A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA SOBRE A DISSERTAÇÃO DA FUVEST E DEMAIS TEXTOS DESSE GÊNERO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA SOBRE A DISSERTAÇÃO DA FUVEST E DEMAIS TEXTOS DESSE GÊNERO."— Transcrição da apresentação:

1 AULA SOBRE A DISSERTAÇÃO DA FUVEST E DEMAIS TEXTOS DESSE GÊNERO

2 UNICAMP Gênero - três opções: dissertação, narração e texto persuasivo (carta argumentativa) Presença de coletânea, a ser instrumentalizada no texto Expectativa: avaliar comportamento diante de uma situação-problema e capacidade de selecionar e desenvolver o projeto de texto

3 FUVEST Gênero: dissertação Expectativa: domínio de recursos lingüísticos necessários para a composição de texto coerente, em linguagem formal Fuga completa ao tema proposto e não observância do gênero exigido: nota zero Aspectos valorativos: pertinência da elaboração do tema, capacidade crítica e argumentativa, maturidade e inventividade

4 FUVEST e os temas filosóficos 2000 – Estrangeirismo 2001 – Preconceito (Nazismo) 2002 – Geração que influenciou a sua formação 2003 – Auto –estima do povo brasileiro 2004 – Tempo 2005 – Catracas – descatracalização 2006 – Trabalho 2007 – Amizade

5 DESCATRACALIZAÇÃO O que é? Des catraca izar (ção) prefixo sufixos O que é uma catraca?

6 (CONTROLE) - PALAVRA CHAVE DESCATRACALIZAR = DES (NÃO) = NÃO CONTROLE ROMPER COM OS CONTROLES

7 TIPOS DE CONTROLE BIO = VIDA (FÍSICO) POLÍTICO-SOCIAL (IDEOLÓGICO) Controle físico e mental

8 INTITUIÇÕES QUE NOS CONTROLAM FAMÍLIA IGREJA ESTADO ESCOLA * MÍDIA

9 PERGUNTAS Podemos viver sem determinados controles? A sociedade pode viver sem controle? Podemos diminuir os controles? Como? Por quê? Quais as vantagens? Quais as desvantagens?

10 Passagem livre Uma definição de catraca diz que ela é um instrumento usado para controlar o movimento de pessoas. Na observação da vida, a catraca pode se mostrar de várias formas, não como um instrumento físico, mas com o mesmo fim de controlar os indivíduos. O fato é que colocamos outros nomes e, muitas vezes, não percebemos que estamos passando por catracas invisíveis, que controlam todas as ações, pensamentos e decisões do indivíduo dentro da sociedade.

11 Uma forma simples de vermos a ação de uma catraca invisível é o desempenho da mídia para controlar a mente dos indivíduos, através de programas de rádio, televisão ou mídia impressa. As pessoas que detêm o poder tentam incutir alguns valores na cabeça dos indivíduos, os quais passam a atuar como verdadeiras catracas. Temos como exemplo o preconceito crescente na sociedade, que

12 é uma forte catraca a ser derrubada. Outra catraca a ser abolida é a que o dinheiro impõe. Essa tem suas raízes na estrutura imposta pelos governantes. A partir do fato de não haver uma verdadeira igualdade na distribuição da renda, forma-se uma grande barreira a ser transposta pelos que ficam com as menores

13 parcelas ou, às vezes, nenhuma. Figura aí a mais forte catraca que não só controla o movimento das pessoas, mas impede que muitos passem ao outro patamar, pois a realidade é que, numa sociedade como a nossa, indivíduos que não têm uma boa parcela da renda estão fadados a passarem

14 A vida na mesma miséria social, desde que não burlem o sistema, como fazem os desonestos. A descatracalização faz-se necessária em todos os aspectos da vida do ser humano, não só no mental ou social, mas no sentimental, no físico e no acadêmico.

15 Poderá ser concretizada caso todos os cidadãos passem a ter iguais oportunida- des de estudo, de trabalho e de informação. Ou seja, uma reestruturação de todos os valores dos indivíduos, tanto governantes como governados, poderá promover igual- dade entre as pessoas e a passagem livre

16 entre todas as pessoas e a passagem livre em todas as catracas da vida.

17 COMO INICIAR UM TEXTO? LER O TEMA VÁRIAS VEZES; FAÇA VÁRIAS PERGUNTAS SOBRE O MESMO:

18 O QUE É? QUANDO? POR QUÊ? COMO? PARA QUÊ? QUAIS OS ASPECTOS POSITIVOS? QUAIS OS ASPECTOS NEGATIVOS? QUAIS AS CAUSAS? QUAIS AS CONSEQÜÊCIAS?

19 QUAL A SUA TESE? Esquema dissertativo clássico Introdução (Tese / Ponto de vista) Desenvolvimento (Argumentação) Conclusão (Reafirmação do ponto de vista)

20 Exemplo com as três partes identificáveis Tese – Em qualquer trabalho físico, até o mais mecânico e degradado, existe um mínimo de atividade intelectual criadora.

21 Desenvolvimento – Todos os homens são intelectuais pode-se dizer; mas todos os homens têm na sociedade a função de intelectuais. Não se pode separar o Homo faber do homo sapiens. Todo homem, fora de sua profissão, exerce alguma atividade intelectual, é um filósofo, um artista, um homem de gosto, participa de uma concepção de mundo, tem uma linha de conduta moral.

22 Conclusão – (Todo homem) contribui para manter ou modificar uma concepção do mundo, isto é, para suscitar novos modos de pensar. Antônio Gramsci – Os intelectuais e a organização da cultura.

23 COMO PODEMOS DESENVOLVER PARÁGRAFOS ARGUMENTATIVOS Tópico frasal – viver em cidades tornou-se um grande desafio; Frase de desenvolvimento – em qualquer hora, seja quem for, as pessoas são vítimas das mais variadas formas de violência

24 Exemplos Dados estatísticos Fatos exemplos

25 FRASE DE CONCLUSÃO É importante que comunidade e governo tornem-se aliados na criação de medidas para mudar essa situação.


Carregar ppt "AULA SOBRE A DISSERTAÇÃO DA FUVEST E DEMAIS TEXTOS DESSE GÊNERO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google