A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MEGT Development Policies for the Biotechnology Industry in Portugal Carla Costa 2002/01/09 Orientadores: Doutor Manuel Heitor (IST) Doutora Margarida.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MEGT Development Policies for the Biotechnology Industry in Portugal Carla Costa 2002/01/09 Orientadores: Doutor Manuel Heitor (IST) Doutora Margarida."— Transcrição da apresentação:

1 MEGT Development Policies for the Biotechnology Industry in Portugal Carla Costa 2002/01/09 Orientadores: Doutor Manuel Heitor (IST) Doutora Margarida Fontes (INETI) Mestrado em Engenharia e Gestão de Tecnologia

2 MEGT ÍNDICE ÍNDICE Enquadramento Metodologia Caracterização Indústria da Biotecnologia em Portugal Conclusões Percurso para o Mercado

3 MEGT ÍNDICE ÍNDICE Enquadramento Metodologia Caracterização da Indústria da Biotecnologia em Portugal Conclusões Percurso para o Mercado

4 MEGT Surgimento da Indústria da Biotecnologia: Enquadramento Enquadramento Universidades (cientistas) Empresas Existentes Empresas Biotech Networking GovernosPúblico Instituições de Regulação Potencial de impacto na economia muito alargado: Saúde, Agricultura, Alimentar, Ambiente, Química, etc. Factores específicos de cada região ou país têm forte influência no desenvolvimento da indústria Novo Paradigma Tecnológico

5 MEGT Marketing de Tecnologia Enquadramento Enquadramento Aplicam-se os conceitos gerais do marketing mas... Marketing da Inovação Descontínua Fonte: Moore, Geoffrey (1995b), Inside the Tornado Há necessidade de sondar o mercado e aprender com os erros

6 MEGT ÍNDICE ÍNDICE Enquadramento Metodologia Caracterização da Indústria da Biotecnologia em Portugal Conclusões Percurso para o Mercado

7 MEGT PERGUNTA DE INVESTIGAÇÃO PERGUNTA DE INVESTIGAÇÃO Como é que as empresas de base biotecnológica conduzem a tecnologia ao mercado em Portugal? Metodologia Metodologia Como é que as empresas acumulam conhecimento e desenvolvem capacidades de aprendizagem e qual é a relevância deste processo no seu desenvolvimento? Como é que as empresas percebem e definem o seu mercado-alvo? Quais são os obstáculos internos e externos para atingir esse mercado? Como é que as suas estratégias de mercado evoluem e se adaptam ao mercado?

8 MEGT HIPÓTESES HØ Os problemas de apreciação de mercado estão relacionados com dificuldades em definir e implementar uma abordagem de mercado adequada. H1 Estas dificuldades estão relacionadas com a dificuldade em aceder a recursos humanos com as capacidades de gestão e marketing relevantes. H2 Empresas que introduzem inovações descontínuas não estão consciencializadas das especificidades de gestão de mercado que devem ser tidas em conta. Metodologia Metodologia H3 As aptidões de networking das empresas têm um forte impacto na sua capacidade de definir e implementar estratégias de mercado adequadas.

9 MEGT Análise Empírica - entrevistas, com um questionário semi-estruturado, às: Empresas de Base Biotecnológica Empresas que baseiem parte significativa dos seus produtos e serviços em biotecnologia de 3ª geração, ou de 2ª geração quando a tecnologia é não-tradicional, e a empresa assume um papel activo no desenvolvimento e/especificação da tecnologia. Metodologia Metodologia Amostra Abordagem - indutiva (principalmente análise qualitativa) - 16 empresas (85% a 90% do universo) - dados recolhidos em 1999

10 MEGT Para cada empresa, analisar: A adequabilidade da definição da estratégia de marketing A adequabilidade da implementação do marketing A evolução da definição estratégica e sua implementação bem como a aprendizagem efectuada e capacidades adquiridas Outros factores que influenciam o desenvolvimento das empresas (financiamento, empreendorismo, recursos, etc.) 1º 2º 3º 4º 5º Comparar, para tirar conclusões e fazer recomendações de políticas Metodologia Metodologia 6º Tipos de empresas e produtos

11 MEGT ÍNDICE ÍNDICE Enquadramento Metodologia Caracterização da Indústria da Biotecnologia em Portugal Conclusões Percurso para o Mercado

12 MEGT Situação da Biotecnologia em Portugal Prioridade estratégica nas políticas de I&D desde os anos Mas... Mas sem fundos de apoio específicos Existe uma base científica significativa (melhoria da qualidade) Há alguma experiência em áreas tradicionais da biotecnologia Existe um stock de investigadores qualificados Há falta de interesse da indústria nacional Caracterização da Indústria em Portugal Caracterização da Indústria em Portugal EXISTE UM POTENCIAL LATENTE... Fontes e Novais (1998), The Conditions for the Development of a Biotechnology Industry in Portugal: The Impact of Country Specific Factors

13 MEGT As Empresas Existentes Concentradas nas regiões de Lisboa e Porto (11 empresas) 12 foram criadas entre 1992 e criadas por empreendedores (5 com perfil de investigação) Empregavam 178 pessoas em 1998 (17 doutorados) Volume de vendas total estimado EUR em utilizam biotecnologia de 3ª geração (tecnologias mais usadas são: microbiologia, bioquímica, eng. bioquímica, cultura de células, biotecnologias ambientais e fermentação) Caracterização da Indústria em Portugal Caracterização da Indústria em Portugal Oferecem principalmente produtos para o mercado industrial (14) e não patentes e I&D (2) 2 são VARs de produtos inovadores

14 MEGT As Empresas Existentes Caracterização da Indústria em Portugal Caracterização da Indústria em Portugal Origem da tecnologia: 9 empresas com relacionamentos próximos com centros de I&D (7 nacionais e 2 estrangeiros) Mercado: 5 empresas dedicam-se ao mercado interno (3 querem expandir) 2 empresas estão no mercado global 3 empresas usam mercado externo para o excesso de produção 6 empresas ainda não chegaram ao mercado (4 p/mercado global) 6 transferência de tecnologia de empresas estrangeiras 4 desenvolvimento interno com colaborações 3 desenvolvimento externo 3 transferência de tecnologia parciais

15 MEGT Caracterização da Indústria em Portugal Caracterização da Indústria em Portugal Sectores Abrangidos

16 MEGT ÍNDICE ÍNDICE Enquadramento Metodologia Caracterização da Indústria da Biotecnologia em Portugal Conclusões Percurso para o Mercado

17 MEGT Percurso para o Mercado Percurso para o Mercado Definição da Estratégia de Marketing Fornecer definições claras da área de negócio (4 empresas) Realizar pesquisa de mercado adequada (5 empresas) Identificar os segmentos de mercado (3 empresas ) Identificar as necessidades do cliente (3 empresas) Identificar o mercado-alvo (3 empresas) Análise: 5 empresas não definiram estratégia adequada Principais dificuldades sentidas: Identificar a concorrência (3 empresas) As empresas com dificuldade em definir o negócio são science-based e têm empreendedores com perfil de investigação ou quadros importantes com esse perfil. H1 HØ

18 MEGT Percurso para o Mercado Percurso para o Mercado Avaliação da Implementação do Marketing (11 emp.) Não envolver o utilizador no desenvolvimento (5 empresas) Não diferenciar o produto (3 empresas) Posicionamento pouco claro (4 empresas) Falta de uma política de comunicação (3 empresas) Só 1 empresa conseguiu atravessar o abismo (3 não atingiram esta fase) Não identificar nicho apropriado Investir demasiado cedo no aumento da escala de produção Falta de capacidade para actuar sobre o produto (VARs) 3 empresas não implementaram estratégia adequadamente Principais deficiências: Caso das inovações descontínuas (9 empresas): Erros detectados: Não utilizar comunicação boca-a-boca Utilizar estratégia desadequada para conquistar nicho H2 HØ

19 MEGT Percurso para o Mercado Percurso para o Mercado Evolução e Aprendizagem Evolução das estratégias de mercado: Mudança de estratégias foi mais frequente nas empresas de empreendedores (7 em 9 empresas). Causas principais da mudança de estratégia: Perca de accionista Incapacidade para realizar I&D Aprendizagem: Reacção face a problemas: Conselho de peritos externos Aprendizagem directa no mercado Rotação de pessoal Contactos com outras empresas Utilização extensiva de redes informais H3

20 MEGT Percurso para o Mercado Percurso para o Mercado Papel das Competências Factor determinante na definição e implementação de estratégias de mercado e nos processos de aprendizagem. As áreas de carências em competências são: As redes de contactos formais e informais foram importantes no desenvolvimento/reforço de competências. Científica e técnica (5 empresas: VARs, perda de accionista e rotação de pessoal) Gestão (7 empresas) Engenharia (2 empresas com rotação de pessoal) H3 H1 As empresas com mais problemas não construíram redes. A maioria dos empreendedores não tinha à partida qualificações em gestão e marketing e teve que desenvolver competências nessas áreas.

21 MEGT Percurso para o Mercado Percurso para o Mercado Balanço Final Três empresas revelam maior incidência de problemas: falta de competências (2 casos por perda de accionista). Os VARs sofrem de bloqueio tecnológico. Empresa com inovação descontínua revelou bom desempenho de mercado e há empresas recentes com potencial. Existe alguma aprendizagem sobre tecnologia mas a área mais importante é a gestão, sobretudo em marketing. Empresas reconhecem que a aprendizagem, principalmente de conhecimento tácito, foi importante. Nas empresas de empreendedores registou-se maior grau de aprendizagem em marketing. Nos casos em que não se registou aprendizagem este facto deveu-se à falta de competências dos recursos humanos. Aprendizagem: H1 Capacidade de networking foi instrumental H3

22 MEGT ÍNDICE ÍNDICE Enquadramento Metodologia Caracterização da Indústria da Biotecnologia em Portugal Conclusões Percurso para o Mercado

23 MEGT Conclusões Conclusões A análise realizada permite confirmar que: As empresas com mais dificuldades revelaram problemas ao nível dos recursos humanos e a sua ultrapassagem envolveu a aquisição/desenvolvimento de competências. H1 As empresas com inovações descontínuas demonstraram ter dificuldades específicas em definir e implementar estratégias mercado. H2 As redes de relações revelam-se instrumentais para aceder a competências e recursos complementares e para acelerar os processos de aprendizagem ao nível do mercado. H3 Os problemas de apreciação de mercado estão relacionados com dificuldades em definir e implementar uma abordagem de mercado adequada. HØ Mais especificamente verificou-se que:

24 MEGT Conclusões Conclusões Recomendações para a Política da Biotecnologia Coordenação nacional do desenvolvimento de ramos específicos da biotecnologia Sensibilização dos sectores de utilizadores potenciais através de organizações líderes de opinião Reformas nas instituições de regulação nacionais (dinamizar e eliminar bloqueios regulamentares) Formação e troca de experiências internacional para bioempreendedores com peritos de marketing, etc. Encorajar as redes de empresas de base biotecnológica com outras empresas e centros de I&D Promoção internacional dirigida da imagem da I&D nacional Incentivos para as start-ups de biotecnologia


Carregar ppt "MEGT Development Policies for the Biotechnology Industry in Portugal Carla Costa 2002/01/09 Orientadores: Doutor Manuel Heitor (IST) Doutora Margarida."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google