A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cadeia de Logística Integrada Casos Dell e HP Grupo 53.05: Amanda Amado Fernanda Lima Henrique Fiorese Sarah Gomes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cadeia de Logística Integrada Casos Dell e HP Grupo 53.05: Amanda Amado Fernanda Lima Henrique Fiorese Sarah Gomes."— Transcrição da apresentação:

1 Cadeia de Logística Integrada Casos Dell e HP Grupo 53.05: Amanda Amado Fernanda Lima Henrique Fiorese Sarah Gomes

2 O que LOGÍSTICA? "Logística é a parte do Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento que planeja, implementa e controla o fluxo e armazenamento eficiente e econômico de matérias-primas, materiais semi-acabados e produtos acabados, bem como as informações a eles relativas, desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o propósito de atender às exigências dos clientes"

3 O que é LOGÍSTICA INTEGRADA? O supply chain (logística integrada) permite o sincronismo entre as estratégias das diversas áreas da empresa e de seus fornecedores, evitando visões fragmentadas. A logística integrada privilegia o foco no processo sobre o objeto.

4 CASO HP – Breve histórico O grupo Hewlett-Packard foi fundado em 1939 por dois engenheiros da Universidade de Stanford, Bill Hewlett e David Packard, numa garagem de Palo Alto (Califórnia, Oeste)

5 CASO HP – Breve histórico O primeiro produto da Hewlett e Packard, colocado no mercado de 1938, foi um oscilador de baixa freqüência, utilizado pelos estúdios Disney para fazer o desenho animado Fantasia. No início, especializada em instrumentos de medida eletrônica e calculadoras, o grupo entrou no ramo da informática nos anos 60.

6 EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA x EVOLUÇÃO DA HP ANTES DE 1950: LOGÍSTICA: encontrava-se em estado latente. As atividades relacionadas a ela estavam dívidas entre as diferentes áreas da empresa. Não havia uma visão global de processos. HP: a empresa foi inicialmente organizada por grupos de produtos e por função, sendo que, cada grupo atuava como uma unidade estratégica do negócio. Não havia ainda uma visão geral e interligada dos processos.

7 EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA x EVOLUÇÃO DA HP ENTRE 1950 E 1970: LOGÍSTICA: a logística desenvolve-se com uma mudança no padrão de consumo (crescimento dos centros urbanos e periferias, procura por maior variedade de produtos), com as pressões das empresas por baixos custos, com o desenvolvimento da informática e com a influência da logística bem sucedida da área militar. HP: empresa diversifica sua oferta de produtos e passa a produzir não somente calculadoras e instrumentos de medida eletrônica, mas também computadores.

8 EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA x EVOLUÇÃO DA HP ENTRE 1970 E 1990: LOGÍSTICA: passa para um estado de semi-maturidade com o impulso de alguns fatores: competição mundial, escassez de matérias-primas, alta do petróleo e da inflação. HP: a empresa passa por momentos de instabilidade com a concorrência dos computadores pessoais lançados em 74 pela Apple. Mas nos anos 80 a HP se recupera com um boom nas vendas de impressoras a jato, boas e baratas.

9 EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA x EVOLUÇÃO DA HP HP: a empresa detém hoje 7% do mercado mundial de PCs e detém o 3º lugar do ranking. Mas, como toda empresa de alcance mundial, a empresa ainda enfrenta problemas de logística que com o tempo e com experiência vão sendo solucionados. PÓS – 1990: LOGÍSTICA: a tendência é um crescimento da logística com o passar do tempo e com o aumento da concorrência. Sua utilidade não está apenas na minimização de custo e no aumento da rapidez, mas também na maio satisfação do cliente com um atendimento cada vez mais personalizado.

10 CASO HP Problemas na logística: 1. Vencer a barreira da rígida estrutura de departamentos 2. Suprir satisfatoriamente a demanda 3. Minimizar o estoque

11 PROBLEMA 1. Rígida estrutura de departamentos - abordagens e visões diferentes de um mesmo problema; - culpa era transferida de departamento para departamento; - visão fragmentada dos processos; - Falhas na comunicação e, conseqüentemente, Dificuldades num comum acordo.

12 SOLUÇÃO - Não abandonar a estrutura departamentalizada. Vantagens: especialização do trabalho, menor custo e tempo na produção. - Incluir elementos da departamentalização por cliente e por projetos na estrutura de funções. - Gerentes devem orientar suas equipes quanto aos demais processos da empresa para que possa haver uma maior interação e visão global da empresa.

13 PROBLEMA 2. Suprir satisfatoriamente a demanda e 3. Minimizar o estoque Conflito entre dois importantes objetivos da empresa: manter níveis altos de estoque para suprir rapidamente a demanda ou diminuir o estoque e conseqüentemente os custos de armazenagem?

14 SOLUÇÃO Devemos sempre ter o produto de que você necessita, mas nunca podemos ser pegos com algum estoque. (Ronald H. Ballou).

15 SOLUÇÃO GESTÃO DE ESTOQUES: Quanto menor o nível de estoques com que um sistema produtivo conseguir trabalhar, mais eficiente será. Menor tempo e maior qualidade. Racionalização nos custos de armazenagem e respectiva manutenção. VANTAGEM COMPETITIVA

16 SOLUÇÃO GESTÃO DE ESTOQUES: 1. PLANO DE NEGÓCIOS; 2. PLANO DE PRODUÇÃO; 3. PLANO DE NECESSIDADES DE RECURSOS; 4. PLANO FINANCEIRO; 5. GERENCIAMENTO DA DEMANDA.

17 SOLUÇÃO ALGUNS CONCEITOS E TÉCNICAS DA GESTÃO DE ESTOQUES: 1. JUST IN TIME; 2. FLUXO DESCONTÍNUO DE MATERIAL; 3. CURVA ABC; 4. BALANCEAMENTO DE CAPACIDADE; 5. FLUXO CONTINUO DE MATERIAL; 6. FLUXO SICRÔNICO DE MATERIAL.

18 CASO DELL – Breve histórico Dell foi fundada em 1984, por Michael Dell, a partir do seguinte conceito: vender computadores pessoais diretamente ao consumidor, sem o uso dos canais tradicionais de distribuição.

19 CASO DELL – Breve histórico Liderou a migração comercial para a internet, ao lançar, em 1994, o site e, em 1996, a área de comércio eletrônico. 84 sites de países; Dois bilhões de acessos por trimestre; sites em 20 línguas e dialetos; utilizando 26 moedas;

20 CASO DELL CONCEITOS CHAVES: 1. MODELO DIRETO DE NEGÓCIO 2. VELOCIDADE DO ESTOQUE 3. INTEGRAÇÃO VIRTUAL 4. ESTRUTURA HORIZONTAL

21 CASO DELL RESUTALDOS: BAIXOS CUSTOS DE ESTOCAGEM; BAIXOS CUSTOS DE DESPESAS COM REVENDAS; COMUNICAÇÃO RÁPIDA E EFICIENTE ENTRE FORNECEDORES, EMPRESA E CLIENTES; MAIOR SATISFAÇÃO DO CLIENTE COM SERVIÇOS PERSONALIZADOS.

22 CASO DELL PAUSA PARA VÍDEO


Carregar ppt "Cadeia de Logística Integrada Casos Dell e HP Grupo 53.05: Amanda Amado Fernanda Lima Henrique Fiorese Sarah Gomes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google