A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Serje Schmidt nov-131Serje Schmidt Seminário desenvolvido para.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Serje Schmidt nov-131Serje Schmidt Seminário desenvolvido para."— Transcrição da apresentação:

1 Serje Schmidt nov-131Serje Schmidt Seminário desenvolvido para

2 Gerenciamento Estratégico TI e Vantagem Competitiva Uso Estratégico da TI Alinhamento Estratégico Sistemas de Gestão - ERP nov-132Serje Schmidt

3 Estratégia de TI Análise processos de negócio Desenho (próprio) Desenho (próprio) Implementação (própria) Implementação (própria) Desenho (terceirizado) Desenho (terceirizado) Aquisição e configuração ERP Implementação (terceirizada) Implementação (terceirizada) Implementação ERP Estratégia do Negócio Estratégia das Áreas de Negócio Definição de hardware e infra-estrutura de rede nov-133Serje Schmidt

4 É a incorporação da visão estratégica na gestão diária Gerenciamento estratégico é o processo pelo qual: Organizações analisam e aprendem a partir dos seus ambientes interno e externo Estabelecem direcionamento estratégico Criam estratégias para mover a organização naquela direção, e Implementam estas estratégias Tudo em um esforço para satisfazer as partes interessadas nov-134Serje Schmidt

5 OrganizaçãoOrganização Intermediários Financeiros Governo Comunidades Locais Concorrentes Fornecedores Clientes Grupos Ativistas Sindicatos Imprensa Acionistas Funcionários nov-135Serje Schmidt

6 Se devemos atender a todos, como medir desempenho? Retorno sobre o investimento (acionistas) Necessidades dos clientes Motivação dos funcionários Etc. (outros stakeholders) nov-136Serje Schmidt

7 nov-13Serje Schmidt7 Marketing Recursos Humanos Contabi- lidade Financeiro Compras Clientes Acionistas Governo Funcionários Fornecedores Monitoramento do Desempenho e Gerenciamento Estratégico

8 Estratégia de criação de valor e diferenciação sob a perspectiva do cliente Do Cliente Estratégia de crescimento, rentabilidade e risco sob a perspectiva do acionista Financeira Prioridade para criação de clima propício à mudança organizacional, à inovação e ao crescimento Aprendizado e crescimento Prioridades estratégicas de vários processos de negócio que criam satisfação para clientes e acionistas Interna Empresa deve adotar as perspectivas que são relevantes para a SUA estratégia Outras perspectivas... nov-138Serje Schmidt

9 Acionista: lucro por ação retorno do investimento Cliente: produtos e serviços de qualidade com baixos preços Funcionários: bom salário e ambiente de trabalho agradável Governo: arrecadação de impostos Comunidade: ausência de poluição, geração de empregos Como atender a todos??? nov-139Serje Schmidt

10 Competência exclusiva da empresa Não pode ser imitada pela concorrência Gera posição de mercado superior Duradoura (sustentável) nov-1310Serje Schmidt

11 OportunidadesAmeaçasForçasFraquezas nov-13Serje Schmidt11 INTERNO EXTERNO AMBIENTES Perspectiva tradicional Melhor adaptação da organização ao seu ambiente (Porter, 1980) Visão Baseada em Recursos Posse de recursos, habilidades e competências (Barney, 1991)

12 Pesquisa: empresas brasileiras durante 14 anos atuando em 505 setores industriais diferentes (Moraes, 2006)Moraes, 2006 Fator Geral Primário Manufat. Comércio Serviços Empresa 20,50%17,90%27,80%20,90%14,90% Controladora 5,30%10,50%6,40%0,70%5,70% Indústria 8,00%2,70%4,70%9,20%10,40% Ano 2,50%8,10%4,30%6,50%1,20% Indústria e ano 6,90%9,30%2,70%13,30%8,40% nov-1312Serje Schmidt

13 Tem valor? Desvantagem competitiva É raro? É difícil de imitar? Paridade competitiva Vantagem competitiva temporária Vantagem competitiva sustentável Não Sim nov-1313Serje Schmidt

14 Avaliando a TI: Tem valor? É raro? É difícil de imitar? A Tecnologia da Informação, por si só, não é fonte de vantagem competitiva nov-1314Serje Schmidt

15 No entanto... O não (ou mau) uso da TI pode causar perda de competitividade! nov-1315Serje Schmidt

16 Gerenciamento, Coordenação e Liderança de TI TI Pessoas Processos internos Eficientes e eficazes Competentes e motivadas Conhecedoras da estratégia da empresa e seu ambiente competitivo Foco na qualidade da informação maior que na tecnologia nov-1316Serje Schmidt

17 Foco do Gestor de TI: Suporte à vantagem competitiva da empresa Combinação de TI com outros recursos (ex.: competência em relacionamentos) potencializa a vantagem competitiva Gestão de Competências I da TI qualidade da informação Gestão de TI pessoas nov-1317Serje Schmidt

18 Estratégia de TI Estratégia do Negócio Estratégia de Baixo CustoEstratégia de DiferenciaçãoEstratégia de InovaçãoEstratégia de CrescimentoDesenvolver Alianças nov-1318Serje Schmidt

19 Estratégia de Baixo Custo Reduzir substancialmente custos dos processos empresariais (gestão por processos + ERP) Automatizando tarefas Integrando processos internos Otimizando a sincronia dos processos Reduzir custo dos clientes e fornecedores (EDI + competência em relacionamentos) Pesquisar e registrar flutuações nos preços de mercado (sistema de BI) nov-1319Serje Schmidt

20 Estratégias de Diferenciação Subsidiar a identificação de novos segmentos e nichos de mercado (data mining + sistema especialista + competência em marketing) Identificar atributos de produto/serviço não explorados (suporte à pesquisa de concorrentes) Criar serviços diferenciados baseados em informação (CRM + data mining) Sustentar a confiabilidade dos serviços no longo prazo suporte à imagem (ERP + CRM + gestão por processos) nov-1320Serje Schmidt

21 Estratégia de Inovação Criar novos produtos e serviços que incluam componentes de TI Desburocratizar pensar mais sobre o negócio ao invés de executar o negócio (gestão por processos + ERP) Incentivar a cultura de gestão por processos (competência em relacionamentos) Alterar mais profundamente os processos de negócio (simuladores de processos + ERP + visão sistêmica + mensuração de riscos) nov-1321Serje Schmidt

22 Estratégia de Crescimento Padronização de processos controle de novas unidades de negócio (gestão por processos + ERP + WAN) Vendas online (Internet) em novos mercados (E- Commerce + ERP + competência logística) Desenvolvimento de novos produtos Integração com distribuidores (ERP + EDI + competência logística) nov-1322Serje Schmidt

23 Desenvolver Alianças Potencializar a sinergia entre as empresas Oportunizar a troca de experiências e conhecimento Colaboração virtualizada em projetos comuns (CAD ou outras aplicações + WAN) Desenvolvimento de sistemas compartilhados (competência de relacionamento e padronização de métodos) Integração de informações da cadeia logística (EDI + ERP + competência em relacionamentos) nov-1323Serje Schmidt

24 Adequação estratégica Elementos do PE considerados no PETI Ex.: pessoas, finanças, estrutura, mercado, unidades de negócio, etc. Integração funcional Processos de negócio operacionalizados nos SI Ex.: compras, produção, finanças, recursos humanos, etc. Integração informacional Consistência entre objetivos do negócio e informações dos SI para seu monitoramento e controle Sincronização de ações Etapas do PE + etapas do PETI Instrumentação da gestão Ferramentas de SI para suporte ao negócio: ERP, CRM, BI, etc (Brodbeck, 2003) nov-1324Serje Schmidt

25 Objetivos organizacionais Objetivos da TI Vendas Recursos Humanos Produção nov-1325Serje Schmidt

26 nov-1326Serje Schmidt

27 Modelos de alinhamento estratégico propostos não são suficientes para explicar desempenho da TI Fracassos dos projetos ainda são constantes Considerar Competência em gerência de projetos (PMI) Grupos de poder e interesses desses grupos Moda x objetivos substanciais para TI nov-1327Serje Schmidt

28 Objetivos Integrar a organização em um sistema único Acelerar as decisões Padronizar os processos Monitorar o desempenho da organização

29 Resultados incompatíveis com os investimentos Atrasos crônicos Orçamentos significativamente estourados Após um ano de implantação: Decisões postergadas Clientes reclamando Acionistas impacientes Usuários em desespero Organização com sentimento que seus processos não poderão ser contemplados no sistema (a organização tem que se adaptar ao sistema)

30 Decisão de adotar ERP baseada em modismos, emoções e pressões políticas Achar que a TI vai resolver os problemas de gestão Implementação com visão reducionista É um problema da área de TI Desconsidera a complexidade da mudança organizacional Consultores inexperientes e que não conhecem a empresa Usuários despreparados

31 Competências da liderança do processo (comitê) Gerência de projetos (PMI) Liderança Suporte político Conhecimento de TI Equipe Usuários-chave Conhecimento amplo e ao mesmo tempo detalhado do processo (visão sistêmica) Perfil de liderança (não se deixar levar pelo consultor) Normalmente são funcionários caros para cada área Equipe interna de TI Possibilidades de configuração do ERP Custos de customização

32 ParametrizaçãoCustomização É a alteração de parâmetros no sistema que permite a modificar a sua forma de funcionamento. Ocorre quando um processo do sistema não funciona conforme a empresa necessita, mesmo alterando seus parâmetros Não é necessário alterar códigoÉ necessário alterar o código do sistema Usuário mesmo pode fazerTécnico de informática deve fazer Baixo custo e riscoAltíssimo custo e risco Não atrasa o cronogramaPode atrasar muito o cronograma Novas versões do ERP podem ser baixadas sem problemas Novas versões do ERP precisam ser customizadas novamente Alterações de legislação, necessidades do usuário, etc. podem ser feitas sem problemas Alterações precisam rever processos customizados Não é necessário se preocupar com processos relacionados Processos relacionados podem necessitar de customização para integração

33 nov-13Serje Schmidt33 VendasLogísticaP&DComprasManufatura Estratégia Empresarial Paridade competitiva Vantagem competitiva Vantagem competitiva sustentável Paridade competitiva ERP padrão ERP Customizado ERP Customizado ou Desenv. Interno ERP padrão

34 Detalhes do processo atual Detalhes do novo processo Estratégia da área de negócio Estratégia da empresa Abstração! Síntese! Caminho perigoso! Regra 1: Não se preocupe com pequenas coisas Regra 2: Tudo são pequenas coisas!

35 BARNEY, J. B. Firm Resources and Sustained Competitive Advantage. Journal of Management, v.17, n.1, p BRODBECK, A. F. et al. Alinhamento entre Objetivos Organizacionais e Sistemas de Informação: Um Estudo de Múltiplos Casos. In: Encontro Nacional da ANPAD. Anais., DYER, J. H.; SINGH, H. The Relational View: Cooperative Strategy and Sources of Interorganizational Competitive Advantage. The Academy of Management Review, v.23, n MORAES, E. A. D. Análise do Desempenho de Empresas Brasileiras Utilizando Modelos de Componentes de Variância. In: Encontro Nacional da ANPAD. Anais., PORTER, M. E. Competitive Strategy: Techniques for Analyzing Industries and Competitors. New York: Free Press nov-1335Serje Schmidt


Carregar ppt "Serje Schmidt nov-131Serje Schmidt Seminário desenvolvido para."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google