A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Capítulo 3 Repensando a Logística Pág. 55 a 82. Constantes mudanças no ambiente externo Empresa Tais mudanças forçam as Empresas a: -Mudar atividades.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Capítulo 3 Repensando a Logística Pág. 55 a 82. Constantes mudanças no ambiente externo Empresa Tais mudanças forçam as Empresas a: -Mudar atividades."— Transcrição da apresentação:

1 Capítulo 3 Repensando a Logística Pág. 55 a 82

2 Constantes mudanças no ambiente externo Empresa Tais mudanças forçam as Empresas a: -Mudar atividades e decisões; -Ter menores preços; -Oferecer melhor qualidade; e -Satisfazer o Cliente. Cliente

3 LOGÍSTICA é Integração. Manter ou não ESTOQUE? ? ? ? ? ? ? Empresa VendasFinanças Engenharia Estoques Vantagens:Desvantagens: - disponibilidade; - economias de escala; - segurança com o mercado. - custos elevados; - preços mais baixos ao consumidor; - custo de oportunidade.

4 Fatores de pressão da mudança do papel da logística. ConsumidoresFornecedores ProcessadoresFontesVarejistas Distribuidores Cadeia Logística Tradicional Demandas por parcerias Ciclos de vida dos produtos mais curtos Novos canais para os consumidores Papel mais restrito dos distribuidores Competição externa Clientes mais fortes e melhor informados

5 Competição Externa Vantagens Competitivas em relação aos concorrentes: - transporte eficiente; - níveis mínimos de Estoque; - minimizar perdas; - agilidade nos negócios; - confiabilidade; - qualidade; - flexibilidade.

6 Ciclo de vida do produto -Avanço tecnológico; -Diminuição da vida útil dos produtos -Produtos ficando obsoletos; -Mercado competitivo; -Clientes exigentes Empresa Força a empresa Marketing mais inteligente e agressivo Política comercial mais flexível Desenvolver novos produtosAtualização de seu maquinário

7 Clientes mais exigentes e mais informados -Pesquisam preços; -Análise criteriosa os produtos; -Querem garantias do produtos; -Assistência técnica. Antes de comprar

8 Racionalização da base de fornecedores EmpresaFornecedores -Estreitando relações; -Criando sistemas de parceria; -Ambos atuam de forma harmoniosa. Objetivando -Busca de qualidade; -Bons preços; -Tempo de entrega exato.

9 Sistema modular de fornecimento Empresa Cliente Fornecedor 2Fornecedor 1 Subfor. 2Subfor. 1 Subfor. 2 Primeiro nível ou camada Segundo nível ou camada......

10 Papel mais restrito dos distribuidores A tendência é a criação de novos canais de distribuição aos consumidores finais -Depender menos dos distribuidores; -Atingir o consumidor de forma mais rápida; -Ter o produto disponível conforme a necessidade do cliente; -Reduzir estoque; -Repassar a economia de custos ao cliente final.

11 Demanda por parcerias Relação simbiótica Relação simbiótica: em que cada elemento da cadeia depende do perfeito funcionamento do outro. Fornecedores Fornecedores Fornecedores Fornecedores Consórcio modular Consórcio modular: Tipo de parceria em que a empresa traz para dentro da própria fábrica os fornecedores. Cada um responsável por um módulo de produção. Neste tipo de consórcio os fornecedores se tornam os verdadeiros fabricantes de determinado produto.

12 Supply chain

13 Obtenção de vantagens competitivas se dá com o aumento de produtividade, diferenciação do produto e níveis altos de serviço ao cliente, deve estender-se a todas as partes envolvidas fora da empresa. utilização da integração da cadeia logística para gerar melhores resultados. O foco no futuro é agregar maior valor ao cliente: melhoria das características e funções que atendam a suas necessidades, rápido tempo de resposta desde o atendimento do pedido até a entrega do produto, preço justo, etc.

14 Supply Chain é todo esforço envolvido nos diferentes processos e atividades empresariais que criam valor na forma de produtos e serviços para o consumidor final. A integração da cadeia logística concentra-se em alinhar os processos- chave do negócio;

15 A gestão supply chain é uma forma integrada de planejar e controlar o fluxo de mercadorias, informações e recursos; Desempenho depende: capacidade de resposta às demandas dos clientes, qualidade de produtos e serviços, velocidade e timing da inovação nos produtos, efetividade dos custos de produção e entrega e utilização de capital

16

17 ECR – Resposta Eficiente ao Consumidor É uma maneira de agregar valor ao consumidor e manter os negócios lucrativos. As partes envolvidas (fabricantes, varejo, atacado, etc.) trabalham em conjunto para reduzir custos.

18 Estratégias para responder as necessidades dos consumidores: Introduzir produtos Sortir a loja Promover produtos Repor produtos

19 Cadeia de distribuição Push Cadeia de distribuição não interligada Grandes desperdícios

20 Cadeia de Distribuição Integrada Eliminação de desperdícios Custo total da cadeia reduzido

21 Quatro Estratégias do ECR INTRODUÇÃO EFICIENTE DO PRODUTO * 5 etapas: 1º) distribuidor e fornecedor concordam quanto ao produto a ser testado para a introdução. 2º) preparação do teste 3º) implementação do teste 4º) avaliação 5º) decisão

22 Sortimento eficiente da loja Ferramenta

23 Sortimento eficiente da loja Gerenciamento de Categoria Reduz espaço que não agrega valor Uso não comprovado do espaço da área de vendas Tem a idéia de conhecer o cliente

24 Sistema push (problemas) Altos níveis de estoque Custo de manutenção Maiores custos de produção Controles desnecessários Insatisfação do cliente

25 Reposição eficiente Recebimento eletrônico na loja

26 Sistema de Inventário Perpétuo Quantidade exata de produtos em tempo real Leitura por código de barra no ponto de venda Reposição automática feita com precisão pelo fornecedor Pedido emitido por computador Economia de tempo na verificação de produtos e emissão manual de pedidos

27 ECR satisfação do cliente IMPEDIMENTOS: FALTA DE ESTÍMULO PARA MUDANÇAS DESCONHECIEMENTO DE ASPECTOS POSITIVOS DO ECR CUSTOS DE APRENDIZADO E ADAPTAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FALTA DE ESPECIALIZAÇÃO TÉCNICA SISTEMAS CONTÁBEIS QUE NÃO MEDEM OS BENEFÍCIOS DO ECR*

28 Custeio Baseado em Atividades (ABC) Entender o custo real do produto e serviço Determinar a rentabilidade do sistema Entender os custos das atividades, reduzindo as que não agregam valor

29 Supply Chain (base) + Processos compartilhados e interligados Empresa + cliente = simbiose Estoque = pull + puxar estoque + balanceamento sincrônico = Agregar valor ao consumidor final


Carregar ppt "Capítulo 3 Repensando a Logística Pág. 55 a 82. Constantes mudanças no ambiente externo Empresa Tais mudanças forçam as Empresas a: -Mudar atividades."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google