A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Síndrome Coronariana Aguda (SCA) Glauco A. Westphal UTI-CHU-Joinville Guia Prático, baseado em evidências. Baseado e adaptado nas recomendações do American.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Síndrome Coronariana Aguda (SCA) Glauco A. Westphal UTI-CHU-Joinville Guia Prático, baseado em evidências. Baseado e adaptado nas recomendações do American."— Transcrição da apresentação:

1 Síndrome Coronariana Aguda (SCA) Glauco A. Westphal UTI-CHU-Joinville Guia Prático, baseado em evidências. Baseado e adaptado nas recomendações do American College of Cardiology/American Heart Association (setembro 2000) Utilize somente o mouse para evoluir no fluxograma Clique aqui

2 Sim Inversão do ST ou da onda T Avaliação Clínica Inicial Com alterações Histórico clínico? Reveja o ECG SCA possível ou definidaDor não isquêmica Não Conduta Tratamento Avaliação Inicial Caracterização da dor Idade Sexo Histórico de Doença Arterial Coronariana (DAC) Cocaína Fatores de Risco para DAC Dor não isquêmica ou não cardíaca SCA possível ou definida Tabagismo DM HAS Dislipidemia HMF Elevação do ST ou BRE novo Sem comorbidadesCom comorbidades Sem alterações Indicação de CAT Troponina Troponina N Baixo risco ECG ECG não diagnóstico

3 Dor não isquêmica / não cardíaca Avaliar e tratar etiologia suspeita FIM

4 SCA Possível ou Definida Sinais vitais, SaO 2 e acesso intravenoso ECG de 12 derivações nos 10 iniciais Monitorização cardíaca contínua Radiografia de tórax (< de 30) Considerar: Troponina e/ou CK-MB Eletrólitos e coagulação Sim Inversão do ST ou da onda T Com alterações Reveja o ECG Dor não isquêmica Não Conduta TratamentoSem comorbidadesCom comorbidades Sem alterações Indicação de CAT Troponina Troponina N Baixo risco ECG SCA possível ou definida Morfina (não fazer meperidina) Indicações, doses, contra-indicações Oxigênio Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Nitratos SL ou spray Indicações, doses, contra-indicações AAS Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações ECG não diagnóstico AI ou recente começo? Troponina positiva? Elevação do ST ou BRE novo Avaliação Clínica Inicial

5 ECG normal ou sem alterações agudas Depressão no segmento ST/inversão da onda T Elevação do segmento ST ou bloqueio de ramo novo ou presumivelmente novo ECG Sim Inversão do ST ou da onda T Com alterações Reveja o ECG Dor não isquêmica Não Conduta TratamentoSem comorbidadesCom comorbidades Sem alterações Troponina Troponina N Baixo risco ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Elevação do ST ou BRE novo Indicação de CAT ECG não diagnóstico AI ou recente começo? Troponina positiva?

6 ECG normal ou sem alterações agudas Estratificar risco Histórico e exame físico completos Considerar: 1.ECGs seriados ou monitorização contínua do segmento ST 2.Segunda avaliação dos marcadores séricos para lesão miocárdica (em > 6 horas após o início da dor torácica) 3.Se a primeira dosagem de tromponina foi obtida em < 6 horas, obter a segunda entre 6-12 horas. 4.Ecocardiograma bidimensional transtorácico Sim Inversão do ST ou da onda T Com alterações Reveja o ECG Dor não isquêmica Não Conduta ECG não diagnóstico TratamentoSem comorbidadesCom comorbidades Sem alterações Troponina Troponina N Baixo risco ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Elevação do ST ou BRE novo Indicação de CAT AI ou recente começo? Troponina positiva? horas de observação 1. Pronto atendimento 2. Unidade de dor torácica 3. Observação de 24 horas 4. Hospitalização

7 Elevação do segmento ST ou bloqueio de ramo novo ou supostamente novo Morfina (não fazer meperidina) Indicações, doses, contra-indicações Oxigênio Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Nitratos Indicações, doses, contra-indicações AAS Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Anticoagulação Indicações, doses, contra-indicações IECA Indicações, doses, contra-indicações Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintpmas persistentes? NãoSim Não Sim Indicação de CAT NãoSim Reperfusão? Não ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

8 Morfina Indicações –Dor torácica isquêmica –IAM sem hipotensão –Edema agudo de pulmão Dose –2 a 4 mg EV –Repetir a cada 5 até obter efeito desejado Precauções –Não administrar em pacientes hipotensos –Se ocorrer hipotensão, administrar 250 a 500 ml de SF 0,9% Voltar ao slide anterior

9 AAS Indicações –Suspeita de dor torácica isquêmica –IAM com elevação do segmento S-T –Angioplastia coronária Dose –160 a 325 mg VO, amassada ou mastigada –Supositórios de 325 mg se náuseas ou vômitos Precauções e Contra-indicações –Úlcera péptica ativa –Hipersensibilidade ou alergia –Desordens hemorrágicas, doença hepática grave Voltar ao slide anterior

10 -bloqueadores Indicações –Todo paciente com IAM em elevação de S-T –Dor isquêmica contínua ou recorrente –Todo paciente com IAM sem elevação do S-T –Taquiarritmias como FA com alta resposta ventricular Efeitos – Consumo de oxigênio miocárdico – A mortalidade e o reinfarto não fatal – A incidência de FV primária Precauções –Insuficiência moderada de VE –DPOC grave, história de asma Contra-indicações –FC < 60 bpm –PAS < 100 mmHg –Insuficiência grave de VE –BAV de segundo ou terceiro graus Dose: Metoprolol 5 mg EV de 5/5 até totalizar 15 mg se PAS > 100 mm Hg e FC > 60 bpm) Seguir com 50 a 100 mg VO de 12/12 horas; ou Atenolol 25 a 50 mg VO de 12/12 horas Voltar ao slide anterior

11 Anticoagulação Indicações –Heparina não fracionada (HNF) Adjunto á terapia fibrinolitica com rt-PA Alto risco de embolia sistêmica –IAM anterior extenso –FA –Embolia prévia ou trombo em VE –Heparina de baixo peso molecular (HBPM) SCA sem elevação do segmento S-T (angina instável, angina pós infarto, IAM não Q Dose –HNF: 80 UI/kg EV em bolo seguido de 18 UI/kg/h EV por 48 horas. Manter KPTT 1,5 a 2 vezes o controle (45 a 70) –HBPM: 1 mg/kg SC de 12/12 horas Contra-indicações –Absolutas Vigência de hemorragia, TCE recente, hemorragia recente no SNC, coagulopatia grave –Relativas HAS severa, endocardite bacteriana, hemorragia digestiva recente, retinopatia diabética, plaquetopenia (< /mm 3 ) Voltar ao slide anterior

12 Inibidores da ECA Indicações –IAM de parede anterior –IAM prévio –Insuficiência cardíaca –Sinais clínicos de disfunção de VE –FE do VE < 40% Dose e administração –Não administrar nas primeiras 6 horas do IAM –Iniciar após terapia de reperfusão e que o paciente esteja estável sintomática e clinicamente –Iniciar com doses baixas (6,25 a 12,5 de 8/8 horas) –Ajustar a dose total em 24 a 48 horas Contra-indicações –Gravidez –Angioedema –PAS < 100 mm Hg –Insuficiência renal clinicamente relevante –Estenose de artéria renal bilateral –Hipersensibilidade a IECA Voltar ao slide anterior

13 Nitratos Indicações –Primeiras 24 a 48 horas IAM anterior extenso e ICC Isquemia persistente ou recorrente Hipertensão –Mais de 48 horas Angina recorrente Congestão pulmonar persistente Doses –IV: Nitroglicerina: 12,5 a 25 g em bolo e infusão de 10 a 20 g /min Mononitrato de isossorbida: 0,8 mg/kg a cada 8 horas em infusão contínua –SL: Nitroglicerina: 0,4 mg. Repetir 2 vezes em intervalos de 5/5 Dinitrato de isossorbida: 5 mg SL. Repetir 2 vezes de 5/5 –Spray: 2 doses SL ou na língua Contra-indicações –PAS < 90 mmHg –Bradicardia ou infarto de VD –Bradicardia ou taquicardia graves Voltar ao slide anterior

14 Oxigênio IAM sem complicações –Oxigênio a 4 l/min por cateter nasal nas primeiras 2-3 horas –Provavelmente sem benefício após 3-6 horas IAM não complicado (congestão pulmonar evidente, SaO 2 < 90%) –Oxigênio a 4 l/min por cânula nasal; ajuste conforme a necessidade –Continuar a terapêutica até que o paciente esteja estável Voltar ao slide anterior

15 Contraindicação para trombólise ou presença de choque cardiogênico? 12 horas 12 horas Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim** Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintomas persistentes? NãoSim Não Sim Indicação de CAT NãoSim Reperfusão? Não* Contra-indicação de Trombólise AVC hemorrágico prévio AVC no último ano Sangramento ativo Suspeita de dissecção de aorta ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

16 Sem contraindicação para trombólise ou choque cardiogênico? Trombólise: Estreptoquiinase rt-PA Indicações, doses, contra-indicações Tempo (porta-agulha < 30 minutos) Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim** Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintomas persistentes? NãoSim Não Sim Indicação de CAT Não* NãoSim Reperfusão? ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

17 Fibrinolíticos Benefício maior –Quando o período entre a chegada do paciente e administração da droga for < 30 minutos –Elevação do S-T ou BRE novo ou supostamente novo –IAM extenso –Pacientes jovens Benefício menor –Pacientes com mais de 75 anos –Atendimento após 6-12 horas a partir do início da dor Precauções –HAS grave (PA > 180/110 mm Hg –Uso de anticoagulantes (RNI > 2,5) –Trauma recente ( 2-4 sem) –RCP traumática ou cirurgia maior –(< 3 sem) –Depressão do segmento S-T Contra-indicação de Trombólise –AVC hemorrágico prévio –AVC no último ano –Sangramento ativo –Suspeita de dissecção de aorta Voltar ao slide anterior Doses Rt-PA Infusão acelerada (1,5 hora) 15 mg ev em bolo 0,75 mg/kg em 30 (máx. 50 mg) 0,50 mg/kg em 60 (máx. 35 mg) Estreptoquinase UI em 1 hora de infusão

18 Evidência clínica e eletrocardiográfica de reperfusão? Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim** Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintomas persistentes? NãoSim Não Sim Indicação de CAT Não* NãoSim Reperfusão? ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

19 Medidas clínicas?? Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim** Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintomas persistentes? NãoSim Não Sim Indicação de CAT Não* NãoSim Reperfusão? Anticoagulação Indicações, doses, contra-indicações AAS Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Nitratos Indicações, doses, contra-indicações -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Tirofiban (Aggrastat R ) Indicações, doses, contra-indicações IECA Indicações, doses, contra-indicações ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

20 Inibidores de GP IIb/IIIa (Tirofiban) Indicação –IAM sem onda Q –Angina instável tratada clinicamente –Angina instável ou IAM não Q que serão submetidos a CAT Doses –0,4 g/kg/min EV em 30 minutos –Seguidos de 0,1 g/kg/min EV por 48 horas Precauções/contra-indicações –Sangramento ativo ou distúrbio de coagulação nos últimos 30 dias –Hemorragia intracraniana, cirurgia ou trauma no último mês –Hipersensibilidade –Contagem de plaquetas < /mm 3 Voltar ao slide anterior

21 Realizar (ou repetir) procedimento coronariano invasivo?? Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim** Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintomas persistentes? NãoSim Não Indicação de CAT NãoSim Não* Sim Reperfusão? Anticoagulação Indicações, doses, contra-indicações AAS Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Nitratos Indicações, doses, contra-indicações -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Tirofiban (Aggrastat R ) Indicações, doses, contra-indicações IECA Indicações, doses, contra-indicações ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

22 Sem sintomas persistentes > 12 horas Controle clínico Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim** Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintomas persistentes? NãoSim Não Sim Indicação de CAT NãoSim Reperfusão? Não* Morfina (não fazer meperidina) Indicações, doses, contra-indicações Oxigênio Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Nitratos Indicações, doses, contra-indicações AAS Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Anticoagulação Indicações, doses, contra-indicações IECA Indicações, doses, contra-indicações ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

23 Sintomas persistentes? > 12 horas Considerar reperfusão e tratamento clínico mais agressivo Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim** Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintomas persistentes? NãoSim Não Sim Indicação de CAT NãoSim Reperfusão? Não* Morfina (não fazer meperidina) Indicações, doses, contra-indicações Oxigênio Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Nitratos Indicações, doses, contra-indicações AAS Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Anticoagulação Indicações, doses, contra-indicações IECA Indicações, doses, contra-indicações ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

24 Histórico clínico Antecedentes de doença coronariana, arterial periférica ou cardiovascular? Angina em repouso > 20 minutos de duração em paciente com risco moderado? Angina rapidamente progressiva nas últimas 48 horas? Troponina elevada? Presença de qualquer uma dos seguintes: Sim Inversão do ST ou da onda T Com alterações Reveja o ECG Dor não isquêmica TratamentoSem comorbidadesCom comorbidades Sem alterações Troponina Troponina N Baixo risco ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Não Indicação de CAT ECG não diagnóstico AI ou recente começo? Troponina positiva? Conduta Elevação do ST ou BRE novo

25 Histórico clínico Idade > 75 anos Presença de ICC Hipotensão Bradiarritmia Taquiarritmia. Presença de pelo menos um dos ítens abaixo Inversão do ST ou da onda T Com alterações Reveja o ECG Dor não isquêmica TratamentoSem comorbidadesCom comorbidades Sem alterações Troponina Troponina N Baixo risco ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Não Indicação de CAT ECG não diagnóstico AI ou recente começo? Troponina positiva? Sim Conduta Elevação do ST ou BRE novo

26 Depressão ou elevação transitória do Segmento ST (> 0,05 mv) com dor Inversão de onda-T (> 0,2 mv) com dor. Ondas Q patológicas Taquicardia ventricular sustentada Alterações no ECG Inversão do ST ou da onda T Com alterações Reveja o ECG Dor não isquêmica Sem comorbidadesCom comorbidades Sem alterações Troponina Troponina N Baixo risco ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Não Indicação de CAT Tratamento ECG não diagnóstico AI ou recente começo? Troponina positiva? Sim Conduta Elevação do ST ou BRE novo

27 Troponina elevada e/ou CK-MB elevada Dosagem dos marcadores séricos Inversão do ST ou da onda T Reveja o ECG Dor não isquêmica Sem comorbidadesCom comorbidades Sem alterações Troponina Troponina N Baixo risco ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Não Indicação de CAT Tratamento ECG não diagnóstico AI ou recente começo? Troponina positiva? Sim Conduta Com alterações Elevação do ST ou BRE novo

28 Paciente de Baixo risco Tratar etiologia provável Considerar teste de esforço para provocar isquemia (antes da alta hospitalar ou ambulatorialmente) Acompanhamento se necessário Seguimento ambulatorial Inversão do ST ou da onda T Reveja o ECG Dor não isquêmica Sem comorbidadesCom comorbidades Sem alterações Troponina Troponina N Baixo risco ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Não Indicação de CAT Tratamento ECG não diagnóstico AI ou recente começo? Troponina positiva? Sim Conduta Com alterações Elevação do ST ou BRE novo

29 *Pode ser considerado, se o paciente for submetido a PCI. Com alteração ao ECG ou com elevação das enzimas Inversão do ST ou da onda T Reveja o ECG Dor não isquêmica Sem comorbidadesCom comorbidades ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Não Tratamento Indicação de CAT ECG não diagnóstico AI ou recente começo? Troponina positiva? Sim Conduta AAS Indicações, doses, contra-indicações -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Nitratos EV Indicações, doses, contra-indicações Anticoagulação Indicações, doses, contra-indicações Tirofiban* (Aggrastat R ) Indicações, doses, contra-indicações Com alterações Tratamento pós CAT Sem alterações Troponina Troponina N Baixo risco Elevação do ST ou BRE novo

30 Houve alteração do ECG ou dos marcadores séricos? Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Não ECG não diagnóstico AI ou recente começo? Troponina positiva? Sim Conduta AAS Indicações, doses, contra-indicações -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Nitratos EV Indicações, doses, contra-indicações Enoxaparina ou HNF Indicações, doses, contra-indicações Reveja o ECG Sem comorbidadesCom comorbidades Sem alterações Troponina Troponina N Baixo risco Indicação de CAT Tratamento Com alterações Elevação do ST ou BRE novo

31 Alteração ao ECG ou elevação dos marcadores séricos Inversão do ST ou da onda T Reveja o ECG Dor não isquêmica TratamentoSem comorbidadesCom comorbidades Baixo risco ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Não Indicação de CAT ECG não diagnóstico AI ou recente começo? Troponina positiva? Sim Conduta Com alterações *Pode ser considerado, se o paciente for submetido a PCI. AAS Indicações, doses, contra-indicações -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Nitratos EV Indicações, doses, contra-indicações Anticoagulação Indicações, doses, contra-indicações Tirofiban* (Aggrastat R ) Indicações, doses, contra-indicações Sem alterações Troponina Troponina N Elevação do ST ou BRE novo

32 Indicação de CAT se: Angina recorrente ICC Instabilidade hemodinâmica Taquicardia ventricular sustentada PCI há menos de seis meses CABG anterior SIM = PCI precoce NÃO = tratamento clínico contínuo Inversão do ST ou da onda T Reveja o ECG Dor não isquêmica Sem comorbidadesCom comorbidades Sem alterações Troponina Troponina N Baixo risco ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Não Tratamento Indicação de CAT ECG não diagnóstico AI ou recente começo? Troponina positiva? Sim Conduta Tratamento pós CAT Com alterações Elevação do ST ou BRE novo

33 *Dor torácica persistente ou recorrente, ou histórico de CABG ou IAM **Boa resposta clínica Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim** Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintpmas persistentes? NãoSim Não Sim Indicação de CAT NãoSim Não* Reperfusão? ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

34 Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim** Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintomas persistentes? NãoSim Não Sim Indicação de CAT NãoSim Reperfusão? Não* ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

35 CAT Indicações, comentários Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim** Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Sim Indicação de CAT NãoSim Reperfusão? Não* Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintomas persistentes? NãoSimNão Sim ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

36 Cateterismo cardíaco Mais eficaz em: –Choque cardiogênico < 75 anos –Alternativa à terapia fibrinolítica –Contra-indicação para fibrinólise Melhores resultados se: –Serviços com maior volume de pacientes –Restauração do fluxo em mais de 90% dos casos –Recanalização em minutos após o diagnóstico de IAM Voltar ao slide anterior

37 Recorrência de sintomas? Evolução hospitalar Dor torácica recorrente Instabilidade hemodinâmica Nova alteração do ECG ICC Arritmias Inversão do ST ou da onda T Dor não isquêmica Há menos de 12 hsHá mais de 12 hs ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Sim** Não Recorrência dos sintomas? Melhora da dor? Há condições de Cateterismo? Sem contraindicação para trobólise Contraindicação para trobólise Sintomas persistentes? NãoSim Não Sim Indicação de CAT NãoSim Reperfusão? Não* ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

38 < 40% = CINE precoce 40% = Teste de esforço Normal = Alta com tratamento clínico Anormal = CINE precoce Avaliar função do VE Nitratos Indicações, doses, contra-indicações AAS Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Anticoagulação Indicações, doses, contra-indicações IECA Indicações, doses, contra-indicações Voltar ao slide anterior

39 Revascularização RN/ATC SimNão Anatomia favorável para reperfusão? Realizar CAT Pacientes de alto risco Admissão em UCO/UDT/UTI Clinicamente estável Dor não isquêmica ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Inversão do ST ou da onda T Considerar tratamento adjunto Tratamento adjunto Avaliar risco -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Nitratos EV Indicações, doses, contra-indicações Anticoagulação Indicações, doses, contra-indicações Tirofiban (Aggrastat R ) Indicações, doses, contra-indicações Morfina (não fazer meperidina) Indicações, doses, contra-indicações Oxigênio Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Nitratos SL ou spray Indicações, doses, contra-indicações AAS Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

40 Revascularização RN/ATC SimNão Anatomia favorável para reperfusão? Realizar CATAdmissão em UCO/UDT/UTI Dor não isquêmica ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Inversão do ST ou da onda T Considerar tratamento adjunto Clinicamente estávelPacientes de alto risco O paciente é de alto risco? Sintomas persistentes Isquemia recorrente Comprometimento da função do VE Mudança no ECG IAM, angiografia ou RM prévios Avaliar risco ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

41 Revascularização RN/ATC SimNão Anatomia favorável para reperfusão? Realizar CAT Dor não isquêmica ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Inversão do ST ou da onda T Considerar tratamento adjunto Clinicamente estávelPacientes de alto risco Admissão em UCO/UDT/UTI Admissão na UCO/UDT/UTI Continuar ou iniciar tratamento adjunto Enzimas seriadas ECG seriado Considerar ECO ou cintilografia miocárdica Manter na unidade por 48 horas Avaliar risco ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

42 Dor não isquêmica ECG SCA possível ou definida Avaliação Clínica Inicial Inversão do ST ou da onda T Considerar tratamento adjunto Clinicamente estávelPacientes de alto risco Admissão em UCO/UDT/UTI Realizar CAT Anatomia favorável para reperfusão? SimNão Revascularização RN/ATC Avaliar risco ECG não diagnóstico Elevação do ST ou BRE novo

43 -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Nitratos EV Indicações, doses, contra-indicações Anticoagulação Indicações, doses, contra-indicações AAS Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Tirofiban (Aggrastat R ) Indicações, doses, contra-indicações Voltar ao slide anterior

44 Avaliar cirurgia de revascularização miocárdica -bloqueadores Indicações, doses, contra-indicações Nitratos EV Indicações, doses, contra-indicações Anticoagulação Indicações, doses, contra-indicações AAS Indicações, doses, contra-indicações Indicações, doses, contra-indicações Tirofiban (Aggrastat R ) Indicações, doses, contra-indicações Voltar ao slide anterior

45 elevação de s-t –Terapia pós cat – com e sem reperfusão –Iscover? –Pravacol?


Carregar ppt "Síndrome Coronariana Aguda (SCA) Glauco A. Westphal UTI-CHU-Joinville Guia Prático, baseado em evidências. Baseado e adaptado nas recomendações do American."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google