A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DISLEXIA (do grego) dus= dificuldade; lexis= palavra (do latim) dis=distúrbio lexia= leitura.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DISLEXIA (do grego) dus= dificuldade; lexis= palavra (do latim) dis=distúrbio lexia= leitura."— Transcrição da apresentação:

1 DISLEXIA (do grego) dus= dificuldade; lexis= palavra (do latim) dis=distúrbio lexia= leitura

2 Cognição e linguagem Cognição é o acto de conhecer ou de captar, integrar, elaborar e exprimir informação. Da interacção multifacetada entre o corpo, o cérebro e os vários ecossistemas, ocorre o desenvolvimento cognitivo por meio do qual nos adaptamos ao meio exterior que nos envolve e o transformamos à nossa medida ( Fonseca,2007).

3 Processos pelos quais um indivíduo percebe (input), elabora e comunica (output) informação para se adaptar. Estes processos são pré-requisitos básicos da inteligência e constituem as componentes do acto mental. Cognição

4 Teoria da Modificabilidade Cognitiva estrutural O organismo humano está aberto à modificabilidade em todas as idades e em todos os estádios de desenvolvimento. (Feuerstein,1975) A cognição não é estática nem quantitativa, não é determinada à nascença nem pelo QI (Piaget).

5 Aprender a ler é um processo lento, ao contrário da capacidade para aprender a falar, que parece envolver um sistema cerebral inato. (Chomsky ) Ler é a capacidade de extrair significação de qualquer tipo de representação visual. O que é ler?

6 O QUE É ???? Uma desordem, que se manifesta pela dificuldade de aprender a ler, apesar da Instrução convencional,inteligência normal e das oportunidades socioculturais. Depende de distúrbios cognitivos fundamentais que são, frequentemente de origem constitucional. (Federação Mundial de Neurologia, 1968)

7 Tipos Dislexia adquirida – provocada por um traumatismo ou lesão. Dislexia de desenvolvimento - devido a um problema específico de maturação, que pode ser corrigido ou atenuado após uma programação adequada e atempadamente. (Critchley e Critchley, 1978)

8 Sub-Tipos Dislexia Disfonética ou auditiva dificuldades de integração letra-som, onde a soletração não se assemelha à palavra lida, substituição semântica frequente, com alteração de uma palavra por outra de sentido semelhante. ( Torres & Fernández) dificuldades de integração letra-som, onde a soletração não se assemelha à palavra lida, substituição semântica frequente, com alteração de uma palavra por outra de sentido semelhante. ( Torres & Fernández) Ex: pasta em vez de mala

9 Sub-tipos Dislexia Diseidética ou visual Caracteriza-se por dificuldades de descodificação Caracteriza-se por dificuldades de descodificação de sons associados a letras. O Os principais sintomas são: trocas de fonemas e grafemas; alterações na ordem das letras e sílabas; omissões e acréscimos; substituições de palavras por sinónimos, ou trocas de palavras por outras visualmente semelhantes. permutas semânticas, com mutação de uma palavra por outra de sentido idêntico.

10 Sub-tipos Dislexia Aléxica (dislexia visuoauditiva): caracteriza-se principalmente por deficiência na leitura, não atingindo a capacidade de escrita. O Os principais sintomas são: inabilidade de leitura muito acentuada; dificuldades a nível da análise fonética das palavras, bem como na apreensão de letras e palavras completas.

11 Sub-Tipos Dislexia Audiolinguística: caracteriza-se por perturbações articulatórias, problemas em denominar e qualificar objectos e erros nos processos de leitura e escrita. O Os principais sintomas são: leitura silabada; inexistência de pontuação e acentuação adequadas; inversões cinéticas, provocando dificuldades de compreensão (ex. par em vez de pra); não descriminação auditiva de palavras com sons semelhantes levando a representações gráficas incorrectas (ex. traço em vez de braço); dificuldade na correspondência entre grafemas e fonemas.

12 Sub-tipos Dislexia Visuoespacial: caracteriza-se por dificuldades na orientação direita– esquerda, problemas no reconhecimento de objectos familiares pelo tacto (agnosia digital) e lacunas na codificação da informação visual. QI verbal é superior ao da realização. O Os principais sintomas são: leitura silábica e precipitada, originando invenções de palavras que não constam no texto; escrita de fraca qualidade no que diz respeito a forma, tamanhos e margens; inversões de letras e palavras; escrita invertida ou em espelho.

13 Características Gerais Inversão total ou parcial de palavras e números (ex: sol – los); Substituição de palavras por outras de estrutura mais ou menos similar ou criação de palavras com significado diferente (ex: travessa – atravessava); Adições ou omissões de sons, sílabas ou palavras;

14 Características GERAIS Dificuldade em soletrar e escrever correctamente; Limitações na leitura e escrita,com muitos erros ortográficos e uma qualidade da caligrafia bastante deficiente; Dificuldade na compreensão de textos; Velocidade de leitura mais lenta, com omissões de linhas do texto e/ou sons;

15 Características Gerais Confusão de letras com grafia similar, mas com diferente orientação no espaço (ex: b e d; ajuda – aduja) Dificuldade em diferenciar letras que possuem um ponto de articulação comum e cujos sons são acusticamente próximos (ex: d – t); Problemas na distinção entre a direita e a esquerda e dificuldades de coordenação de motora;

16 Características GERAIS Dificuldade de concentração e períodos de atenção mais curtos; Dificuldade de memória imediata ou dificuldades na memorização visual de objectos, palavras ou letras; Dificuldade em aprender séries (como por exemplo os dias da semana) e em relacionar cronologicamente os acontecimentos.

17 Características gerais Incapacidade de aprender e recordar palavras visionadas; Falta de organização a nível de materiais; Não exibem prazer na leitura; Falta de destreza manual; Dificuldade em aplicar o que foi lido a situações sociais ou de aprendizagem. (in Portal da dislexia)

18 Especializações do cérebro (Luria, 1960) Hemisfério Esquerdo: LinguagemMatemáticaLógica Hemisfério Direito: ImagemPinturaRitmoRimaMúsicagestos

19 Causas Factores Neurológicos: Anomalias no girus angular, área de wernicke e ilhas de células nervosas que falharam em atingir o córtex, do lado esquerdo, e fundamentalmente nas áreas da linguagem. Falta de conexão entre os hemisférios explicação para a escrita em espelho.

20 Causas Factores Cognitivos: Défice na inteligência espacial, dificuldade em distinguir a figura e o fundo, ou incapacidade de interpretação dos símbolos. Défice na memória de curto prazo ou memória de trabalho.

21 CAUSAS Factores Genéticos : Este distúrbio tende a ser mais frequente entre os membros da mesma família. Complicações durante a gestação e dificuldades pré-natais.

22 CO-MORBILIDADE : DISORTOGRAFIA DISORTOGRAFIA DISGRAFIA DISGRAFIA DISCALCULIA DISCALCULIA Problemas de linguagem, entre outros... Problemas de linguagem, entre outros...

23 A disgrafia é considerada uma apraxia que afecta o sistema visuo-motor. As letras apresentam um traçado excessivamente grande e irregular. A disortografia, coloca o problema da expressão escrita, afectando a ideação, a formulação e a produção, bem como os níveis de abstracção. Presença de muitos erros ortográficos.

24 Discalculia é um transtorno estrutural de maturação das habilidade matemáticas, apresentando dificuldades no processamento de números, cálculo aritmético e na resolução de problemas (Cruz, 1999).

25 Manifestações Disgrafia: Traços pouco precisos e incontrolados; Falta de pressão com debilidade de traços; Traços demasiado fortes que vincam o papel; Grafismos não diferenciados nem na forma nem no tamanho.

26 Manifestações Disortografia: Erros na percepçao visual e auditiva; Falhas de atenção, não permitindo a fixação dos fonemas ou grafemas correctamente; Presença de erros ortográficos sistematicamente.

27 Discalculia: Dificuldade frequente com os números, confunde os sinais +,-,x e divisão; Dificuldade para diferenciar a esquerda e a direita; Falta de senso de direcção maior, menor, ler horas; Inabilidade em aprender e recordar conceitos matemáticos, regras, formas... Manifestações

28 Seres humanos: Duas formas diferentes de pensamento Conceptualização verbal; Conceptualização não verbal

29 Conceptualização não-verbal Podem usar a capacidade cerebral para alterar e criar percepções; Pensam e percepcionam em multi-dimensões; Pensam sobretudo em imagens, mais do que em palavras; São mais curiosos do que a média; Podem experienciar o pensamento como realidade; Têm imaginações vividas. (Davis, Ronald) Dislexia Se uma imagem vale mais do que mil palavras, o universo mental de uma criança disléxica é muito rico.

30 DISLEXICOS FAMOSOS Albert Einstein Albert Einstein Agatha Christie Tom Cruise Thomas A. Edison Leonardo DaVinci Whoopi Goldberg Walt Disney Cher Pablo Picasso Orlando Bloom Keira Knightley

31 conclusão É urgente compreender o mundo das crianças disléxicas e rentabilizar ao máximo as suas potencialidades, para que tenham acesso à cultura e se tornem cidadãos activos e participantes na construção de uma sociedade onde todos tenham direito a ser SEZILEF!

32 FIM Trabalho Elaborado por : Ana Paula Santos Maria Alcina Meneses Teresa Alexandra Guedes Crianças com Agradecem a vossa ATENÇÃO!


Carregar ppt "DISLEXIA (do grego) dus= dificuldade; lexis= palavra (do latim) dis=distúrbio lexia= leitura."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google