A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula Inaugural - Frei Vicente Artuso VERBUM DOMINI.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula Inaugural - Frei Vicente Artuso VERBUM DOMINI."— Transcrição da apresentação:

1 Aula Inaugural - Frei Vicente Artuso VERBUM DOMINI

2 A Palavra do Senhor permanece eternamente (cf. Is 40,8; 1Pe.1,25) a) Vemo-nos colocados diante do mistério de Deus b) Deus comunica a Si mesmo por meio do dom da Palavra

3 II- OBJETIVOS GERAIS suscitar maior consciência da importância da Palavra de Deus e dos Estudos bíblicos na vida da Igreja( VD 3)

4 II- OBJETIVOS GERAIS Que as conclusões do Sínodo influam eficazmente na vida da Igreja: a) na relação pessoal com a Sagrada Escritura b) na interpretação na liturgia e na catequese c) na investigação científica (discurso inicial de Bento XVI)

5 III- PONTOS DE DESTAQUE I-PARTE: VERBUM DEI (A Palavra de Deus) - DEUS QUE FALA a) Alegria: Anunciamos o que vimos e ouvimos (1 Jo 1,1-3). A alegria vem do encontro com a Palavra de Deus na comunhão com a Igreja.

6 Maria mater fidei et mater laetitiae Feliz aquela que acreditou, porque o que foi dito da parte do Senhor será cumprido(Lc 1,45) Todas as gerações me chamarão Feliz(Lc 1,48).

7 b)Falou-se de uma sinfonia (p ) da Palavra Deus. Uma palavra única que se expressa de muitos modos: O Logos é o Verbo Eterno, o Filho Unigênito gerado pelo Pai antes de todos os séculos. A criação (Líber naturae) constitui parte dessa sinfonia a diversas vozes na qual se exprime o Verbo.

8 -O cristianismo é religião da Palavra de Deus, não é de uma palavra escrita e muda, mas do verbo encarnado (S.Bernardo de Claraval)

9 c) Cristologia da Palavra (VD 11) A condescendência de Deus realiza-se de modo insuperável na encarnação do Verbo (synkatábasis – acomodação da Palavra de Deus – (S.João Crisóstomo- citado na DV 13)

10 A Palavra se fez pequena, tão pequena que cabe numa mangedoura. Fez- se criança para que a Palavra possa ser compreendida por nós. (Bento XVI - homilia de Natal, 2006)

11 Desde o nascimento de Cristo, a Palavra já não é apenas audível, não possui somente uma voz, a Palavra tem um rosto, que por isso mesmo podemos ver: Jesus de Nazaré (Bento VI) (VD 12)

12 RESPOSTA DO HOMEM A DEUS A Deus que se revela deve-se a obediência da fé(Rm 16,26; Rm 1,5; 2Cor 10,5–6). Pela fé o homem entrega- se totalmente a Deus. Portanto a fé é a reposta do homem a Deus que fala.

13 HERMENÊUTICA DA SAGRADA ESCRITURA NA IGREJA A experiência eclesial incrementa a inteligência da fé a respeito da Palavra e a leitura na fé, faz crescer a vida eclesial. S.Gregório Magno dizia a respeito: As palavras divinas crescem com quem as lê. S.Boaventura diz: Não se pode entrar na Escritura sem fé em Cristo que é a lanterna, porta e também fundamento de toda Escritura.

14 Escritura foi escrita pelo povo e para o povo. Daí devemos interpretar em comunidade. Sozinhos não podemos conhecer a Escritura (S.Jerônimo)

15 Recorda os princípios para uma exegese teológica conforme a DV 12 1-Interpretar tendo presente o conteúdo e a unidade da Escritura (exegese canônica) 2- Ter presente a Tradição viva da Igreja 3- Observar a analogia da Fé.

16 Os quatro sentidos da Escritura Littera gesta docet, quid credas allegoria. Moralis quid agas, quo tendas anagogia A letra ensina os fatos, a alegoria o que se deve crer, a moral o que se deve fazer, a anagogia para onde se deve tender ou esperar (Catecismo n.118)

17 Padres da Igreja O que dizem os Padres sobre a unidade do Antigo e Novo Testamento: O Novo Testamento está oculto no Antigo, e o Antigo está patente no Novo(Santo Agostinho) O que o Antigo prometeu, o Novo Testamento fez ver o que aquele anuncia(Gregório Magno) (VD 41)

18 Duas preocupações de destaque do Sínodo: Páginas difíceis da Bíblia. Interpretação Fundamentalista da Bíblia.

19 PARTE II: VERBUM IN ECCLESIA LITURGIA LUGAR PRIVILEGIADO DA PALAVRA DE DEUS

20 Dar mais destaque e visibilidade a dupla mesa da Palavra e da Eucaristia no templo cristão (VD 68)

21 Recomendações liturgicas: 1- Nos Sacramentos da Reconciliação e Unção dos Enfermos, em que a Palavra é pouco usada, o sínodo exorta a ler a Palavra. A Palavra, conforta, fortalece, ilumina. É Palavra de Salvação. 2- Que se use mais o Evangeliário e se proclame com mais solenidade a Palavra pelo diácono ou outro ministro ordenado. Sugere-se a proclamação cantada e também a conclusão (Proclamação do Evangelho....Palavra da Salvação...(VD 67)

22 Recomendações litúrgicas 3- Favorecer os cantos de inspiração bíblica, capaz de exprimir a beleza da Palavra divina. 4- Recordou o valor do silêncio na liturgia como parte da celebração (VD 66) 5- Os textos bíblicos na liturgia, não podem ser trocados por outros textos que não sejam bíblicos. 6- Recomenda particular atenção aos cegos e surdos, para garantir a eles o acesso a Palavra e sua compreensão (VD 71)

23 A PALAVRA DE DEUS NA VIDA ECLESIAL O encontro com a Palavra é encontro com Cristo. Isso acontece mediante o estudo e leitura orante (VD 46; 72; 82; 83; 86).

24 O que dizem os Padres: - S. Jerônimo: Ignorar as Escrituras é ignorar Cristo. E Sto. Agostinho Quando lês; é Deus que te fala, quando rezas és tu que falas a Deus. Portanto convém aceitar o conselho de Origines na sua carta a Gregório: Dedica-te à lectio das divinas Escrituras; aplica-te a isto com perseverança, na intenção de crer e agradar a Deus.

25 1- A pastoral bíblica deve animar todas as pastorais (VD 73) 2- Se favoreça a difusão de pequenas comunidades formadas de famílias (VD 73) 3- Dimensão Bíblica da catequese. O encontro dos discípulos de Emaús (Lc 24,13-35) representa o modelo de uma catequese cujo centro está a explicação das Escrituras, que somente Cristo é capaz de dar (Lc 24,27-28). Deve-se encorajar o conhecimento das figuras, acontecimentos e expressões fundamentais do texto sagrado, daí é importante a memorização inteligente de algumas passagens bíblicas expressivas dos mistérios cristãos (VD 74). Propostas de pastoral Biblica

26 Propostas de pastoral biblica 4- Recomenda-se a formação bíblica dos cristãos. Incentiva-se os centros de formação para leigos, e institutos especializados na formação bíblica. As próprias dioceses, proporcionem oportunidades de uma tal formação aos leigos com particulares responsabilidades eclesiais (Prepositio 33). 5- Colocar em maior evidência a Sagrada Escritura nos grandes encontros eclesiais (VD 76) 6- Palavra de Deus é chamado à vocação da santidade. Sede santos, porque Eu, o Senhor vosso Deus sou santo (cf.Lv 11,44; 19,2; 20,7; Mt 5,48). Ele nos escolheu em Cristo para sermos santos, antes da constituição do mundo (Ef 1,4).

27 Propostas de pastoral Biblica Palavra De Deus e ministros ordenados. A Palavra de Deus é indispensável para formar o coração de um bom pastor. Antes de tudo porque o sacerdote é ministro da Palavra de Deus, é consagrado e enviado a anunciar a todos (Pastores Dabo Vobis 1992) Ele é o primeiro a desenvolver uma grande familiaridade com a Palavra de Deus, mediante a leitura orante (VD 80-81)

28 Leitura orante O sínodo retorna a incentivar a Leitura Orante, com base na prática dos Santos Padres. (VD 86). O documento apresenta uma síntese da lectio divina VD 87: Lectio: O que o texto diz em si, estudo do conteúdo; Meditatio: O que o texto diz para nós? Qual seu sentido para nossa vida? aqui entra a descoberta do sentido espiritual, que ultrapassa a letra. É o trabalho de ruminar a palavra, até sua assimilação. Oratio: O que dizemos ao Senhor em resposta à Palavra? Pedido, intercessão, ação de graças, louvor é o primeiro modo como a Palavra nos transforma. Contemplatio: Assumimos como dom de Deus o seu próprio olhar, ao julgar a realidade. Nesse nível nos perguntamos: qual é a conversão da mente, do coração e da vida que o Senhor nos pede? Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação de vossa mente, a fim de conhecer o que é bom, agradável e perfeito(Rm 12,2).

29 Oração do Angelus Domini Palavra de Deus e oração mariana. Lembra o valor do rosário, mais incrementado com a meditação dos mistérios da Luz (João Paulo II, Rosarium Virginis Mariae, 2002), e meditação de breves trechos da Bíblia sobre os mistérios. Recomenda a recitação do Ângelus Domini, para recordar o mistério da encarnação.

30 Terra Santa Palavra de Deus e Terra Santa. O sínodo lembra a expressão Feliz à terra santa, chamada de quinto evangelho. Vale um olhar de gratidão á terra santa, que nos lembra a realização do mistério da salvação na história, num lugar determinado (VD 89).

31 MISSÃO DA IGREJA: ANUNCIAR A PALAVRA DE DEUS AO MUNDO O verbo, vindo do Pai. Dele recebemos graça sobre graça (Jo 1,16) vai regressar ao pai levando consigo a nossa humanidade. -A Palavra de Deus envolve-nos não só como destinatários da revelação, mas também como seus arautos (DV 91) Ai de mim se não evangelizar(1Cor 9,16). - A Igreja envolvida na missão anuncia ao mundo o Logos da Esperança (1Pe 3,15). A grande esperança é aquele Deus que possui um rosto humano e que nos amou até o fim (Jo 13,1) PARTE III – VERBUM MUNDO

32 O anúncio da Palavra E o conteúdo do anúncio da Palavra é o Reino de Deus (Mc 1,14-15), a própria pessoa de Jesus, sua ação e palavra (VD 93) Todos os batizados são responsáveis (Bispos, sacerdotes, religiosos, religiosas, leigos)- Nesse particular o sínodo exprimiu viva gratidão às mulheres por sua generosidade e dilegência, a exemplo de Maria de Magdala, primeira testemunha da alegria pascal (Prepositio 30)

33 A própria Palavra de Deus nos recorda a necessidade de nosso compromisso com o mundo, O texto do juízo final de Mt 25,31-45, é um chamado ao compromisso com os mais pequeninos. Disso teremos de prestar contas! -A Palavra de Deus denuncia as injustiças e promove a solidariedade e igualdade (Bento XVI, mensagem do dia mundial da paz – 2008) (VD 99) -O sínodo exorta: Á luz das palavras do Senhor, reconheçamos pois os sinais dos tempos presentes na história, não nos furtemos ao compromisso em favor de quantos que sofrem e são vítimas do egoísmo (VD 100) PALAVRA DE DEUS E COMPROMISSO COM O MUNDO

34 Caridade plenitude de Lei -É fundamental compreender a plenitude da Lei, bem como de todas as Escrituras Sagradas(S.Agostinho- De Doctrina christiana I, 35,39). Para isso o sínodo exorta a meditar com frequência o hino da caridade em 1Cor 13 (VD 103) - O anúncio da Palavra é especial aos Jovens, aos migrantes, aos doentes, aos pobres (VD )

35 Pobreza e sobriedade -Em relação à pobreza é bom destacar Quando a Igreja anuncia a Palavra de Deus sabe que é preciso favorecer um círculo virtuoso entre a pobreza que se deve escolher e a pobreza que se deve combater, descobrindo a sobriedade e a solidariedade como valores evangélicos e universais (VD 107)


Carregar ppt "Aula Inaugural - Frei Vicente Artuso VERBUM DOMINI."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google