A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RELAÇÕES PÚBLICAS E SUAS INTERFACES Disciplina: teoria e técnica de RP Graduandos:Pedro, Júlio,João, Lucas, Marcelo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RELAÇÕES PÚBLICAS E SUAS INTERFACES Disciplina: teoria e técnica de RP Graduandos:Pedro, Júlio,João, Lucas, Marcelo."— Transcrição da apresentação:

1 RELAÇÕES PÚBLICAS E SUAS INTERFACES Disciplina: teoria e técnica de RP Graduandos:Pedro, Júlio,João, Lucas, Marcelo

2 Relações públicas estratégicas com o público interno Xaldyr Gutierres Fortes - RP em harmonia com os administradores - Público interno consciente e partipatico - Conhecer completamnet a instituição - Integração das entidades e dos seus diversos públicos com a finalidade dce gerar conceito

3 Pesquisa institucional - Análise da falta de progresso - Acessoria a empresa - Questionário de dados qualitativos - Análise em diferentes tempos - Análise qualitativa e quantitativa comparada a outras empresas

4 Processo de relações públicas: Por Andrade - Identificação de públicos - Apreciação do comportamento dos públicos - Levantamento das condições internas( estrutura organizacional ) - Revisão e ajustamento da política administrativa - Amplo programa de informações Controle e avaliação dos resultados

5 Estudo dos públicos: Grung – RP identifica opiniões e comunica a administração Simões – Conceito depende das transações da empresa na sociedade onde atua Souza – Organização vencedora se entorpece com o sucesso e não percebe as ameaças Vampel – Uma boa empresa perde conceito por se relacionar com empresas que não respeitam os direitos humanos básicos.

6 Público interno estratégico: Andrade – colaborador perto ou longe constitui o mesmo público e a mesma importancia Fortes – relacionamento agressivo e estrategicamente relevante Aplicando a pesquisa institucional: Fontes – O RP precisa contar com o apoio da administração e a segurança da implantação das medidas recomendadas - Questionário para cada um dos setores - Implantação de instrumentos de coleta de dados não dispensa a observação direta - Visitas regulares aos setores da empresa - Identificação das lideranças formais e informais

7 Finalidade e funcionamento da empresa: - Definição da missão da empresa - Estrutura funcional e cultura organizacional Missão da empresa - mercado-cliente-produto - determeina o negócio da empresa -horizontes da empresa - Perfil dos administradores - Direção geral - Governança corporativa - Cultura organizacional - Atividades da organização

8 Recursos humanos: Política de pessoal: Estimular em seus empregados o senso de compromisso com o que a empresa faz Cargos e funções: Análise física e psicológica dos membros, com base nas responsabilidades da função Recrutamento e seleção: - Interno: promoção e aproveitamento do pessoal da empresa - Externo: Análise das fichas dos candidatos Recepção e acolhimento: É preciso passar confiança ao novo membro Treinamento: O treinamento deve ser constante

9 Salários e Compensação: Cada empresa segue uma linha de política salarial, capacidade financeira, desempenho geral, situação de mercado, momento econômico. Cabe ao RP esclarecer essas questões junto ao público interno, assegurando eficiência para a organização assim como um salário digno para o funcionário.

10 Benefícios: Existem dois tipos de benefícios, os oficiais (obrigatórios: décimo terceiro, férias remuneradas, aposentadoria...) e os não-oficiais (não obrigatórios: referentes a empréstimos, uso do carro da empresa, cestas básicas...). Os benefícios promovem maior rendimento e evitam a insatisfação dos funcionários.

11 Incentivos: Geralmente referente a produtividade do público interno.

12 Progressão: Existem dois tipos: a vertical e a horizontal, sendo que a primeira corresponde a elevação hierárquica do empregado e a segunda a elevação salarial.

13 Avaliação: Cabe ao RP identificar indivíduos com comportamentos positivos para a empresa. Os padrões de comportamentos indicarão o engajamento do funcionário, se ele está na média ou acima dela.

14 Ausências ao trabalho : O absenteísmo é a soma dos períodos em que os empregados da empresa se encontram ausentes. Excluí-se período de férias, acidentes de trabalho, férias coletivas e qualquer outro motivo gerado pela própria organização. A simples ausência pode ter diversos motivos, mas é importante que se tenha uma supervisão eficiente neste assunto.

15 Estabilidade: A movimentação de empregados na empresa deve ser a menor possível, pois existem custos de treinamento envolvidos nesta mudança. Cabe ao RP identificar as causas de saída, comparando estes dados com o tempo de permanência dos demais empregados da organização, sendo possível um trabalho de verificação.

16 Adaptação humana: Quanto mais o novo funcionário estiver adaptado a empresa, melhor será o seu rendimento e consequentemente maior será o benefício para a empresa.

17 Métodos e processos de trabalho: Os métodos e processos de trabalho se subdividem nas seguintes etapas: - Métodos administrativos; - Comunicação administrativa; - Produção; - Qualidade; - Meio ambiente.

18 Instalações físicas da empresa: Fazem parte das instalações físicas os seguintes itens: -Acesso e transporte; -Instalações em local de trabalho; -Órgãos prestadores de serviços aos funcionários, ex: creches, refeitórios, restaurantes... -Leiaute da empresa, ex: fatores de ambiência, iluminação temperatura, ruídos...

19 Planejamento estratégico : - Planejamento Global: referente a planejamento, distribuição, venda, pesquisa e desenvolvimento, engenharia, financias e todas as outras funções da empresa que devem adaptar-se a cenários econômicos o rumo a ser seguido pela empresa. - Objetivos e métodos: sua definição prevê como chegar a situação ideal que a empresa almeja. - Ambiente externo: é necessário a verificação do ambiente externo em relação a oportunidades e ameaças, por exemplo uma estratégia bem planejada pode fracassar se o país entrar em crise ou a renda dos consumidores diminuir. - O consumidor: o foco das atividades de organizações com fins lucrativos é o consumidor. Este planejamento em relação ao consumidor corresponde aos hábitos de compra, aspectos psicológicos e estilos de vida do mesmo. - Estratégicas empresariais: o RP pode atuar positivamente nas estratégias da empresa tendo ele a percepção do todo, do proprietário, do consumidor e do negócio. - Responsabilidade social: é responsável pela abertura ao ambiente externo, sendo ele muitas vezes utilizado em benefício mútuo entre a comunidade e a empresa.

20 Atividades de relações pública: - Estrutura e posicionamento. - Relações com os públicos. - Controle e avaliação das atividades.

21 Levantamento das condições internas - normas e métodos de trabalho -Estrutura geral da empresa -Pesquisa institucional - Planejamento estratégico

22 Crítica institucional -Resultado da pesquisa institucional -pontos fracos e fortes -oportunidades e ameaças externas

23 Estilo e estratégias -remuneração -participação -comunicação -qualificação -valorização -compreensão mútua

24 Comunicação administrativa -interno informal -interno formal -externo formal -descendente -ascendente -lateral -diagonal

25 Revisão e ajustamento da política administrativa -função de estado maior -alto escalão administrativo -desenvolvimento do assessoramento da coordenação

26 Assessoramento -variáveis ambientais -política de responsabilidade social

27 Coordenação -condução estratégica da organização -interligar diferentes níveis decisórios -flexibilizar os horários de trabalhos -tecnologia sem prejudicar a natureza

28 Configurações de relações públicas -reposicionamento no mercado -conquista de um papel estrategicamente significativo -assessoria interna

29 Hierarquia de estratégias -implantar o pensamento estratégico -rejuvenescimento organizações empresariais -segmentação de interesses -segmentação de público

30 Classes de relevância -comunicação com os públicos -acumular informações -sugerir mudanças -interferir

31 Características de excelência -separação de marketing -departamento único -função administrativa e gerencial -sintonia com o ativismo

32 AMPLO PROGRAMA DE INFORMAÇÕES É capaz de iniciar exclusivamente diante de um quadro estratégico consolidado. Dois fatores Linguagem da Comunicação Seleção de veículos

33 SELEÇÃO DE VEÍCULOS Públicos a serem atingidos Tipos de Organização Veículos que serão aceitos naturalmente Grau Penetrabilidade Comunidade onde as organizações e suas filiais em sede

34 FUNÇÕES BÁSICAS – PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO FUNÇÃO DE PLANEJAMENTO prepara planos, programas, projetos, básicos e específicos, de periodicidade anual ou plurianual. Planeja os esquemas iniciais de administração dos caos de crise e emergências. Seleciona pessoal para a execução da programação, faz estudo de tempo e indica os instrumentos

35 . É evidente que o ato de planejar decide, preliminarmente, o que, como, quando, por quem e por que deve ser feito, permitindo que as atividades de relacionamento sejam desdobradas com eficácia, assegurando o êxito do que se empreender

36 PRINCIPAIS OBJETIVOS DA FUNÇÃO DE PLANEJAMENTO Formular estratégias para os meios de comunicação com o público Adequar as atividades de Relações Públicas à administração estratégica da empresa Organizar os recursos técnicos e físicos dos programas de relacionamento Definir estratégias de Relações Públicas para trabalhos solidários com os setores da companhia Elaborar o orçamento de Relações Públicas Estabelecer a rentabilidade das proposições apresentadas

37 IMPLANTAÇÃO DO PLANEJAMENTO REFERENCIAL Determinar os grupos e/ou públicos Segmentar Reconhecer os problemas Fixar as diretrizes de Relações Públicas

38 CONSOLIDAÇÃO Resumir as informações obtidas Demarcar objetivos e metas Justificar Projetar atividades Eleger os meios de comunicação Discriminar os recursos Computar todos os custos.

39 . CONSENTIMENTO Aprovar Mentalizar para a ação Selecionar o pessoal Constitui-se, evidentemente, uma forma de relacionamento pela qual os dirigentes do negócio decidem que atitudes devem ser assumidas hoje para que as metas fixadas visando o futuro sejam estrategicamente melhores do que as afirmadas no passado

40 PLANEJAMENTO DE CRISES E EMERGÊNCIAS As formas e o tamanho das crises são variados e apenas uma certeza existe: as empresas correm o risco de, cedo ou tarde, deparar com uma delas. O que diferenciará uma empresa de outra será a maneira como cada uma se comportará diante da crise São eventos imprevisíveis que, potencialmente, provocam prejuízos significativos a uma instituição A função de um profissional de Relações Públicas, diante de um cenário tão desfavorável, com possibilidades de graves conseqüências conceituais, é defender, proteger e, muitas vezes, reconstruir a reputação de uma organização

41 PRESCRIÇÕES EMERGENCIAIS Pedir desculpas o mais cedo possível Levar ao local a maior autoridade da empresa Demonstrar que existe uma capacidade de lidar com problemas dessa categoria Estabelecer e coordenar os mecanismos de ajuda voluntária Sujeitar-se às deliberações das autoridades governamentais Solicitar a especialistas estranhos à organização o fornecimento de laudos e pareceres

42 . Após o momento de maior ocupação, e com a divisão plena da administração excepcionalidades. Encerra-se o processo de planejamento e tem inicio a função de execução

43 FUNÇÃO DE EXECUÇÃO A função básica é desenvolver todas as etapas e ações do processo de comunicação Cabe a organização adiantar-se ao aparecimento de dúvidas por parte dos grupos já vinculados ou que venham a ter peso nas resoluções empresariais. A função de execução esta apoiada na função de pesquisa para que as atividades de relacionamento não sejam sempre reativas Deve combinar a rota oferecida pelo planejamento e o amparo propiciado pela pesquisa A ligação e o intercâmbio de informações – que percorrem os dois fluxos, descendente e ascendente – devem ser assumidos tanto pela cúpula quanto pelas especialidades funcionais

44 Gêneros e Espécies de Propostas e Ações de Relações Públicas DIVULGAÇÃO Produzir e editar impressa e/ou eletronicamente, publicações corporativas Produzir e veicular anúncios editoriais Convocar, preparar e acompanhar entrevistas coletivas aos jornalistas Coletar e divulgar informações financeiras e balanceamento das empresas

45 . INFORMAÇÕES Ouvir os públicos, atender e responder suas consultas Preparar e acompanhar as campanhas de integração, motivação e educativas Inspecionar o atendimento telefônico Coletar e resumir dados(briefing) para reuniões, palestras e aulas Redigir discursos e declarações públicas

46 . CONTATOS Promover a boa vontade dos funcionários e demais públicos Organizar e dirigir eventos Empreender e/ou participar de reuniões dialogais Organizar a presença da instituição em solenidades Conceber, elaborar e/ou acompanhar as políticas de responsabilidade social e de seus subprojetos

47 . ADAPTAÇÃO Identificar os assuntos públicos de interesse, as oportunidades e tendências, cadastrando-os conforme os parâmetros: - tema e sua potencialidade - grau de impacto das questões - posição antecipada da companhia Planejar as ações e possíveis reações aos assuntos emergentes

48 . IDENTIFICAÇÃO Facilitar o reconhecimento de produtos e embalagens recicláveis Discutir com os públicos as formas para mudanças no perfil de consumo Adicionar credibilidade à imagem da empresa pela correção ambiental

49 . O quadro dos setores de abordagem é completado com o apoio logístico e conceitual ao Marketing da empresa e tem como missão auxiliar o lançamento de novos produtos ou no reposicionamento de um produto maduro Uma colaboração bem-sucedida de Relações Públicas pode ter um impacto positivo e significativo nas vendas

50 PROVIDÊNCIAS Dirigir o programa de comunicação quando não existe nenhuma campanha publicitária Gerar noticias quando não existe nenhuma informação nova do produto Influenciar os formadores de opinião

51 . As empresas são obrigadas a reavaliar e redimensionar os seus processos de relacionamento com o mercado Tudo isso demonstra a abrangência do trabalho de Relações Públicas, e cabe ao profissional enunciar as possibilidades que julga eficientes para atingir e aproximar os grupos da organização promotora do relacionamento


Carregar ppt "RELAÇÕES PÚBLICAS E SUAS INTERFACES Disciplina: teoria e técnica de RP Graduandos:Pedro, Júlio,João, Lucas, Marcelo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google