A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ensino Superior 2.1. Curvas e Superfície de Nível Amintas Paiva Afonso Cálculo 3.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ensino Superior 2.1. Curvas e Superfície de Nível Amintas Paiva Afonso Cálculo 3."— Transcrição da apresentação:

1 Ensino Superior 2.1. Curvas e Superfície de Nível Amintas Paiva Afonso Cálculo 3

2

3 Programa 1. Introdução à funções de várias variáveis (FVV). 1.1 Curvas e Superfície de Nível 2. Limites e derivadas de FVV. 3. Regra da cadeia e derivada direcional. 4. Integração dupla. 5. Aplicações de integração dupla. 6. Integração tripla. 7. Aplicações de integração tripla. 8. Mudança de variáveis. 9. Apliacações de mudança de mudança de variáveis.

4 Curvas de Superfície de Nível Existe uma outra técnica gráfica, útil, para descrever o comportamento de uma função de duas variáveis. O método consiste em descobrir no plano xy os gráficos das equações f(x, y) = k para diferentes valores de k. Os gráficos obtidos desta maneira são chamados as curvas de nível da função f.

5 Curvas de Superfície de Nível Curva de nível tal que.

6 Exemplo 1. z = f(x,y) = altura em relação ao nível do mar (definida em uma pequena porção aproximadamente plana). Nossas curvas de nível correspondem às linhas de contorno topográfico.

7 As curvas de nível são os gráficos das equações. 2. Exemplo

8 Exemplos: Função Real de Variável Vetorial - Curvas de Nível

9 z = 9 z = 4 z = 2 z = 0 Exemplos: Função Real de Variável Vetorial - Curvas de Nível

10 Exemplos: Função Real de Variável Vetorial - Curvas de Nível

11 70 Exemplos: Função Real de Variável Vetorial - Curvas de Nível

12 Exemplos: Função Real de Variável Vetorial - Curvas de Nível

13 Curvas de nível:. 3. Exemplo

14 Curvas de nível: - hipérboles 4. Exemplo

15 Curvas de Superfície de Nível Se f é uma função de três variáveis x, y, z então, por definição, as superfícies de nível de f são os gráficos de f(x, y, z) = k, para diferentes valores de k. Superfícies de nível tal que. Em aplicações, por exemplo, se f(x, y, z) é a temperatura no ponto (x, y, z) então as superfícies de nível são chamadas superfícies isotermas. Se f(x, y, z) representa potencial elas são chamadas superfícies equipotenciais.

16 Curvas de Superfície de Nível

17 Exemplo

18

19

20 Curvas de Superfície de Nível A superfície É o gráfico de f. Uma curva de nível típica no domínio da função Parabolóide

21 A curva de contorno f(x,y) = 100 – x 2 + y 2 = 75 é a circunferência x 2 + y 2 = 25 no plano z = 75. A curva de nível f(x,y) = 100 – x 2 + y 2 = 75 é a circunferência x 2 + y 2 = 25 no plano xy. Plano z = 75 Curvas de Nível X Curvas de Contorno Traço: é a curva definida pelo encontro da superfície f(x,y) com os planos xy, xz e yz.

22 Curvas de Nível

23 Decréscimo mais rápido de f A curva

24 Exercícios 1)Seja f(x, y) uma função com domínio dado por f(x, y) = 9 - x 2 - y 2 e D = {(x, y)/ x 2 + y 2 9}. Esboçar o gráfico da função. Determine s curvas de nível par z = 4, z = 6 e z = 8. 2) Para as mesmas cotas anteriores, determinar as curvas de nível da função z = xy.

25


Carregar ppt "Ensino Superior 2.1. Curvas e Superfície de Nível Amintas Paiva Afonso Cálculo 3."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google