A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A teoria Behaviorista sobre as ações Profa Érica Andrade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A teoria Behaviorista sobre as ações Profa Érica Andrade."— Transcrição da apresentação:

1 A teoria Behaviorista sobre as ações Profa Érica Andrade

2 O que é o Behaviorismo Termo inglês behavior John Broadus Watson. EUA. Início sec XX. Burrhus Frederic Skinner (1904 a1990) Um contraponto à teoria mentalista e a Psicanálise: que defendiam uma explicação interior para as ações.

3 Denominação da Teoria Analise experimental do comportamento ou comportamentalismo

4 Pressupostos da Teoria Behaviorista Watson dava a psicologia uma consistência científica. Objeto observável, mensurável, experimentos e reprodução dos experimentos. O comportamento deveria ser estudado em função de certas variáveis do meio. Certos estímulos levam os sujeitos a determinadas respostas e isso ocorre porque os organismos se ajustam aos seus ambientes. Há uma relação entre aquilo que o sujeito faz e o ambiente onde o seu fazer acontece. O behavirismo estuda as interações entre os indivíduos,o ambiente e as ações do indivíduo. O homem começa a ser estudado a partir de sua interação com o ambiente, sendo tomado como produto e produtor dessas interações.

5 1) Comportamento respondente O comportamento reflexo ou respondente é o que usualmente chamamos de não-voluntários e inclui as ações que são produzidas por estímulos antecedentes vindos do ambiente. Essas ações/comportamentos são chamados de respondentes porque ocorrem da interação ambiente para sujeito, nas quais os eventos ambientais produzem certas ações do sujeito. O sujeito responde a um estímulo inicial do ambiente. Exemplos: O direito e as relações trabalhistas.

6 O ambiente é capaz de determinar o comportamento do homem.

7 2) Condicionamento Operante O sujeito opera, ou seja, tem uma ação, com o objetivo de alcançar um efeito desejado, neste sentido a responsabilidade da ação é explicada pela resposta que se almejava alcançar. Assim o resultado alcançado por aquela ação, servirá de reforço para que ela se repita. O comportamento operante se dá pela interação Sujeito -> Ambiente. Conceito Relação Fundamental da Ação: é a relação entre a ação do sujeito e as consequências que se espera dela. Num primeiro momento as conseqüências podem até ser desconhecidas, mas inferidas, no entanto, a partir do momento que houve um reforço para essa ação, pelas consequências decorrentes, o sujeito tenderá a repetir esta ação. Casos de assédio sexual: O sujeito faz uma primeira investida, e é positivamente correspondido, após isto intensifica essa ação. Ou seja, o sujeito se comporta, sua ação produz uma alteração ambiental, que por sua vez retroage sobre o sujeito, aumentando a probabilidade de futura ocorrência da ação. Este retroagir é o reforço.

8 2.1) Reforço e Punição Reforço positivo: o sujeito atua, recebe recompensa pela ação e a repete. Exemplo: O adolescente entrega uma encomenda para o chefe do tráfico, recebe uma cesta básica. Assim ele repete a ação por este reforço positivo. Reforço negativo: o sujeito atua, recebe um estímulo aversivo e assim ele atua novamente por causa deste. Exemplo: O adolescente entrega uma encomenda para o chefe do tráfico, e recebe uma cesta básica. Chega em casa encontra um irmão muito doente e não há como comprar remédios. Assim ele repete a ação por este reforço negativo. Punição: o sujeito age e recebe punição pela ação, fazendo uma outra coisa a partir de então. A punição leva a supressão temporária da resposta, sem contudo, alterar a motivação.

9


Carregar ppt "A teoria Behaviorista sobre as ações Profa Érica Andrade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google