A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução à Neuro- Reabilitação: O Fisiatra Marcelo Benedet Tournier Médico Fisiatra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução à Neuro- Reabilitação: O Fisiatra Marcelo Benedet Tournier Médico Fisiatra."— Transcrição da apresentação:

1 Introdução à Neuro- Reabilitação: O Fisiatra Marcelo Benedet Tournier Médico Fisiatra

2 O que é fisiatria? Medicina Física e Reabilitação Medicina Física e Reabilitação Especialidade médica Especialidade médica Tratador de incapacidades Tratador de incapacidades Especialistas em qualidade de vida Especialistas em qualidade de vida

3 Fisiatria? Fisiatria? Fisioterapia? Fisioterapia?

4 Histórico da Fisiatria

5

6

7

8

9 Enquanto isso, no Brasil...

10

11

12 Principais causas de incapacidade Osteoartrite Sequelas de doença cerebrovascular

13 Dados nacionais 15% com alguma deficiência Doenças cerebrovasculares como primeira causa de morte

14 Deficiência (Impairment) Anormalidade nos órgãos, sistemas e estruturas do corpo Anormalidade nos órgãos, sistemas e estruturas do corpo Def. Visual, Auditiva, Mental, ICC Def. Visual, Auditiva, Mental, ICC

15 Incapacidade (Disability) Consequências da deficiência no desempenho do indivíduo Consequências da deficiência no desempenho do indivíduo Deficiência na comunicação, movimentação, auto-cuidado Deficiência na comunicação, movimentação, auto-cuidado

16 Desvantagem (Handicap) Adaptação do indivíduo no meio ambiente com a influência da incapacidade e da deficiência Adaptação do indivíduo no meio ambiente com a influência da incapacidade e da deficiência Desvantagem social, econômica, acessibilidade Desvantagem social, econômica, acessibilidade

17 Deficiência Incapacidade Desvantagem

18

19 O que a fisiatria trata? Incapacidades agudas e crônicas Incapacidades agudas e crônicas Motoras Motoras Cognitivas Cognitivas Dolorosas Dolorosas

20 Algumas condições tratadas Lombalgia Lombalgia Lesões pelo esporte Lesões pelo esporte Malformações congênitas Malformações congênitas Reabilitação pós-fraturas / lesões ligamentares Reabilitação pós-fraturas / lesões ligamentares Lesão medular Lesão medular Esclerose múltipla Esclerose múltipla

21 Algumas condições tratadas Seqüelas de TCE e AVC Seqüelas de TCE e AVC Amputações de membros Amputações de membros Reabilitação cardíaca Reabilitação cardíaca Reabilitação no câncer Reabilitação no câncer Lesões n. periféricos e neurônio motor inferior Lesões n. periféricos e neurônio motor inferior Vertigem (VPPB, Vertigem cervicogênica) Vertigem (VPPB, Vertigem cervicogênica)

22 condições Cervicalgias / Cefaléias cervicogênicas Cervicalgias / Cefaléias cervicogênicas Artrites Artrites Tendinites Tendinites LER / DORT LER / DORT Distrofias musculares Distrofias musculares Dor crônica Dor crônica

23 Meios de tratamento Não-farmacológicos Exercícios terapêuticos Exercícios terapêuticos Meios físicos Meios físicos Manipulação vertebral Manipulação vertebral Biofeedback Biofeedback Orientações Orientações Farmacológicos Fármacos Procedimentos fisiátricos

24 Abordagem no paciente reabilitacional Individualizada Individualizada Vê indivíduo no conjunto Vê indivíduo no conjunto Cuidados preventivos Cuidados preventivos Prioriza medidas conservadoras Prioriza medidas conservadoras Trabalho interdisciplinar e multiprofissional Trabalho interdisciplinar e multiprofissional Centrada em OBJETIVOS Centrada em OBJETIVOS

25 Tratamento reabilitacional de qualidade Discussão em equipe do caso Discussão em equipe do caso Coordenação da equipe Coordenação da equipe Objetivos mensuráveis Objetivos mensuráveis

26 Relatos de casos

27 CASO 1 - Introdução 35 a, masc, trabalhador braçal 35 a, masc, trabalhador braçal Afastado há 10 meses pela dor Afastado há 10 meses pela dor Avaliação fisiátrica: Avaliação fisiátrica: Sedentário e descondicionado Sedentário e descondicionado Múltiplas contraturas na musculatura vertebral Múltiplas contraturas na musculatura vertebral Sobrepeso Sobrepeso Depressão Depressão Tratamentos prévios: AINHs, calor, massagens, fisioterapia (sem programa definido) Tratamentos prévios: AINHs, calor, massagens, fisioterapia (sem programa definido)

28 CASO 1 - Lombalgia 4 em 5 pessoas (EUA) terão lombalgia durante toda a sua vida 4 em 5 pessoas (EUA) terão lombalgia durante toda a sua vida Mais freqüente causa de incapacidade em menores de 45 anos Mais freqüente causa de incapacidade em menores de 45 anos Custo anual de 20 – 50 bilhões de dólares Custo anual de 20 – 50 bilhões de dólares Segunda causa mais comum de ida ao médico Segunda causa mais comum de ida ao médico

29 CASO 1 - Abordagem História e exame físico detalhados História e exame físico detalhados Avaliação do estilo de vida, ergonomia do paciente e riscos ocupacionais Avaliação do estilo de vida, ergonomia do paciente e riscos ocupacionais Avaliar potenciais para complicações futuras Avaliar potenciais para complicações futuras ESTABELECER OBJETIVOS REABILITACIONAIS ESTABELECER OBJETIVOS REABILITACIONAIS

30 CASO 1 - Plano reabilitacional proposto Medicações – Para dor e depressão Medicações – Para dor e depressão Terapias – Cinesioterapia, condicionamento físico, orientações ergonômicas, TENS Terapias – Cinesioterapia, condicionamento físico, orientações ergonômicas, TENS Escola de coluna Escola de coluna Evolução periodicamente medida por escalas de progresso (EVA, AVD) Evolução periodicamente medida por escalas de progresso (EVA, AVD)

31 CASO 1 - Resultados Melhora da dor Melhora da dor Retorno ao trabalho em 35 dias Retorno ao trabalho em 35 dias Aprendizado de técnicas de auto-manejo e prevenção da dor Aprendizado de técnicas de auto-manejo e prevenção da dor

32 Caso 2 43 anos, feminina, secretária executiva 43 anos, feminina, secretária executiva Cefaléia há 10 anos. Encaminhada ao fisiatra para manejo da dor crônica Cefaléia há 10 anos. Encaminhada ao fisiatra para manejo da dor crônica Dor em hemicrânia D, com irradiação para região temporal, frontal, retroauricular e periorbitária Dor em hemicrânia D, com irradiação para região temporal, frontal, retroauricular e periorbitária Fenômenos associados: Lacrimejamento do olho D e Vertigem à rotação cervical p/ a esquerda Fenômenos associados: Lacrimejamento do olho D e Vertigem à rotação cervical p/ a esquerda

33 Síndrome dolorosa miofascial – Cefaléia & Vertigem cervicogênica

34 Caso 2 - Tratamento Medicações: Analgésicos e relaxantes musculares Medicações: Analgésicos e relaxantes musculares Inativação dos pontos-gatilho por agulhamento seco e bloqueio com 0.5 ml de lidocaína 1% Inativação dos pontos-gatilho por agulhamento seco e bloqueio com 0.5 ml de lidocaína 1% Cinesioterapia após os agulhamentos Cinesioterapia após os agulhamentos Orientações ergonômicas Orientações ergonômicas

35 Agulhamento seco

36 Orientações ergonômicas simples

37 Caso 3 Paciente 78 anos, feminina, diabética, hipertensa e fumante Paciente 78 anos, feminina, diabética, hipertensa e fumante Hemiparesia E por AVC. Recebeu alta hospitalar há 6 meses. Deambula sofrendo várias quedas Hemiparesia E por AVC. Recebeu alta hospitalar há 6 meses. Deambula sofrendo várias quedas Avaliação funcional: Heminegligência E, apraxias (vestir-se), espasticidade importante dos músculos: tibial posterior e tríceps sural, fazendo deformidade em equinovaro do pé E Avaliação funcional: Heminegligência E, apraxias (vestir-se), espasticidade importante dos músculos: tibial posterior e tríceps sural, fazendo deformidade em equinovaro do pé E

38 Caso 3 - AVC 1ª causa de incapacidade neurológica 1ª causa de incapacidade neurológica de sobreviventes com seqüelas neurológicas e ortopédicas das mais diversas de sobreviventes com seqüelas neurológicas e ortopédicas das mais diversas 30 bilhões de dólares / ano 30 bilhões de dólares / ano

39 Caso 3 – Avaliação funcional Avaliação física Avaliação física Espasticidade Espasticidade Deformidades Deformidades Alt. Marcha Alt. Marcha AVDs AVDs Disfagia Disfagia Testes para avaliação do estado mental Testes para avaliação do estado mental Envolvimento e grau de orientação de família e cuidadores Envolvimento e grau de orientação de família e cuidadores

40 Caso 3 – Resultados da avaliação Casa do paciente com muitas escadas Casa do paciente com muitas escadas Neuropatia diabética, com pés insensíveis e diminuição da propriocepção importante Neuropatia diabética, com pés insensíveis e diminuição da propriocepção importante Medo de cair, apesar do potencial de marcha Medo de cair, apesar do potencial de marcha Dor no ombro E, com degrau acrômio-umeral palpável (provável subluxação) Dor no ombro E, com degrau acrômio-umeral palpável (provável subluxação)

41 Caso 3 – Tratamento reabilitacional Prescrita AFO e estabilizador de ombro Prescrita AFO e estabilizador de ombro Bengala de 4 pontos Bengala de 4 pontos FT – Programa intensivo para melhorar força, equilíbrio, alongamentos e propriocepção FT – Programa intensivo para melhorar força, equilíbrio, alongamentos e propriocepção TO TO Negligências Negligências Práxis Práxis

42 Caso 3 - Resultados Marcha comunitária com auxiliar Marcha comunitária com auxiliar Melhora nas AVDs – Veste-se com pouca ajuda Melhora nas AVDs – Veste-se com pouca ajuda Não sofreu mais quedas Não sofreu mais quedas Melhora da dor no ombro Melhora da dor no ombro

43 Caso 4 58 anos, masculino, diabético, fumante, vasculopata crônico 58 anos, masculino, diabético, fumante, vasculopata crônico Amputação de MIE – nível transtibial Amputação de MIE – nível transtibial Locomoção com muletas axilares Locomoção com muletas axilares Queixas álgicas nos ombros e dor do membro fantasma Queixas álgicas nos ombros e dor do membro fantasma Deseja colocar uma prótese Deseja colocar uma prótese

44 Caso 4 - Amputações Avaliação do paciente amputado: Avaliação do paciente amputado: Aval. Clínica é fundamental Aval. Clínica é fundamental Aval. Laboratorial e metabólica Aval. Laboratorial e metabólica Teste ergométrico (cicloergômetro) Teste ergométrico (cicloergômetro)

45 Caso 3 - Avaliação Teste ergométrico negativo para isquemia miocárdica Teste ergométrico negativo para isquemia miocárdica Coto de amputação globoso, com alodínea na área da cicatriz operatória Coto de amputação globoso, com alodínea na área da cicatriz operatória Pé D insensível, com cicatrizes de úlceras plantares cicatrizadas Pé D insensível, com cicatrizes de úlceras plantares cicatrizadas Muletas muito altas para o paciente Muletas muito altas para o paciente

46 Caso 3 – Tratamento reabilitacional Rebaixadas as muletas na primeira consulta Rebaixadas as muletas na primeira consulta Orientações sobre pé diabético Orientações sobre pé diabético Palmilha e calçados especiais para o pé Palmilha e calçados especiais para o pé Enfaixamento elástico do coto Enfaixamento elástico do coto FT pré-protética FT pré-protética Treino com prótese Treino com prótese Prescrições: - Gabapentina 300mg / dia - Prótese

47 Caso 3 - Resultados Melhora completa da alodínea e da dor fantasma, mas sensação do membro fantasma persiste Melhora completa da alodínea e da dor fantasma, mas sensação do membro fantasma persiste Deambulação comunitária com a prótese sem auxiliar Deambulação comunitária com a prótese sem auxiliar

48 A equipe de reabilitação Médicos de especialidades afins Médicos de especialidades afins FT FT TO TO Hidroterapeuta Hidroterapeuta Fono Fono Pedagoga Pedagoga Arte-terapeuta Arte-terapeuta Musico-terapeuta Musico-terapeuta Enfermeira de reabilitação Assistente social Nutricionista Educador físico

49 Mais informações

50 Freqüentemente me perguntam: Como você se sente tendo ELA? Eu respondo: não sinto muita coisa. Eu tento levar minha vida o mais normal possível, sem pensar na minha condição, ou me arrepender das coisas que não posso mais fazer. E olhe que não são poucas. Freqüentemente me perguntam: Como você se sente tendo ELA? Eu respondo: não sinto muita coisa. Eu tento levar minha vida o mais normal possível, sem pensar na minha condição, ou me arrepender das coisas que não posso mais fazer. E olhe que não são poucas. Stephen Hawking OBRIGADO!


Carregar ppt "Introdução à Neuro- Reabilitação: O Fisiatra Marcelo Benedet Tournier Médico Fisiatra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google