A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 ORÇAMENTOBudget PROF.: ABNER DANTAS DE MESQUITA JÚNIOR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 ORÇAMENTOBudget PROF.: ABNER DANTAS DE MESQUITA JÚNIOR."— Transcrição da apresentação:

1 1 ORÇAMENTOBudget PROF.: ABNER DANTAS DE MESQUITA JÚNIOR

2 2 ORÇAMENTO

3 ORÇAMENTO ? INFORMAÇÃO PARA TOMADA DECISÃO PLANO DE AÇÃO PLANEJAMENTO REDUÇÃO DE CUSTOS META ESTRATÉGIA INSTRUMENTO DE MEDIÇÃO CONTROLAR GASTOS DEMISSÃO

4 Orçamento envolve Objetivo do Orçamento 2 - A execução de planos para atingir suas metas e 3 - A comparação periódica dos resultados efetivos com as metas. Essas metas abrangem todas as metas da empresa, incluindo as metas específicas para cada unidade operacional.todas as metas da empresa Estabelecer metas específicas para futuras operações faz parte da função administrativa de planejamento, enquanto· as ações executadas para atingi-Ias faz parte da função administrativa de direção. Comparar, periodicamente, os resultados reais com as metas e tomar medidas apropriadas faz parte da função administrativa de controle.função administrativa 1 - O estabelecimento de metas específica;

5 Um conjunto de metas é sempre necessário para orientar e concentrar ações individuais e grupais. Por exemplo, estudantes estabelecem metas acadêmicas, atletas estabelecem metas esportivas, empregados estabelecem metas profissionais e empresas estabelecem metas financeiras. Essas metas, por sua vez, motivam indivíduos e grupos a conseguir um alto nível de desempenho. Planejamento

6 Uma vez ou outra, os membros das famílias, em sua maioria, desenvolvem um plano financeiro que os guia na alocação de seus recursos durante um período específico CARL S. Warren et al. Managerial Accounting

7 Planejamento Da mesma maneira, o orçamento apóia o processo de planejamento, exigindo que todas as unidades organizacionais estabeleçam suas metas para o período seguinte. O processo é similar ao de um time de futebol estabelecendo as metas da equipe no início da temporada. O processo de estabelecimento de metas por meio de orçamento aumenta a motivação dos gerentes e empregados oferecendo um conjunto de expectativas de comum acordo. Por exemplo, a Florida Power and Light (FP&L), fornecedora de eletricidade, anunciou o plano de reduzir 8% dos custos de seu orçamento total, a fim de manter sua meta de lucratividade. Usar o orçamento para divulgar essas expectativas na empresa ajudou a FP&L a atingir sua meta. Sem o orçamento para estabelecer claramente essa expectativa, seria difícil atingir esses resultados. CARL S. Warren et al. Managerial Accounting

8 Planejamento O planejamento não apenas motiva os empregados, mas também melhora a tomada de decisão em termos globais. Durante a fase de planejamento do processo orçamentário, todos os pontos de vista são considerados, as opções identificadas e as oportunidades de redução de custo avaliadas. Esses esforços resultam em decisões mais acertadas. Daí, o processo orçamentário pode revelar oportunidades. CARL S. Warren et al. Managerial Accounting

9 Planejamento O processo orçamentário pode revelar oportunidades ou ameaças que não eram conhecidas antes do planejamento. Por exemplo, O processo de planejamento financeiro ajudou a General Motors a identificar os altos custos associados com a extensa fabricação de peças. Assim, a GM decidiu vender mais de 45 linhas (tampa de radiadores, bombas a vácuo, motores elétricos etc.) a fim de concentrar-se na fabricação de carros. CARL S. Warren et al. Managerial Accounting

10 O planejamento estratégico é essencial para o sucesso de um negócio. Planejamento Estratégico CARL S. Warren et al. Managerial Accounting

11 O plano estratégico, que é o ponto inicial do desenvolvimento de orçamentos operacionais, envolve cinco etapas: Planejamento Estratégico CARL S. Warren et al. Managerial Accounting

12 1 - Definir o objetivo, a visão e a missão da empresa. Planejamento Estratégico O objetivo da empresa é a razão de sua existência. Para a maioria das empresas, esse propósito é maximizar a riqueza do acionista pela maximização dos lucros. CARL S. Warren et al. Managerial Accounting

13 1 - Definir o objetivo, a visão e a missão da empresa. Planejamento Estratégico A visão da empresa é como ela planeja atingir seu objetivo. CARL S. Warren et al. Managerial Accounting

14 1 - Definir o objetivo, a visão e a missão da empresa. Planejamento Estratégico A missão de uma empresa representa o modo específico pelo qual ela planeja atingir seu objetivo e visão. CARL S. Warren et al. Managerial Accounting

15 1 - Definir o objetivo, a visão e a missão da empresa. Planejamento Estratégico O objetivo da empresa é a razão de sua existência. Para a maioria das empresas, esse propósito é maximizar a riqueza do acionista pela maximização dos lucros. A visão da empresa é como ela planeja atingir seu objetivo. A missão de uma empresa representa o modo específico pelo qual ela planeja atingir seu objetivo e visão. RESUMO CARL S. Warren et al. Managerial Accounting

16 2 - Estabelecer metas de desempenho específicas que sejam coerentes com o objetivo, a visão e a missão da empresa. Planejamento Estratégico Por exemplo: uma meta de desempenho específica pode ser uma taxa de retorno de 18% sobre o patrimônio líquido no próximo ano.

17 3 - Formular um plano estratégico baseando-se na análise de ameaças, oportunidades e pontos fortes e fracos da empresa. Por exemplo, uma equipe gerencial capaz é um ponto forte; o maquinário obsoleto é um ponto fraco; a demanda por um novo produto ou serviço é uma oportunidade: e a entrada de um concorrente é uma ameaça. A análise dos pontos fortes e fracos e das oportunidades e ameaças deve propiciar à empresa estratégias alternativas para que atinja seu objetivo, sua visão e sua missão. Planejamento Estratégico

18 4 - Implementar o plano estratégico. Essa implementação deve se refletir nos orçamentos operacionais da empresa. Planejamento Estratégico 5 - Reavaliar continuamente o plano estratégico e efetuar as alterações necessárias. Por exemplo, uma nova legislação pode gerar novas oportunidades para serviços ou produtos.

19 Planejamento Estratégico

20 Um orçamento é um plano de negócios formal. Todos os gestores fazem algum tipo de planejamento. Algumas vezes, os planos não são expressos. Tais planos podem funcionar em uma pequena organização, mas assim que esta cresce os planejamentos informais deixam de ser suficientes. Um plano mais formal, um sistema orçamentário se torna uma necessidade. VANTAGENS DOS ORÇAM.ENTOS

21 Os gestores céticos têm reclamado: "Eu enfrento muitas incertezas e complicações para realizar um orçamento que valha a pena para mim". Afaste-se de tais reclamações. Planejar e orçar são especialmente importantes em ambientes incertos. Um orçamento permite reações sistemáticas a mudanças, em vez de caóticas. O Natural Resources Group da W. R. Grace & Co., por exemplo, reduziu muito sua expansão planejada em reação a uma abundância mundial de petróleo e gás. Um alto executivo cotado no relatório anual da empresa declarou que "a gestão usou o processo de planejamento da empresa para ajustar-se às mudanças nas condições operacionais". VANTAGENS DOS ORÇAMENTOS

22 Três benefícios principais do orçamento são os seguintes: 1- Os orçamentos compelem os gestores a pensar no futuro pela formalização de suas responsabilidades para planejar. 2 - Os orçamentos fornecem expectativas definidas, que são a melhor estrutura para julgar o desempenho subseqüente. 3 - Os orçamentos ajudam os gestores na coordenação de seus esforços, de modo que os planos das subunidades da organização satisfaçam os objetivos da organização como um todo.

23 Planejamento Estratégico

24 FORMALIZAÇÃO DO PLANEJAMENTO O orçamento força os gestores a pensar no futuro - antecipar-se e preparar-se para mudanças nas condições. O processo orçamentário torna o planejamento uma responsabilidade explícita dos gestores. Muito freqüentemente, os gestores operam na base cotidiana, apagando um incêndio após o outro. Eles simplesmente 'não têm tempo' para nenhum pensamento bem- elaborado além dos problemas do dia seguinte. O planejamento passa a segundo plano ou é obliterado pelas pressões diárias.

25 FORMALIZAÇÃO DO PLANEJAMENTO O problema com a abordagem cotidiana para gerir uma organização é que os objetivos nunca são cristalizados. Os gestores reagem aos eventos correntes em vez de planejar para o futuro. Para preparar um orçamento, um gestor deve estabelecer metas, objetivos e políticas para ajudá-la em suas realizações. Os objetivos são o ponto de destino; os orçamentos são os mapas rodoviários que nos guiam àquele destino. Sem metas e objetivos; as operações da empresa ficam sem direção, os problemas não são visualizados e os resultados são difíceis de interpretar depois disso.

26 ESTRUTURA PARA AVALIAR O DESEMPENHO As metas orçadas e o desempenho são, geralmente, uma base melhor para avaliar os resultados reais do que o desempenho passado. As notícias de que uma empresa teve vendas de $ 100 milhões em determinado ano, quando comparadas com $ 80 milhões do ano anterior, pode ou não indicar que a empresa tem sido eficaz e alcançado seus objetivos. Talvez as vendas deveriam ter sido $ 110 milhões nesse ano. O principal inconveniente de usar os resultados históricos para avaliar o desempenho atual é que as ineficiências podem estar ocultadas no desempenho passado. As mudanças nas condições econômicas, de tecnologia, pessoal, concorrência, e assim por diante, também limitam a utilidade das comparações com o passado.

27 COMUNICAÇÃO E COORDENAÇAO OS orçamentos dizem aos empregados o que se espera deles. Ninguém gosta de ficar à deriva, sem saber o que o chefe espera dele ou tem esperança de alcançar. Um bom processo orçamentário comunica em ambos os sentidos: do topo para a base e da base para o topo. topo para a base e da base para o topo A alta gestão torna claras as metas e objetivos da organização em suas diretrizes orçamentárias. Os empregados e os gestores de nível mais baixo, então, informam os gestores de nível superior como eles planejam alcançar as metas e os objetivos.

28 COMUNICAÇÃO E COORDENAÇAO Os orçamentos também ajudam os gestores a coordenar os objetivos. Um orçamento força o pessoal de compras, por exemplo, a integrar seus planos às necessidades de produção, enquanto os gestores da produção usam o orçamento de vendas e entregam uma programação para ajudá-los a antecipar e planejar as necessidades de empregados e instalações físicas. Da mesma maneira, os gestores financeiros usam o orçamento de vendas, as necessidades de compra, e assim por diante, para antecipar a necessidade de caixa da empresa. Assim, o processo orçamentário força os gestores a visualizar o relacionamento das atividades de seus departamentos com as dos outros departamentos e da empresa como um todo.

29 Planejamento Estratégico

30 Tipos de Orçamentos Orçamento Flexível Orçamento Base Zero

31 Case A empresa ABC pertence ao ramo de atividade de industrialização bastante competitivo. No mercado, a ABC ocupa a terceira colocação no que se refere ao faturamento. A venda esta distribuída em varejista e atacadista.

32 Planejamento 02/02/06 Orçamento Base Zero - Modismo ou Necessidade O Orçamento Base Zero (OBZ) é uma previsão orçamentária ou um Budget, projetado sem levar em consideração o que ocorreu nos anos anteriores, é também usado quando se inicia uma empresa e ela ainda não tem histórico de vendas e despesas ou de receitas e gastos. O OBZ é uma abordagem orçamentária desenvolvida nos Estados Unidos da América, pela Texas Instruments Inc., durante o ano de Foi adotado pelo estado de Geórgia pelo governo Jimmy Carter, com vistas ao ano fiscal de Principais características: análise, revisão e avaliação de todas as despesas propostas e não apenas das solicitações que ultrapassam o nível de gasto já existente; todos os programas devem ser justificados cada vez que se inicia um novo ciclo orçamentário. O OBZ é um meio prático de os gestores empresariais não cair na zona de conforto; é uma ferramenta que avalia as reais necessidades ou os excessos nas empresas sem repetir os mesmos números do ano anterior com pequenos acréscimos de 5% ou 10%. Logicamente é muito mais rápido e cômodo fazer o Orçamento Base Histórica (OBH), mas serve para pouca coisa; você estará colocando como previsão de vendas as mesmas do ano anterior sem levar em conta um Planejamento Estratégico para o ano ou sem levar em consideração como anda seus concorrentes ou novos produtos que serão lançados no mercado afetando diretamente suas vendas. Também fazendo OBH você deixará de avaliar se seu nível de gastos irá aumentar ou diminuir. O grupo Pão de Açúcar iniciou um complexo plano de corte de custos que poderá resultar no enxugamento do quadro de funcionários. Conhecida como Orçamento Base Zero (OBZ), a ferramenta de gestão, que vem sendo implementada pelo Pão de Açúcar. È amplamente utilizada pela AmBev, famosa por seu modelo gerencial agressivo e totalmente focado em resultados.

33 Ponto de InlereSSe Planejamento é também uma importante parte das finanças pessoais. O Toronto Dominion Bank oferece um software de orçamento e planilha de trabalho para estudantes, pela Internet, no site Visite esse site se você pretende preparar um orçamento ou fazer download de dicas úteis para isso.www.tdbank.ca/tdbank/pers/stu­

34 ORÇAMENTO

35


Carregar ppt "1 ORÇAMENTOBudget PROF.: ABNER DANTAS DE MESQUITA JÚNIOR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google