A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Copyright (c) 2006 Standard.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Copyright (c) 2006 Standard."— Transcrição da apresentação:

1 Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Copyright (c) 2006 Standard & Poors, a division of The McGraw-Hill Companies, Inc. All rights reserved. Seminário: Classificação de Risco para as Empresas do Setor Elétrico Brasileiro Marcelo Costa Team Leader Infraestrutura & Project Finance Standard & Poors Brasil Rio de Janeiro, 10 de julho de 2008

2 2. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. 1) Entendendo o Rating 2) Atribuição de Rating para Empresa do Setor Elétrico 3) Histórico da Evolução Financeira do Setor 4) Ações de Rating em 16 de Junho de 2008 Agenda

3 3. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Agenda

4 4. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. O que é um rating? Um rating de crédito da Standard & Poors reflete uma opinião sobre a qualidade de crédito de um emissor, ou de um emissor em relação a um título de dívida ou a outra obrigação financeira específica. Um rating indica a capacidade e a disposição de uma entidade de honrar, completa e pontualmente, suas obrigações financeiras.

5 5. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Utilização do rating pelos agentes econômicos –Opinião independente e comparativa sobre a qualidade de crédito entre diversos emissores –Mensuração do risco de crédito e, conseqüentemente, determinação do preço de emissões –Monitoramento contínuo do risco de crédito, das condições e da estrutura de emissões

6 6. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. O que o rating não é? Um rating não deve ser confundido com: –Uma recomendação de investimento –Uma medida de retorno de um investimento –Uma avaliação do valor de um empreendimento –Uma auditoria contábil –Uma avaliação de gestão –Um indicador de confiança do investidor

7 7. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Escala de rating de longo prazo AAA AA A BBB BB+ B CCC CC C SD/D BBB- AAA: Melhor qualidade de crédito D ou SD: Inadimplemento (DEFAULT) Única categoria post-factum BBB-: Divisão entre o GRAU DE INVESTIMENTO (investment grade) e o GRAU ESPECULATIVO: Fontes adequadas para honrar o serviço da dívida Rising star Falling Angel

8 8. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Visão Prospectiva do Rating Um rating é sempre prospectivo: ele reflete uma expectativa a respeito de como será a geração de recursos do devedor, assumindo-se diferentes cenários projetados.

9 9. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Visão Prospectiva do Rating Se a capacidade de previsão fosse perfeita, um Rating deveria idealmente refletir tanto os picos quanto os vales dos ciclos econômicos, o que no jargão seria atribuir um rating through the cycle.

10 10. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Visão Prospectiva do Rating Mesmo que a capacidade de previsão seja imperfeita, o objetivo do Rating é antecipar boa parte da volatilidade e seus impactos na qualidade de crédito de um devedor.

11 11. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Qualidade de crédito pelo risco de default Média cumulativa de defaults no horizonte de 5 e 10 anos ( ) Maioria de nosso portfolio no Brasil

12 12. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Qualidade de crédito pelo risco de default Média da Taxa de Transição para 1 Ano (%) Maioria de nosso portfolio no Brasil

13 13. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Agenda

14 14. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Atribuição de Rating para Empresa do Setor Elétrico Risco do Negócio Perfil Financeiro Risco-País Ambiente Competitivo Risco Regulatório Mercados Operações Flexibilidade Financeira Política Financeira Rentabilidade Fluxo de Caixa

15 15. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Atribuição de Rating para Empresa do Setor Elétrico Ambiente Competitivo : Basicamente para geração: eficiência nos custos de produção, nível de preços de venda. Regulatório: É um dos fatores mais importantes de risco; Quanto mais claro e estável, mais favorável; É responsável pela estabilidade e previsibilidade presente no desempenho financeiro das empresas, especialmente naquelas com alto grau de regulação (ex: distribuidoras). Mercados: Regras de comercialização, nível de desenvolvimento econômico da região/estado e da volatilidade desse desempenho econômico, nível de inadimplência, perdas de energia elétrica, perfil de crédito dos clientes, estratégia comercial para venda da eletricidade (regulado x livre, contrato x spot), etc. Operações: DEC/FEC, níveis de disponibilidade, paradas forçadas, perdas de energia elétrica.

16 16. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Atribuição de Rating para Empresa do Setor Elétrico Regulatório:

17 17. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Atribuição de Rating para Empresa do Setor Elétrico Flexibilildade Financeira : Nível de acesso a crédito. Acesso a novo capital. Nível de liquidez imediata. Grupo com várias fontes de geração de caixa. Política Financeira: Agressividade do management. Perfil do endividamento. Uso ou não parâmetros financeiros de nível de endividamento, política de hedge, descasamento de moedas, aquisições, financiamento de investimentos de capital, etc. Rentabilidade: Margem de lucratividade. Cobertura de juros. Fluxo de Caixa: Nível de geração operacional de caixa em relação à dívida e juros. Gera fundos suficientes para financiar investimentos de capital? Gera fundos suficientes para pagar dividendos? Gera fundos suficientes para reduzir dívida?

18 18. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Atribuição de Rating para Empresa do Setor Elétrico Riscos País: Nível de inflação Nível de taxa de juros Volatilidade/estabilidade cambial Carga tributária Desenvolvimento dos mercados bancário e de capitais Taxas de crescimento do país Desenvolvimento sócio-econômico (inadimplência, perdas, etc...) Estrutura regulatória Ratings de um país são uma referência, quando analisados sob a ótica de um setor específico, mas os riscos que o país pode causar num setor podem ser maiores ou menores que o seus próprios ratings sugerem.

19 19. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Agenda

20 20. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Evolução Financeira do Setor Elétrico Nota: Consolidado de 30 empresas no setor elétrico brasileiro.

21 21. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Evolução Financeira do Setor Elétrico – Cont. Nota: Consolidado de 30 empresas no setor elétrico brasileiro.

22 22. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Evolução Financeira do Setor Elétrico – Cont. Nota: Consolidado de 30 empresas no setor elétrico brasileiro.

23 23. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Agenda

24 24. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Brasil Investment Grade Em 30 de abril de 2008, a S&P elevou os ratings de crédito soberano do Brasil mais uma vez.... O rating de longo prazo em: Moeda estrangeira elevado um degrau, de BB+ para BBB- Moeda local elevado um degrau, de BBB para BBB+ Na Escala Nacional Brasil, continuou brAAA

25 25. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Ação Conjunta de Ratings no dia 16 de Junho de 2008 Em 16 de junho de 2008, a S&P elevou os ratings de 18 empresas do setor elétrico brasileiro e reviu a perspectiva de 1 empresa para positiva... Isso foi baseado: Histórico positivo da regulação do setor, incluindo a passagem do 2 o ciclo de revisão tarifária. Redução dos riscos-país e perspectivas para a economia brasileira. Melhor perspectiva de flexibilidade financeira para o setor com o Investment Grade do Brasil. Questão do suprimento em situação mais confortável.

26 26. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Ação Conjunta de Ratings no dia 16 de Junho de 2008

27 27. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Ação Conjunta de Ratings no dia 16 de Junho de 2008 Considerações importantes: Vários ratings na categoria brAA (brAA-, brAA e brAA+), mais próximo de serem investment grade na escala global. Oportunidades de captação de dívida em prazos maiores e com menores custos, inclusive em emissões internacionais. Empresas do setor elétrico em países desenvolvidos fazem emissões de até 30 anos. Isso é possível dado o nível de rating de tais empresas que, em geral, estão na categoria AA, na escala global. Perspectiva de maior fluxo financeiro beneficiando empresas e investimentos no aumento do parque gerador. Em geral, ratings devem continuar em elevação.

28 Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Copyright (c) 2006 Standard & Poors, a division of The McGraw-Hill Companies, Inc. All rights reserved. Marcelo Costa Associate Director Tel

29 29. Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Analytic services and products provided by Standard & Poors are the result of separate activities designed to preserve the independence and objectivity of each analytic process. Standard & Poors has established policies and procedures to maintain the confidentiality of non-public information received during each analytic process.


Carregar ppt "Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of Standard & Poors. Copyright (c) 2006 Standard."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google