A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS COLEGIADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO EM GEOGRAFIA Ingresso 2011/2 Bacharelado.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS COLEGIADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO EM GEOGRAFIA Ingresso 2011/2 Bacharelado."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS COLEGIADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO EM GEOGRAFIA Ingresso 2011/2 Bacharelado em Geografia

2 Curso Duração: 8 semestres; Modalidade: Presencial Titulação Conferida: Bacharel em Geografia Carga Horária Total do Curso: 2480 horas/aula Turno: Noturno

3 Professores do Curso: Adão José Vital da Costa; Adriano Luis Simon; Alcir Nei Bach; Erika Collischonn; Giancarla Salamoni; Giovana Mendes de Oliveira; José Álvaro Quincozes Martins; Liz Cristiane Dias Sobarzo; Maurício Meurer; Miguel Pinto Oliveira; Moisés Rehbein; Paulo Roberto Quintana Rodrigues; Rosa Elane Antoria Lucas; Rosa Elane Noal; Rosangela Spirinello; Sandro de Castro Pitano; Sidney Gonçalves Vieira.

4 A UFPel: A Universidade Federal de Pelotas - UFPel - foi criada pelo Decreto Lei n o 750, de 08 de agosto de 1969, e teve seu Estatuto aprovado pelo Decreto Lei n o , de 16 de dezembro de Atualmente são vinte e uma Unidades Acadêmicas que desenvolvem atividades de extensão universitária, pesquisa científica e ensino (médio, superior e de pós- graduação), reunidas em cinco áreas fundamentais, a saber: I - Ciências Agrárias, II - Ciências Biológicas, III - Ciências Exatas e Tecnologia, IV - Ciências Humanas e V - Letras e Artes. Departamento de Registros Acadêmicos - DRA: Ligado a Pró-Reitoria de Graduação, é o órgão responsável pelo armazenamento da documentação material dos alunos da universidade. Registros, certidões, atestados, emissão de documentos, etc, tudo isto é feito pelo DRA - além da matrícula e fechamento de grade. Administração Superior: A Administração Superior da Universidade, responsável pelo apoio às atividades acadêmicas, compreende cinco Pró-Reitorias: Administrativa, Extensão e Cultura, Graduação, Pesquisa e Pós-graduação e Planejamento e Desenvolvimento.

5 CONSUN: Conselho Universitário, órgão supremo da Universidade, decide sobre criação de cursos, etc. COCEPE: Conselho Coordenador de Ensino, Pesquisa e Extensão, órgão central de supervisão das atividades de ensino, pesquisa e extensão. CONDIR: Conselho Diretor da Fundação, órgão angariador de recursos, supervisor da gestão econômico-financeira e responsável principal pelas relações entre Universidade e Comunidade. Possui, além de representantes dos segmentos universitários, representantes do governo e da universidade. Reitoria: É o órgão executivo central da universidade, que coordena, fiscaliza e superintende as atividades universitárias. Campus das Ciências Sociais: No prédio das Ciências Sociais funcionam: - A Faculdade de Educação (FaE), que inclui, além do curso de Pedagogia, o PPGE (Programa Pós-Graduação em Educação) e provê as disciplinas pedagógicas para todas as licenciaturas da UFPel. - O Instituto de Ciências Humanas (ICH) com os cursos de História, Geografia e Antropologia. - O Instituto de Sociologia e Política (ISP) com os cursos de Ciências Sociais e Filosofia.

6 Curso Bacharelado em Geografia Coordenadora: Rosa Elane Antoria Lucas Área Profissionalizante: Adão José Vital da Costa Érika Collischonn Giancarla Salamoni José Álvaro Quincozes Martins Liz Cristiane Dias Sobarzo Paulo Roberto Quintana Rodrigues Rosa Elane Antoria Lucas Sandro de Castro Pitano Sidney Gonçalves Vieira Área Básica: Departamento de Geografia Miguel Pinto de Oliveira Rosangela Spironello Departamento de Engenharia Agrícola: Alfredo Luis Mendes DÁvila Departamento de Fundamentos da Educação: Patrícia Pereira Cava Departamento de Ensino: Ligia Cardoso Carlos Departamento de Matemática e Estatística: Ana Rita Mazzini Colegiado: É responsável pelos assuntos; pedagógicos, didáticos e organizacionais do curso

7 Departamento de Sociologia e Política: Paulo Pereira Cava Departamento de Línguas Estrangeiras: Marta Elena Tessmann Departamento de Línguas Vernáculas: Karina Giacomelli Representantes Discentes: Diogo Henrique Tavares Gilceane Soares Jansen Lânderson Antória Barros Suplentes: Ana Cristina Gluszevicz Franciélis Ferreira Vargas Henrique Gorziza

8 OBJETIVOS DO CURSO Objetivos Gerais O curso de Bacharelado em Geografia da Universidade Federal de Pelotas tem como objetivo principal a formação de profissionais habilitados a atuarem no desenvolvimento de atividades de pesquisa e de aplicação técnica. Contribuindo, de forma qualificada, para a compreensão do espaço geográfico – de seus objetos e processos naturais e sociais - em constante transformação. Objetivos Específicos Formar profissionais para o exercício da Geografia aplicada ao ambiente, oportunizando condições teórico-reflexivas necessárias às experiências interdisciplinares. Capacitar os profissionais para identificar problemas, propor soluções, acompanhar e participar do desenvolvimento da ciência geográfica, bem como se constituir em agentes de construção de uma nova sociedade, fundamentada em conhecimentos, habilidades e atitudes críticas e criativas. Desenvolver a capacidade para produzir conhecimentos e analisar o espaço geográfico, de maneira crítica e reflexiva.

9 PERFIL DO PROFISSIONAL / EGRESSO O perfil desejado para o Bacharel em Geografia da UFPEL é de um profissional capaz de analisar as problemáticas do mundo atual em constante transformação. Este deve estar apto a participar no desenvolvimento da ciência geográfica, constituindo-se em agente de transformação da sociedade. Para tanto, a formação do bacharel deve contemplar sólida formação na área das humanidades e das geociências, criando possibilidades de identificação, análise e interpretação dos processos sociais e das relações existentes entre a natureza e a sociedade. Em outras palavras, segundo Milton Santos, criar consciência de uma época, compreender o meio técnico-científico e informacional e, desenvolver a percepção da simultaneidade de tempos e processos. O bacharel deverá conhecer e atuar na realidade, na perspectiva da inclusão dos setores sociais não-privilegiados ou menos privilegiados. Ênfase especial também será dispensada às problemáticas das realidades regionais, nacionais e mundiais, bem como à compreensão, domínio e aplicação das novas tecnologias, inerentes ao processo de globalização. Nesta perspectiva o ensino, a pesquisa e a extensão devem ser indissociáveis, pois o profissional deve ser capaz de produzir conhecimento a partir da prática, em diálogo com as distintas abordagens teóricas, exercitando a interdisciplinaridade.

10 COMPETÊNCIAS E HABILIDADES ESPERADAS DOS GRADUADOS Com base na legislação em vigor (proposição MEC/Diretrizes Curriculares Nacionais) e atendendo a proposta político-pedagógica do Curso, são listadas a seguir as competências do bacharel em Geografia formado na UFPel. É preciso salientar que as competências expressam as possibilidades que se podem concretizar por intermédio dos percursos que os alunos realizam nesta etapa de formação inicial. Competências do Bacharel em Geografia Desenvolver investigações científicas sobre aspectos socioeconômicos, políticos e/ou ambientais e os processos deles resultantes, que constituem a realidade complexa abordada pela Geografia; Utilizar a metodologia científica na realização de atividades acadêmicas e trabalhos científicos; Reconhecer, selecionar e utilizar as linguagens científicas e gráficas mais adequadas para tratar a informação geográfica; Construir, executar e avaliar projetos e programas interdisciplinares; Desenvolver uma postura crítica, de questionamento e reflexão em relação aos elementos que dão identidade ao espaço geográfico; Compreender conceitualmente que os fenômenos geográficos têm uma espacialidade e que as paisagens geográficas expressam diferentes temporalidades da sociedade e da natureza.

11 Habilidades do Bacharel em Geografia Identificar e analisar a dimensão geográfica presente nas diversas manifestações do conhecimento; Articular o empírico e o conceitual relacionando o conhecimento dos processos espaciais; Reconhecer, identificar e interpretar a escala social de análise dos fatos, fenômenos e eventos geográficos; Organizar e realizar atividades de campo para a investigação geográfica; Participar de atividades profissionais, de maneira integrada e contributiva, em equipes interdisciplinares; Observar, descrever, representar, investigar, interpretar, comparar e construir o entendimento das inter-relações das dinâmicas socioeconômicas e naturais no processo de produção e, organização do espaço geográfico; Identificar, descrever, analisar, compreender e explicar as diferentes práticas e concepções relativas ao processo de produção e organização do espaço; Caracterizar regiões e sub-regiões geográficas naturais e zonas geoeconômicas (organização físico-espacial).

12 Disciplinas: 1º Semestre: Antropologia Ecológica I - B Introdução À Geografia Física - B Geografia da População Técnicas de Elaboração Trabalho Científico Teoria da Ciência - B Estatística Descritiva

13 2º Semestre: Organização do Espaço Mundial I - B Cartografia Geral - B Epistemologia da Geografia - B Fundamentos de Geologia Sociologia

14 3º Semestre: Cartografia Temática Organização do Espaço Mundial II - B Formação Territorial do Brasil - B Geomorfologia Climatologia

15 4º Semestre: Geografia Urbana - B Geografia Rural - B Hidrogeografia - B Introdução ao Sig Biogeografia Pedologia

16 5º Semestre Geografia Econômica Geografia do Comércio e do Consumo Gestão de Recursos Naturais e Leg. Ambiental Legislação Urbana Sensoriamento Remoto - B Topografia Optativa I Optativa II

17 6º Semestre Geoprocessamento Metodologia da Pesquisa em Geografia Produção do Espaço Urbano no Brasil Análise e Gestão Integrada de Bacias Hidrogr Eia - Rima: Estudo do Impacto Ambiental Optativa III Optativa IV

18 7º Semestre: Ecologia de Sistemas Planejamento Rural Planejamento Urbano Planejamento Ambiental Monografia

19 8º Semestre: Seminário de Monografia Estágio Supervisionado Optativa V

20 Disciplinas Optativas O currículo oferece ainda uma série de disciplinas de caráter optativo, entre as quais o aluno poderá optar para ampliar a sua formação. As disciplinas de caráter optativo deverão ser submetidas à apreciação do Colegiado de Curso para aprovação. Será verificada a pertinência de aprovação de disciplinas oferecidas por outros departamentos, considerando, fundamentalmente, a aplicabilidade do conteúdo na formação acadêmica do estudante. As disciplinas optativas foram criadas para atender a uma demanda cada vez mais crescente de abordagem de temas novos, específicos ou alternativos. Buscam conferir ao currículo uma caracterização diferenciada, não fundamental, mas importante para a abertura de novos horizontes para o profissional.

21 Disciplinas Optativas Geologia do Quaternário Geografia das Energias Clássicos do Pensamento Moderno Geografia do Turismo Organização do Espaço Mundial III Elementos de Urbanismo - B Fotogeografia Percepção e Análise da Paisagem Movimentos Sociais: Formação e Territorialização Teoria da Região e Regionalização Geografia das Indústrias Urbanização e Industrialização Mundo Moderno Climatologia Aplicada Língua Brasileira de Sinais I ( Libras I ) Língua Estrangeira Instrumental - Inglês

22 Estágios Supervisionados Os estágios supervisionados estão estruturados de acordo com a lei nº de 25 de setembro de 2008 e constituem experiências educativas desenvolvidas no ambiente de trabalho, podendo ser obrigatórios e não obrigatórios. O obrigatório corresponde ao estágio profissional do Bacharel em Geografia em seus múltiplos contextos de atuação. Está representado pela disciplina de Estágio Supervisionado, presente no oitavo semestre do Curso, abrangendo um total de 153 horas. O estágio, como componente curricular obrigatório, será desenvolvido pelo aluno formando em consonância com a Legislação Federal vigente e as respectivas normas internas da UFPel. Poderá, a critério do Colegiado, ser realizado junto aos laboratórios de ensino e pesquisa do próprio Curso. O estágio não obrigatório, desenvolvido como atividade opcional pelo aluno, será acrescido à carga horária regular do Curso e poderá ser realizado somente a partir do terceiro semestre. Ter cursado os dois primeiros semestres é requisito para esta modalidade de estágio, considerando a necessidade de que o aluno possua uma formação elementar para atuar na área profissional. Em ambas as modalidades (obrigatório e não obrigatório), a proposta de estágio deverá ser analisada previamente pelo Colegiado do Curso. O mesmo condicionará a assinatura do termo de compromisso à adequação das atividades previstas no estágio à proposta pedagógica do Curso. Deverão ser avaliadas e consideradas, ainda, as instalações da parte concedente e a indicação de funcionário com formação/experiência profissional para orientar o estagiário.

23 Atividades Complementares As atividades complementares ou atividades de enriquecimento curricular, se referem ao elenco de oportunidades que os acadêmicos podem participar de forma a complementar os seus estudos. Incluem atividades de projetos de ensino, de pesquisa e de extensão (cadastrados no COCEPE), estudos dirigidos e outras modalidades que deverão ser submetidas à apreciação do Colegiado do Curso. Poderão ser contempladas, também depois de serem submetidas à apreciação do Colegiado do Curso, as participações dos alunos em encontros de Educação e de Geografia de âmbito municipal, estadual, nacional ou internacional. Demais atividades complementares serão realizadas aos sábados e de acordo com as possibilidades dos estudantes. Aqui estão compreendidas, também, as atividades extracurriculares realizadas pelos estudantes. O quadro apresentado adiante exemplifica as possibilidades a serem executadas nas modalidades complementares.

24

25 Matrículas serão realizadas On-line; Prazo de matrículas de 23 de Julho à 02 de Agosto de Correção de Matrícula: de 08 a 12 de agosto de /08/2011- Matrícula especial: interessados em matricular-se em disciplinas de outros cursos;

26 Trabalhando na faculdade: Dentro da Universidade, você tem a oportunidade de trabalhar em 3 áreas: -Ensino: é a atividade educativa em si, proporcionada através das aulas teóricas e práticas do curso; -Pesquisa: Visa a produzir conhecimentos relacionados à prática dos processos de ensino-aprendizado através da busca, da investigação e de métodos próprios de pesquisa; - Extensão: é uma ação junto à comunidade, disponibilizando ao público externo o conhecimento adquirido com o ensino e a pesquisa desenvolvidos; Bolsas oferecidas: Bolsa de Graduação (monitoria): Esta bolsa tem ligação direta com as disciplinas oferecidas pelo curso. Os monitores prestam assistência complementar aos estudantes sobre a matéria estudada.

27 PIBIC e PROBIC: Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica (ambas as siglas têm o mesmo significado). A primeira financiada pelo CNPq e a segunda pela FAPERGS, têm por objetivo estimular uma maior articulação entra a graduação e a pós-graduação através da integração e aprendizado em projetos de pesquisa. PIBITI: Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação. Financiada pelo CNPq, visa estimular o desenvolvimento do pensar tecnológico e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa. Pesquisa Voluntária: Você também pode trabalhar como voluntário junto a algum grupo existente na universidade. Converse com professores e colegas, se incluía em um grupo e bom trabalho! Bolsa de Intercâmbio: A universidade disponibiliza intercâmbio em diversas áreas e países, com o objetivo de complementar a formação dos estudantes. Acesse a página da UFPel e vá em DIPI para maiores informações.

28 Siglas: CAPES: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Órgão Estatal que avalia os cursos de pós-graduação e provê investimentos na evolução da pesquisa universitária. CNPq: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Agência do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) destinada ao fomento da pesquisa científica e tecnológica e à formação de recursos humanos para a pesquisa no país. FAPERGS: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Tem por finalidade estimular a formação de recursos humanos, o fortalecimento e a expansão da infra-estrutura de pesquisa no Estado. DIPI: Departamento de Intercâmbio e Programas Internacionais. Organiza todas as questões relacionadas ao intercâmbio acadêmico, docente, técnico administrativo e de pesquisadores, assim como todas as atividades relacionadas com Cooperação Internacional. Professores:

29 Direitos do estudante: Provavelmente algumas coisas serão explicadas nos primeiros dias de aula, mas é sempre bom ter em mãos alguns direitos nossos como estudantes da UFPel. Qualquer dúvida, procure a secretaria do curso, o colegiado ou o próprio CAPe. Segunda chamada: Caso alguma prova não seja realizada por motivo de doença, o aluno pode, mediante apresentação de atestado médico, realizar a prova em outro dia, marcado pelo professor. A segunda chamada é um direito seu, e nenhum professor pode negá-la. Você também tem o direito de 6 dias entre a prova perdida e a segunda chamada. Outros casos, fora doença, podem ser tratados diretamente com o professor, ficando a cargo deste realizar ou não uma segunda chamada. - Avaliação: Devem ser realizadas, no mínimo, 2 avaliações por semestre. Caso opte-se por realizar apenas uma, o professor não pode impor este critério aos alunos: a turma precisa ser consultada e aprovar esta situação. Para ser aprovado sem exame, o aluno precisa ter média igual ou superior a 7. Para obter o direito de realizar o exame, o aluno precisa de media entre 3 e 6,9. Notas abaixo de 3 resultam em reprovação automática. - Exame: Se a média final do aluno for inferior a 7 e igual ou superior a 3, ele tem o direito a uma nova prova no final do semestre; é uma nova chance de aprovação. A média para aprovação após o exame é 5: soma-se a média que o aluno tinha antes do exame com a nota obtida no exame e divide-se por 2. - Atestados médicos: Dirigir-se ao Colegiado até 72 horas após o início do impedimento, munido de atestado médico assinado e com CID.

30 Assistência estudantil: - Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis – PRAE: tem por objetivo o desempenho de programas que auxiliem na manutenção financeira do aluno com o fito principal de mantê- lo dentro da Universidade até a conclusão do seu curso de graduação escolhido. - Coordenadoria de Benefícios: tem como objetivo prestar assistência aos alunos da graduação com dificuldades sócio- econômicas, através dos Programas Bolsa Auxílio Alimentação, Bolsa Auxílio Transporte e Moradia Estudantil. - Auxílio Alimentação: O objetivo deste Programa é subsidiar a alimentação dos alunos de graduação, através da utilização dos Restaurantes-Escolas desta Instituição. Modalidades: Meia Bolsa (01 refeição por dia); Bolsa Integral (02 refeições por dia, exclusivamente para moradores da Casa do Estudante – UFPel). -

31 Restaurante Universitário (RU): Seu objetivo é atender a finalidade social da instituição no que diz respeito à alimentação da comunidade acadêmica de baixo poder aquisitivo e a comunidade em geral. A coordenadoria de benefícios possui como atividades o controle de acesso e acompanhamento dos Bolsistas Auxílio Alimentação aos restaurantes e avaliação dos serviços do fornecimento das refeições. A UFPel mantém dois restaurantes, um no Campus do Capão do Leão e outro na cidade de Pelotas – centro, junto à Moradia Estudantil. Auxílio Transporte: Sua finalidade é propiciar ao bolsista seu deslocamento até o local de aula com isenção do pagamento de passagens, contribuindo para sua permanência na Universidade, reduzindo, consequentemente, os índices de evasão e também melhorando o seu desempenho acadêmico. O bolsista recebe mensalmente os vales-transporte correspondentes aos dias letivos. Modalidades: Sistema Convênio UFPel (Compreende os itinerários bairro-campus e centro-campus); Sistema Transporte Urbano (Compreende o transporte regular dentro da cidade). - Auxílio Pré-escolar: Seu objetivo é atender os estudantes que já tem filhos até 5 anos de idade, através de uma ajuda pecuniária, visando auxiliar o beneficiado a arcar com as despesas necessárias da criança. - Moradia Estudantil: A UFPEL possui um alojamento estudantil: a Casa do Estudante, localizada no centro da cidade de Pelotas, com capacidade para 203 moradores, com população mista, distribuída em quartos femininos e masculinos que alojam quatro moradores.

32 Inscrições para os programas: As inscrições para os Programas de Bolsa Auxílio Alimentação, Transporte e Moradia Estudantil ocorrem durante o período de matrícula para os Calouros e no início de cada semestre letivo para os demais estudantes. O aluno será submetido à entrevista e apresentação de documentação que comprovem a necessidade de auxílio. PROASA - Programa de Assistência à Saúde do Servidor e do Aluno: tem por objetivo prestar serviço médico completo e gratuito a todos os alunos e funcionários da UFPel, oferecendo atendimento clínico, pediátrico, ginecológico, odontológico, psiquiátrico e de enfermagem. Todas as consultas são agendadas.

33 Movimento Estudantil: Apesar das disputas políticas e de interesses pessoais que há tempos vêm minando o movimento estudantil, ele continua ativo, e aparente mente com cada vez mais força, dentro e fora da UFPel. UNE: União Nacional dos Estudantes. Entidade máxima de representação dos estudantes universitários no Brasil. UEE-RS: União Estadual dos Estudantes do Rio Grande do Sul. É a entidade de representação de todos os estudantes universitários do Estado. DCE: Diretório Central de estudantes. É a entidade que representa os estudantes dentro da UFPel, independente do curso e nível de ensino ao qual pertençam. CA e DA: Centro Acadêmico e Diretório Acadêmico. São as entidades que representam os alunos de cada curso. Conselho de DAs e CAs: É a instância dos estudantes da UFPel que reúne representantes de todos os cursos, constituindo um fórum horizontal onde todos os cursos têm voz e voto de forma igualitária. Tem sido a base do movimento estudantil da UFPel. Dirigida por uma mesa que tem por responsabilidade a convocar e organizar reuniões, sendo ela composta por 3 centros acadêmicos, um de cada grande área da UFPel: Centro, Campus Porto e Campus Capão do Leão.

34 TELEFONES Secretaria do ICH: Colegiado dos Cursos de Licenciatura e Bacharelado de Geografia: Biblioteca de Ciências Sociais: DRA: DIPI: Assistência Médica/Campus: Assistência Médica/Centro: Assistência Judiciária: / Apoio Estudantil:

35 CLICAR NO ÍCONE DRA

36 ENTRAR EM DRA ALUNOS UFPEL

37 ENTRAR EM SISTEMA ACADÊMICO

38 ALUNOS QUE NÃO FIZERAM SUA SENHA DEVEM CLICAR NO ÍCONE EM AZUL (CLIQUE AQUI) ABRIRÁ CAMPOS DE PREENCHIMENTO SOLICITANDO NÚMERO DE MATRÍCULA, CPF, RG E DATA DE NACIMENTO. O SISTEMA GERARÁ UMA SENHA AUTOMÁTICA, ANOTE-A, DEVENDO OBSERVAR AS LETRAS MAIÚSCULAS E MINÚSCULAS CONFORME GERADO. OS ALUNOS QUE JÁ POSSUEM SENHA, SÓ PRECISAM PREENCHER OS CAMPOS: MATRÍCULA E SENHA

39

40 MATRÍCULAS ON LINE OS ALUNOS DEVERÃO OBSERVAR O FLUXO GRAMA DO SEU CURSO QUE ESTÁ EM ANEXO.

41 DEVEM SER OBSERVADAS AS DISCIPLINAS QUE POSSUEM PRÉ-REQUISITOS, POIS UMA VEZ NÃO CURSADAS ESTAS DISCIPLINAS TRANCARÃO OUTRAS NOS SEMESTRES POSTERIORES; TODAS AS DISCIPLINAS QUE NO FLUXOGRAMA POSSUEM UMA CONEXÃO, SÃO PRÉ-REQUISITOS, BEM COMO, AQUELAS QUE TEM SEUS CÓDIGOS NO RODAPÉ DO FLUXOGRAMA.

42 OBS: Atestados de matrícula e solicitação de outros documentos ao colegiado: os alunos devem preencher o formulário no Blog. Prazo de entrega pelo Colegiado de 48hs após a solicitação.

43 GABRIELE KONZEN Secretária do Colegiado dos Cursos de Licenciatura e Bacharelado em Geografia. ROSA ELANE ANTORIA LUCAS Coordenadora dos Colegiados de Licenciatura e Bacharelado em Geografia. wp.ufpel.edu.br/geografia


Carregar ppt "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS COLEGIADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO EM GEOGRAFIA Ingresso 2011/2 Bacharelado."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google