A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dr. Cesar Neves Os Papéis do Conselho, Sociedade e Cooperativa para o Profissional Médico.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dr. Cesar Neves Os Papéis do Conselho, Sociedade e Cooperativa para o Profissional Médico."— Transcrição da apresentação:

1 Dr. Cesar Neves Os Papéis do Conselho, Sociedade e Cooperativa para o Profissional Médico

2 A valorização profissional do médico está fundamentada em três fatores: Fortalecimento das entidades de classe Implemento do número de cooperativas Qualificação Profissional através do aprimoramento técnico, tecnológico e científico

3 HISTÓRICO: 1- Pioneiros de Rochdale 2- Leis Cooperativistas: (5 de Janeiro de 1907 – nº 1637) (16 de Dezembro de 1971 – nº 5764) HISTÓRICO: 1- Pioneiros de Rochdale 2- Leis Cooperativistas: (5 de Janeiro de 1907 – nº 1637) (16 de Dezembro de 1971 – nº 5764)

4 1844 PROBOS PIONEIROS DE ROCHDALE ARMAZEM EM TOAD LANE

5 O Cooperativismo é uma doutrina que tem como princípio básico a cooperação. Cooperari – Operar simultaneamente com alguém, agir em comum Os idealizadores do cooperativismo preocuparam-se em criar um sistema que se opusesse ao individualismo, sob a égide da cooperação. O Cooperativismo é uma doutrina que tem como princípio básico a cooperação. Cooperari – Operar simultaneamente com alguém, agir em comum Os idealizadores do cooperativismo preocuparam-se em criar um sistema que se opusesse ao individualismo, sob a égide da cooperação. CONCEITOS E CARACTERÍSTICAS DAS COOPERATIVAS

6 Educação Cooperativista IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO: Não se nasce cooperativista num ambiente competitivo e individualista. A cultura da cooperação se adquire através de um longo e persistente processo de educação, capacitação e informação. Cooperar: - Operar simultaneamente, agir em comum.

7 1- Adesão voluntária 2- Controle democrático 3- Prática de preço justo 4- Juros limitado sobre o capital 5- Desenvolvimento, pesquisa e ensino 6- Retorno das sobras Entre os fundamentos que deram origem a doutrina até hoje vigente, destacam-se:

8 Promovemos e ainda precisamos promover profundas alterações estruturais, de atitude, filosóficas culturais em nossa empresa. Isso só é possível com coragem, determinação e disciplina. Com isso, conseguiremos inverter a base de sustentação de nossa cooperativa. Nesse sentido, cada gestor e cada cooperado tem que fazer a sua parte. Hoje podemos ver a Unimed Belém com otimismo graças a: com otimismo graças a: Hoje podemos ver a Unimed Belém com otimismo graças a: com otimismo graças a: Força da nossa marca Transparência, honestidade, probidade e enorme vontade de mudar de seus gestores, ao lado da confiança que foi resgatada junto aos cooperados Atual grau de conscientização:

9 Consumo – Crédito – Produção Agrícola – Industrial – Educacionais – Trabalho Sob a égide da cooperação, se pressupõe: a) Promoção de trabalho com justiça para todos b) Remuneração justa c) Amparo social TIPOS DE COOPERATIVAS:

10 Promovemos e ainda precisamos promover profundas alterações estruturais, de atitude, filosóficas culturais em nossa empresa. Isso só é possível com coragem, determinação e disciplina. Com isso, conseguiremos inverter a base de sustentação de nossa cooperativa. Nesse sentido, cada gestor e cada cooperado tem que fazer a sua parte. Hoje podemos ver a Unimed Belém com otimismo graças a: com otimismo graças a: Hoje podemos ver a Unimed Belém com otimismo graças a: com otimismo graças a: Força da nossa marca Transparência, honestidade, probidade e enorme vontade de mudar de seus gestores, ao lado da confiança que foi resgatada junto aos cooperados Atual grau de conscientização:

11 Educação Cooperativista DESAFIO DO MOMENTO: Utilizar a informação e a formação cooperativista como FERRAMENTA para transformar o cooperado em dono da empresa.

12 Quando se analisa a educação cooperativista dentro do contexto de uma singular Unimed, constata-se que é preciso formar uma cultura cooperativista, uma disciplina social e disposição para trabalhar em prol do engrandecimento coletivo. A cooperativa deve empenhar-se para que os cooperados adquiram esta verdadeira cultura cooperativista e esta cultura da cooperação se constrói através de um longo e persistente processo de informação, educação e capacitação.

13 É possível obter sucesso na Cooperativa sem SINERGIA ?

14

15


Carregar ppt "Dr. Cesar Neves Os Papéis do Conselho, Sociedade e Cooperativa para o Profissional Médico."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google