A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS DOS DIPLOMADOS DO IST - Perfil de Competências dos Engenheiros - Helena Lopes, Rui Mendes, Luis Lourenço, Marta.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS DOS DIPLOMADOS DO IST - Perfil de Competências dos Engenheiros - Helena Lopes, Rui Mendes, Luis Lourenço, Marta."— Transcrição da apresentação:

1 METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS DOS DIPLOMADOS DO IST - Perfil de Competências dos Engenheiros - Helena Lopes, Rui Mendes, Luis Lourenço, Marta Pile

2 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 2 Objectivos do estudo: Aprofundar os perfis de competências dos licenciados do IST Aumentar a qualidade dos questionários aplicados através da caracterização aprofundada das competências profissionais Obter feed-back sobre o desempenho profissional dos diplomados do IST Objectivos da comunicação: Apresentar a metodologia utilizada pelo IST no processo de avaliação das competências adquiridas nas licenciaturas em Engenharia 2 METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS DOS DIPLOMADOS DO IST - Perfil de Competências dos Engenheiros -

3 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 3 I- Enquadramento do tema II- Definição de Competência Profissional III- As competências do Engenheiro IV- Um caso aplicado à Engª Mecânica V- Aplicação da metodologia 3 CONTEÚDOS DA COMUNICAÇÃO: METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS DOS DIPLOMADOS DO IST - Perfil de Competências dos Engenheiros -

4 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 4 Novo Paradigma Técnico-Económico: 4 I. ENQUADRAMENTO DO TEMA Internacionalização Crescimento de Novas Identidades Inovação e Mudança Tecnológica Crescente Exploração da Informação NOVAS FORMAS DE ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO

5 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 5 Novo Paradigma Técnico-Económico: 5 Criatividade Flexibilidade Diferenciação HOMEM TECNOLOGIA I. ENQUADRAMENTO DO TEMA +

6 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 6 Qualificação Vs Competência: 6 II. DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIA PROFISSIONAL A qualificação é do domínio colectivo ou institucional Formação académica e experiência profissional Exigências para o exercício de um posto de trabalho Remuneração, estatuto e perspectiva de carreira fornecidas ao indíviduo de acordo com as suas qualificações QUALIFICAÇÃO DO TRABALHADOR QUALIFICAÇÃO DO EMPREGO QUALIFICAÇÃO CONVENCIONAL

7 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 7 Qualificação Vs Competência: 7 II. DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIA PROFISSIONAL A competência reporta-se à acção do indivíduo ou do colectivo numa dada situação Manifesta-se em acções É um sistema estruturado e dinâmico É uma constatação da performance do indivíduo O seu resultado pode ser demonstrado, observado, validado, reconhecido e avaliado É situacional

8 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 8 Tipologia de Competências: 8 II. DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIA PROFISSIONAL AGIR e INTERVIR em SITUAÇÃO de TRABALHO Saber-fazer Competências técnicas e profissionais Saber-fazer Competências técnicas e profissionais Saber aprender Capacidades cognitivas Saber Conhecimento teórico Saber Conhecimento teórico Saber-fazer social Competências sociais e relacionais

9 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 9 O que é então competência profissional??? 9 II. DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIA PROFISSIONAL A competência de um indivíduo resulta de um movimento dinâmico entre a sua qualificação e a situação de trabalho que ele ocupa, tendo em conta que o posto de trabalho por retorno modifica a sua competência. Sinergia Apetências Inatas Formação Geral e Específica Tarefas alocadas ao indivíduo

10 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 10 Definição de uma competência chave: 10 II. DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIA PROFISSIONAL Para a maioria dos autores as competências chave são designadas como sendo as competências base que são exigidas aos trabalhadores dado o novo paradigma técnico- económico, no entanto dever-se-á ter em atenção o que é uma competência chave para a empresa Estratégica Empresa COMPETÊNCIAS CHAVE Duas interpretações possíveis Geral Indivíduo Competências base de adaptabilidade dos trabalhadores à evolução técnico-económica Competências profissionais consideradas essenciais num determinado sector de actividade Até que ponto é que as competências chave consideradas pelos trabalhadores estão em consonância com as competências chave consideradas pelos empregadores?

11 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 11 Estatuto de Engenheiro definido pela OE: 11 TAREFAS Investigação III. AS COMPETÊNCIAS DO ENGENHEIRO Titular de Licenciatura ou equivalente legal em Engenharia Ensino Politécnico (~3+2 anos) Ensino Universitário (~5 anos) Inscrito na Ordem como membro efectivo Concepção Estudo Fabrico Construção Produção Controle Qualidade Fiscalização Coordenação e Gestão

12 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 12 Matriz de Competências: 12 III. AS COMPETÊNCIAS DO ENGENHEIRO

13 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 13 AS CIÊNCIAS BÁSICAS IV. UM CASO APLICADO À ENGENHARIA MECÂNICA

14 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 14 AS CIÊNCIAS BASE DA ENGENHARIA MECÂNICA IV. UM CASO APLICADO À ENGENHARIA MECÂNICA Introdução aos conhecimentos adicionais necessários a aplicações criativas, estabelecendo a ligação entre as Ciências Básicas e a prática de Engenharia

15 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 15 IV. UM CASO APLICADO À ENGENHARIA MECÂNICA AS ÁREAS DE ESPECIALIZAÇÃO COMPETÊNCIAS ADQUIRIDAS NO RAMO DE AUTOMAÇÃO E ROBÓTICA Capacidade de intervenção na área da modelação e simulação de processos físicos, análise e projecto de sistemas de controlo, a par da automação e robótica, e também do desenvolvimento de sistemas inteligentes COMPETÊNCIAS ADQUIRIDAS NO RAMO DE PRODUÇÃO Capacidade de intervenção nas áreas de projecto, fabrico, automatização, gestão e manutenção de sistemas mecânicos recorrendo a técnicas avançadas que passam pelo uso intensivo de computadores COMPETÊNCIAS ADQUIRIDAS NO RAMO DE TERMODINÂMICA APLICADA Capacidade de intervenção em áreas relacionadas com a produção, utilização e gestão da energia nas suas diversas vertentes, nomeadamente as que dizem respeito ao impacto ambiental

16 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 16 AS ÁREAS COMPLEMENTARES IV. UM CASO APLICADO À ENGENHARIA MECÂNICA GESTÃO Capacidade de utilização de SI para comunicação, processamento e aquisição de dados; e para cálculo científico em actividades de construção de modelos virtuais de processos, produtos e sistemas, e respectiva simulação COMPUTAÇÃO Capacidade para intervir, de forma inovadora na introdução e acompanhamento das novas tecnologias de realização de sistemas electrónicos ELECTROTECNIA Capacidade de interligar os problemas técnicos com aspectos económicos, sociais e humanos, nomeadamente os relacionados com os métodos de organização e gestão de empresas

17 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 17 MATRIZ DOS INQUÉRITOS V. APLICAÇÃO DA METODOLOGIA

18 GEP - Gabinete de Estudos e Planeamento 18 GABINETE DE ESTUDOS E PLANEAMENTO


Carregar ppt "METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS DOS DIPLOMADOS DO IST - Perfil de Competências dos Engenheiros - Helena Lopes, Rui Mendes, Luis Lourenço, Marta."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google