A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FIGURA 11.1Modelo do sítio ativo de CYP2C5 de mamífero mostrando o grupo prostético protoporrina IX (vermelho) com o ligante cisteína tiolato (amarelo)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FIGURA 11.1Modelo do sítio ativo de CYP2C5 de mamífero mostrando o grupo prostético protoporrina IX (vermelho) com o ligante cisteína tiolato (amarelo)"— Transcrição da apresentação:

1 FIGURA 11.1Modelo do sítio ativo de CYP2C5 de mamífero mostrando o grupo prostético protoporrina IX (vermelho) com o ligante cisteína tiolato (amarelo) ligado ao ferro heme. O substrato diclofenaco, uma droga antiinamatória não-este-roídica (verde) está no sítio ativo do P450. A hélice-I (púrpura) atravessa a molécula e é uma das características mais facilmen-te identicáveis de citocromos P450.Gerado a partir do Protein Data Bank, arquivo INR6, depo-sitado por M. R. Wester, E. F. Johnson e C. D. Stout, usando WebLab Viewer Lite (Molecular Simulations, Inc.)

2 FIGURA 11.3Ciclo de reações de citocromo P450. Diagrama mostra a ligação de substrato, transferência dos primeiro e segundo elétrons da NADPH- citocromo P450 redutase e ligação de O2. Os potenciais de redução dos vários componentes são também mostrados.

3 FIGURA 11.5Componentes do sistema citocromo P450 de retículo endoplasmático (micro-somal). NADPH- citocromo P450 redutase é ligada, por sua cauda hidrofóbica, à membrana (uma proteína periférica), enquanto citocromo P450 ca profunda-mente mergulhado na membrana (uma proteína integral). Também é mostrado o citocromo b5, que pode participar de algumas reações mediadas pelo citocro-mo P450.

4 FIGURA 11.6Componentes do sistema citocromo P450 mitocondrial. Citocromo P450 é uma proteína integral da membrana mitocondrial interna. NADPH-adrenodoxina redutase e adrenodoxina são proteínas periféricas, não mergulhadas na membrana.

5 FIGURA 11.15A interação de um ligante com seu receptor e com o parceiro do receptor, formando receptores complexos heterodiméricos que iniciam a indução de formas de citocromo P450.

6 FIGURA 11.16Uma estrutura modular de óxido nítrico sintase neuronal mostrando localizações aproximadas de grupos prostéticos e cofatores. FIGURA 11.17Modelo da estrutura dimérica da NOSIII bovina mostrando os grupos prostéticos protoporrina IX (preto) e tetra-hidrobiopterina (cinza bem claro). Os dois monômeros são representados em cinza-claro e cinza-escuro, respectivamente. O substrato arginina (cinza) está no sítio ativo da NOSIII. Um átomo de zinco está na interface entre os dois monômeros. Gerado a partir de Protein Data Bank, arquivo 2NSE, depositado por C. S. Raman, H. Li, P. Martasek, V. Kral, B. S. Masters e T. L. Poulos, usando WebLab Viewer Lite (Molecular Simulations, Inc.).

7 FIGURA 11.19Ativação da guanilato ciclase solúvel por NO.Redesenhado com base em gura de Bellamy, T. C. e Garthwaite, J. The receptor-like properties of nitric oxide-activated soluble guanylate cyclase in intact cells. Mol. Cell. Biochem. 230:165, 2002.

8 FIGURA 11.20NO produzido por NOSI no sistema nervoso central. Neste exemplo, NO é produzido pela célula pós-sináptica e viaja para a célula pré- sináptica, onde ativa cGC, criando cGMP que ativa PKG. PKG fosforila proteínas nas vesículas de neurotransmissor, levando a mais neurotransmissor liberado e potenciação do sinal. FIGURA 11.21NO produzido por NOSIII na célula endotelial. Concentração de cálcio na célula endotelial sobe devido à ligação de ligante ou estresse de uxo (shear stress) levando à ativação da produção de NO por NOSIII. O NO difunde- se através da membrana da célula endotelial para uma célula de músculo liso, onde ativa sGC.Redesenhado com base em gura de Klabunde, R. E. Cardio- vascular Physiology Concepts.


Carregar ppt "FIGURA 11.1Modelo do sítio ativo de CYP2C5 de mamífero mostrando o grupo prostético protoporrina IX (vermelho) com o ligante cisteína tiolato (amarelo)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google