A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dr. Pedro Ming Azevedo

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dr. Pedro Ming Azevedo"— Transcrição da apresentação:

1 Dr. Pedro Ming Azevedo

2 Conceitos Exames laboratoriais Imagens Tempo: 50 min

3

4 Resultados devem ser interpretados dentro de um quadro clínico amplo Os exames mais úteis são aqueles que procuram responder a uma pergunta específica Prevalência ~ 60/ ; Like Lihood Ratio p/ Imuno-fluorescência (IF) ~ 5,6. Clinica Chimica Acta 397 (2008) 77–81 IF para Vasculites associadas ao ANCA

5 Na doença Causal Protetor Epifenômeno Para o clínico Screening Diagnóstico Estadiamento e prognóstico Marcador de atividade

6

7 VHS; PCR; EFP; Ferritina, Plaquetas Inespecíficos Diagnóstico Marcador de atividade Prognóstico Screening

8 Produção hepática de proteínas Fibrinogênio (assimetria de cargas) Imunoglobulinas (assimetria de cargas) Inflamação, infecção, para-neoplásico Queda de albumina (-) e HT (-) Hemodiluição Falsos +s DM, IRC, Gestação (fibrinogênio), Obesidade (IL-6) Falsos –s ICC, A. falciforme, Crioglobulinas Valores normais: Homens: idade/2 Mulheres: (idade+10)/ Técnica de Westergren

9 Proteína de fase ativa Sensível; inespecífico Elevação em 4-6hs, normalização em ~ 7 dias Correlação com VHS não obrigatória Menos influenciável que VHS Nefelometria X Elisa Normal 0,2 – 1mg/dl Alterado (ultra- sensível) > 3mg/dl – risco cardíaco

10 Albumina Banda alfa α 1 - α 1 antitripsina; α 1 glicoproteína ácida α 2 - α 2 macroglobulina; α 2 antiplasmina; haptoglobina; ceruloplasmina. Banda beta (β) Transferrina; LDL; Complemento Banda gama (γ) Imunoglobulinas

11 Dças Inflamatórias Crônicas Trombocitose e elevação reativa de Ferritina Trombopoetina e Ferritina junto com proteínas de fase ativa Ferritina, como a Ceruloplamina, funciona como antioxidantes inibindo a cascata oxidativa

12 PROPRIEDADE de um anticorpo (AC) e não um AC específico AC (IgM > IgG, IgA) X porção FC de ACs Provável papel no clareamento de ACs e Imuno- complexos (IC) Presença prolongada de IC e hiper-gama Dças inflamatórias crônicas > agudas Infecciosas Neoplasias Dças Linfoproliferativas Crioglobulinemias Idade

13 Na Artrite Reumatóide (AR) Estabelecida: 70% Precoce: 50% Doença agressiva e extra-articular Título importa para o prognóstico Não é marcador de atividade

14 1- ARTHRITIS & RHEUMATISM (1): 36–45 2- Clin. Chem. 53 (3): 498–504 CCP no colágeno I e II Patogênese? Sensibilidade AR precoce: ~ 58% 1 – 70% 2 AR Estabelecida: ~ 59% % 2 Especificidade ~ 88% % 1 Prognóstico Melhor preditor de dça EROSIVA que FR (tratamento?) Não correlacionado a dça extra-articular

15 Imuno Fluorescência Indireta Condições Clínicas Pacientes FAN + (%) FAN importante para o diagnóstico LES Esclerose Sistêmica97 Poli/Dermatomiosite40-80 Síndrome de Sjögren48-96 FAN necessário para o diagnóstico LES por Droga100 DMTC100 Hepatite autoimune100 AC no soro do paciente AC + Fluoresceína X AC Célula HEP-2 Luz Fluorescente HEP-2

16 Condições ClínicasPacientes FAN + (%) FAN útil para o diagnóstico Artrite Idiopática Juvenil Sindrome do Anticorpo Anti- fosfolípide Raynaud primário20-60 Presença em NORMAIS (> com idade e sexo feminino) 1: : :1605 1:3203 Condições ClínicasPacientes FAN + (%) FAN SEM utilidade Lupus Discóide5-25 Fibromialgia15-25 Artrite Reumatóide30-50 Parentes de indivíduos com doenças auto- imunes 5-25 Esclerose Múltipla25 Purpura Trombocitopênica Idiopática Dça Tireoideana30-50 Implantes de silicone15-25 Doenças InfecciosasVariação extensa MalignidadesVariação extensa Adaptado de: American College of Pathologists. Arch Pathol Lab Med 124:71-81, 2000.

17

18

19 TipoDescriçãoAssociaçãoFreq.Especif. Anti-dsDNADNA nativoLES (altos títulos)75%++++ Atividade, agressividade, doença renal Anti-P- RibossomalRibossomoEspecífico LES, Neuro-LES10%++++ Anti-histona5 tipos LES (raramente o único)60%+ LES por droga, outras doenças autoimunes Anti-ENA Sm + RNP Anti-SMRibonucleoproteinasLES30%+++++ RNPRibonucleoproteinasDça Mista Tecido Conectivo (Definição)100% LES30%+ Esclerodermia, Miosites, AR Menos dça pulmonar e renal AnticardiolipinaCardiolipinaS. Anticorpo Anti-fosfolípide (SSAF)+ LES30++ AnticoagulanteOutros fosfolípidesS. Anticorpo Anti-fosfolípide (SSAF)++ Lúpico (ALA)LES25%++

20 TipoDescriçãoAssociaçãoFreq.Especif. Anti-SSA (Ro)RibonucleoproteinasLES (cutaneo, neonatal, LES FAN -)30%+ Sjögren45%++ Anti-SSB (La)RibonucleoproteinasLES, LES neonatal10%+ Sjögren50%++ Anti-centromero Centrômero /Esclerodermia CinetocorLimitada, hipertensão pulmonar80%++++ esclerose biliar 1aria Anti-Scl 70DNA -Esclerodermia30%++++ Topoisomerase-1Difusa, fibrose pulmonar+++ Anti-Jo-1 Histidil tRNA sintetasePoli/dermatomiosite30% Pneumopatia intersticial; Raynaud; Mãos de Mecânico; Artrite; Resistência ao tratamento Anti-PM-SclNucléoloSobreposição Polimiosite/sclerodermia25%+++ Anti-Mi-2NucléoloDermatomiosite, Rash, prognóstico favorável10%

21 Anti-Cardiolipina (ACl); Anti-Coagulante Lúpico (ALA); Anti-b2-Glicoproteína-1 (Ab2G1) 1-6% da população em geral Risco relativo Trombose: Acl = 2, ALA =10 SAAF 1ario -> Dça. TC ~ 8% 50% dos pacientes com SAAF têm LES

22 Alvo: grânulos azurófilos Imunofluorescência (IFI) p-ANCA: 10% - Mieloperoxidase (MPO) c-ANCA: 90% - Proteinase-3 (PR3) AR, LES, Miosites, Fibrose Cística, Endocardite, HIV, Colites Inflamatórias, Drogas ELISA: confirmação necessária > 99% especificidade para vasculites pequenos vasos pauci- imunes c-ANCA p-ANCA

23 Prognóstico: Na GW PR3 associado: Dça + agressiva e refratária VVAASS + Pulmão + Rins Dça extra-renal, granulomas Recidivas e mortalidade Atividade: Imunofluorescência: 48% das elevações [ANCA] resultaram em surtos 51% dos surtos precedidos por elevações [ANCA] Elisa 92% dos surtos precedidos por elevações [ANCA] Sensibilidade do ANCA nas Vasculites de Pequenos Vasos. Firestein: Kelley's Textbook of Rheumatology, 8th ed

24 Permeabilidade Vascular, quimiotaxia, lise celular, imunocomplexos, clareamento e opsonização CH50 (Complemento Total) Integridade via clássica C3 e C4 [ ]s caem com consumo (LES, Endocardite, GN pós-estreptococcica...) [ ]s sobem em inflamação Marcador (modesto) de atividade em LES Deficiência genética de C1-4: propensão para dças por imuno-complexos C4<<

25 Imunoglobulinas que precipitam reversivelmente a baixas temperaturas Tipo I: IgM monoclonal Dças linfoproliferativas Não ativam complemento Hiperviscosidade (obstrução arteríolas, extremidades, olhos, SNC) Tipo II: IgG policlonal e IgM monoclonal Tipo III: IgG e IgM policlonais Tipo II e III: Associadas ao VHC e infecções crônicas Vasculites de pequenos vasos IgM tem atividade FR Coleta e dosagem tecnicamente difíceis

26

27 ExameResolução Espacial Resolução de Contraste CustoRadiaçãoDisponibi -lidade RX TC TC alta resol USG RNM Cintilografia Resolução Espacial = Detalhes ósseos e pequenas calcificações Resolução de contraste = Diferenciar estruturas de partes moles

28 Exame inicial Radiografia Digital Incidência Posição Carga

29 Áreas de anatomia difícil Carpo, tarso, sacro-ilíacas, esterno-clavicular, tórax, abdome, pelve, coluna. Convencional Comum Alta resolução Cortes finos Espiral Comum Reconstrução 3D Multislice TC TC alta resol

30 Partes Moles Cartilagem, Músculos, Tendão, medula óssea Detalhes ósseos Micro-fraturas, edema ósseo Coluna (Hérnia discal) Limitações: Custo, disponibilidade, tempo, Metal, claustrofobia Calcificações, pulmão Contraste (Insuficiência Renal) T1= tempo de alinhamento dos spins Gordura em branco T2 = tempo de desalinhamento Água em branco RNM

31 Não específica; sensível Tecnécio 99m O mais comum Formação óssea, deposição de cálcio e alto fluxo sanguíneo Osteomielite, osteonecrose, fratura de stresss, Tecnécio 99m Enxofre-coloidal Sistema retículo-endotelial (fígado, baço, medula óssea). Gálio 67 Processos inflamatórios e (certos) neoplásicos Leucócitos Marcados com Índio 111 Sítios inflamatórios Osteomielite em sítios inflamatórios (p.e. fraturas)

32 Indicações Partes moles Fluidos, coleções, edemas, espessamentos Erosões precoces Guia para punções Limitações Examinador dependente Estruturas superficiais Dinâmico Osso

33 Define Osteoporose Determina conduta Indicações: Mulheres > 65 anos Mulheres < 65 anos ou + 1 fator de risco Idade avançada Fratura prévia Corticoesteróides Baixo peso (< 58 kg) Mulheres ou homens com fratura ou OP 2aria Hipogonadismo, menopausa precoce, Sd. Mal absorção, Dça hepática crônica, Dça Inflamatória intestinal. História familiar de fratura de fêmur Tabagismo Alcolismo AR

34 Dr. Pedro Ming Azevedo


Carregar ppt "Dr. Pedro Ming Azevedo"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google