A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Palestra proferida por: Maria Bernadete de Paula Eduardo no I SEMINÁRIO DE SEGURANÇA ALIMENTAR DO ITAL em 05.06.2003HA DDT DIVISÃO DE DOENÇAS DE TRANSMISSÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Palestra proferida por: Maria Bernadete de Paula Eduardo no I SEMINÁRIO DE SEGURANÇA ALIMENTAR DO ITAL em 05.06.2003HA DDT DIVISÃO DE DOENÇAS DE TRANSMISSÃO."— Transcrição da apresentação:

1 Palestra proferida por: Maria Bernadete de Paula Eduardo no I SEMINÁRIO DE SEGURANÇA ALIMENTAR DO ITAL em HA DDT DIVISÃO DE DOENÇAS DE TRANSMISSÃO HÍDRICA E ALIMENTAR O PAPEL DA VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA NO CONTROLE DAS DOENÇAS TRANSMITIDAS POR ALIMENTOS E SEGURANÇA ALIMENTAR

2 VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA: VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA: conjunto de atividades que permite reunir a informação indispensável para conhecer a qualquer momento, o comportamento ou história natural das doenças, bem como, detectar ou prever alterações de seus fatores condicionantes, com o fim de recomendar oportunamente, sobre bases firmes as medidas indicadas e eficientes que levem à prevenção e ao controle de determinadas doenças (Lei Orgânica da Saúde - Lei Nº. 8080/90).

3 OCORRÊNCIA DA DOENÇA (CASOS/SURTOS): falha no controle da cadeia alimentar contaminação: biológica, química ou física características da doença : quadro clínico, grupo afetado, período de incubação, agente etiológico, vias de transmissão/fatores de risco, etc.. identificar pontos críticos/ processos /HACCP/outros Ações de controle e prevenção VE VISA

4 TImportância das DTA TComplexidade dos quadros: cerca de 250 agentes etiológicos Síndromes diarréicas (mais de 90%), incluindo as diarréias sanguinolentas Síndromes neurológicas (agudas e crônicas) Síndromes ictéricas Síndromes renais e hemolíticas Síndromes alérgicas Quadros respiratórios e septicêmicos

5 Sistema de Vigilância de Surtos de DTAA MDDA Vigilância Ativa Vigilância de Doenças Específicas Monitoramento ambiental de patógenos Cólera Febre Tifóide Polio/PF Botulismo DCJ SHU Outras

6 CENTRAL CVE -DISQUE CVE Todas as DNC Surtos DTA e outras CR BOT Retaguarda técnica DTA = DDTHA UNIDADE DE SAÚDE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE REGIONAL DE SAÚDE CVE CENEPI Fluxo atual Notificação imediata a todos os níveis envio relatórios fax malote

7 Interfaces - Comissão de Combate e Prevenção da Cólera e demais DTA e Comitê de Segurança Alimentar e Saúde: CVE, CVS, IAL, CETESB, SABESP, ADAESP/SAA/SP, ANVISA, COSEMS/SP, outros. Convênios com órgãos internacionais/nacionais: INPPAZ/OPAS/OMS, CDC/USA, Universidade da Califórnia e Faculdade de Saúde Pública da USP - treinamentos, seminários, estágios e cursos de especialização em metodologias de investigação e estudos epidemiológicos. Assessoria técnica : equipes auxiliando as investigações em campo e produção de material técnico e disponibilização na Internet.

8 Coeficientes de Incidência* de Diarréia Aguda Notificadas no Programa de MDDA, por DIR, ESP Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP (*) Coeficientes por 100 mil hab.; Pop. = IBGE

9 Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP (*) Pop. = IBGE

10 Distribuição percentual de surtos notificados ao CVE de Doenças Transmitidas por Água e Alimentos por etiologia - Estado de São Paulo - Ano 2002 Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP

11 Distribuição percentual de surtos notificados ao CVE de Doenças Transmitidas por Água e Alimentos por etiologia - Estado de São Paulo a 2002

12 Número de surtos notificados ao CVE de Doenças Transmitidas por Água e Alimentos por tipo específico de bactéria - Estado de São Paulo - Ano 2002 Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP

13 Número de surtos notificados ao CVE de Doenças Transmitidas por Água e Alimentos por tipo específico de vírus - Estado de São Paulo - Ano 2002 Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP

14 Número de surtos notificados ao CVE de Doenças Transmitidas por Água e Alimentos por tipo específico de parasita - Estado de São Paulo - Ano 2002

15 Distribuição dos surtos notificados ao CVE de Doenças Transmitidas por Água e Alimentos por local de ocorrência - Estado de São Paulo a 2002 Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP

16 Distribuição dos surtos notificados ao CVE de Doenças Transmitidas por Água e Alimentos por tipo de Bactéria - Estado de São Paulo a 2002 Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP

17 Distribuição dos surtos notificados ao CVE de Doenças Transmitidas por Água e Alimentos por Salmonella e tipo - Estado de São Paulo a 2002 Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP

18 Número de surtos associados a restaurantes segundo o tipo de alimento implicado, Estado de São Paulo,

19

20 Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP Distribuição de Casos e Óbitos de Botulismo no Brasil, Estado de São Paulo, Município de São Paulo a 2002

21 Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP

22

23

24 Distribuição de Casos e Óbitos de DCJ no Estado de São Paulo a 2003* Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP (VE, AIH, SEADE) (*) dados provisórios

25 Distribuição de Casos e Óbitos de DCJ e BSE no Reino Unido a 2003* Fonte:NHD-UK e OIE (*) dados provisórios

26 Distribuição de Casos e Óbitos de SHU no ESP a 2002* Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP (VE, AIH, SEADE) (*) Dados preliminares

27 Distribuição de Casos/Óbitos de SHU segundo a faixa etária, ESP a 2002* Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP (VE, AIH, SEADE) (*) Dados preliminares

28 Fonte: DDTHA/CVE-SES/SP (*) Dados preliminares São Paulo - 12 casos e 7 óbitos - dados provisórios

29 Fonte: IAL (E. coli patogênica re analisada; paciente de 18 anos, com AIDS); casos no município de Campinas - SP, notificados pelo IAL com investigação epidemiológica CVE/DIR Campinas: 1 caso: 1 a e 9m, diarréia com sangue por 1 semana; carne moída; 1 caso de 20 anos; diarréia por 1 semana com sangue, pastel de carne e hamburguer. Não desenvolveram SHU. Há também o registro de isolamento pelo IAL da bactéria em água de poço em Parelheiros, São Paulo-SP, em 1997.

30 68,6% E. coli Salmonella + testado 33% médicos pedem copro/parasitol 40% doentes procuram médicos

31

32 RESULTADOS BUSCADOS: Alimento Seguro mudanças nos procedimentos de preparo/produção do alimento educação/higiene manipuladores/população retirada de produtos inadequados do mercado redução/eliminação de riscos dos produtos - novas/outras tecnologias ações integradas para o controle de qualidade e inocuidade de produtos de origem animal/outros ações no meio ambiente

33 Exemplos de resultados das investigações/intervenções/mudanças –Botulismo e portarias do palmito/conservas –Surtos em creches - mudanças de procedimentos/higiene/educação –Surtos em restaurantes/refeitórios - orientações para mudanças do modo de preparo/correção das práticas –Surtos de diarréia em determinados municípios - saneamento básico/água do abastecimento público –Melhoria dos Serviços de Saúde/Atendimento/Diagnóstico/Notificação –Melhoria do SVE, Diagnóstico e Assessoria Técnica –Subsídios para o SVS/Regulamentos sanitários

34 Nosso site: Nossos telefones: DV Hídrica - (11) Central CVE Nosso e. mail


Carregar ppt "Palestra proferida por: Maria Bernadete de Paula Eduardo no I SEMINÁRIO DE SEGURANÇA ALIMENTAR DO ITAL em 05.06.2003HA DDT DIVISÃO DE DOENÇAS DE TRANSMISSÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google