A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROFESSORA MARA SILVIA OLIVIO DE SOUZA. O PONTO AVALIAR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROFESSORA MARA SILVIA OLIVIO DE SOUZA. O PONTO AVALIAR."— Transcrição da apresentação:

1 PROFESSORA MARA SILVIA OLIVIO DE SOUZA

2 O PONTO AVALIAR

3 O PONTO

4 GRUPOI: QUAL É O PONTO? GRUPO II: QUEM PARTICIPA? GRUPO III: POR QUE? GRUPO IV: PARA QUE? GRUPO V: ONDE CHEGAR?

5 APRESENTAÇÃO DOS GRUPOS. ( TRÊS MINUTOS CADA)

6 VÍDEO ZEA

7 O QUE É E/OU QUE DEVERIA SER AVALIAÇÃO NO ENSINO FUNDAMENTAL? QUAL É O SIGNIFICADO DA AÇÃO AVALIATIVA NO ENSINO FUNDAMENTAL?

8 Claro que há respostas certas e erradas. O equivoco está em ensinar ao aluno que é disto que a ciência, o saber, a vida são feitos. E com isto, ao aprender as respostas certas, os alunos desaprendem a arte de se aventurar e de errar, sem saber que, para uma resposta certa, milhares de tentativas erradas devem ser feitas. Espero que haja um dia em que os alunos serão avaliados também pela ousadia de seus vôos... Pois isto também é conhecimento Rubem Alves

9 ERA DAS MUDANÇAS ERA DAS INCERTEZAS ERA DOS DESAFIOS GLOBALIZAÇÃO ECONÔMICA E CULTURAL INFORMAÇÃO INTERNET PARÂMETROS

10 PROFESSOR AVALIAÇÃO ALUNO

11

12 AINDA BEM QUE NÃO ERA UM CERTO PROFESSOR- CELSO ANTUNES

13 UM GRANDE DESAFIO: DE CONSTRUÇÕES E RECONTRUÇÕES; DE DÚVIDAS, INCERTEZAS; DO PROCESSO DINÂMICO; CRIATIVO, FLEXÍVEL; DO PROCESSO EM SI.

14 DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS: APRENDER A CONHECER APRENDER A CONVIVER APRENDER A FAZER APRENDER A SER

15 GENTE PESSOAS INDIVÍDUOS SERES VIVOS ÚNICOS QUE NÃO SÃO FEITOS EM FÔRMA OU FORMA DE BOLO

16 OS ELEFANTINHOS

17 FORMAÇÃO DO INDIVÍDUO // DO CIDADÃO

18 As formas de avaliação que,atualmente, parecem ser mais freqüentemente empregadas nas escolas são: A prova escrita, Os trabalhos em grupo, A auto-avaliação, As pesquisas, Etc

19

20 Longe de ser mecânicos questionários, testes ou exercícios, for um momento a mais para o aluno viver internamente a construção ou reconstrução de conceitos ao longo do caminho da aprendizagem. Ou seja, um momento de aprendizagem. (HOFFMAN, 1994, p. 34).

21 Ao avaliar as competências dos alunos é preciso definir adequadamente os objetivos que o aluno deve alcançar e levar em consideração ainda uma distinção no que se refere à correção para o aprendizado de informações.

22 Diagnosticar, Controlar e Classificar.

23 A função diagnóstica tem como objetivo identificar, analisar as causas de repetidas incapacidades na aprendizagem, evidenciando dificuldades em seu desempenho escolar, sendo que a função formativa ou de controle tem a finalidade de localizar, apontar as deficiências, insuficiências no decorrer do processo educativo, na qual os instrumentos deverão estar de acordo com os objetivos a serem atingidos.

24 Quanto à função classificatória podemos dizer que frente a este contexto, o professor deve desenvolver o papel de problematizador, ou seja, problematizar as situações de modo a fazer o aluno, ele próprio construir o conhecimento sobre o tema abordado de acordo com o contexto histórico social e político o qual está inserido, buscando a igualdade entre educador-educando, onde ambos aprendem, trocam experiências e aprendizagens no processo educativo.

25 Não há educador tão sábio que nada possa aprender, nem educando tão ignorante que nada possa ensinar. BECKER

26 A Avaliação é um elo entre a sociedade, as escolas e os estudantes.

27 Avaliar nesse novo paradigma é dinamizar oportunidades de ação - reflexão, num acompanhamento permanente do professor e este deve propiciar ao aluno em seu processo de aprendizagem, reflexões acerca do mundo, formando seres críticos libertários e participativos na construção de verdades formuladas e reformuladas. Hoffmann

28 A avaliação escolar é um processo pelo qual se observa, se verifica, se analisa, se interpreta um determinado fenômeno (construção do conhecimento), situando-o concretamente quanto aos dados relevantes, objetivando uma tomada de decisão em busca da produção humana. Luckesi

29 O ato de avaliar tem, basicamente, três passos: 1.Conhecer o nível de desempenho do aluno em forma de constatação da realidade. 2. Comparar essa informação com aquilo que é considerado importante no processo educativo. 3.Tomar as decisões que possibilitem atingir os resultados esperados.

30 O DIÁLOGO

31 O diálogo é a confirmação conjunta do professor e dos alunos no ato comum de conhecer e reconhecer o objeto de estudo. Então, em vez de transferir o conhecimento estaticamente, como se fosse fixa do professor, o diálogo requer uma aproximação dinâmica na direção do objeto.

32 AVALIAR envolve VALOR, e VALOR envolve PESSOAS.

33 Quais são meus anseios, minhas metas, minhas frustrações?

34 A avaliação da aprendizagem não constitui, assim, matéria pronta, discussão finalizada, teoria aceita. Necessita, antes, ser modelada passo a passo pelo professor, a cada dia e em cada aula, para cada grupo de alunos. A aprendizagem de tudo quanto já se refletiu e escreveu sobre avaliação vale apenas para modular a caminhada de cada um e para acordar reflexões que norteiam nosso olhar.

35 Nunca sabemos muito sobre a avaliação da aprendizagem; o que de mais importante necessitamos saber é que sua verdadeira dimensão e direção é aprendida a cada instante em cada passo. Na ambigüidade e contradição desse tema é, percorrendo seu próprio caminho que o professor aprende caminhar

36 O QUE É E/OU QUE DEVERIA SER AVALIAÇÃO? QUAL É O SIGNIFICADO DA AÇÃO AVALIATIVA NO ENSINO FUNDAMENTAL?

37 OFICINA

38 GRUPO I GRUPO II GRUPO III GRUPO IV GRUPO V

39 EM GRUPO, ANALISAR A FRASE IMPRESSA. DEBATER ENTRE O GRUPO A FRASE, FOCANDO O ATO DE AVALIAÇÃO. ESCOLHER UMA SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL CICLO II E UMA DISCIPLINA; BASEANDO-SE NO DEBATE DO GRUPO E NO TREINAMENTO, CRIAR A(S) ESTRATÉGIA(S) DE AVALIAÇÃO PARA UM BIMESTRE. CRIAR UM ESQUETE PARA ILUSTRAR A AVALIAÇÃO.

40 Sketch (por vezes utiliza-se a forma "esquete") é um termo em inglês muito utilizado para se referir a pequenas peças ou cenas dramáticas, geralmente cômicas, geralmente com menos de dez minutos de duração (com tal duração, alguns autores já as consideram como peças propriamente ditas) WIKIPÉDIAinglês

41 CADA GRUPO TERÁ DE 3 A 5 MINUTOS PARA A APRESENTAÇÃO.

42

43 RECOMEÇAR


Carregar ppt "PROFESSORA MARA SILVIA OLIVIO DE SOUZA. O PONTO AVALIAR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google