A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dicas para redação e apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Prof. Evaristo Marzabal Neves Apoio didático: Eliane Afonso (Bolsista PET-GAEA)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dicas para redação e apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Prof. Evaristo Marzabal Neves Apoio didático: Eliane Afonso (Bolsista PET-GAEA)"— Transcrição da apresentação:

1 Dicas para redação e apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Prof. Evaristo Marzabal Neves Apoio didático: Eliane Afonso (Bolsista PET-GAEA) Agosto 2010 Dicas para redação e apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Prof. Evaristo Marzabal Neves Apoio didático: Eliane Afonso (Bolsista PET-GAEA) Agosto 2010 ESALQ / USP Depto. Economia, Administração e Sociologia LES 0669: Iniciação Científica em Economia Aplicada LES 0180: Introdução a Administração

2 Lembretes: O que fica escrito é a coisa mais importante que ocorre. A gente pode falar oralmente muitas coisas, mas o que fica registrado é muito importante e vital para o mercado de trabalho. (Prof. Aziz Ab´Saber) O que fica escrito é a coisa mais importante que ocorre. A gente pode falar oralmente muitas coisas, mas o que fica registrado é muito importante e vital para o mercado de trabalho. (Prof. Aziz Ab´Saber) Escrever bem é uma arte, que exige muita pratica, especialmente para aqueles que tem dificuldade para se expressar por escrito (algo comum em nossos alunos). Ensinar a fazer um bom TCC é como ensinar alguém a correr uma maratona (TCC para muitos é uma maratona). Por mais teoria e dicas que possamos dar, o interessado tem que correr (escrever), e correr bastante, até que chegue no ponto de finalizar a maratona, isto é, concluir um bom TCC). Prof. A.J. de B.V. de Azevedo Filho Lembretes: O que fica escrito é a coisa mais importante que ocorre. A gente pode falar oralmente muitas coisas, mas o que fica registrado é muito importante e vital para o mercado de trabalho. (Prof. Aziz Ab´Saber) O que fica escrito é a coisa mais importante que ocorre. A gente pode falar oralmente muitas coisas, mas o que fica registrado é muito importante e vital para o mercado de trabalho. (Prof. Aziz Ab´Saber) Escrever bem é uma arte, que exige muita pratica, especialmente para aqueles que tem dificuldade para se expressar por escrito (algo comum em nossos alunos). Ensinar a fazer um bom TCC é como ensinar alguém a correr uma maratona (TCC para muitos é uma maratona). Por mais teoria e dicas que possamos dar, o interessado tem que correr (escrever), e correr bastante, até que chegue no ponto de finalizar a maratona, isto é, concluir um bom TCC). Prof. A.J. de B.V. de Azevedo Filho

3 e, neste sentido, é recomendável para atingir realmente sua finalidade e prender de fato a atenção do leitor ou da banca de avaliação, que o texto : Lembre-se de que será avaliado pelo que escreve e, neste sentido, é recomendável para atingir realmente sua finalidade e prender de fato a atenção do leitor ou da banca de avaliação, que o texto : 1)Situe o leitor/avaliador; 2) Tenha um objetivo bem claro, isto é, ter uma intenção (explícita ou implícita); 3) Transmita informação; 4) Relacione-se com outros textos; 5) Seja coerente; 6) Apresente coesão (ligação) entre as partes; 7) Tenha aceitabilidade. Fonte: Superdicas para escrever bem – Edna M.B. Perrotti(Edit. Saraiva, 2006) e, neste sentido, é recomendável para atingir realmente sua finalidade e prender de fato a atenção do leitor ou da banca de avaliação, que o texto : Lembre-se de que será avaliado pelo que escreve e, neste sentido, é recomendável para atingir realmente sua finalidade e prender de fato a atenção do leitor ou da banca de avaliação, que o texto : 1)Situe o leitor/avaliador; 2) Tenha um objetivo bem claro, isto é, ter uma intenção (explícita ou implícita); 3) Transmita informação; 4) Relacione-se com outros textos; 5) Seja coerente; 6) Apresente coesão (ligação) entre as partes; 7) Tenha aceitabilidade. Fonte: Superdicas para escrever bem – Edna M.B. Perrotti(Edit. Saraiva, 2006) Lembrete:Lembrete:

4 1) Contexto: * Formatação do trabalho, se está produzido, apresentação sequenciada e coerente; * Verificação do jeitão do trabalho ; * Terno sob medida. 2) Conteúdo: * Substância (carne) do trabalho; * Essência, enxuto (sem gordura). 1) Contexto: * Formatação do trabalho, se está produzido, apresentação sequenciada e coerente; * Verificação do jeitão do trabalho ; * Terno sob medida. 2) Conteúdo: * Substância (carne) do trabalho; * Essência, enxuto (sem gordura). Avaliação de um trabalho : Duas vertentes

5 Resumo: Resumo: - Enxuto - descrever sucintamente o objetivo, metodologia – material e método(s); resultados e conclusão(ões), em poucas linhas; - Enxuto - descrever sucintamente o objetivo, metodologia – material e método(s); resultados e conclusão(ões), em poucas linhas; - Resumo é obrigatório : oferece uma síntese - visão do trabalho; - Resumo é obrigatório : oferece uma síntese - visão do trabalho; - Summary/Abstract: conveniente (treinamento no inglês ou outra lingua). - Summary/Abstract: conveniente (treinamento no inglês ou outra lingua). Resumo: Resumo: - Enxuto - descrever sucintamente o objetivo, metodologia – material e método(s); resultados e conclusão(ões), em poucas linhas; - Enxuto - descrever sucintamente o objetivo, metodologia – material e método(s); resultados e conclusão(ões), em poucas linhas; - Resumo é obrigatório : oferece uma síntese - visão do trabalho; - Resumo é obrigatório : oferece uma síntese - visão do trabalho; - Summary/Abstract: conveniente (treinamento no inglês ou outra lingua). - Summary/Abstract: conveniente (treinamento no inglês ou outra lingua). Contexto:Contexto:

6 Sumário/Índice: - Título e sub - títulos ordenados; - Título e sub - títulos ordenados; - Fechar (paginar) o sumário após trabalho pronto (às vezes na formatação e impressão do trabalho pode ocorrer alteração no número da página com cortes de tabelas, espaçamento, etc). - Fechar (paginar) o sumário após trabalho pronto (às vezes na formatação e impressão do trabalho pode ocorrer alteração no número da página com cortes de tabelas, espaçamento, etc). Sumário/Índice: - Título e sub - títulos ordenados; - Título e sub - títulos ordenados; - Fechar (paginar) o sumário após trabalho pronto (às vezes na formatação e impressão do trabalho pode ocorrer alteração no número da página com cortes de tabelas, espaçamento, etc). - Fechar (paginar) o sumário após trabalho pronto (às vezes na formatação e impressão do trabalho pode ocorrer alteração no número da página com cortes de tabelas, espaçamento, etc). Contexto:Contexto:

7 Tabela /quadro, figura/gráfico: Tabela /quadro, figura/gráfico: - Evitar quebra de tabela/quadro na formulação do texto; - Evitar quebra de tabela/quadro na formulação do texto; - Quebra: vaivem que aborrece o leitor; - Quebra: vaivem que aborrece o leitor; - Vantagem do gráfico/figura: um gráfico vale por mil palavras ; - Vantagem do gráfico/figura: um gráfico vale por mil palavras ; - Imperdoável : tabela/quadro/gráfico/figura sequenciados (páginas e mais páginas) sem uma quebra para comentários. É cansativo, mostra desorganização e o leitor desiste pois não entende a seqüência ou faz uma avaliação negativa = evidência de pessoa desorganizada. - Imperdoável : tabela/quadro/gráfico/figura sequenciados (páginas e mais páginas) sem uma quebra para comentários. É cansativo, mostra desorganização e o leitor desiste pois não entende a seqüência ou faz uma avaliação negativa = evidência de pessoa desorganizada. Tabela /quadro, figura/gráfico: Tabela /quadro, figura/gráfico: - Evitar quebra de tabela/quadro na formulação do texto; - Evitar quebra de tabela/quadro na formulação do texto; - Quebra: vaivem que aborrece o leitor; - Quebra: vaivem que aborrece o leitor; - Vantagem do gráfico/figura: um gráfico vale por mil palavras ; - Vantagem do gráfico/figura: um gráfico vale por mil palavras ; - Imperdoável : tabela/quadro/gráfico/figura sequenciados (páginas e mais páginas) sem uma quebra para comentários. É cansativo, mostra desorganização e o leitor desiste pois não entende a seqüência ou faz uma avaliação negativa = evidência de pessoa desorganizada. - Imperdoável : tabela/quadro/gráfico/figura sequenciados (páginas e mais páginas) sem uma quebra para comentários. É cansativo, mostra desorganização e o leitor desiste pois não entende a seqüência ou faz uma avaliação negativa = evidência de pessoa desorganizada. Contexto:Contexto:

8 Tabela /Quadro, Figura / Gráfico: Tabela /Quadro, Figura / Gráfico: - Evitar o uso indiscriminado de tempos de verbo (passado,presente e futuro) e de pessoas verbais (eu, nós, etc), simultaneamente. Escolha um tempo de verbo (por exemplo, o passado) e use - o se possível, em todo o trabalho; - Evitar utilização de pessoas verbais (eu e nós, principalmente), às vezes no mesmo parágrafo, gerando erros de concordância. No texto o ideal é impor uma linguagem de forma objetiva e impessoal (preferivelmente 3ª pessoa). - Evitar utilização de pessoas verbais (eu e nós, principalmente), às vezes no mesmo parágrafo, gerando erros de concordância. No texto o ideal é impor uma linguagem de forma objetiva e impessoal (preferivelmente 3ª pessoa). Tabela /Quadro, Figura / Gráfico: Tabela /Quadro, Figura / Gráfico: - Evitar o uso indiscriminado de tempos de verbo (passado,presente e futuro) e de pessoas verbais (eu, nós, etc), simultaneamente. Escolha um tempo de verbo (por exemplo, o passado) e use - o se possível, em todo o trabalho; - Evitar utilização de pessoas verbais (eu e nós, principalmente), às vezes no mesmo parágrafo, gerando erros de concordância. No texto o ideal é impor uma linguagem de forma objetiva e impessoal (preferivelmente 3ª pessoa). - Evitar utilização de pessoas verbais (eu e nós, principalmente), às vezes no mesmo parágrafo, gerando erros de concordância. No texto o ideal é impor uma linguagem de forma objetiva e impessoal (preferivelmente 3ª pessoa). Contexto:Contexto:

9 Tabela /Quadro, Figura /Gráfico (continuação): Tabela /Quadro, Figura /Gráfico (continuação): - Todo quadro/tabela/figura no texto deve ser referenciado no parágrafo que o antecede e não 2 a 3 parágrafos anteriores ou posteriores ao seu posicionamento no texto; - Devem ser auto-explicativos, consistência entre o título e o conteúdo (corpo) dos mesmos. Se no corpo tem uma apresentação temporal (registro dos diversos anos), no título deve ser enumerada/listada. Não esquecer de registrar a fonte; - Devem ser auto-explicativos, consistência entre o título e o conteúdo (corpo) dos mesmos. Se no corpo tem uma apresentação temporal (registro dos diversos anos), no título deve ser enumerada/listada. Não esquecer de registrar a fonte; Tabela /Quadro, Figura /Gráfico (continuação): Tabela /Quadro, Figura /Gráfico (continuação): - Todo quadro/tabela/figura no texto deve ser referenciado no parágrafo que o antecede e não 2 a 3 parágrafos anteriores ou posteriores ao seu posicionamento no texto; - Devem ser auto-explicativos, consistência entre o título e o conteúdo (corpo) dos mesmos. Se no corpo tem uma apresentação temporal (registro dos diversos anos), no título deve ser enumerada/listada. Não esquecer de registrar a fonte; - Devem ser auto-explicativos, consistência entre o título e o conteúdo (corpo) dos mesmos. Se no corpo tem uma apresentação temporal (registro dos diversos anos), no título deve ser enumerada/listada. Não esquecer de registrar a fonte;Contexto:Contexto:

10 Lembrete:Lembrete: Lembre-se que o trabalho escrito ficará arquivado ou depositado em uma biblioteca, numa estante, armário ou mostruário, em arquivo eletrônico para consulta. É seu cartão de visita ou de apresentação em seu currículo. Capriche no mesmo, para que você não o esconda depois, sentindo vergonha do que escreveu e do material apresentado. Não precisa ser a obra-prima do pedaço, mas algo que lhe traga orgulho e prazer. Pense nisso (E.M.Neves). Lembre-se que o trabalho escrito ficará arquivado ou depositado em uma biblioteca, numa estante, armário ou mostruário, em arquivo eletrônico para consulta. É seu cartão de visita ou de apresentação em seu currículo. Capriche no mesmo, para que você não o esconda depois, sentindo vergonha do que escreveu e do material apresentado. Não precisa ser a obra-prima do pedaço, mas algo que lhe traga orgulho e prazer. Pense nisso (E.M.Neves).

11 Conteúdo:Conteúdo: Introdução: Introdução: - Evite um capítulo introdutório longo com enchimento de lingüiça que já vai tornando a leitura enfadonha, não dizendo coisa com coisa, isto é não dando liga nenhuma para o leitor ou membro da banca. Começa perdendo pontos. - Evite um capítulo introdutório longo com enchimento de lingüiça que já vai tornando a leitura enfadonha, não dizendo coisa com coisa, isto é não dando liga nenhuma para o leitor ou membro da banca. Começa perdendo pontos.

12 Conteúdo:Conteúdo: Introdução: Introdução: - Seja direto, chamando a atenção para o problema, podendo inclusive se valer de revisão de literatura apropriada e conectada com seu problema. Vá vendendo o seu peixe, anunciando qual o problema e justificando sua importância. - Seja direto, chamando a atenção para o problema, podendo inclusive se valer de revisão de literatura apropriada e conectada com seu problema. Vá vendendo o seu peixe, anunciando qual o problema e justificando sua importância.

13 Conteúdo:Conteúdo: Introdução: Introdução: - Não se esqueça que o trabalho tem um princípio, meio e fim estreitamente conectados e interligados, de tal forma que o parágrafo final de cada capítulo esteja fortemente ligado com o primeiro do capítulo seguinte, dando uma seqüência lógica de raciocínio e de texto. Sugere-se que o parágrafo final do capítulo introdutório deixe no ar qual o problema a ser solucionado, para anunciar, em seguida, o(s) objetivo(s) do trabalho. - Não se esqueça que o trabalho tem um princípio, meio e fim estreitamente conectados e interligados, de tal forma que o parágrafo final de cada capítulo esteja fortemente ligado com o primeiro do capítulo seguinte, dando uma seqüência lógica de raciocínio e de texto. Sugere-se que o parágrafo final do capítulo introdutório deixe no ar qual o problema a ser solucionado, para anunciar, em seguida, o(s) objetivo(s) do trabalho.

14 Conteúdo:Conteúdo: Objetivo: Objetivo: - A descrição do(s) objetivo(s) deve ser direta, poucas linhas e não ficar encaixando a revisão de literatura (reforço do trabalho) ou a metodologia (material e método) usada para perseguir o(s) objetivo(s). É desejável, de saída, enfatizar o objetivo central e descrever, de forma direta e sintética, os objetivos específicos (derivados do detalhamento do objetivo central). Poucas linhas. - A descrição do(s) objetivo(s) deve ser direta, poucas linhas e não ficar encaixando a revisão de literatura (reforço do trabalho) ou a metodologia (material e método) usada para perseguir o(s) objetivo(s). É desejável, de saída, enfatizar o objetivo central e descrever, de forma direta e sintética, os objetivos específicos (derivados do detalhamento do objetivo central). Poucas linhas.

15 Conteúdo:Conteúdo: Objetivo: Objetivo: - Há trabalhos que dão pouca ênfase ao objetivo jogando-o de maneira pouco clara ou repetitiva ao longo do texto introdutório, inclusive em parágrafos que não estão colados aos objetivos ou que estão distantes do fim do capítulo introdutório. De saída, mostra desorganização na elaboração do trabalho, podendo induzir o avaliador que o trabalho, páginas a frente, segue na mesma direção de desorganização. Ponto negativo na avaliação. - Há trabalhos que dão pouca ênfase ao objetivo jogando-o de maneira pouco clara ou repetitiva ao longo do texto introdutório, inclusive em parágrafos que não estão colados aos objetivos ou que estão distantes do fim do capítulo introdutório. De saída, mostra desorganização na elaboração do trabalho, podendo induzir o avaliador que o trabalho, páginas a frente, segue na mesma direção de desorganização. Ponto negativo na avaliação.

16 Conteúdo:Conteúdo: Metodologia: Metodologia: - É comum subdividí-la, sequencialmente, em material (dados, informações, fontes utilizadas etc) e método(s) - técnicas, processos, aplicativos computacionais - que vão operacionalizar o material de estudo. - É comum subdividí-la, sequencialmente, em material (dados, informações, fontes utilizadas etc) e método(s) - técnicas, processos, aplicativos computacionais - que vão operacionalizar o material de estudo.

17 Conteúdo:Conteúdo: Metodologia: Metodologia: - É entendida como estudo do método ou a arte de dirigir o espírito na investigação da verdade através do material e técnica(s) compatíveis ao objetivo perseguido, enquanto método (como um componente da metodologia) define qual o caminho para se chegar ao fim. - É entendida como estudo do método ou a arte de dirigir o espírito na investigação da verdade através do material e técnica(s) compatíveis ao objetivo perseguido, enquanto método (como um componente da metodologia) define qual o caminho para se chegar ao fim.

18 Conteúdo:Conteúdo: Metodologia: Metodologia: - Para observar o seqüênciamento lógico é recomendável colocar as pressuposições simplificadoras em que o trabalho se apóia no final da explicação do método, já que todo modelo é uma forma simplificada do mundo real (que é muito complexo). Isso facilita o entendimento do leitor quando da leitura dos resultados e conclusões. Não se esqueça da elaboração correta e cuidadosa de suas variáveis, pois é verdadeira a linguagem computacional: garbage in, garbage out.. Exemplos. - Para observar o seqüênciamento lógico é recomendável colocar as pressuposições simplificadoras em que o trabalho se apóia no final da explicação do método, já que todo modelo é uma forma simplificada do mundo real (que é muito complexo). Isso facilita o entendimento do leitor quando da leitura dos resultados e conclusões. Não se esqueça da elaboração correta e cuidadosa de suas variáveis, pois é verdadeira a linguagem computacional: garbage in, garbage out.. Exemplos.

19 Conteúdo:Conteúdo: Resultados Resultados - É importante realizar análises em cima do que foi obtido após o emprego do método. Não encher lingüiça pondo resultados de outros trabalhos, a não ser que pretenda fazer comparações. Neste caso, não deixe de citar o(s) autor(es) de outro(s) trabalho(s) para não cair na pecha de plagio.

20 Conteúdo:Conteúdo: Resultados: Resultados: - Simplesmente analise seus resultados, deixando os comentários e inferências para as conclusões ou considerações finais, evitando repetições de texto. - Simplesmente analise seus resultados, deixando os comentários e inferências para as conclusões ou considerações finais, evitando repetições de texto.

21 Conteúdo:Conteúdo: Conclusões/Considerações finais: Conclusões/Considerações finais: - Seja direto comentando os resultados alcançados e suas implicações. Evitar fugir do que obteve e fazer inferências do que não foi considerado no trabalho, com temor que suas considerações estão fracas ou escreveu pouco. - Seja direto comentando os resultados alcançados e suas implicações. Evitar fugir do que obteve e fazer inferências do que não foi considerado no trabalho, com temor que suas considerações estão fracas ou escreveu pouco.

22 Conteúdo:Conteúdo: Conclusão: Conclusão: - Ainda, nas conclusões, é elegante evidenciar humildade compreendendo que não descobriu a pólvora. Não ser incisivo nas conclusões como se fosse dono da verdade, uma vez que pode ter considerado apenas variáveis relevantes para seu estudo ou aquelas que, no seu julgamento de valor, são as mais importantes. - Ainda, nas conclusões, é elegante evidenciar humildade compreendendo que não descobriu a pólvora. Não ser incisivo nas conclusões como se fosse dono da verdade, uma vez que pode ter considerado apenas variáveis relevantes para seu estudo ou aquelas que, no seu julgamento de valor, são as mais importantes.

23 Conteúdo:Conteúdo: Conclusão: Conclusão: - Não se esqueça de que qualquer modelo é uma simplificação do mundo real que é complexo à beça. Portanto, é elegante concluir que nas condições estabelecidas e válidas para o estudo pode- se inferir que.... Ademais, não ser taxativo em suas conclusões, melhor usando linguagem no condicional e assinalar que não cobriu toda a problemática, abrindo sugestões para outros trabalhos. - Não se esqueça de que qualquer modelo é uma simplificação do mundo real que é complexo à beça. Portanto, é elegante concluir que nas condições estabelecidas e válidas para o estudo pode- se inferir que.... Ademais, não ser taxativo em suas conclusões, melhor usando linguagem no condicional e assinalar que não cobriu toda a problemática, abrindo sugestões para outros trabalhos.

24 Conteúdo:Conteúdo: Referências Bibliográficas: Referências Bibliográficas: - Outro cuidado é como relacionar referências e citações de outros autores e estudos no texto e como incluí-los na Bibliografia no final do trabalho. Neste caso, acessar clicar em Biblioteca e, em seguida, Normas de Referências para Monografias (p. 57 a 75) e Citações (p. 85 a 94).Para mais detalhes acesse as Normas para elaboração de Dissertações e Teses em: - Outro cuidado é como relacionar referências e citações de outros autores e estudos no texto e como incluí-los na Bibliografia no final do trabalho. Neste caso, acessar clicar em Biblioteca e, em seguida, Normas de Referências para Monografias (p. 57 a 75) e Citações (p. 85 a 94).Para mais detalhes acesse as Normas para elaboração de Dissertações e Teses em:

25 Dicas Adicionais: Prof. (redação e articulista) Jaime Leitão a) Jamais escreva em seu trabalho comentários pessoais, como: eu acho, em minha opinião, no meu ponto de vista. Achismo só deprecia o trabalho. Lembre-se, sempre, da colocação impessoal (verbo e pessoa de verbo) em seu trabalho de TCC/Monografia, etc; b) Não generalize. Nada de afirmar generalizações. Generalizar induz ao preconceito e ao erro. E prever o futuro é algo arriscado, impreciso, deprecia o trabalho;

26 Dicas Adicionais: c) Não dê conselhos ao leitor. Em seu trabalho, não há espaço para a interlocução nem para mensagens que só enfraquecem a sua argumentação; d) Não invente dados estatísticos, porcentagens, números, a não ser que sejam coletados e fornecidos por fontes fidedignas em que citará no texto ou na tabela. Neste caso dará respaldo ao seu trabalho. Nada de chutar, de inventar, porque provavelmente a banca de avaliação perceberá que está mentindo;

27 Dicas Adicionais: Não copie (transcreva) trechos ou parágrafos de outros textos, apropriando-se como se você fosse o autor. Ao transcrever cite o(s) autor(es) colocando-o(s) entre parênteses e data. Coloque entre aspas se a citação é uma transcrição direta, ipsis litteris (textualmente com as mesmas letras). Uma citação textual serve de base para seus argumentos, mas copiá-lo significa fazer uma colagem (plagio ou pirataria) que só irá desvalorizar o seu texto; e) Não copie (transcreva) trechos ou parágrafos de outros textos, apropriando-se como se você fosse o autor. Ao transcrever cite o(s) autor(es) colocando-o(s) entre parênteses e data. Coloque entre aspas se a citação é uma transcrição direta, ipsis litteris (textualmente com as mesmas letras). Uma citação textual serve de base para seus argumentos, mas copiá-lo significa fazer uma colagem (plagio ou pirataria) que só irá desvalorizar o seu texto;

28 Dicas Adicionais: Não demonstre insegurança ao escrever ou apresentar oralmente seu trabalho. Expresse com firmeza seus argumentos em relação ao tema proposto. Nada de colocar opiniões opostas de outras pessoas e esquecer de colocar a sua. Exemplo: Há quem seja a favor da transgênia, mas parte da opinião publica é contra. E daí? Isso não interessa. Esse tipo de colocação não diz nada e serve para qualquer tema. Se você não sabe o que pensa sobre o tema, como vai argumentar? f) Não demonstre insegurança ao escrever ou apresentar oralmente seu trabalho. Expresse com firmeza seus argumentos em relação ao tema proposto. Nada de colocar opiniões opostas de outras pessoas e esquecer de colocar a sua. Exemplo: Há quem seja a favor da transgênia, mas parte da opinião publica é contra. E daí? Isso não interessa. Esse tipo de colocação não diz nada e serve para qualquer tema. Se você não sabe o que pensa sobre o tema, como vai argumentar?

29 Lembrete:Lembrete: É bom lembrar que não se avalia um trabalho por peso (volume) ou número de páginas. Quanto mais escrever, tanto maior a possibilidade de erros e abobrinhas podem ocorrer. O trabalho deve ser direto, claro, preciso e enxuto (sem excesso de gordura). É bom lembrar que não se avalia um trabalho por peso (volume) ou número de páginas. Quanto mais escrever, tanto maior a possibilidade de erros e abobrinhas podem ocorrer. O trabalho deve ser direto, claro, preciso e enxuto (sem excesso de gordura).

30 Toque final ou dicas para monografia/TCC: a) Comece a pensar no tema o quanto antes; b) Escolha um tema que lhe dê prazer pesquisar; c) Não selecione os integrantes do grupo por amizade (se o TCC for em grupo), mas por comprometimento; d) Tenha atitude: não deixe para pesquisar sobre o tema apenas quando o curso estipular;

31 Toque final ou dicas para monografia/TCC (continuação): e) Opte por orientadores exigentes e com embasamento no tema proposto; f) Seja organizado com o seu material de pesquisa; g) Respeite os prazos de entrega; e, h) Seja pontual (disciplina) quando marcar entrevistas com as fontes que irão colaborar para o TCC e/ou Monografia.

32 Dicas para provas e questões discursivas (Marcelo Braga – Livro Redação: Teoria e prática - Editora Campus/Elsevier) Para ingresso em serviço público por meio de concurso o candidato deve ficar atento as provas discursivas de redação; Importa é produzir um texto que atenda a elegância textual. Deve apresentar concisão(objetividade), clareza (coerência e coesão) e correção (aplicabilidade da norma padrão, o que é exigido); Importa é produzir um texto que atenda a elegância textual. Deve apresentar concisão(objetividade), clareza (coerência e coesão) e correção (aplicabilidade da norma padrão, o que é exigido); Deve primar por uso de argumentos convincentes, fundamentação teórica bem embasada, boa progressão temática e sequência lógica de pensamento. Deve primar por uso de argumentos convincentes, fundamentação teórica bem embasada, boa progressão temática e sequência lógica de pensamento.

33 Não escreva um texto em apenas três parágrafos, principalmente se o texto for de 20 a 30 linhas. Todo texto exige progressão temática. A introdução não deve ser um resumo. Uma linha apenas para a introdução é inaceitável. Evite iniciar o primeiro parágrafo com expressões como é incontestável, é indiscutível, é alarmante. Tais expressões demonstram impaciência. A introdução não deve ser um resumo. Uma linha apenas para a introdução é inaceitável. Evite iniciar o primeiro parágrafo com expressões como é incontestável, é indiscutível, é alarmante. Tais expressões demonstram impaciência.

34 Inicie sempre com um substantivo. Inicie sempre com um substantivo. Não use coloquialismo, porquanto é próprio da fala, e não da escrita. Não use coloquialismo, porquanto é próprio da fala, e não da escrita. Não se esqueça de que um parágrafo deverá estar ligado ao outro por meio do elemento coesivo ou pela ideia de sentido. Prime pelo uso normativo do idioma. Não se esqueça de que um parágrafo deverá estar ligado ao outro por meio do elemento coesivo ou pela ideia de sentido. Prime pelo uso normativo do idioma.

35 Evite alongar o parágrafo, usando 15 linhas para um parágrafo apenas. Os conectores (conjunções) são importantes na produção de texto, mas o exagero e o mau uso (emprego) tornam-se prejudiciais. O culto ao emprego da coesão é primordial. O uso dos elementos coesivos (pronomes, conjunções, advérbios, pontuação correta), ligando um parágrafo ao outro e articulando os períodos, facilita a sua produção e a compreensão do leitor. O culto ao emprego da coesão é primordial. O uso dos elementos coesivos (pronomes, conjunções, advérbios, pontuação correta), ligando um parágrafo ao outro e articulando os períodos, facilita a sua produção e a compreensão do leitor.

36 Não se prenda a períodos curtos demais, porque lhes disseram que o texto deve ser escrito em períodos curtos. O período longo, se for bem escrito, bem articulado e bem pontuado, não atrapalha a compreensão. Os períodos devem vir sempre muito bem articulados. Não se prenda a períodos curtos demais, porque lhes disseram que o texto deve ser escrito em períodos curtos. O período longo, se for bem escrito, bem articulado e bem pontuado, não atrapalha a compreensão. Os períodos devem vir sempre muito bem articulados.

37 Sugestões de Roteiro para entrega do projeto (LES 0669: Iniciação Cientifica em Economia Aplicada): Capa - Na parte alta: identificação do departamento e da disciplina; - Na parte central: título e abaixo deste nome(s) do(s) autor(s) com respectivos e- mails (pode ser só do autor); - Em rodapé: mês e ano. Capa - Na parte alta: identificação do departamento e da disciplina; - Na parte central: título e abaixo deste nome(s) do(s) autor(s) com respectivos e- mails (pode ser só do autor); - Em rodapé: mês e ano.

38 Sugestões de Roteiro para entrega do projeto: Sumário/Índice: - Resumo e Summary; Sumário/Índice: - Resumo e Summary; a) Formulação ( princípio ): Introdução (o problema); * Objetivo(s); * Hipótese(s): se houver. b) Dedução (meio) : * Metodologia: material e métodos; a) Formulação ( princípio ): Introdução (o problema); * Objetivo(s); * Hipótese(s): se houver. b) Dedução (meio) : * Metodologia: material e métodos;

39 Sugestões de Roteiro para entrega do projeto c) Interpretação (fim): - Resultados; - Conclusão(ões) ou Considerações Finais; c) Interpretação (fim): - Resultados; - Conclusão(ões) ou Considerações Finais; Bibliografia Bibliografia Anexos Anexos

40 Anexo – Esquema de Modelagem Mundo Real Formulação Modelo Conclusões do modelo Interpretação Conclusões Reais DEDUÇÃoDEDUÇÃo

41 Comentários: Formulação (principio) Comentários: Formulação (principio) : Qual é o problema? Qual é o problema? Definição e escolha de variáveis; Definição e escolha de variáveis; Aspectos relevantes; Aspectos relevantes; Quais pressuposições? Quais pressuposições? Hipóteses simplificadoras; Hipóteses simplificadoras; Formular modelo é arte (também); Formular modelo é arte (também); Envolve julgamento de valor. Envolve julgamento de valor.

42 Comentários: Dedução (meio): Técnicas, métodos, processos; Técnicas, métodos, processos; Equações, programas computacionais, etc Equações, programas computacionais, etc; Não envolve julgamento de valor; Não envolve julgamento de valor; A lógica deve ser válida: as matemáticas, estatísticas e outras ferramentas quantitativas devem ser rigorosamente acuradas e ajustadas aos modelos. A lógica deve ser válida: as matemáticas, estatísticas e outras ferramentas quantitativas devem ser rigorosamente acuradas e ajustadas aos modelos.

43 Comentários: Interpretação (fim): Envolve julgamento de valor; Envolve julgamento de valor; Deve-se tomar todo cuidado na transferência das conclusões do modelo para as do mundo real, assumindo as limitações do modelo; Deve-se tomar todo cuidado na transferência das conclusões do modelo para as do mundo real, assumindo as limitações do modelo; A relevância da validação do modelo: necessária a validação; caso contrário, porque a pesquisa afinal? (Há algo de podre no Reino da Dinamarca). A relevância da validação do modelo: necessária a validação; caso contrário, porque a pesquisa afinal? (Há algo de podre no Reino da Dinamarca).

44 Olhada Final Concluído o trabalho faça uma leitura cuidadosa, operação pente fino, para verificar possíveis falhas e imperfeições que passaram na redação. Concluído o trabalho faça uma leitura cuidadosa, operação pente fino, para verificar possíveis falhas e imperfeições que passaram na redação. Dicas ( Jaime Leitão, professor de redação e articulista): - Faça três perguntas: 1. O texto está claro, objetivo? 2. Elaborei o texto com firmeza e clareza já no primeiro parágrafo? 3. Utilizei dados (material) corretos, fidedignos e o método apropriado? Dicas ( Jaime Leitão, professor de redação e articulista): - Faça três perguntas: 1. O texto está claro, objetivo? 2. Elaborei o texto com firmeza e clareza já no primeiro parágrafo? 3. Utilizei dados (material) corretos, fidedignos e o método apropriado?

45 Continuação… Seja crítico em relação ao seu próprio texto. Só, desta forma, tenderá a melhorar sempre mais. Seja crítico em relação ao seu próprio texto. Só, desta forma, tenderá a melhorar sempre mais. Quanto mais rigorosa for a correção de seu texto, mais você se esforçará para produzir um trabalho cada vez mais claro, objetivo e com argumentos convincentes. Quanto mais rigorosa for a correção de seu texto, mais você se esforçará para produzir um trabalho cada vez mais claro, objetivo e com argumentos convincentes.

46 Obrigado!!!Obrigado!!!


Carregar ppt "Dicas para redação e apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Prof. Evaristo Marzabal Neves Apoio didático: Eliane Afonso (Bolsista PET-GAEA)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google