A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

2006. TUTORIA NO PROGESTÃO O TUTOR DEVE INCENTIVAR O CURSISTA DURANTE TODO O CURSO: A gestão democrática fundada nas práticas compartihadas de construção.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "2006. TUTORIA NO PROGESTÃO O TUTOR DEVE INCENTIVAR O CURSISTA DURANTE TODO O CURSO: A gestão democrática fundada nas práticas compartihadas de construção."— Transcrição da apresentação:

1 2006

2 TUTORIA NO PROGESTÃO O TUTOR DEVE INCENTIVAR O CURSISTA DURANTE TODO O CURSO: A gestão democrática fundada nas práticas compartihadas de construção e desenvolvimento do projeto pedagógico da escola. Todas as práticas vinculadas ao aprender a aprender, a autocapacitação, ao aprender a fazer coletivamente, bem como a troca de experiências entre os gestores.

3 FUNÇÕES DO TUTOR: Facilitar a aprendizagem Acompanhar a regularidade dos cursistas no desenvolvimento das atividades; Garantir a qualidade do encontro presencial; Propor atividades complementares para os cursistas, quando necessário, após avaliação; Verificar a compreensão do conteúdo do módulo ; Sugerir enfoques ou interpretações alternativas;

4 Indicar novas fontes de informações; Chamar atenção sobre conclusões não justificadas; Chamar a atenção do cursista para a relação entre as atividades desenvolvidas, seus objetivos de aprendizagem para o desenvolvimento de competências e sua prática como gestor. Um dos principais fundamentos do PROGESTÃO AÇÃO-REFLEXÃO-AÇÃO Motivar Acompanhar, com interesse, o desenvolvimento do cursista; Oportunizar ao cursista possibilidade de recuperação;

5 Fazer comentários orais e escritos favoráveis sobre as atividades desenvolvidas pelo cursista; Garantir a qualidade dos encontros presenciais; Desenvolver entre os cursistas a sensação de que, mesmo quando estudam sozinhos, alguém está se preocupando com eles. Orientar Estudos individuais e em equipe, através de estratégias de acompanhamento; Sobre o desenvolvimento do cronograma (datas, locais, alterações eventuais) com antecedência.

6 Estudos individuais e em equipe, através de estratégias de acompanhamento; Sobre o desenvolvimento do cronograma (datas, locais e alterações eventuais) com antecedência; Sobre a resolução de toda e qualquer dúvida (operacional, conteúdo, etc..) A utilização do ambiente virtual pelo cursista. Avaliar O desenvolvimento dos estudos individuais e em equipe; A realização das atividades obrigatórias, de socialização e as demais; A participação nos encontros presenciais.

7 O desempenho nas provas escritas, controle de leitura e relatório de aplicação; Pontualidade e comprometimento do cursista na realização e entrega das atividades. O QUE É NECESSÁRIO PARA DESEMPENHAR ESSAS FUNÇÕES? É imprescindível conhecer os módulos e intermódulos; Saber utilizar o ambiente virtual; Possuir capacidade de conduzir equipes de trabalho;

8 Ter iniciativa e criatividade; Possuir capacidade de acompanhar e avaliar o desempenho dos cursistas; Possuir espírito inovador; Ter capacidade de resolver problemas. Responsabilidade e comprometimento. Funções do Multiplicador Acompanhar todas as ações dos tutores de forma a apoiá-los e ajuda-los; Saber utilizar o ambiente virtual; Possuir capacidade de conduzir equipes de trabalho;

9 Ter iniciativa e criatividade; Possuir capacidade de acompanhar e avaliar o desempenho dos tutores; Possuir espírito inovador; Ter capacidade de resolver problemas. Acompanhar todas as ações dos tutores de forma a apoiá-los e ajudá-los; Saber utilizar o ambiente virtual; Possuir capacidade de conduzir e articular a equipe de tutores; Ter iniciativa e criatividade; Possuir capacidade de acompanhar e avaliar o desempenho dos tutores; Possuir espírito inovador;

10 Ter capacidade de resolver problemas; Conhecimento dos módulos e intermódulos; Articular o planejamento dos encontros presenciais; Acompanhar e avaliar os encontros presenciais; Acompanhar o desenvolvimento do cronograma (datas, locais e alterações eventuais); Acompanhar e ajudar no envio de atividades e lançamento de notas no ambiente virtual; Apoio pedagógico e logístico aos tutores; Responsabilidade e comprometimento

11 Funções do Coordenador de Módulo Garantir a qualidade da capacitação e orientação aos multiplicadores e tutores; Ter habilidade de coletar dados relativos aos módulos e intermódulos, visando a elaboração e reelaboração de materiais; Prestar apoio pedagógico e logístico aos multiplicadores; Utilizar o ambiente virtual (inserir e retirar dados, responder questionamentos, elaboração e coordenação do blog do módulo);

12 Elaborar provas, controles de leitura; Definir atividades para avaliação e socialização; Acompanhar, avaliar e orientar os encontros presenciais; Acompanhar o desempenho dos multiplicadores. Ter capacidade de trabalho em equipe.

13 ESCRITOS / ORAIS : ABORDAGEM: -Chamar a atenção do cursista para a relação entre as atividades desenvolvidas, seus objetivos de aprendizagem (competências) e suas atividades de gestor. -Chamar atenção sobre fatos ou teorias que o cursista não considerou, sugerindo quando for o caso, a releitura do caderno de estudos ou alguma forma adicional de consulta; - Sugerir enfoques ou interpretações alternativas; COMENTÁRIOS DO TUTOR EM RELAÇÃO ÀS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO CURSISTA

14 - Indicar novas fontes de informações; - Chamar a atenção sobre conclusões não justificadas; REDAÇÃO: - Construtivos, amigáveis e motivadores - Informais - Breves, objetivos, fáceis de ler e entender - Elogiosos quando as atividades forem bem feitas - Devolvidos, o mais rápido possível, ao cursista

15 ESTUDOS INDIVIDUAIS A - Assegurar-se de que o cursista está realizando as atividades previstas (horário de plantão): Anotar em sua folha de registro as consultas feitas no horário de plantão e qual sua finalidade. Procurar contactar o cursista que não está contactando com você por mais de 1 ou 2 semanas. Contactar com o multiplicador, caso sinta necessidade, para orientá-lo nessa tarefa.

16 B - Preparar esquemas e ou lista de perguntas e dúvidas mais freqüentes. C - Desenvolver entre os cursistas a sensação de que, mesmo quando estudam sozinhos, alguém está se preocupando com eles. D - Incentivar os cursistas a elaborar um plano de estudos (sem ser burocrático) E - Ter informações sobre o que os cursistas deveriam estar estudando em um período determinado.

17 ESTUDO EM EQUIPE A - Facilitar e reforçar a existência de grupos de trabalho. B - Orientar os cursistas sobre os requisitos básicos para o trabalho em equipe: escolha do coordenador da equipe divisão de tarefas e responsabilidades calendário de reuniões avaliação do trabalho (seguida de registro)

18 C - Identificar e acompanhar as atividades que serão desenvolvidas em equipe: atender eventuais dúvidas relativas ao desenvolvimento das atividades a serem realizadas em equipe; Verifique se os cursistas estão se reunindo, se têm dificuldades, se seguiram os passos recomendados. D - Desenvolver entre os cursistas o hábito de compartilhar experiências. E - Servir de ponte ou conexão entre equipes.

19 ENCONTROS PRESENCIAIS A - Objetivos: Esclarecimentos de dúvidas Disseminação de informações Motivar Sistematizar Socializar experiências B - Assegurar o comparecimento regular de todos os cursistas: Data e local divulgados com bastante antecedência.

20 C - Planejar os encontros Os encontros presenciais devem ser planejados, em reuniões, coordenadas pelo multiplicador; Os encontros devem desenvolver no mínimo as seguintes atividades: Fechamento e avaliação dos módulos; Sessão de vídeo; Apresentação de módulos novos; Avaliação do encontro. D - Coordenar a realização dos encontros presenciais: O encontro presencial não pode se transformar em um momento de revisão do módulo e intermódulo.

21 1- Fechamento e Avaliação dos Módulos Esclarecimento de dúvidas - Quais as dúvidas que tiveram em relação ao módulo e intermódulo; - Verificar a realização das atividades dos cadernos; - Sondar junto aos cursistas, as atividades mais úteis; - Sondar junto aos cursistas, as atividades mais difíceis Socialização das atividades - Socialização das atividades em equipe, relatório de aplicação e controle de leitura; - Desenvolver o compartilhamento de experiências; - Priorizar as atividades socializadoras e coletivas. - A partir das atividades levantar as questões e dúvidas e debatê-las.

22 1.3 - Sistematização de competências e conhecimentos adquiridos - Contextualizar o módulo e intermódulo, relacionando-os à prática; - Sondar junto aos cursistas, o aprendizado mais significativo; - Sondar junto aos cursistas, quais os objetivos ligados ao desenvolvimento de suas competências profissionais, que consideram cumpridos; - Propor a auto-avaliação do cursista em relação aos seus estudos. 2- Sessão de vídeo - Abrir o módulo - problematização - Fechar o módulo - sistematização

23 3- Apresentação de módulo novo Problematização do módulo e intermódulo - Problematizar o tema do módulo - O quê Do quê o módulo trata - Problematizar o título do módulo - Como Enfatizar a necessidade de desenvolver competências voltadas para o cotidiano da escola Apresentar as unidades e seus objetivos - Discutir as idéias e competências principais do módulo e intermódulo; Definição das atividades - definir a atividade de equipe a ser socializada; - definir a atividade obrigatória.

24 4. Avaliação do Encontro O que avaliar Estrutura pedagógica do encontro - Conteúdo programático; - Material didático utilizado; - Carga horária ( cumprimento da pauta) - Recursos didáticos Atuação do tutor Relacionamento interpessoal Infra-estrutura Sugestões para o próximo encontro Como avaliar - Metodologia a ser utilizada


Carregar ppt "2006. TUTORIA NO PROGESTÃO O TUTOR DEVE INCENTIVAR O CURSISTA DURANTE TODO O CURSO: A gestão democrática fundada nas práticas compartihadas de construção."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google