A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RAVEN Compilação Rita Gonzales. Material do teste: Aplicação  Caderno de aplicação  Folha de respostas  Manual  Crivo de correção.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RAVEN Compilação Rita Gonzales. Material do teste: Aplicação  Caderno de aplicação  Folha de respostas  Manual  Crivo de correção."— Transcrição da apresentação:

1 RAVEN Compilação Rita Gonzales

2 Material do teste: Aplicação  Caderno de aplicação  Folha de respostas  Manual  Crivo de correção

3 O teste de Raven apresenta três escalas: Introdução  As Matrizes Progressivas Standard – conhecidas como Escala Geral  As Matrizes Progressivas Coloridas – conhecidas como Escala Especial  As Matrizes Progressivas Avançadas

4 Planejada para abranger todas as faixas do desenvolvimento intelectual, desde o momento em que a criança é capaz de compreender a idéia de encontrar o pedaço que falta para completar um desenho Matrizes Progressivas Standard –Escala Geral Público alvo: sujeitos de 12 a 65 anos Material: dividida em 5 séries de 12 problemas cada: A, B, C, D e E. Cada série começa com um problema “auto-evidente” e a seqüência traz itens progressivamente mais difíceis

5 Matrizes Progressivas Coloridas – Escala Especial Público alvo : construída para avaliar em maior detalhe os processos intelectuais especialmente de crianças na faixa de 5 a 11 anos. Mas também usado para avaliar deficientes mentais e pessoas idosas Material: divide-se em três séries: A, Ab e B; cada uma com 12 problemas As séries A e B são as mesmas da Escala Standard A série Ab é uma série intermediária entre a A e a B O caderno desta Escala tem folhas com fundo colorido vivo, para torná-las mais atraentes

6 As Matrizes Progressivas Avançadas Público alvo: sujeitos maiores de 11 anos, com inteligência superior à média, sendo mais utilizada para universitários Material Constitui-se de duas séries: Série I – com 12 problemas – é usada para dar o treinamento necessário no método de trabalho Série II – com 36 problemas – apresentados em ordem crescente de dificuldade

7 GrauInterpretaçãoFaixa de percentis I“Intelectualmente superior”95 ou superior II“Definidamente acima da média na capacidade intelectual” II+ 75-94 90-94 III“Intelectualmente médio” III + III - 26-74 50-74 26-49 IV“Definidamente abaixo da média na capacidade intelectual” IV - 6-25 6-10 V“Intelectualmente deficiente”5 ou inferior

8 Bases teóricas Pesquisas recentes confirmam a idéia inicialmente postulada por Spearman (1923, 1927) de que as capacidades acadêmicas como aritmética, leitura e ortografia tendem a apresentar intercorrelações muito próximas Spearman inferiu que essas correlações podiam ser explicadas se houvesse um fator subjacente comum a essas capacidades ou um “fator geral” - g – na capacidade mental. Identificou dois componentes de g: - Capacidade reprodutiva - Capacidade edutiva

9 Bases teóricas A capacidade mental edutiva envolve: - A capacidade de extrair um significado de uma situação confusa - A capacidade de ir além do que é dado para perceber o que não é imediatamente óbvio - A capacidade de desenvolver novas compreensões - A capacidade de estabelecer constructos (em grande parte não verbais), que facilitam lidar com problemas complexos, envolvendo muitas variáveis mutuamente dependentes

10 Bases teóricas A capacidade mental reprodutiva envolve: - O domínio, a lembrança e a reprodução de materiais (em grande parte verbais) que constituem uma base cultural de conhecimentos explícitos, normalmente verbalizados A capacidade mental edutiva e a capacidade mental reprodutiva interagem permitindo o desenvolvimento da clareza da percepção e do pensamento

11 Bases teóricas Mas, para Raven, a ênfase na avaliação da capacidade reprodutiva deve ser substituída pelo interesse em avaliar a capacidade edutiva e também em analisar as seguintes competências: - A tendência e a capacidade de antecipar problemas futuros e inventar formas de superá-los; - A sensibilidade e a capacidade de usar emoções; - A capacidade de persuadir outras pessoas a ajudar; a persistência, etc

12 Bases teóricas Para Raven, a capacidade edutiva envolve muito mais do que apenas a “solução de problemas” O comportamento edutivo efetivo requer: - A identificação do problema - A re-conceituação do campo inteiro (e não apenas do “problema”) - A articulação das tentativas de soluções consistentes com todas as informações disponíveis

13 Bases teóricas “O teste das Matrizes Progressivas nunca pretendeu ser usado em si mesmo, isoladamente, como uma medida de g e ainda menos como uma medida de “Inteligência Geral" O fator g não pode ser considerado sinônimo da capacidade acadêmica geral: “A capacidade “acadêmica” é definida operacionalmente pelos testes que avaliam primariamente a capacidade de recordar informações reais, mais do que pelos testes que avaliam coisas como pensamento crítico, capacidade de formar julgamentos e vontade e capacidade de buscar e analisar evidências”

14 Bases teóricas Limitação das Matrizes “O comportamento edutivo é uma atividade difícil e exigente. Portanto, não é provável que as pessoas desenvolvam, refinem e mostrem as suas habilidades nesta área, a não ser que estejam engajadas em atividades que elas valorizam (...) Note-se ainda que a atividade cognitiva não é simplesmente cognitiva mas tem também componentes afetivos...” “ Por isso, ao avaliar a capacidade cognitiva, não deveríamos primeiro identificar os tipos de atividades apreciadas pelas pessoas e depois estudar o comportamento “cognitivo” que elas manifestam na execução de tais atividades?”


Carregar ppt "RAVEN Compilação Rita Gonzales. Material do teste: Aplicação  Caderno de aplicação  Folha de respostas  Manual  Crivo de correção."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google