A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

As Competências para o Administrador Globalizado SILVIO TEITELBAUM, M.Sc.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "As Competências para o Administrador Globalizado SILVIO TEITELBAUM, M.Sc."— Transcrição da apresentação:

1 As Competências para o Administrador Globalizado SILVIO TEITELBAUM, M.Sc.

2 AMBIENTES DE NEGÓCIOS EMPRESA PRODUÇÃO COMERCIAL FINANÇAS RH ETC PREÇO PESQUISA PRODUTO DISTRIBUIÇÃO COMUNICAÇÃO MERCADO CONSUMIDOR CONCORRENTE FORNECEDOR ÍNTERMEDIÁRIOS MACRO AMBIENTE : ECONOMICO LEGISLATIVO TECNOLOGIA CULTURAL POLÍTICO NATURAL ETC

3 OLHANDO PARA O MUNDO influências paradigmas considerações e TENDÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO

4 SOCIEDADE FONTE DE CONHECIMENTO RECURSO ESTRATÉGICO (PODER) AGRICOLA PASSADO TERRA INDUSTRIAL PRESENTE CAPITAL DE INFORMAÇÃO FUTURO CONHECIMENTO EVOLUÇÃO DAS SOCIEDADES

5 ENTENDENDO A A EVOLUÇÃO DA TGA FILOSOFIA GREGA SÓCRATES; PLATÃO E ARISTÓTELES REVOLUÇÕES INDUSTRIAIS LIBERALISMO ECONÔMICO FÍSICA QUÂNTICA

6 ABORDAGEM CLÁSSICA 1 – TAYLORISMO (TAREFAS) FREDERICK W. TAYLOR (HOMO ECONOMICUS) ORGANIZAÇÃO RACIONAL DO TRABALHO-1903/11 2 – HENRI FAYOL (ESTRUTURA) PRINCÍPIOS DE ADM. INDUSTRIAL E GERAL -1916

7 ESCOLA DE RELAÇÕES HUMANAS (pessoas) EXPERIMENTO DE HAWTHORNE (27-32) PENSAMENTO HUMANISTA GEORGE ELTON MAYO GEORGE HOMANS KURT LEWIN HOMEM SOCIAL; TEORIA DO CAMPO; GRUPOS INFORMAIS; LIDERANÇA

8 ABORDAGEM ESTRUTURALISTA estrutura/ambiente/pessoas TEORIA DA BUROCRACIA – MAX WEBER Características da Organização Tipos de Sociedade TEORIA ESTRUTURALISTA – múltipla Mundo Organizacional/Sociedade Org. Nascemos;crescemos;desenvolvemos e morremos em Organizações Homem Organizacional

9 BEHAVIORISMO BEHAVIORISMO Pessoas e Ambiente Herbert Simon –1945 Abraham Maslow – 1956 Frederick Herzberg Douglas McGregor 1938 – CHESTER BARNARD HOMEM ADMINISTRATIVO

10 TEORIA GERAL DOS SISTEMAS INFLUÊNCIA DO MACROAMBIENTE INPUTS/OUTPUTS ENTROPIA TURBULÊNCIA A ERA DA INCERTEZA

11 Empregabilidade e Você O Ambiente; Turbulento; mutável e incerto O que fazer? Como perceber? A jornada....

12 Empregabilidade do inglês employability, significa ser capaz ou competente para manter-se ou tornar-se empregado; ou, simplesmente, ser bom o suficiente para encontrar emprego a qualquer momento, onde quer que seja.

13 Empregabilidade É tornar-se rapidamente empregável para um mercado altamente especializado e exigente. É a capacidade de dar emprego aos seus conhecimentos e habilidades, desenvolvidos – de modo planejado – por meio de educação e treinamento adequados às necessidades do mercado de trabalho.

14 Empregabilidade Seu talento é o produto; o mercado, seus empregadores. A ordem, antes, era gerar emprego e salário; hoje, o conceito é a capacidade de gerar trabalho e renda permanentemente.

15 Empregabilidade Mais importante do que estar empregado é tornar-se empregável, manter-se competitivo em um mercado em evolução contínua. Acabou o paternalismo empresarial; hoje o mercado busca profissionais com múltiplas habilidades e com iniciativa.

16 Empregabilidade Tal como uma empresa, além de sobreviver e crescer, você precisa prosperar. Nenhuma empresa vai se preocupar com o seu crescimento ou com sua prosperidade. Isso é problema seu. A empresa é um empreendimento que vai para frente com você, sem você ou apesar de você.

17 Pilares da Empregabilidade Adequação vocacional Competência profissional Idoneidade

18 Pilares da Empregabilidade Equilíbrio Saúde física Competência técnica Saúde mental Espiritual Econômico-financeiro Social

19 Pilares da Empregabilidade Reservas financeiras Fontes alternativas de receita Relacionamentos

20 Empresabilidade Capacidade das empresas de oferecer condições de manter empregados com alta taxa de empregabilidade. Fazer um diagnóstico permanente das necessidades desses profissionais; Identificar as carências técnicas; Analisar comportamentos; Elaborar um plano de especialização e aperfeiçoamento.

21 ~Instituições que contribuem para o aperfeiçoamento profissional Rivalidade entre os Profissionais (Mercado) Entrantes Potenciais Profissionais que vêem disputar o seu mercado na sua região de interesse Formandos e profissionais que vêem de outras regiões ou áreas de trabalho para competir no seu mercado. Compradores (de suas competências) e-procurement Poder de negociação dos compradores / base de captação ampliada Substitutos Tecnologia / Processos O quanto as suas competências podem ser substituidas pela tecnologia ou por alterações de processos Fornecedores Pulverizados Barreiras de Saída Ambiente Competitivo Barreiras de entrada

22 Buscando um posicionamento Composto: –Produto (competências e habilidades) –Preço (salário) –Comunicação (imagem percebida, comportamento e atitude) –Entrega / Distribuição (reconhecimento) Palavra Chave: –Coerência Administre sua marca

23 Limites de Competência (Planejamento de Vôo) Condição profissional Conhecimentos técnicos Experiência Relacionamentos no segmento Condição econômico-financeira R$ para bancar seu desenvolvimento

24 Limites de Competência (Planejamento de Vôo) Condição pessoal Habilidade na resolução de problemas Maturidade Flexibilidade Empatia Habilidade de relacionamento Criatividade Entusiasmo

25 Limites de Competência (Planejamento de Vôo) - Comprometimento - Habilidade de negociação - Humildade - Postura e atitude - Carisma

26 Limites de Competência (Planejamento de Vôo) - Formador de backups - Capacidade de síntese - Capacidade de abstração - Visão de / do negócio

27 O Gestor excelente Visão de Labor Flexível e tolerante às mudanças Reflete em ação Competência técnica Competência Interpessoal Visão de futuro Noção do caos como a nova ordem mobilidade

28 ANÁLISE DOS FATORES - CHAVE DE SUCESSO

29 O ADMINISTRADOR ÉTICO VISÃO SISTÊMICA REFLECTION IN ACTION EFETIVIDADE ORGANIZACIONAL LEITURA AMBIENTAL

30 FATORES-CHAVE DE SUCESSO TOMADOR DE DECISÕES COMPETÊNCIA TÉCNICA COMPETÊNCIA INTERPESSOAL PRATICA MUDANÇAS

31 FATORES-CHAVE DE SUCESSO ADHOCRÁTICO NOÇÃO DO TODO PROFISSIONALIZADO SER HUMANO

32 FCSs : FINALIZANDO O CAOS É A PRÓPRIA ORDEMO CAOS É A PRÓPRIA ORDEM AVENTURAR-SE CAUSA ANSIEDADEAVENTURAR-SE CAUSA ANSIEDADE DEIXAR DE ARRISCAR-SE É PERDER A SI PRÓPRIODEIXAR DE ARRISCAR-SE É PERDER A SI PRÓPRIO VIVA, VIVA BEM; VIVA MELHORVIVA, VIVA BEM; VIVA MELHOR TEORIA BOA É TEORIA ÚTIL TEORIA BOA É TEORIA ÚTIL PÉS NO CHÃO, MAS CABEÇA NAS NUVENSPÉS NO CHÃO, MAS CABEÇA NAS NUVENS GIRE O TRINCO DA PORTA DA LOUCURA COM AS MÃOS MOLHADAS DE LIBERDADE !GIRE O TRINCO DA PORTA DA LOUCURA COM AS MÃOS MOLHADAS DE LIBERDADE !

33

34

35

36

37 OBRIGADO E CARPE DIEM


Carregar ppt "As Competências para o Administrador Globalizado SILVIO TEITELBAUM, M.Sc."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google