A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 LEAD Liga de Estudo e Apoio ao Paciente com Dor FARMACOTERAPIA NO CONTROLE DA DOR MIORRELAXANTES João Alberto Ribeiro – Acadêmico 5º ano – Medicina Faculdade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 LEAD Liga de Estudo e Apoio ao Paciente com Dor FARMACOTERAPIA NO CONTROLE DA DOR MIORRELAXANTES João Alberto Ribeiro – Acadêmico 5º ano – Medicina Faculdade."— Transcrição da apresentação:

1 1 LEAD Liga de Estudo e Apoio ao Paciente com Dor FARMACOTERAPIA NO CONTROLE DA DOR MIORRELAXANTES João Alberto Ribeiro – Acadêmico 5º ano – Medicina Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro Uberaba - MG

2 2 MIORRELAXANTES Efeitos Benéficos Sobre a DOR Espasticidade secundária a lesão do SNC Dor NEUROPÁTICA Hiperatividade alfa ou delta, secundária à lesão dos tratos CORTICOESPINHAL, VESTIBULOESPINHAL e RETICULOESPINHAL

3 3 MECANISMOS DE AÇÃO Neurotransmissores excitat ó rios GLUTAMATO ASPARTATO Regulam o tônus muscular, pois controlam a liberação de neurotransmissores excitatórios pelos aferentes 1º na medula espinhal e inibitórios liberados pelos interneurônios (GABA e Glicina) Regulam o tônus muscular pela facilitação das atividades reflexas (Noradrenalina, 5-HT, Dopamina) nos tratos rostro-caudais)

4 4 MIORRELAXANTES É eficaz no tratamento de espasmos musculares (lombalgias e cervicalgias) e das espasticidades resultantes de lesão do SNC. Seus efeitos colaterais incluem: cansaço, sonolência, náuseas, vômitos, constipação, insônia, entre outros. Mecanismo de Ação É derivado imidazólico que exerce ação miorrelaxante central, via efeito agonista adrenérgico alfa-2. Age na medula, diminuindo a liberação de aspartato

5 5 MIORRELAXANTES É indicado para o tratamento da DOR músculo-esquelética e de origem reumática. Possui potência intermediária entre o paracetamol e a morfina Mecanismo de Ação Parece atuar na medula espinhal e no encéfalo através da inibição da síntese de PROSTAGLANDINAS nos tecido

6 6 MIORRELAXANTES É eficaz no tratamento da DOR músculo-esquelética, como a dor lombar aguda, e na FIBROMIALGIA. Melhora os espasmos musculares, a DOR e as anormalidades eletromiográficas em pacientes com cervicalgia Mecanismo de Ação Atua na formação reticular do tronco encefálico, reduzindo o tônus muscular ao atuar nos sistemas alfa e delta

7 7 MIORRELAXANTES É eficaz no tratamento de dor lombar aguda, mas é INEFICAZ na dor por disfunção temporomandibular aguda. Não é indicado nos casos de espasticidade secundária a doenças do SNC. Não deve ser utilizado por mulheres que estão amamentando e sua suspensão pode causar Sd. de abstinência, caracterizada por dor abdominal, insônia, cefaléia, tremores e náuseas Mecanismo de Ação Atua em circuitos multineuronais do tronco encefálico e na medula espinhal

8 8 MIORRELAXANTES É um derivado do GABA utilizado principalmente no tratamento da espasticidade secundária a doenças do SNC, como esclerose múltipla, Dça. de Parkinson, neuralgia do trigêmeo, cefaléia, neuralgia pós-herpética e outras dores neuropáticas. Parece ser eficaz na lombalgia aguda. Mecanismo de Ação Atua via receptores GABA-2, nas lâminas I e IV, inibindo os reflexos mono e polissinápticos na medula espinhal, inibindo neurotransmissores excitatórios

9 9 MIORRELAXANTES Pode ser utilizado no tratamento da espasticidade, independentemente da causa primária. Em alguns casos, pode causar piora da força muscular em alguns doentes, podendo tornar a situação corrente pior que a própria hipertonia Mecanismo de Ação O efeito antiespástico decorre por ação direta sobre os músculos, agindo no mecanismo de acoplamento durante a excitação e contração

10 10 CONCLUSÃO Estudos controlados revelam que os miorrelaxantes citados anteriormente, incluindo o DIAZEPAM, são mais eficazes que o placebo no tratamento da dor lombar aguda, porém outros trabalhos demonstram sua ineficácia no tratamento da dor na junção temporomandibular.


Carregar ppt "1 LEAD Liga de Estudo e Apoio ao Paciente com Dor FARMACOTERAPIA NO CONTROLE DA DOR MIORRELAXANTES João Alberto Ribeiro – Acadêmico 5º ano – Medicina Faculdade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google