A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROJETO DIREITOS HUMANOS EM TEMPOS DE DESUMANIZAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROJETO DIREITOS HUMANOS EM TEMPOS DE DESUMANIZAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 PROJETO DIREITOS HUMANOS EM TEMPOS DE DESUMANIZAÇÃO

2 AÇÕES DESENVOLVIDAS: O projeto contou com ações distintas, porém, intrinsecamente relacionadas: o o 1ª) Formação de professores(a) e gestores(a) da educação básica; o o 2ª) Fortalecimento do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos (CEEDH); o o 3ª) Realização do Cadastro Institucional de experiências em Educação em Direitos Humanos; o o 4ª) Criação de um Núcleo de Extensão Universitária em Educação em Direitos Humanos (NUEDH)

3 1ª AÇÃO: FORMAÇÃO DE PROFESSORES(A) E GESTORES(A) DA EDUCAÇÃO BÁSICA o 1.1 Público: 40 professores(a) e gestores(a) da educação básica de 13 (treze) municípios da região do Alto-oeste potiguar, além da participação de outros atores sociais que atuam em instituições públicas de educação não-formal: Pastoral da Criança; Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte - SINTE-RN; 15ª Diretoria Regional de Educação e Desportos - DIRED; Secretarias Municipais de Assistência Social de alguns municípios da região. o 1.2 Carga Horária: 80 horas/aula.

4 1.3. FASES DO PROCESSO DE FORMAÇÂO DOS (A) PROFESSORES(A) E GESTORES(A) DA EDUCAÇÃO BÁSICA: o 1ª: Organização e sistematização das atividades propostas pela coordenação geral e bolsistas selecionados; o 2ª: Preparação das oficinas pelos(as) facilitadores (as), com apresentação do plano de trabalho. Estes foram auxiliados(as) pelas bolsistas em todos os momentos da atividade; o 3ª : Divulgação da atividade na rede pública de ensino e sensibilização do público-alvo (professores/as do ensino fundamental em exercício e gestores/as dos sistemas municipal e estadual de ensino); o 4ª: Execução das atividades, com realização de oficinas e seminários, totalizando uma carga horária de 80 horas/aula; o 5ª: Acompanhamento e sistematização das atividades realizadas pelos(a) cursistas (a) nas escolas e municípios, durante e após ao realização do curso;

5 1.4. FULCRO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO CURSO: o 1. A educação em direitos humanos, considerando: a indivisibilidade, a universalidade e a interdependência dos Direitos Humanos; o 2. A educação em direitos humanos como um direito fundamental e seus princípios; o 3. A educação em direitos humanos nas declarações internacionais de proteção dos direitos humanos: fundamentos filosóficos, éticos e políticos; o 4. A conjuntura internacional e a década da educação em direitos humanos ( ); o 5. A conjuntura nacional e a institucionalização do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos; Principais temas do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos; o 6. Apresentação dos programas governamentais (federal, estadual e municipal) em Direitos Humanos.

6 7. As diretrizes da LDBEN 9394/96 em relação aos princípios da educação em direitos humanos; 8. Fundamentos teórico-metodológicos em relação à educação em direitos humanos e o projeto político pedagógico da escola; 8.1. Literatura e Direitos Humanos 9. Estatuto da Criança e do Adolescente Indisciplina e violência na escola; 9.2. Rebeldia e delinqüência juvenil: desmistificando o ECA 10. Temas transversais; Preconceito e discriminação étnico-racial e de gênero; Sexualidade e orientação sexual; Diversidade e pluralidade: a escola do campo e a da cidade 11. Oficina de produção de textos a partir da experiência desenvolvida.

7 2ª Ação: FORTALECIMENTO DO COMITÊ ESTADUAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS (CEEDH); 2.1. Realização de Seminários Temáticos de Educação em Direitos Humanos,nas cidades com Campi da UERN (Mossoró, Pau dos Ferros e Caicó), reunindo os diferentes atores sociais envolvidos em atividades de educação em direitos humanos. Constituíram-se fases dessa ação: 1ª : estratégias de divulgação, mobilização e organização; 2ª : formação dos grupos de trabalho, incluindo representações do CEEDH/RN; 3ª : sistematização do trabalho. 4ª : Visita às cidades.

8 2.2. FULCRO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS JORNADAS: o A educação em direitos humanos, considerando: a indivisibilidade, a universalidade e a interdependência dos Direitos Humanos; o A educação em direitos humanos como um direito fundamental e seus princípios; o A educação em direitos humanos nas declarações internacionais de proteção dos direitos humanos: fundamentos filosóficos, éticos e políticos; o A conjuntura internacional e a década da educação em direitos humanos ( ); o A conjuntura nacional e a institucionalização do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos; Principais temas do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos; o Apresentação dos programas governamentais (federal, estadual e municipal) em Direitos Humanos. o Estratégias de Construção do Plano Estadual de Educação em Direitos Humanos.

9 3ª AÇÃO: CADASTRO INSTITUCIONAL Considerando-se os principais temas do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos, efetivou-se o cadastro nos seguintes contextos: Considerando-se os principais temas do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos, efetivou-se o cadastro nos seguintes contextos: o 1. Educação Básica: Secretaria Municipal de Educação (Natal-RN); o 2. Educação Superior: UERN; o 3. Educação Não-formal: Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente-CACA; Centro Direitos Humanos e Memória Popular- CDHMP; Pró-Cidadania; Centro de Estudo, Pesquisa e Ação Cultural- CENARTE; EMATER-Pau dos Ferros; CEPEAM; FUNDAC-Pau dos Ferros; APAE-Pau dos Ferros; CREAS-Pau dos Ferros; Pastoral da Criança-Pau dos Ferros; ABJOM-Pau dos Ferros; o 4, Educação dos Profissionais dos Sistemas de Justiça e Segurança: Ouvidoria de Polícia do RN; Escola da Magistratura do Rio Grande do Norte(ESMARN); Complexo Penal Regional de Pau dos Ferros/RN o 5. Educação e Mídia: não houve cadastro.

10 RESULTADOS ALCANÇADOS: o Divulgação do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos (PNEDH), através do curso de formação para professores(as) e gestores(as), mas, também, da articulação, através do NUEDH/DE/CAMEAM/UERN, com profissionais dos Sistemas de Justiça e Segurança Pública, da mídia e segmentos organizados da comunidade; o Inserção nos processos de formação continuada de professores/as e gestores/as da rede pública, na região, de abordagens teórico- metodológicas em educação em direitos humanos ; o Participação nas discussões educacionais da/na região, particularmente dos sistemas municipais de ensino público, focando- se a perspectiva da educação em direitos humanos como eixo norteador dos projetos políticos pedagógicos das escolas;

11 o Inclusão, no processo de redimensionamento curricular do Curso de Pedagogia da UERN, as disciplinas Educação em Direitos Humanos e Educação e Movimentos Sociais, como áreas de aprofundamento e diversificação de estudos, no currículo de Pedagogia/Campus de Pau dos Ferros/UERN. o Criação do Núcleo de Educação em Direitos Humanos – NUEDH, vinculado ao Departamento de Educação – DE/CAMEAM/UERN, constituindo-se num grupo, permanente e interdisciplinar, de estudos e práticas extensionistas cuja missão é desenvolver práticas de extensão universitária no campo da educação em direitos humanos, indissociando- se a pesquisa e o ensino; o Fortalecimento do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos – CEEDH/RN, adotando-se como estratégias direcionadas para a estruturação e fortalecimento do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos do RN, segunda ação proposta pelo Projeto, realizamos, em parceria com esse Comitê, as seguintes ações:

12 - Lançamento do Plano Nacional de EDH na Assembléia Legislativa do Estado (04/05/07); - Reuniões com o Comitê Estadual de DHs do RN; - Processo de elaboração da Home-page do Comitê Estadual de DHs do RN; - Realização de visitas nos municípios para planejamento das Jornadas de EDHs. Foram desenvolvidas, ainda, com vistas ao fortalecimento do CEEDH, reflexões subsidiadoras do estabelecimento de ações que visam, tanto à descentralização das ações no desenvolvimento do projeto, quanto à necessidade de funcionalidade do Comitê, de forma a garantir a participação de seus integrantes. Foram desenvolvidas, ainda, com vistas ao fortalecimento do CEEDH, reflexões subsidiadoras do estabelecimento de ações que visam, tanto à descentralização das ações no desenvolvimento do projeto, quanto à necessidade de funcionalidade do Comitê, de forma a garantir a participação de seus integrantes.

13 AVALIAÇÃO: Partindo dos objetivos propostos para a realização do projeto Direitos Humanos em Tempos de Desumanização, apontamos pontos fortes e pontos fracos na execução da atividade: Partindo dos objetivos propostos para a realização do projeto Direitos Humanos em Tempos de Desumanização, apontamos pontos fortes e pontos fracos na execução da atividade: Pontos fortes: Pontos fortes: o A articulação com segmentos organizados e o reforço do papel social da universidade; o Excelente qualidade do material didático-pedagógico produzido no desenvolvimento das oficinas; o Articulação entre os municípios do Alto-Oeste Potiguar participantes do Projeto; o Perspectiva,entre integrantes do projeto e participantes do curso, de continuidade das ações em EDH. o Maior integração da UERN, particularmente do CAMEAM, com agentes institucionais e sociais, como também, a articulação de formas educativas diferenciadas, envolvendo o contato e a participação direta dos atores e atrizes sociais e grupos populares. o A experiência da construção coletiva, de gestão compartilhada que perpassou o trabalho desenvolvido nas diversas fases e processos organizativos, proporcionando, pois, além de um diálogo entre o saber foprmal e informal acerca dos direitos humanos, uma articulação de formas educativas diferenciadas, envolvendo o contato e a participação direta dos atores e atrizes sociais e grupos populares.

14 Pontos fracos (os quais se constituem elementos propiciadores de redimensionamentos na continuidade da atividade): o Dificuldades explicitadas pelos(a) profissionais da Educação Básica – professores(a) e gestores(a) -, na participação mais efetiva das atividades do curso, em função das atividades nos locais de trabalho; o Ampliação dos municípios do Alto-oeste potiguar contemplados com as ações do projeto, mais particularmente das ações de formação de profissionais da educação básica; o Inorganicidade do CEEDH/RN e seus condicionantes na concentração de atividades, sobre a equipe da UERN,no desenvolvimento das ações planejadas, inclusive as de incumbência do Comitê; o Burocracia excessiva na gestão financeira dos recursos; o Tempo da Universidade versus tempo do CEEDH

15 Todos nós somos anjos de uma asa só e, para voarmos, e, para voarmos, precisamos estar abraçados uns aos outros (Antonio Carlos Caio Veiga) (Antonio Carlos Caio Veiga)


Carregar ppt "PROJETO DIREITOS HUMANOS EM TEMPOS DE DESUMANIZAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google