A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Conceito de Método Ideal Prabhu (1995) Reagan; Osborn (2002) Larsen-Freeman (2000)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Conceito de Método Ideal Prabhu (1995) Reagan; Osborn (2002) Larsen-Freeman (2000)"— Transcrição da apresentação:

1 O Conceito de Método Ideal Prabhu (1995) Reagan; Osborn (2002) Larsen-Freeman (2000)

2 2 Roteiro da Apresentação Concept and conduct in language pedagogy When Methodology Fails: A Critical Look at Foreign Language Education The realities of contemporary foreign language education The ideological limitations on foreign language education in the united states Making the case for foreign language education On the appropriateness of language teaching methods in language and development

3 3 Objetivo O presente estudo apresenta os conceitos de método ideal de Prahbu(1995), Larsen-Freeman (2000) e Reagan; Osborne (2002)

4 4 Concept and conduct in language pedagogy Prabhu (1995) Componente ideacional - idéias e conceitos sobre o que constitui o conhecimento de uma língua e em que consiste o processo de ensino de uma língua; conceituação do que é que permite a uma pessoa usar uma linguagem e como é que uma pessoa desenvolve essa capacidade; assimilar um termo a uma imagem, por exemplo;

5 5 Concept and conduct in language pedagogy Prabhu (1995) Componente operacional; utilizar o componente ideacional no processo de construção de conhecimento em uma língua estrangeira;

6 6 Concept and conduct in language pedagogy Prabhu (1995) Componente ideológico; envolve idéias através de atividades pedagógicas que levam o aprendiz ao entendimento que facilita o aprendizado;

7 7 Concept and conduct in language pedagogy Prabhu (1995) Componente gerencial; decisões sobre certezas e incertezas que influenciarão no processo de ensino de línguas;

8 8 When Methodology Fails: A Critical Look at Foreign Language Education Reagan; Osborn (2002) Fatores sociais, políticos, culturais, históricos e econômicos explicam porque o ensino de uma língua estrangeira é relativamente mal sucedido na sociedade Americana contemporânea.

9 9 When Methodology Fails: A Critical Look at Foreign Language Education Reagan; Osborn (2002) O professor deve estar atento às questões políticas e sócio culturais da língua para desenvolver no aluno uma consciência crítica da língua;

10 10 THE REALITIES OF CONTEMPORARY FOREIGN LANGUAGE EDUCATION Reagan; Osborn (2002) As limitações para o ensino de línguas estrangeiras em escolas públicas: Pouco tempo é gasto com as aulas de línguas estrangeiras; Falta de apoio extracurricular significante na instituição para o aprendizado de uma língua estrangeira;

11 11 THE REALITIES OF CONTEMPORARY FOREIGB LANGUAGE EDUCATION Reagan; Osborn (2002) As limitações para o ensino de línguas estrangeiras em escolas públicas: Preconceito individual e institucional em relação a qual língua será oferecida e quem adotará qual língua; as justificativas públicas para a educação de língua estrangeira; Objetivos articulados da educação de língua estrangeira;

12 12 THE REALITIES OF CONTEMPORARY FOREIGB LANGUAGE EDUCATION Reagan; Osborn (2002) Justificativas públicas para o estudo de línguas estrangeiras: Argumentos cognitivos; promover pensamentos críticos, criatividade, melhorar funções cognitivas; Argumentos culturais; conta com experiências pessoais; aumentar a tolerância cultural em relação a outras culturas;

13 13 THE REALITIES OF CONTEMPORARY FOREIGB LANGUAGE EDUCATION Reagan; Osborn (2002) Justificativas públicas para o estudo de línguas estrangeiras: Argumentos práticos; fundamentados nas preocupações sobre segurança nacional, necessidades econômicas da sociedade dos USA, importância da segunda língua para o mercado de trabalho.

14 14 THE IDEOLOGICAL LIMITIATIONS ON FOREIGN LANGUAGE EDUCATION IN THE UNITED STATES Reagan; Osborn (2002) bias in the curriculum (currículo tendencioso) – despertou consciência dos professores e outros educadores alunos em formação são alertados para identificar e retificar

15 15 THE IDEOLOGICAL LIMITIATIONS ON FOREIGN LANGUAGE EDUCATION IN THE UNITED STATES Reagan; Osborn (2002) Ensino língua estrangeira - Ensino tendencioso foi (uqase) elimindao dos livros didáticos e materiais instrucionais - Permancem as tendências ideológicas e culturais que ainda requerem estudos - Preocupaçã com o conteúdo real e o propósito do currículo formal anula elementos importantes

16 16 THE IDEOLOGICAL LIMITIATIONS ON FOREIGN LANGUAGE EDUCATION IN THE UNITED STATES Reagan; Osborn (2002) National Standards in Foreign Language Education Project – 1996 Discussão do termo estrangeira Proposta e tentativa da mudança de nomenclatura Foreign Languages World Languages

17 17 THE IDEOLOGICAL LIMITIATIONS ON FOREIGN LANGUAGE EDUCATION IN THE UNITED STATES Reagan; Osborn (2002) Possibilidade real de uso esbarra Diferença entre a língua da sala de aula e a variação da língua local

18 18 THE IDEOLOGICAL LIMITIATIONS ON FOREIGN LANGUAGE EDUCATION IN THE UNITED STATES Reagan; Osborn (2002) - professor de língua estrangeira (tradutor/interprete ) - geralmente não há condições de verificar o nível de conhecimento real do professor de língua estrangeira - raramente ocorre avaliação da proficiência do professor de língua estrangeira (Brasil Enade – Proposta do EPPLE - Exame de Proficiência para Professores de Língua Estrangeira )

19 19 MAKING THE CASE FOR FOREIGN LANGUAGE EDUCATION Reagan; Osborn (2002) Falta de sucesso no ensino de língua estrangeira barreiras estruturais, organizacionais e ideológicas desenvolver atitudes positivas e disposição para a aprendizagem

20 20 MAKING THE CASE FOR FOREIGN LANGUAGE EDUCATION Reagan; Osborn (2002) Questiona indivíduo educado - necessidade de uma justificativa para sustentar o ensino de língua estrangeira (acompanhar o pensamento e prática educacional atual) - compreender os aspectos que os seres humanos têm em comum - compreender a diversidade que fundamentam a próprio língua assim como o conhecimento é construído e organizado - diversas realidades que os seres humanos vivem e interagem

21 21 MAKING THE CASE FOR FOREIGN LANGUAGE EDUCATION Reagan; Osborn (2002) Questiona indivíduo educado natureza do conhecimento e da sociedade difere estudar língua estrangeira é um direto de todos na sociedade democrática controle do conhecimento, restrição no acesso ao conhecimento é característica principal das sociedades totalitárias modernas, tanto da esquerda como da direita conhecimento de língua e línguas é um pedaço do quebra cabeça – pedaço importante e significativo

22 22 On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000) Metodologia de ensino de língua e a adequação - busca pelo melhor método é infrutífera - planejamento das aulas o professor pensa primeiramente nas atividades

23 23 Editoras; acadêmicos; especialistas externos influência nos professores implementação de um método sem considerar a adequação cultural On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

24 24 Método para ensino de língua é socialmente construído poderá apresentar dificuldades para adaptar em contextos diferentes On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000) social cultural econômico forças políticas

25 25 Breve descrição do CLT – Sullivan (1996) - ensino de língua centrado no aluno On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

26 26 ENSINAR FACILITAR diminuição do poder do professor On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

27 27 aprendizes participam na seleção das tarefas quebra das barreiras hierárquicas (Nunan) On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

28 28 Substituição do termo ALUNO APRENDIZ valorização da expressão individual (importante para a aprendizagem de línguas) On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

29 29 CLT – não é visto como adequado para ensinar línguas em todos os lugares Conflitos culturais On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

30 30 Pennycock (1989): - professores ocidentais consideram os métodos utilizados como sendo superiores - professores de língua estrangeira (outros países) ressentem a imposição dos especialistas nativos da Língua Inglesa On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

31 31 Há muitos benefícios em trabalhar com os métodos de ensino de língua, principalmente aqueles que são contrários a prática já estabelicida. On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

32 32 2 afrontas: 1- achar que o professor é vítima de imposições ideológicas e incapazes de gerenciar o processo de ensino e aprendizagem 2- metodologias novas são superiores às tradicionais On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

33 33 seven is - ideology to inquiry inclusive generalizations - imposition leading to implementation - intactness - immutability On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

34 34 ideology to inquiry métodos de ensino de língua refletem sim posições ideológicas Contato com outros métodos professor reflexivo Trabalhar com os métodos expande o repertório de técnicas On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

35 35 imposition leading to implementation A maneira como um método é implementado dependerá tanto do professor como dos alunos, e ainda o motivo que levam os alunos a estudarem inglês. Imposição do método não garante a implementação. On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

36 36 intactness Falsa ideia queos métodos representam pacotes de formulas intactas para serem aplicadas na prática. O professor afirma que segue um determinado método, porém a sua prática não é condizente com o método adotado. On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

37 37 immutability Aprender a ensinar é um processo de desenvolvimento. Os professores devem desenvolver tanot as suas ideais sobre ensinar assim como suas ações ou técnicas. Os métodos não são imutáveis na prática. On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

38 38 Conclusão Decisões sobre a adequação da metodologia devem ser feitas pelos educadores locais, considerando as necessidades dos alunos. On the appropriateness of language teaching methods in language and development Larsen-Freeman (2000)

39 39 Bibliografia J. Shaw, D.Lubelske, and M. Noullet, On the Appropriateness of Language Teaching Methods in Language and Development, in Partnership and Interaction: Proceedings of the Fourth International Conference on Language and Development, Hanoi, Vietnam, eds. Bangkok: Asian Institute of Technology, N. S. Prabhu (1996). Concept and conduct in language pedagogy. In G. Cook & B. Seidlhofer (Eds.), Principle & practice in applied linguistics (pp ). Oxford: Oxford University Press. Timothy G. Reagan and Terry A. Osborn. When Methodology Fails: a Critical Look at Foreign Language Education - Book Title: The Foreign Language Educator in Society: Toward a Critical Pedagogy. Publisher: Lawrence Erlbaum Associates. Place of Publication: Mahwah, NJ. Publication Year: 2002.


Carregar ppt "O Conceito de Método Ideal Prabhu (1995) Reagan; Osborn (2002) Larsen-Freeman (2000)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google