A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pró-Saúde e sua contribuição na formação acadêmica do farmacêutico ABENFAR/OPAS/SGTES-MS Dados preliminares - 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pró-Saúde e sua contribuição na formação acadêmica do farmacêutico ABENFAR/OPAS/SGTES-MS Dados preliminares - 2011."— Transcrição da apresentação:

1 Pró-Saúde e sua contribuição na formação acadêmica do farmacêutico ABENFAR/OPAS/SGTES-MS Dados preliminares

2 Fase I = análise documental (roteiro para análise dos PPPs dos cursos) Fase II = grupos nominais Recuperando a fala de ontem… PROJETOPROJETO

3 Trata-se de uma proposta de pesquisa de abordagem qualitativa com a aplicação de questionários, análise documental e realização de grupos nominais. Este projeto busca através da comparação entre o grupo de escolas de farmácia envolvidas no Pró-saúde (Caso) com escolas não envolvidas (Controle) buscar conhecer a contribuição do projeto na formação de farmacêuticos voltados aos serviços de Saúde. PROJETOMÉTODOPROJETOMÉTODO 335 CURSOS DE FARMÁCIA (INEP/2007) 10% 10 IES CASO 10 IES CONTROLE dificuldades ao longo do processo

4 Descrição dos projetos envolvendo os cursos de farmácia aprovados no Brasil com a identificação dos pontos facilitadores e dificultadores; Evento de devolução dos dados e socialização das experiências; Seleção de estratégias adotadas nos projetos pró- saúde de inserção do acadêmico no Sistema Único de Saúde a serem divulgadas a outras Universidades; Relatório final da pesquisa com o consolidado de todos os resultados. PROJETORESULTADOSESPERADOSPROJETORESULTADOSESPERADOS

5 Outras atividades acadêmicas obrigatórias: Atividades de natureza distinta que compõe a formação básica sendo computadas na carga horária mínima para formação, podendo estas serem disciplinas eletiva/livres (ex.: o estudante deverá cursar, além das disciplinas obrigatórias, 400h em disciplinas eletivas ou livres), atividades acadêmicas complementares (mínimo de 100 horas em estágios não obrigatórios, projetos de pesquisa e extensão, participação em congressos, entre outras conforme PPP). PRÓ-SAÚDE E SUA CONTRIBUIÇÃO NA FORMAÇÃO ACADÊMICA DO FARMACÊUTICO Instruções para análise dos Projetos Político Pedagógicos (PPP) Item 17. Disciplinas/Módulos do Curso. Serão consideradas: Obrigatórias: Disciplinas requeridas para a formação. Optativas Livres: Disciplinas de distintos eixos de formação e áreas do conhecimento ofertadas aos estudantes de uma instituição indiferentemente de seu curso de graduação (ex.: disciplinas das áreas de humanidades, artes, pedagogia, entre outras que não fazem parte da formação farmacêutica) Optativas Eletivas: Disciplinas do eixo de formação do estudante ofertadas somente a determinado curso (e.: disciplinas do eixo de formação como habilidades em análises clínicas, tecnologia de alimentos ou industrial, ofertadas de forma complementar a formação mínima). ESTRATÉGIAANÁLISEDADOSESTRATÉGIAANÁLISEDADOS

6 Outras atividades acadêmicas obrigatórias: Atividades de natureza distinta que compõe a formação básica sendo computadas na carga horária mínima para formação, podendo estas serem disciplinas eletiva/livres (ex.: o estudante deverá cursar, além das disciplinas obrigatórias, 400h em disciplinas eletivas ou livres), atividades acadêmicas complementares (mínimo de 100 horas em estágios não obrigatórios, projetos de pesquisa e extensão, participação em congressos, entre outras conforme PPP). PRÓ-SAÚDE E SUA CONTRIBUIÇÃO NA FORMAÇÃO ACADÊMICA DO FARMACÊUTICO Instruções para análise dos Projetos Político Pedagógicos (PPP) Item 17. Disciplinas/Módulos do Curso. Serão consideradas: Outras atividades acadêmicas obrigatórias: Atividades de natureza distinta que compõe a formação básica sendo computadas na carga horária mínima para formação, podendo estas serem disciplinas eletiva/livres (ex.: o estudante deverá cursar, além das disciplinas obrigatórias, 400h em disciplinas eletivas ou livres), atividades acadêmicas complementares (mínimo de 100 horas em estágios não obrigatórios, projetos de pesquisa e extensão, participação em congressos, entre outras conforme PPP). Outras atividades acadêmicas voluntárias: Atividades ofertadas aos estudante em caráter voluntário, podendo este cursá-las ou não sem que isso implique em prejuízos a sua formação (ex.: estágios não obrigatórios, participação em projetos, etc.) ESTRATÉGIAANÁLISEDADOSESTRATÉGIAANÁLISEDADOS

7 Item 19. Adequação das Disciplinas/Módulos/Atividades para o processo de formação dos acadêmicos nas competências e habilidades específicas para atuação profissional definidas nas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Farmácia -DCN (2002). Serão analisadas as disciplinas ofertadas e suas ementas conforme as disposições das DCN. Para cada eixo (habilidade a ser formada) deverá ser indicado o número de disciplinas que se relacionam com a referida habilidade A graduação a ser observada será: Contempla totalmente: O PPP apresenta: (1) no mínimo uma disciplina obrigatória com conteúdo principal relacionado à habilidade em questão; (2) duas ou mais disciplinas obrigatórias que trabalhem secundariamente a habilidade em questão. Contempla parcialmente: O PPP apresenta: (1) uma ou mais disciplinas não obrigatórias que com conteúdo principal relacionado a habilidade em questão; (2) atividades complementares ou estágios que propiciem ao aluno vivência/reflexão sobre a habilidade em questão. Não contempla: O PPP não apresenta elementos que permitam a análise. ESTRATÉGIAANÁLISEDADOSESTRATÉGIAANÁLISEDADOS

8 DIFICULDADES?DIFICULDADES? CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade

9 Exemplo de um tema multidisciplinar: anemia sideroblástica : aparece no planos de curso da Toxicologia e da Hematologia, porém as disciplinas tratam o tema de acordo com seus interesses DIFICULDADES?DIFICULDADES? CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade

10 Ex.: estudo de caso clínico, acolhimento do usuário no ambulatório do HU… CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade

11 DIFICULDADES?DIFICULDADES?

12 CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade A metodologia do trabalho interdisciplinar implica em: - Integração de conteúdos -- Passar de uma concepção fragmentária para uma concepção unitária do conteúdo ---- Superar a dicotomia entre ensino e pesquisa, a partir da contribuição das diversas ciências ensino-aprendizagem centrado numa visão de que aprendemos ao longo de toda vida Ex.: o tema reações adversas pode ser trabalhado como integrador (Farmacologia, Toxicologia, Farmacoepidemiologia…); Iniciação Científica, Extensão… DIFICULDADES?DIFICULDADES?

13 DIFICULDADES?DIFICULDADES?

14 DIFICULDADES?DIFICULDADES?

15 Exemplos de temas transversais (superam os conceito de disciplina tradicional, tratando de um tema/objetivo comum, transversal): ética, meio ambiente, orientação sexual. DIFICULDADES?DIFICULDADES? Assistência/atenção farmacêutica ??? CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade

16 Reflexões: - Os campos disciplinares não existem per se, mas são constituídos de sujeitos, na prática científica cotidiana -- Os sujeitos da ciência são agentes sociais, organizados em grupos sociais peculiares; comunidades científicas estabelecem paradigmas natureza e determinações do poder técnico natureza e determinações do poder político DIFICULDADES?DIFICULDADES? CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade CONCEITOS TRABALHADOS: Multi, pluri, inter e transdisciplinaridade

17 Item 20. Adequação do PPP aos vetores dos 3 Eixos de orientação do Projeto Pró-Saúde: O objetivo deste item é a verificação da adequação do PPP aos vetores dos eixos de orientação da formação dos Projetos Pró-Saúde (PPS) aprovados, para posterior comparação aos PPS aprovados. Utilizar as definições abaixo para a classificação do grau de adequação do PPP aos vetores dos eixos de orientação da formação. Neste item será realizada uma avaliação mais ampla que deverá considerar a composição curricular (disciplinas/módulos/estágios) bem como sua organização ao longo dos períodos, integração entre teoria e prática, vivência em serviços de saúde, com ênfase no SUS, entre outros elementos que propiciem o aprendizado de tecnologias leves e uma formação alinhada as DCN: 1. Contempla integralmente: significa que o PPP apresenta disciplinas, módulos, estágios e/ou outras atividades que atendem integralmente a proposta do vetor do eixo de orientação analisado (Orientação teórica, Orientação pedagógica e Cenários da pratica). 2. Contempla parcialmente: significa que o PPP apresenta disciplinas, módulos, estágios e/ou outras atividades não atendem integralmente os vetores do eixo analisado; 3. Não contempla: significa que o PPP não apresenta disciplinas, módulos, estágios e/ou outras atividades que atendem a proposta do vetor do eixo/ O vetor analisado não e passível de verificação no PPP do curso/ 4. Não há informação para avaliação do item. ESTRATÉGIAANÁLISEDADOSESTRATÉGIAANÁLISEDADOS

18 em algumas instituições não foi possível o acesso ao material necessário para realização da análise (PPP e PPS), ou por falta de material nos sítios (páginas da internet) ou pela não disponibilização dos mesmos pelas instituições; DIFICULDADE GERAL

19 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS disciplinas de mesmo nome, com conteúdos totalmente diferentes, dependendo da instituição; denominações muitos abrangentes, como Práticas farmacêuticas, Atividades complementares, etc. não oferecem parâmetros para análise ; disciplinas cuja denominação pode assumir significados muito variados e amplos como Saude Pública (ex.: conteúdo total = epidemiologia; conteúdo total = políticas de saúde) análise prejudicada por ausência de suas ementas/plano de curso/referências; presença de ementas pobres, pouco elucidativas; não fica claro em alguns PPPs, qual é o critério utilizado pelos alunos para elegerem suas disciplinas não obrigatórias (optativas ou eletivas); no que diz respeito ao item 19.21, observou-se que a dificuldade está no próprio instrumento de avaliação, isto é, deveria haver análise em itens separados para alimentos e nutracêuticos; Item 17: ENTRAVESENTRAVES

20 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS Item 20: PPPs que falham quanto à exposição dos objetivos, missão do curso, formas de avaliação, inserção na comunidade, etc; PPPs cuja proposta inclui trabalhar interdisciplinarmente, mas não foi possível constatar a multiprofissionalidade ou a transdisciplinaridade nos mesmos; presença de projetos pedagógico com boa apresentação, porém suas ilustrações não conseguem demonstrar como, na prática, desenvolvem o que alegam desenvolver: a interdisciplinaridade ou a transdisciplinaridade. Os conteúdos de Assistência Farmacêutica aparecem em forma de estágios, que PODERÃO contemplar o que propõem as DCN; alguns itens eram totalmente contemplados, porém foram marcados como contempla parcialmente por se tratarem de disciplinas optativas. ENTRAVESENTRAVES

21 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS Item 20: Pró- Saúde: projeto feito com o objetivo de contemplar o curso de Medicina, o que dificulta sua adaptação para outros cursos, em especial o de Farmácia (ex.: residências já contemplariam o item ) Documento do Pró-Saúde utilizado como base para a análise traz as definições que nortearam os critérios de preenchimentos deste item, o que leva, novamente às dificuldades já apontadas quanto à ausência de ementas/planos de curso, assim PPPs bem elaborados Eixo I : Orientação teórica Determinantes de saúde -doença Pesquisa ajustada à realidade local Pós-graduação e Educação Permanente Eixo II: Cenários de prática Integração ensino-serviço Utilização dos vários níveis de atenção Integração serviços IES com os serviços de Saúde Eixo III: Orientação pedagógica Integração básico-clínico Análise crítica do serviço Aprendizagem ativa ENTRAVESENTRAVES

22 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS Item 20: Eixo Orientação teórica ENTRAVESENTRAVES

23 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS Item 20: Eixo Orientação teórica ENTRAVESENTRAVES

24 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS Item 20: Eixo Orientação teórica ENTRAVESENTRAVES

25 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS Item 20: Eixo Cenários de Práticas ENTRAVESENTRAVES

26 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS Item 20: Eixo Cenários de Práticas ENTRAVESENTRAVES

27 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS Item 20: Eixo Cenários de Práticas ENTRAVESENTRAVES

28 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS Item 20: Eixo Orientação pedagógica ENTRAVESENTRAVES

29 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS Item 20: Eixo Orientação pedagógica ENTRAVESENTRAVES

30 DIFICULDADES ENCONTRADAS PARA O PREENCHIMENTO DOS ITENS LISTADOS Item 20: Eixo Orientação pedagógica ENTRAVESENTRAVES

31 Fontes: Inter-transdisciplinaridade e transversalidade Instituto Paulo Freire Acesso em

32 ANEXOS

33

34

35


Carregar ppt "Pró-Saúde e sua contribuição na formação acadêmica do farmacêutico ABENFAR/OPAS/SGTES-MS Dados preliminares - 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google