A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Farrel, Stephen W.; Kampert, James B.; Kohl, Harold W. III;Barlow, Carolyn E.; Macera, Caroline A.; Paffenbarger, Ralph S.Jr; Gibbons, Larry W.; Blair,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Farrel, Stephen W.; Kampert, James B.; Kohl, Harold W. III;Barlow, Carolyn E.; Macera, Caroline A.; Paffenbarger, Ralph S.Jr; Gibbons, Larry W.; Blair,"— Transcrição da apresentação:

1 Farrel, Stephen W.; Kampert, James B.; Kohl, Harold W. III;Barlow, Carolyn E.; Macera, Caroline A.; Paffenbarger, Ralph S.Jr; Gibbons, Larry W.; Blair, Stevens N.

2 O estudo incluiu homens que realizaram exame preventivo completo na Cooper Clinic em Dallas Foi realizado de Dezembro de 1970 a 31 de Dezembro de 1989 Método

3 O exame incluiu: -analises químicas no sangue (glicemia e colesterol) -analises químicas no sangue (glicemia e colesterol) -antecedentes pessoal e familiar -antecedentes pessoal e familiar -antropometria (altura, peso e IMC) -antropometria (altura, peso e IMC) -níveis pressóricos -níveis pressóricos -ECG -ECG -Teste de esteira -Teste de esteira Obs: fumantes foram definidos como aqueles que fumam ou pararam de fumar nos últimos 2 anos do inicio do estudo, e não fumantes aqueles que nunca fumaram ou pararam de fumar há 2 anos do inicio do estudo Método

4 Análise Foram estabelecidos 3 grupos em relação a quantidade de exercício cardiorespiratório: - Pouca pratica - Pouca pratica - Moderada pratica - Moderada pratica - Grande pratica - Grande pratica

5 Foram classificados em: -Saudáveis -Saudáveis -Não Saudáveis: doença crônica de base ou anormalidade no ECG em repouso ou exercício -Não Saudáveis: doença crônica de base ou anormalidade no ECG em repouso ou exercício Análise

6 Divididos em dois grupos em relação níveis de pressão, colesterol, glicemia, IMC: -Categoria de alto risco -Categoria de alto risco -Categoria de baixo risco -Categoria de baixo risco Análise

7 Foram comparadas as categorias de baixo e alto risco para risco de morte na DCV em cada um dos 3 grupos de atividade física. Análise

8 Nível de pressão, IMC e glicemia: atividade física influenciou apenas nos pacientes com níveis normais, diminuindo risco de morte DCV Colesterol, cigarro, saudável: atividade física influenciou em ambas categorias (alto e baixo risco), diminuindo risco de morte DCV Resultados

9 Pelo estudo, homens que praticam pouca quantidade de exercício tem um RR de 1.7 de morrer de DCV Esse RR é similar ao de pessoas com colesterol alto (RR=1,65) e de fumantes (RR=1,57), e é maior do que de pessoas com pressão sistólica elevada (RR=1,34) Resultados

10 Somente a presença de um ECG alterado (RR=3,01) e doenças crônicas (RR=2,52) tem um risco maior do que a falta de exercícios Isso mostra que pequena quantidade de exercício físico é fator forte e independente de morte cardiovascular Resultados

11 Quando nenhum fator de risco para DCV está presente, níveis moderados a altos de exercício cardiorrespiratório resultam em uma diminuição importante do risco de morrer por DCV em relação a pessoas com baixa atividade Resultados

12 No entanto, quando há múltiplos fatores de risco (2 ou mais), mesmo com elevado nível de exercício cardiorrespiratório, não há uma proteção efetiva Resultados

13 José Orestes Prati


Carregar ppt "Farrel, Stephen W.; Kampert, James B.; Kohl, Harold W. III;Barlow, Carolyn E.; Macera, Caroline A.; Paffenbarger, Ralph S.Jr; Gibbons, Larry W.; Blair,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google