A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reflexão a partir do Relatório Pedagógico/SARESP 2008 Oficina Pedagógica – DE Lins.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reflexão a partir do Relatório Pedagógico/SARESP 2008 Oficina Pedagógica – DE Lins."— Transcrição da apresentação:

1 Reflexão a partir do Relatório Pedagógico/SARESP 2008 Oficina Pedagógica – DE Lins

2 Os números que definem os pontos da escala de proficiência são arbitrários; Método utilizado: Teoria de Resposta ao Item (TRI); Há uma interpretação pedagógica à luz da Matriz de Referência do SARESP e do Novo Currículo do Estado de São Paulo.

3 ABAIXO DO BÁSICO – os alunos neste nível demonstram domínio insuficiente dos conteúdos, competências e habilidades desejáveis para a série escolar em que se encontram. BÁSICO – os alunos neste nível demonstram desenvolvimento parcial dos conteúdos, competências e habilidades requeridas para a série em que se encontram.

4 ADEQUADO – os alunos neste nível demonstram domínio dos conteúdos, competências e habilidades desejáveis para a série escolar em que se encontram. AVANÇADO – os alunos neste nível demonstram conhecimentos e domínio dos conteúdos, competências e habilidades acima do requerido na série escolar em que se encontram.

5 NÍVEIS3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO Abaixo do BásicoMenor que 275 BásicoEntre 275 e 350 AdequadoEntre 350 e 400 AvançadoAcima de 400

6 Nas Ciências da Natureza: cerca de 50% dos alunos da 3ª série do Ensino Médio estão no nível de desempenhoAbaixo do Básico; 45% no nível considerado Básico; 5% no nível Adequado.

7 Por que os alunos localizados nos níveis inferiores não alcançaram os níveis esperados de aprendizagem? Qual o diferencial dos alunos que alcançaram os níveis esperados de aprendizagem? O que se pode fazer para que os alunos dos níveis inferiores passam para os níveis esperados de aprendizagem?

8 1. Universo, céu e sistema Terra – Sol – Lua 2.Materiais, substâncias, mudanças de estado e reações químicas no cotidiano 3. Fenômenos que envolvem eletricidade e magnetismo 4. Fenômenos que envolvem movimento e energia: aspectos sociais, ambientais e econômicos 5. Estrutura básica e funções vitais do organismo humano

9 6. O processo saúde e doença. 7. Organização celular da vida. 8. Origem, evolução, princípios da classificação e diversidade dos seres vivos. 9. Relações ecológicas em ecossistemas, adaptações ao ambiente e desequilíbrios ambientais 10. Luz e ondas

10 Os alunos neste nível desenvolveram habilidades para resolver itens relacionados a temas já trabalhados no EF (saúde, ecologia, terra e universo e luz e ondas). Recorrem ao apoio de recursos (jornais, poesia, tabela e ilustrações) para mobilizar conceitos; Neste nível, os itens mobilizam conteúdos e conceitos do cotidiano dos alunos, já tratados no EF e veiculados também pela mídia.

11 Neste nível, distribuem-se as habilidades relativas a todos os eixos de conteúdos que foram trabalhados no EF, o que sugere que não foram de todo desenvolvidas. As imagens usadas para expressão das habilidades, neste nível, se relacionam mais à leitura de informações de natureza científica do que à investigação científica propriamente dita.

12 Neste nível, as habilidades contempladas incluem as que privilegiam a leitura de informações de natureza científica, relativas à investigação científica, como: observação, formulação de hipóteses e proposição de soluções.

13 Além das habilidades de leitura de informações de natureza científica, já se notam habilidades relativas à investigação científica com certa predominância: observação, formulação e análise de hipóteses e proposição de soluções.

14 FÍSICA 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

15

16 ABCD 85%4%7%3% Pretendia-se que os alunos identificassem a solução mais indicada para minimizar doenças de motoristas de ônibus, com base em leitura de texto que, além de mencionar os efeitos da poluição sonora, deixava implícitas algumas propostas, tais como ônibus com motor traseiro e diminuição do índice de decibéis. O índice de acerto foi bastante alto: 85%.

17

18 ABCD 11% 62%16% O item exigia que os alunos reconhecessem que a contaminação por energia radiativa ocorre apenas quando se tem contato com a fonte radiativa – como aconteceu no episódio do césio 137, em Goiânia, por exemplo. Além disso, como o próprio texto informava que, no tratamento do câncer, são utilizadas fontes radiativas, que emitem radiação e destroem as células de tumores, ficava claro que o contato desses pacientes era com a radiação – e não diretamente com a fonte radiativa. O índice de acerto foi de 62% e, segundo a distribuição dos distratores, pode-se admitir que as demais respostas tiveram caráter aleatório, sugerindo que é necessário expandir a habilidade para o universo dos alunos.

19

20 ABCD 12%35%36%16% Espera-se que os alunos reconheçam unidades que indicam potência, em especificações de aparelho doméstico. Para resolver o item, os alunos precisam dominar a nomenclatura, reconhecendo que a medida de potência é dada em W. O índice de acerto foi de apenas 36%, revelando que ainda há fundamentos a serem fortalecidos com a turma. Fica a questão: até que ponto os alunos estão tendo a oportunidade de ler especificações de eletrodomésticos, contas de luz e outras referências que, em princípio, aproximam o mundo escolar do seu mundo cotidiano?

21

22 ABCD 42%35%11%10% Análise:

23

24 ABCD 15%6%58%20% Análise:

25

26 ABCD 22%14%25%40% Análise:

27 os alunos se saíram melhor quando as habilidades referem-se àquelas trabalhadas no EF; o menor desempenho dos alunos se dá em relação a conteúdos e habilidades características do EM, numa perspectiva disciplinar;

28 Progressivamente, desenvolver habilidades características da investigação científica: observação de fenômenos da natureza científica, formulação de hipóteses explicativas e proposição de soluções para problemas com base em conteúdos específicos propostos para o EM.

29 superar o ensino colocado na mera descrição dos fatos e fenômenos científicos para tratar dos assuntos e temas que da sociedade contemporânea e da vida dos alunos; RECORRER AOS CONTEÚDOS DAS SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM = SENTIDO PARA OS ALUNOS; CADERNOS DOS ALUNOS = S A = aprendizagem ativa; atividades significativas (para além da memorização da mera observância de receitas para DESCOBRIR PRINCÍPIOS CIENTÍFICOS);

30 discussões coletivas = discussão e elaboração conjunta de ideias e práticas; atividades lúdicas; desafios relacionados ao jogo do conhecimento; investigação do meio natural ou social real = porta de entrada para a construção dos conceitos fundamentais da área. A CURIOSIDADE É O MOTOR DA APRENDIZAGEM NA ÁREA DE CIÊNCIAS!!!!

31 1. Pouca familiaridade dos alunos com itens de múltipla escolha *apresentar situações-problema na forma de questão de múltipla escolha; 2. Aparente dificuldade na análise de ilustrações e/ou figuras *ilustrações e figuras = fontes de informação = devem ser lidas e interpretadas = infográficos.


Carregar ppt "Reflexão a partir do Relatório Pedagógico/SARESP 2008 Oficina Pedagógica – DE Lins."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google