A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Comunicação Empresarial1 COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL O que é comunicação empresarial; Uma rápida visão histórica; As diferenças fundamentais entre a comunicação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Comunicação Empresarial1 COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL O que é comunicação empresarial; Uma rápida visão histórica; As diferenças fundamentais entre a comunicação."— Transcrição da apresentação:

1 Comunicação Empresarial1 COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL O que é comunicação empresarial; Uma rápida visão histórica; As diferenças fundamentais entre a comunicação cotidiana e o empresarial. O outro lado da mesa; O posicionamento do jornalismo empresarial durante os regimes de exceção e nas democracias; O poder dos sindicatos e das associações de classe; O conceito de interdependência no segmento da comunicação. Conhecimentos gerais da aplicabilidade de marketing institucional, conceitual, mercadológico e do endomarketing, como ferramenta de comunicação empresarial.

2 Comunicação Empresarial2 COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL Estrutura orgânica da área, no contexto da empresa O cargo de confiança; A subordinação Lealdade profissional e os princípios éticos Fontes da informação empresarial; A comunicação como uma rua de mão dupla; Os segmentos da comunicação empresarial quanto as ações voltadas ao jornalismo, relações públicas e propaganda. A imagem da empresa (cenários, oportunidades e ameaças ao negócio) Treinamento de porta-vozes (midia trainning)

3 Comunicação Empresarial3 O trabalho do comunicador na empresa Kit imprensa (release, perfil da empresa, números, bloco e caneta, brinde (jabá) O atendimento da imprensa; Técnica e ferramental utilizados na proteção da fonte; A geração de notícia quanto a programação de pauta e colunas fixas; A ação do assessoria na cobertura de campo; A programação das entrevistas coletivas; A marcação de entrevistas isoladas, proteção da fonte e acompanhamento editorial quanto a fidelidade do assunto tratado; O direito de resposta; A Internet/Intranet - serviço de informação em tempo real

4 Comunicação Empresarial4 Ferramentas da comunicação empresarial Matéria paga: publicidade de apoio (comunicados, publicidade legal, anúncio institucional)) ao jornalismo empresarial; O clipping da mídia impressa e eletrônica (intranet) Programação de encontros dos técnicos da empresa com a imprensa especializada; A pesquisa como mensuração de resultados; O relacionamento com o público interno; Jornal Interno, intranet (lotus notes) Relatório anual; A constante revisão do planejamento da assessoria. (planejamento de divulgação, de eventos, etc)

5 Comunicação Empresarial5 Suporte para a comunicação empresarial As empresas de assessoria de imprensa Avaliação da imagem da empresa na imprensa através de análise do clipping eletrônico (rádio, tv e internet) impresso (jornais) Comunicação é investimento – argumentação para convencer o empresário

6 Comunicação Empresarial6 Imagem da Empresa A imagem institucional de uma empresa é um ser vivo, dinâmico. Hoje, pode estar saudável, bem vista, aceita, festejada. Amanhã? Vai depender da história de hoje (O que é Comunicação Empresarial, página 21).

7 Comunicação Empresarial7 Comunicação é o caminho para boa imagem Uma boa Comunicação Empresarial é condição primária para uma boa imagem institucional da empresa (O que é Comunicação Empresarial, página 24). Se o trabalhador não conhece a empresa na qual trabalha e não sabe qual é a filosofia que a anima, torna-se difícil estabelecer metas e passar para os consumidores e a sociedade a imagem que se deseja (O que é Comunicação Empresarial, página 42).

8 Comunicação Empresarial8 Informações da Empresa A imagem de uma empresa é formulada a partir das informações que a comunidade recebe a esse respeito. Sem uma comunicação eficiente, a imagem será difusa ou ruim, pois será formada com base em informações incompletas ou incorretas, em presunções e boatos (Portas Abertas, página 65). A comunicação deve ser permanente, independentemente do comportamento do mercado ou do fato de a empresa ter ou não ações negociadas em bolsa (Portas Abertas, página 66).

9 Comunicação Empresarial9 Agilidade, release, público interno A comunicação requer agilidade e rapidez para se evitar, na imprensa, a tão prejudicial expressão: "A empresa se recusou a falar sobre o assunto" (Portas Abertas, página 76). Comunicação não se limita ao release, peça jornalística que ganhou força com o autoritarismo e começou a morrer com ele. O release está cada vez mais desacreditado e deve, sempre que possível, ser substituído por entrevistas (Portas Abertas, página 78). O primeiro e principal público de uma empresa é o seu efetivo, sem o qual todo esforço de comunicação redundará nulo (Portas Abertas, página 86).

10 Comunicação Empresarial10 Visão histórica da Comunicação Empresarial Os profissionais de comunicação numa empresa fazem o meio de campo entre seus clientes ou patrões (representados por empresas, empresários, órgãos públicos e seus dirigentes/políticos) e a imprensa (jornais, revistas, rádios, tevês etc.) Tiveram que enfrentar os mais variados tipos de preconceito e discriminação ao longo de muitos anos. No início, a culpa era dos profissionais de redação. Eles não conheciam as peculiaridades e não entendiam as sutilezas do trabalho dos jornalistas e dos profissionais de relações públicas que iam aos veículos levar notícias. Foi preciso muita paciência e dedicação para abrir espaço nas páginas de nossas principais publicações dos anos 60.

11 Comunicação Empresarial11 Visão Histórica Da Comunicação Empresarial Depois, com o advento da ditadura militar e o conseqüente crescimento da corrupção, a partir de 31 de março de 1964, muitos empresários, políticos e até mesmo assessores de imprensa, todos inescrupulosos, não resistiram à tentação de dar bons presentes aos jornalistas. Presentes e às vezes até empregos fantasmas. E com os chamados jabaculês (jabá) eles compraram alguns repórteres, redatores e editores que abriram a eles espaços indevidos. Essa prática acabou gerando má vontade cada vez maior por parte dos jornalistas honestos em relação a toda a categoria dos assessores de imprensa.

12 Comunicação Empresarial12 Atribuições da comunicação empresarial estruturam e administram serviços de atendimento ao consumidor; planejam e editam publicações as mais variadas, em forma de revistas, boletins e jornais; idem em relação a programas internos de rádio e televisão; idealizam e produzem clippings impressos e eletrônicos; alguns com mais de uma edição por dia e não raro ao longo dos sete dias da semana, incluindo feriados e dias santos, Natal e Ano-Novo atuam como lobistas e ombudsman; escrevem discursos e artigos; criam e atualizam páginas na Internet.

13 Comunicação Empresarial13 Atribuições da comunicação empresarial criam e organizam eventos os mais diferentes; geram fatos; elaboram notícias; fazem com que essas notícias sejam veiculadas por jornais, revistas, agências noticiosas, emissoras de rádio e televisão, na Internet e até em painéis eletrônicos criam e veiculam campanhas institucionais; formulam e executam políticas, planos e estratégias de comunicação para governos, empresas e entidades do terceiro setor (ONGs, sindicatos patronais e de trabalhadores, partidos políticos etc.); Apresentação institucional Produção de vídeo institucional

14 Comunicação Empresarial14 Quando surgiu? A Comunicação Empresarial surgiu nos Estados Unidos, no início do século. Mais precisamente em Naquele ano, em Nova Iorque, Ivy Lee decidiu deixar o jornalismo de lado para montar o primeiro escritório de Relações Públicas do mundo. Lee mudou de atividade com o objetivo de recuperar a credibilidade perdida pelo poderoso empresário John D. Rockfeller.

15 Comunicação Empresarial15 Quando surgiu? O trabalho de Ivy Lee para seu cliente fez tanto sucesso junto à imprensa e à opinião pública, que Rockfeller passou de "patrão sanguinário" a "benfeitor da humanidade". Lee morreu "por volta de 1935, quando dirigia o Departamento de Relações Públicas da Chrysler". E deve ter morrido feliz, porque a atividade que ele inventara havia sido adotada em inúmeras empresas e órgãos públicos. Passara a ser estudada, inclusive, em universidades do porte e do prestígio de Yale, Harvard e Colúmbia, que criaram cadeiras específicas e começaram a formar especialistas em Relações Públicas.

16 Comunicação Empresarial16 No Brasil, a partir de JK As Relações Públicas e, por conseqüência, as atividades de Comunicação Empresarial, vieram para o Brasil nos anos 50, com as indústrias e as agências de propaganda dos Estados Unidos. Chegaram atraídas pelas vantagens oferecidas pelo governo do presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira. JK havia assumido a Presidência da Republica em meados dos anos 50 com a disposição de fazer "50 anos em 5". Conseqüentemente, ele criou condições para que viessem para o Brasil as primeiras montadoras de veículos automotores.

17 Comunicação Empresarial17 A partir de 1964 "As Relações Públicas tiveram no Brasil um vertiginoso desenvolvimento a partir de 1964", lembra Manuel Carlos Chaparro em sua dissertação de Mestrado na USP. "Com elas, generalizou-se também, na iniciativa privada e no serviço público, a prática de Assessoria de Imprensa. E, tal como aconteceu nos Estados Unidos, as duas atividades atraíram muitos jornalistas." A regulamentação da profissão de Relações Públicas foi decretada em Foi tão ampla que acabou gerando conflito com a de jornalista, assinada em 1969.

18 Comunicação Empresarial18 A partir de 1964 RP x jornalistas Durante mais de 20 anos os profissionais de Relações Públicas e os jornalistas lutaram para provar que a elaboração de press-releases, por exemplo, era uma prerrogativa de apenas uma profissão. Os RPs nunca se conformaram também com a eventual ascensão de um jornalista ao posto de assessoria mais qualificado dentro da empresa ou do órgão público onde trabalhavam profissionais das duas categorias. Para eles, cabia ao RP ser o comandante, o formulador da política de Comunicação Empresarial.


Carregar ppt "Comunicação Empresarial1 COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL O que é comunicação empresarial; Uma rápida visão histórica; As diferenças fundamentais entre a comunicação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google