de usar: nível mais elementar relacionado à aplicação dos conhecimentos e ao emprego de habilidades instrumentais; Desenvolver capacidades de produzir: requer o uso de conhecimentos e habilidades necessários à concepção e execução de objetivos para os quais as soluções tecnológicas existem e devem ser adaptadas; Desenvolver capacidades de produzir: requer o uso de conhecimentos e habilidades necessários à concepção e execução de objetivos para os quais as soluções tecnológicas existem e devem ser adaptadas; Desenvolver capacidades de inovar: nível mais elevado de complexidade relacionado às exigências do processo de geração de novos conhecimentos e novas soluções tecnológicas. Desenvolver capacidades de inovar: nível mais elevado de complexidade relacionado às exigências do processo de geração de novos conhecimentos e novas soluções tecnológicas.

16 Organização curricular e pedagógica das licenciaturas para a EPT Realizar estudos e pesquisas sobre os conteúdos do processo de ensino- aprendizagem das tecnologias e sobre a organização destes conteúdos tomando-se em conta sua especificidade. Realizar estudos e pesquisas sobre os conteúdos do processo de ensino- aprendizagem das tecnologias e sobre a organização destes conteúdos tomando-se em conta sua especificidade. Estudo de temas que podem ser trabalhados transversalmente em todos os conteúdos previstos (os específicos do campo tecnológico, os da educação geral e os de fundamentação pedagógica). Estudo de temas que podem ser trabalhados transversalmente em todos os conteúdos previstos (os específicos do campo tecnológico, os da educação geral e os de fundamentação pedagógica).

17 Conteúdos específicos do campo tecnológico Levar em conta as bases epistemológicas, sociológicas, políticas, psicológicas e didáticas próprias da área; Levar em conta as bases epistemológicas, sociológicas, políticas, psicológicas e didáticas próprias da área; Reunir, num único movimento, sentidos unitários da tecnologia e os que recobrem sua diversidade; Reunir, num único movimento, sentidos unitários da tecnologia e os que recobrem sua diversidade; Considerar os elementos de invariância da tecnologia para identificar e classificar as estruturas relativamente estáveis de organização curricular e dos processos de aquisição; Considerar os elementos de invariância da tecnologia para identificar e classificar as estruturas relativamente estáveis de organização curricular e dos processos de aquisição; Contemplar a variação dos princípios da tecnologia, a heterogeneidade das abordagens, objetos e quadros conceituais; Contemplar a variação dos princípios da tecnologia, a heterogeneidade das abordagens, objetos e quadros conceituais; Trabalhar de forma integrada a sistemas tecnológicos mais amplos. Trabalhar de forma integrada a sistemas tecnológicos mais amplos.

18 Atenção cuidadosa Conteúdos pedagógicos e educacionais relacionados à sociologia dos saberes tecnológicos e escolares; Conteúdos pedagógicos e educacionais relacionados à sociologia dos saberes tecnológicos e escolares; Psicologia das aprendizagens; Psicologia das aprendizagens; História da educação profissional e tecnológica; História da educação profissional e tecnológica; Sociologia dos currículos da educação profissional; Sociologia dos currículos da educação profissional; Filosofia da educação; Filosofia da educação; Educação tecnológica comparada; Educação tecnológica comparada; Avaliação; Avaliação; Construção da identidade docente profissional; Construção da identidade docente profissional; Métodos de ensino na educação profissional; Métodos de ensino na educação profissional; Organização escolar; Organização escolar; Políticas e gestão da educação profissional etc. Políticas e gestão da educação profissional etc.

19 Currículo Educação brasileira; Educação brasileira; História da educação profissional; História da educação profissional; Relações da educação profissional com o contexto econômico-social; Relações da educação profissional com o contexto econômico-social; Fundamentos da relação entre trabalho e educação; Fundamentos da relação entre trabalho e educação; Produção de saberes no e sobre o trabalho; Produção de saberes no e sobre o trabalho; Articulação entre escola e trabalho; Articulação entre escola e trabalho; Influência das redes de pertencimento como legitimação e valorização dos sujeitos e seus saberes; Influência das redes de pertencimento como legitimação e valorização dos sujeitos e seus saberes; Mudanças no mundo do trabalho e suas implicações para a educação; Mudanças no mundo do trabalho e suas implicações para a educação; Políticas e legislação da educação profissional; Políticas e legislação da educação profissional; Objetivos e especificidades da educação profissional; Objetivos e especificidades da educação profissional; Conceitos e paradigmas sobre currículo na educação profissional; Conceitos e paradigmas sobre currículo na educação profissional; Relações entre currículo, educação, cultura, tecnologia e sociedade; Relações entre currículo, educação, cultura, tecnologia e sociedade; Dualidade na organização curricular e currículo integrado; Dualidade na organização curricular e currículo integrado; Construção curricular na educação profissional; Construção curricular na educação profissional; Didática e educação profissional; Didática e educação profissional; Organização e planejamento da prática pedagógica na educação profissional; Organização e planejamento da prática pedagógica na educação profissional; Avaliação do processo de ensino-aprendizagem na educação profissional; Avaliação do processo de ensino-aprendizagem na educação profissional; Docência na educação profissional etc. Docência na educação profissional etc.

20 Núcleos da Resolução CNE nº 2/97 Contextual: compreensão do processo ensino- aprendizagem referido à prática da escola. Contextual: compreensão do processo ensino- aprendizagem referido à prática da escola. Estrutural: conteúdos curriculares, sua organização seqüencial, a avaliação e integração com outras disciplinas. Estrutural: conteúdos curriculares, sua organização seqüencial, a avaliação e integração com outras disciplinas. Integrador: problemas concretos enfrentados pelos alunos na prática de ensino. Integrador: problemas concretos enfrentados pelos alunos na prática de ensino.

21 Bases da formação didática dos professores da EPT Pesquisa da evolução histórica das soluções para problemas concretos; Pesquisa da evolução histórica das soluções para problemas concretos; Acompanhamento da elaboração e da divulgação dos conhecimentos tecnológicos; Acompanhamento da elaboração e da divulgação dos conhecimentos tecnológicos; Articulação das diversas referências; Articulação das diversas referências; Uso da informática educativa; Uso da informática educativa; Tratamento de textos, normas técnicas, vocabulário técnico, ambientes e materiais, saberes práticos e tácitos; Tratamento de textos, normas técnicas, vocabulário técnico, ambientes e materiais, saberes práticos e tácitos; Transferência de tecnologia, julgamentos de valor; Transferência de tecnologia, julgamentos de valor; Disciplinas e matrizes; Disciplinas e matrizes; Práticas de ensino e de formação. Práticas de ensino e de formação. Proximidade do processo de ensino-aprendizagem com o contexto social e das relações do trabalho. Proximidade do processo de ensino-aprendizagem com o contexto social e das relações do trabalho. Ampla base científico-tecnológica. Ampla base científico-tecnológica. Oferta de dois tempos de estágio, um na perspectiva do saber docente e outro na perspectiva do aprimoramento do saber técnico/tecnológico. Oferta de dois tempos de estágio, um na perspectiva do saber docente e outro na perspectiva do aprimoramento do saber técnico/tecnológico.

22 Propostas de cursos de licenciatura para a EPT I – Curso de licenciatura para graduados II – Curso de licenciatura integrado com o curso de graduação em Tecnologia III - Curso de licenciatura para Técnicos de Nível Médio ou Equivalente IV – Curso de Licenciatura para Concluintes do Ensino Médio


Carregar ppt "LICENCIATURAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL GRUPO DE TRABALHO DO MEC/SETEC Sistematização: Lucília Machado."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google