A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA ISO 14000 PROCEDIMENTOS GESTÃO AMBIENTAL POLÍTICA IMPACTO AMBIENTAL O QUE É ISSO ?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA ISO 14000 PROCEDIMENTOS GESTÃO AMBIENTAL POLÍTICA IMPACTO AMBIENTAL O QUE É ISSO ?"— Transcrição da apresentação:

1 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA ISO PROCEDIMENTOS GESTÃO AMBIENTAL POLÍTICA IMPACTO AMBIENTAL O QUE É ISSO ?

2 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA A QUESTÃO AMBIENTAL A TECNOLOGIA FEZ COM QUE OCORRESSEM MUDANÇAS IMPORTANTES NAS ORGANIZAÇÕES HUMANAS melhoria da qualidade de vida; aumento do número de materiais e substâncias conhecidas; avanços na medicina aumentando a expectativa de vida do ser humano; população humana aumentou ; automação e industrialização: aumento das taxas de produção. novos problemas econômicos, sociais, políticos, ambientais e AUMENTO das demandas de recursos naturais disponíveis

3 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA TODOS os Processos ( : TODOS os Processos (químicos ou não) – geram impactos sobre o meio ambiente : Geram resíduos (gasosos, sólidos, líquidos); Consomem recursos naturais (água, combustíveis, insumos); Impactos sonoros, vibrações, luminosidade. Legislação ambiental Legislação ambiental – prescreve limites para emissões e impactos São Paulo – CETESB é órgão responsável pela fiscalização da legislação ambiental Rio Grande do Norte - IDEMA A QUESTÃO AMBIENTAL

4 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Atuação sobre impactos ambientais: Atuação sobre impactos ambientais: Busca minimizar impactos e cumprir legislação ambiental, atuando sobre: Controle resíduos Efluentes sólidos Efluentes líquidos Emissões gasosas Redução uso recursos Aterro sanitário Reciclagem ETE – Estação tratamento efluentes Controle emissões CO, CO 2, SO 2, NO x, material particulado Energia Reutilização Fontes renováveis Insumos A QUESTÃO AMBIENTAL Água

5 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Tecnologia apropriada

6 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA ACIDENTES OCORRIDOS SEVESO BHOPAL MÉXICO CHERNOBYL BASILÉIA EXXON-VALDEZ SHELL PRINCIPAIS CONSEQUÊNCIASnúmero de vítimas degradação da flora e fauna valor das indenizações Efeito estufa, Devastação das florestas, Biodiversidade A QUESTÃO AMBIENTAL

7 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA A opinião pública está cada vez mais se tornando sensível às questões ambientais. A sociedade começa a exigir um maior controle da poluição e uma mudança na concepção de produto de consumo, de modo que a sua produção e uso não afete sensivelmente o Meio Ambiente. característica compulsória atitude voluntária A QUESTÃO AMBIENTAL mudança de paradigmas A competitividade da organização começa a ser afetada

8 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA GESTÃO AMBIENTAL - OBJETIVOS Aumento da consciência ambiental por pressões externas nas empresas, levou a uma mudança de mentalidade nas organizações: Atuação sobre impactos ambientaisCORRETIVO Gestão Ambiental abrangente DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Integrar a Função Ambiental ao Planejamento Estratégico da empresa

9 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA planejamento incluindo-se todas as fases do ciclo de vida de um produto A GESTÃO AMBIENTAL pode ser definida como sendo um conjunto de políticas, programas e práticas administrativas e operacionais que levam em conta a saúde e a segurança das pessoas e a proteção do meio ambiente através da eliminação ou minimização de impactos e danos ambientais decorrentes do planejamento, implantação, operação, ampliação, realocação ou desativação de empreendimentos ou atividades, incluindo-se todas as fases do ciclo de vida de um produto. GESTÃO AMBIENTAL - DEFINIÇÃO

10 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Motivações para mudança de mentalidade nas empresas – Legislações mais rigorosas em todo mundo; – Conscientização sobre impactos econômicos do gerenciamento ambiental : água / petróleo possuem elevado custo e sua economia beneficia o meio ambiente; – Marketing ambiental : Imagem das empresas dependem de seu desempenho ambiental; – Pressão de ONG´s, Mídia, Sociedade; – Selo Verde como fator de negociação de acordos bilaterais entre países, para exportações e importação; – Pressão acionistas: Acionistas não querem problemas futuros

11 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA è órgãos regulamentadores è clientes (corporativos e individuais ) è bancos è seguradoras è funcionários è comunidade local è grupos de interesses particulares è órgãos regulamentadores è clientes (corporativos e individuais ) è bancos è seguradoras è funcionários è comunidade local è grupos de interesses particulares INTERESSES E ORGANIZAÇÕES DE INFLUÊNCIA NO DESEMPENHO AMBIENTAL DA ORGANIZAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL

12 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA ANOS 80 E INÍCIO DOS ANOS 90: – PREOCUPAÇÃO DAS EMPRESAS ERA A REALIZAÇÃO DE AUDITORIAS OU REVISÕES PARA DEMONSTRAR MELHORIAS NO SEU DESEMPENHO AMBIENTAL OU NO CUMPRIMENTO DE PADRÕES LEGAIS OU MESMO PRÓPRIOS. AUDITORIAS NÃO ASSEGURAVAM REALMENTE A POSSIBILIDADE DE ALCANÇAR UM DESEMPENHO AMBIENTAL ADEQUADO AUSÊNCIA DE UM SISTEMA DE GESTÃO FORMAL ! SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL

13 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA ANOS 90: NECESSIDADE DE UM PROCESSO QUE ASSEGURE QUE: MÉTODOS E PRÁTICAS POSSAM SER VERIFICADOS SEGUNDO OS OBJETIVOS DETERMINADOS; GERENCIAMENTO DO DESEMPENHO AMBIENTAL SEGUNDO MÉTODOS ESTABELECIDOS; COMPARAÇÃO DE SISTEMAS DE DIFERENTES ORGANIZAÇÕES. SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL

14 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA SISTEMAS DE GESTÃO: MANEIRA COMO O TRABALHO DE UMA ORGANIZAÇÃO DEVE SER REALIZADO => IMPLICA NA NECESSIDADE DE SE TER UMA VISÃO DO TODO ! => INCLUI: estrutura organizacional; responsabilidades; procedimentos; processos; recursos. O QUE É UM SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL???

15 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA A norma NBR ISO define sistema de gestão ambiental`como: SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - DEFINIÇÃO A PARTE DO SISTEMA DE GESTÃO GLOBAL QUE INCLUI ESTRUTURA ORGANIZACIONAL, ATIVIDADES DE PLANEJAMENTO, RESPONSABILIDADES, PRÁTICAS, PROCEDIMENTOS, PROCESSOS E RECURSOS PARA DESENVOLVER, IMPLEMENTAR, ATINGIR, ANALISAR CRITICAMENTE E MANTER A POLÍTICA AMBIENTAL.

16 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL (SGA) ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Responsabilidades Autoridades PROCEDIMENTOS PROCESSOS Métodos Práticas RECURSOS Mão-de-Obra Materiais Máquinas R$ IMPLANTADO E MANTIDO PLANEJAMENTO

17 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - OBJETIVOS FORNECER AS FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA ALCANÇAR AS METAS AMBIENTAIS E MELHORIA CONTÍNUA DO DESEMPENHO DE UMA EMPRESA; BUSCAR A QUALIDADE AMBIENTAL; AVALIAR A ESTRATÉGIA DA EMPRESA (FATOR DE DIFERENCIAÇÃO NO MERCADO); ADOTAR MEDIDAS DE PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO. FORNECER AS FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA ALCANÇAR AS METAS AMBIENTAIS E MELHORIA CONTÍNUA DO DESEMPENHO DE UMA EMPRESA; BUSCAR A QUALIDADE AMBIENTAL; AVALIAR A ESTRATÉGIA DA EMPRESA (FATOR DE DIFERENCIAÇÃO NO MERCADO); ADOTAR MEDIDAS DE PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO.

18 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Melhorias nos processos existentes; Uso de tecnologias mais limpas; Gerenciamento da prevenção de perdas; redução de custos de produção; uso mais racional de energia e de matérias primas; menores quantidades de rejeitos; menores números de incidentes / acidentes; maior eficiência de conversão; SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - OBJETIVOS Situar-se acima das exigências legais deixou de ser apenas uma estratégia preventiva para constituir-se numa vantagem competitiva.

19 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL E A ISO Objetivos da série ISO Assegurar e demonstrar a melhoria do desempenho ambiental; Avaliar os resultados através da conservação e da preservação do meio ambiente. Prevenção da Poluição na ISO Modelo de gestão oferecendo meios efetivos para que a empresa possa garantir condições adequadas de minimização de seus impactos ambientais. Objetivos da série ISO Assegurar e demonstrar a melhoria do desempenho ambiental; Avaliar os resultados através da conservação e da preservação do meio ambiente. Prevenção da Poluição na ISO Modelo de gestão oferecendo meios efetivos para que a empresa possa garantir condições adequadas de minimização de seus impactos ambientais.

20 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Esse enfoque envolve: Busca de soluções para evitar: O uso de substâncias tóxicas; A geração de resíduos e poluentes. Eliminação de desperdícios através de: Aumento da eficiência e melhoria contínua dos processos e produtos utilizados e/ou fabricados. Necessidade de reavaliação dos processos de produção dentro de uma perspectiva holística ! PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO E A ISO

21 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Assim como o sistema de gestão da qualidade, o Sistema de Gestão Ambiental possui um sistema de normatização: ISO Gestão Ambiental ISO – Conjunto de normas que fornecem ferramentas e estabelecem um padrão de Sistema de Gestão Ambiental, com objetivo de melhorar a qualidade do Meio Ambiente O que diz a norma NBR-ISO ??? – Objetivos da gestão ambiental implementar, manter e aprimorar um sistema de gestão ambiental; assegurar-se de sua conformidade com sua política ambiental definida; demonstrar tal conformidade a terceiros; buscar certificação/registro do seu sistema de gestão ambiental por uma organização externa; realizar uma auto-avaliação e emitir auto-declaração de conformidade com esta Norma. ISO Irmã da ISO 9000

22 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Princípios e Elementos de um SGA Princípios e Elementos de um SGA Comprometimento e política - é recomendado que uma organização defina sua política ambiental e assegure o comprometimento da alta administração com o seu SGA. Planejamento - é recomendado que uma organização formule um plano para cumprir sua política ambiental. Implementação - para uma efetiva implementação, é recomendado que uma organização desenvolva a capacitação e os mecanismos de apoio necessários para atender sua política, seus objetivos e metas ambientais. Medição e avaliação - é recomendado que uma organização mensure, monitore e avalie seu desempenho ambiental. Análise crítica e melhoria - é recomendado que uma organização analise criticamente e aperfeiçoe continuamente seu sistema de gestão ambiental, com o objetivo de aprimorar seu desempenho ambiental global. MODELO DE GESTÃO AMBIENTAL SEGUNDO A ISO

23 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA ISO ETAPAS DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL POLÍTICA AMBIENTAL PLANEJAMENTO IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO MONITORAMENTO E AÇÃO CORRETIVA REVISÃO DO SISTEMA PELA ALTA ADMINISTRAÇÃO MELHORIA CONTÍNUA

24 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA MEIO AMBIENTE ÁGUA AR SOLO /SUB-SOLO RECURSOS NATURAIS FLORA FAUNA PESSOAS ORGANIZAÇÃO

25 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA ATIVIDADE PRODUTO Elementos das atividades, produtos e serviços de uma organização que podem interagir com o meio ambiente. SERVIÇOS Qualquer mudança no meio ambiente, adversa ou benéfica, que resulte, total ou parcialmente, das atividades, produtos ou serviços de uma organização ASPECTO AMBIENTAL IMPACTO AMBIENTAL

26 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA SELEÇÃO E USO AS NORMAS DA SÉRIE NORMA ISO ISO ISO ISO 14020s ISO ISO 14040s SGA - Diretrizes, Princípios e Elementos Adicionais aos Componentes Centrais Auditoria Ambiental Rotulagem Ambiental Avaliação do Desempenho Ambiental Avaliação do Ciclo de Vida Especificação do SGA - Componentes Centrais CONTEÚDO A norma que visa a certificação do Sistema de Gestão Ambiental é a ISO

27 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA O CUSTO DA PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO "Ser " verde ", vale a pena ? " Debate sobre negócios e meio ambiente tem sido colocado numa maneira extremamente simples: A política correta dependerá das circunstâncias que a empresa enfrentará e da estratégia que será escolhida.

28 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA A hipótese mais aceita é que o planeta terra está doente ! A hipótese mais aceita é que o planeta terra está doente ! Deve ser altamente lucrativo pesquisar meios para ajudá- la a recuperar a sua saúde: Reciclagem, Energia solar Agricultura em pequena escala... SEM DÚVIDA, DEVEM TER UM RETORNO LUCRATIVO!!! O CUSTO DA PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO

29 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Abordagens utilizadas na integração do meio ambiente nos negócios: O CUSTO DA PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO Diferenciação de seus produtos com preços mais altos; Utilização de uma "regulamentação " própria mais restritiva que a da legislação oficial; Corte de custos; Melhoria de seu gerenciamento de riscos,e, portanto, redução de suas perdas associadas a acidentes, multas e boicotes; Realização de mudanças sistêmicas que redefinirão a competição em seus mercados.

30 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA O CUSTO DA PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO A PREVENÇÃO PODE REPRESENTAR UMA TAXA DE RETORNO MUITO MAIOR DO QUE A MAIORIA DOS INVESTIMENTOS ATUAIS DA EMPRESA. Com a implementação de uma política de prevenção da poluição, as organizações podem obter economias reduzindo: monitoramento, custos de controle e tratamento e o manuseio, pré-tratamento, transporte e disposição de resíduos Com a implementação de uma política de prevenção da poluição, as organizações podem obter economias reduzindo: monitoramento, custos de controle e tratamento e o manuseio, pré-tratamento, transporte e disposição de resíduos

31 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA O CUSTO DA PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO Quando uma empresa reduz de modo eficiente suas despesas com recursos naturais e eliminação de rejeitos está diminuindo suas despesas, podendo, portanto, reduzir o preço de seus produtos. Esse aumento de produtividade e conseqüentemente da competitividade permite que a empresa supere a concorrência, tanto no mercado interno quanto no externo.

32 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Em 2010, as melhorias estariam gerando dois milhões de novos empregos líquidos – o equivalente a quase 1,5 % da taxa de empregos daquele ano. Em 2010, as melhorias estariam gerando dois milhões de novos empregos líquidos – o equivalente a quase 1,5 % da taxa de empregos daquele ano. Um estudo realizado nos Estados Unidos em 1993 para o Departamento de Energia, mostrou os benefícios macroeconômicos da prevenção da poluição Uma redução de 10 a 20 % do desperdício pela indústria americana geraria um aumento cumulativo do PIB entre 1996 e 2010 de 1,94 trilhões de dólares O CUSTO DA PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO

33 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA A adoção de métodos mais limpos de produção, portanto, auxilia na conservação de recursos, na eliminação de resíduos e emissões, no aumento de produtividade e até na geração de empregos. O CUSTO DA PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO O estudo afirmou, também, que esse é um impacto relativamente grande, considerando que os investimentos que o causaram foram feitos com propósitos diversos ao aumento do emprego.

34 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Não se pode gerenciar o que não se pode medir. Não se pode medir o que não se consegue definir. E não se pode definir sem entender. CONCLUSÃO

35 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Exemplos de aplicação

36 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA 126 apartamentos (28 m²/ apartamento) 2 salas de convenções (80 m²/ cada) 2 restaurantes, fitness center com vista p/ o mar sala de descanso sala de reuniões piscina na cobertura PAES ERLACHER Comfort Suítes, Macaé (RJ)

37 ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA Etiqueta de aviso – Sistema de Reúso


Carregar ppt "ENG. AGRONOMA RENATA CAROLINA PIFER ABUJAMRA ISO 14000 PROCEDIMENTOS GESTÃO AMBIENTAL POLÍTICA IMPACTO AMBIENTAL O QUE É ISSO ?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google