A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UM ESTUDO EXPLORATÓRIO PARA A INSERÇÃO DA ASTRONOMIA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Rodolfo Langhi

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UM ESTUDO EXPLORATÓRIO PARA A INSERÇÃO DA ASTRONOMIA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Rodolfo Langhi"— Transcrição da apresentação:

1

2

3 UM ESTUDO EXPLORATÓRIO PARA A INSERÇÃO DA ASTRONOMIA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Rodolfo Langhi Prof. Dr. Roberto Nardi

4 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

5 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

6 Quais os padrões relativos às perspectivas dos professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental em relação ao ensino da Astronomia e suas representações sobre a inserção deste tema na formação de docentes?

7 Unitermos: Formação de professores Ensino de Astronomia Livro didático Concepções alternativas Educação continuada Análise do discurso

8 JUSTIFICATIVAS Grande difusão de concepções de senso comum sobre fenômenos astronômicos; Livros didáticos com inúmeros erros conceituais de Astronomia; Dificuldades com o tema devido à formação dos professores; Ensino da Astronomia: interdisciplinaridade, cidadania, quebra de paradigmas.

9 OBJETIVOS a)analisar estudos já realizados sobre: - as concepções alternativas mais comuns presentes em docentes e alunos sobre temas relacionados à Astronomia; - os erros conceituais mais freqüentes em livros didáticos sobre o tema; - sugestões presentes nos Parâmetros Curriculares Nacionais

10 OBJETIVOS b) interpretar os discursos de professores de Ciências dos anos iniciais do Ensino Fundamental sobre fenômenos astronômicos necessários à sua prática docente, mapeando suas dificuldades sobre estes

11 OBJETIVOS c) a partir dos discursos dos docentes e de resultados de pesquisas contemporâneas sobre a Educação em Ciências, subsidiar o desenho de um programa de educação continuada a docentes nesta área, visando contribuir para uma mudança de postura dos mesmos

12 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

13 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

14 Principais concepções de fenômenos astronômicos e suas causas - Estações do ano são causadas devido à distância da Terra ao Sol; - Interpretação das fases da Lua como sendo eclipses lunares semanais; - Possuem uma visão geocêntrica do Universo; - Colocam estrelas entre os planetas do Sistema Solar; - Desconhecem o movimento aparente das estrelas no céu; - Associam a presença da Lua exclusivamente ao céu noturno; - Associam a existência da força de gravidade com a presença de ar;

15 Principais concepções de fenômenos astronômicos e suas causas Barros (1997): · Dificuldades cognitivas deste tema; · Ausência de evidências claras e perceptíveis que provem o movimento terrestre; · Metodologia de ensino (excesso de leitura e falta de observações diretas do céu); · Deficiente formação dos professores neste campo da Astronomia; · Tipo de vida cada vez mais urbano, poluição luminosa.

16 Principais concepções de fenômenos astronômicos e suas causas -a m í dia (Nascimento, 1989; Fraknoi, 1995; Bretones, 1999); -forma ç ão acadêmica limitada de professores (Maluf, 2000; Bretones, 1999); - presen ç a de erros conceituais em livros did á ticos, conforme diagnosticado por Bizzo (1996), Trevisan (1997), Canalle (1994, 997) e Paula & Oliveira (2002).

17 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

18 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

19 Erros conceituais de Astronomia mais comuns em livros didáticos Livro Didático: Material bibliográfico sobre o assunto é reduzido Livro didático pode ser a única fonte de consulta Livros didáticos com sérios erros conceituais

20 Erros conceituais de Astronomia mais comuns em livros didáticos Estações do ano Lua e suas fases Movimentos e inclinação da Terra Representação de constelações Estrelas Dimensões dos astros no Sistema Solar Número de satélites e anéis em alguns planetas Cometas/meteoros Pontos cardeais Características planetárias Falham no aspecto do incentivo à observação prática, a prática observacional

21 Fonte: Paula e Oliveira (2002) Estações do Ano

22 Erros conceituais de Astronomia mais comuns em livros didáticos Estações do ano Lua e suas fases Movimentos e inclinação da Terra Representação de constelações Estrelas Dimensões dos astros no Sistema Solar Número de satélites e anéis em alguns planetas Cometas/meteoros Pontos cardeais Características planetárias Falham no aspecto do incentivo à observação prática, a prática observacional

23 Fases da Lua Fonte: Paula e Oliveira (2002)

24 Erros conceituais de Astronomia mais comuns em livros didáticos Estações do ano Lua e suas fases Movimentos e inclinação da Terra Representação de constelações Estrelas Dimensões dos astros no Sistema Solar Número de satélites e anéis em alguns planetas Cometas/meteoros Pontos cardeais Características planetárias Falham no aspecto do incentivo à observação prática, a prática observacional

25 Pontos Cardeais Fonte: Paula e Oliveira (2002)

26 Erros conceituais de Astronomia mais comuns em livros didáticos Estações do ano Lua e suas fases Movimentos e inclinação da Terra Representação de constelações Estrelas Dimensões dos astros no Sistema Solar Número de satélites e anéis em alguns planetas Cometas/meteoros Pontos cardeais Características planetárias Falham no aspecto do incentivo à observação prática, a prática observacional

27 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

28 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

29 Os Parâmetros Curriculares Nacionais e o ensino de Astronomia Brasil (1997), Brasil (1998), Brasil (1999) Ciências naturais (que inclui Astronomia), visa a compreensão sobre o Universo, o espaço, o tempo, a matéria, o ser humano, a vida, seus processos e transformações. Incentiva atividades práticas, e visitas preparadas a observatórios, planetários, associações de astrônomos amadores, museus de Astronomia e de Astronáutica.

30 Os Parâmetros Curriculares Nacionais e o ensino de Astronomia Brasil (1997), Brasil (1998), Brasil (1999) Professor de Ciências preparado para fornecer subsídios aos alunos a fim de: - Identificar algumas constelações, mediante observação direta; - Compreender a atuação da atração gravitacional; - Funcionamento do dia e da noite; - Estações do ano; - Distinções entre as teorias geocêntrica e heliocêntrica; - Relações espaciais e temporais na dinâmica e composição da Terra; - Valorizar o conhecimento historicamente acumulado em Astronomia.

31 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

32 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

33 A interdisciplinaridade no ensino de Astronomia Ensino de Astronomia como auxilio na formação do cidadão Ensino de Astronomia como facilitador na mudança das concepções alternativas Por que ensinar Astronomia?

34 180 professores da rede pública de ensino, provenientes da região da Nova Alta Paulista, convidados pela Diretoria de Ensino Regional de Adamantina para responder um questionário (2003). 146 devolveram os questionários preenchidos (81%) Representações parciais de docentes da Nova Alta Paulista sobre o ensino de Astronomia

35

36 Série Qtde Série Qtde Série Qtde 1º EF15º EF741º EM80 2º EF26º EF752º EM72 3º EF97º EF773º EM66 4º EF178º EF74

37 Representações parciais de docentes da Nova Alta Paulista sobre o ensino de Astronomia

38 Anos de trabalho Qtde < 11 1 a a a a 402

39 Representações parciais de docentes da Nova Alta Paulista sobre o ensino de Astronomia

40 Dos 146 docentes pesquisados, apenas 6 responderam afirmativamente sobre o ensino de astronomia durante sua formação, o que representa cerca de 4 %. Destes seis que receberam astronomia durante sua formação, dois acrescentam no questionário que foi de uma forma bem superficial, nada aprofundado. Representações parciais de docentes da Nova Alta Paulista sobre o ensino de Astronomia

41 Cerca de 72% de professores não haviam observado pelo telescópio e 28% já observaram. Apenas 35 professores já visitaram um planetário e/ou observatório, enquanto que 111 deles não haviam realizado nenhuma visita deste tipo. Isto representa 24% e 76% respectivamente. Tendo em vista a necessidade de uma infra-estrutura adequada para o ensino de astronomia, perguntou-se se o professor concordava com a construção de um observatório ou planetário na região onde pudesse receber algum tipo de apoio para seu trabalho, e a resposta foi unanimemente afirmativa, apenas com cinco abstenções. Cerca de 72% de professores não haviam observado pelo telescópio e 28% já observaram. Apenas 35 professores já visitaram um planetário e/ou observatório, enquanto que 111 deles não haviam realizado nenhuma visita deste tipo. Isto representa 24% e 76% respectivamente.

42 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

43 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

44 MÉTODOS DA PESQUISA Metodologia: Natureza qualitativa (Bogdan & Biklen, 1991) Levantamento bibliográfico: de estudos já realizados de erros em livros didáticos e as concepções alternativas de estudantes/professores, das sugestões dos PCN do Ensino Fundamental. Instrumentos: entrevistas clínicas semi-estruturadas, que levantaram as representações dos docentes sobre tópicos ligados à Astronomia e sobre a prática de ensino dos docentes. Amostra: 10 docentes dos anos iniciais do Ensino Fundamental da rede pública da região da Nova Alta Paulista. Amostra final: 5 professores.

45 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

46 VISÃO GERAL Apresentação Concepções alternativas em Astronomia Erros conceituais comuns em livros didáticos e suas causas Conteúdos de Astronomia no Ensino Fundamental segundo os PCN Por que ensinar Astronomia Metodologia da pesquisa Análise dos dados

47 Análise de discurso em sua linha francesa, conforme divulgado por Eni Orlandi (1999) no Brasil, e Maingueneau (1997). Maingueneau (1997) especifica a análise do discurso como a disciplina que, em vez de proceder a uma análise lingüística do texto em si mesmo ou uma análise sociológica ou psicológica do seu contexto, visa articular a sua enunciação com um determinado lugar social. Um texto ou uma fala possui uma intencionalidade. Ela também não é natural nem inocente. Por isso, a linguagem, enquanto discurso, está carregada de ideologia.

48 Análise dos dados As palavras simples do nosso cotidiano já chegam até nós carregadas de sentidos que não sabemos como se constituíram e que significam em nós e para nós. No dizer há sempre um não-dizer, que pode ser interpretado de diferentes maneiras, dependendo do que o analista do discurso procura. A produção da linguagem não é transmissão de informação, mas efeitos de sentido entre locutores: daí decorre o efeito-leitor. Os sentidos não são propriedades privadas nem do autor e nem do leitor, pois são efeitos da troca de linguagem. Os sentidos são partes de um processo, se realizam em um contexto, têm historicidade, possuem um passado e se projetam para um futuro (Orlandi, 2000).

49 Análise dos dadosDocentes: reconhecem suas dificuldades expressam gosto pelo tema lamentam suas limitadas capacidades para ensiná-lo, uma vez que não trabalharam com conteúdos de Astronomia em sua formação inicial demonstram a aceitação e o interesse dos seus alunos em aprender este tema

50 Análise dos dados Formação limitada Dificuldades Fontes procuradas Concepções alternativas Concepções cientificamente aceitas Anos iniciais do EF são confirmadassão geradas e / ou Inserção da Astronomia (formação inicial e continuada)

51 Análise dos dados 179 E: [...] a gente vai às vezes em curso por aí, que não aprende nada, né, vai lá e você ouve tanto que você já sabe [...] Comunidade Escolar Comunidade Científica No recorte discursivo de E: Apenas um breve exemplo:

52 Considerações Finais Manifestas, portanto, as dificuldades relatadas nos discursos das professoras da amostra, bem como suas sugestões para o emprego de um ensino de qualidade em Astronomia nos anos iniciais do Ensino Fundamental, e entrelaçando os dados assim obtidos com a fundamentação teórica, prevê- se a instalação de um programa de educação continuada para professores deste nível, e a inserção deste tema na formação inicial desses docentes, para que compreendam e identifiquem as principais áreas para mudanças em sua prática pedagógica em relação ao ensino da Astronomia.

53


Carregar ppt "UM ESTUDO EXPLORATÓRIO PARA A INSERÇÃO DA ASTRONOMIA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Rodolfo Langhi"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google