A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A questão da metodologia do Ensino e da Aprendizagem em Sociologia na Educação Básica. A elaboração do Plano de Ensino no contexto do Projeto Educativo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A questão da metodologia do Ensino e da Aprendizagem em Sociologia na Educação Básica. A elaboração do Plano de Ensino no contexto do Projeto Educativo."— Transcrição da apresentação:

1 A questão da metodologia do Ensino e da Aprendizagem em Sociologia na Educação Básica. A elaboração do Plano de Ensino no contexto do Projeto Educativo Institucional. Síntese elaborada pelas professoras: Ermelina G.Bontorin Thomacheski e Sandra Maria Mattar/PUCPR/2012.

2 O Planejamento Educacional na LDB 9394/96 Art. 8º. Política Nacional de Educação/Papel do Estado Art. 9º. Cabe à União: Elaboração do PNE Coletar e disseminar informações; Assegurar o processo de avaliação com vistas à definição de prioridades e melhoria da qualidade Art. 10º e 11. Estados e Municípios: - elaborar e executar políticas e planos de educação em consonância com o PNE; Art. 12. Cabe aos Estabelecimentos de Ensino: - elaborar e executar proposta pedagógica, respeitadas as normas do sistema de ensino; Art. 13. Cabe aos professores: - participar da elaboração da proposta pedagógica da instituição e elaborar e cumprir o Plano de Trabalho, segundo essa proposta.

3 Níveis de Planejamento: do macro para o micro PPP Currículo; Planos institucionais PLANO DO sistema EDUCACIONAL Nacional, Estadual e/ou Municipal Diretrizes Curriculares Diretrizes Curriculares Plano de Trabalho do Professor: Programa da Disciplina (anual/semestral) Plano de unidade Plano de aula

4 CONCEITO DE PLANEJAMENTO EDUCACIONAL Duas concepções de Planejamento (FERNANDES, Fabiana S./ Unesp /2008): 1. Planejamento para a austeridade 1. alinhado à corrente conservadora da educação; 2. instrumento técnico racional 2. Planejamento para a transformação 1. se fortalece como uma atividade societária; 2. participação se torna um fator importante para a legitimidade do plano e da sua implementação; 3. ferramenta de governo e dos distintos atores sociais.

5 [...] a importância do PPP e Currículo como documentos nos quais as Instituições de ensino devem explicitar seu posicionamento a respeito de sociedade, de educação e de ser humano e assegurar o cumprimento de suas políticas e ações (VEIGA, 2004).

6 Devem ser considerados: [...] instrumentos de ação política e pedagógica que garantam uma formação global e crítica para os envolvidos no processo, como forma de capacitá-los para o exercício da cidadania, a formação profissional e o pleno desenvolvimento pessoal (Veiga: 2004, p.16).

7 Princípios que orientam o Projeto Pedagógico institucional. A clareza e a objetividade do texto; a coerência, de forma a expressar a adequação entre todos os seus elementos; a factibilidade, de forma a demonstrar a viabilidade do seu cumprimento integral; O PPP deve estar intimamente articulado com a prática e os resultados da avaliação institucional.

8 PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR

9 Visa ao direcionamento intencional (metódico e sistemático) das atividades a serem desempenhadas pelo professor junto a seus alunos para alcançar as competências pretendidas.

10 O Plano de Trabalho do Professor: Organiza a ação docente para cada disciplina, série ou turma. Indica o Plano de Ação para uma realidade bem próxima,específica. Pode ser organizado para: Longo prazo Médio prazo Ação imediata

11 Fonte: VEIGA, 2010 Elementos estruturantes da aula.

12 O PROCESSO PEDAGÓGICO O conjunto das atividades docentes: O conjunto das atividades docentes: planejar, planejar, aplicar as atividades previstas, aplicar as atividades previstas, avaliar, avaliar, registrar os resultados registrar os resultados e replanejar. e replanejar. A sequência dessas atividades exercidas em sucessão e ciclicamente pelo professor, a fim de dirigir e orientar o processo de aprendizagem de seus alunos é conhecida como ciclo docente. A sequência dessas atividades exercidas em sucessão e ciclicamente pelo professor, a fim de dirigir e orientar o processo de aprendizagem de seus alunos é conhecida como ciclo docente.

13 13 Papel da educação DO INFORMAR Disponível em outros espaços. Disponível em outros espaços. PARA O FORMAR Ensinar o educando a buscar o conhecimento em todos os meios existentes. Ensinar o educando a buscar o conhecimento em todos os meios existentes.

14 Da informação ao conhecimento Três grande movimentos: SíncreseMobilização AnáliseConstrução SínteseElaboração e expressão de síntese. Conhecimento Universal Situação Pedagógica

15 Ações didáticas para que os professores possam aplicar a Pedagogia Histórico-Crítica (GASPARIN, 1998). Três grandes passos do método Dialético: Prática social inicial – Teoria – Prática social Final Prática social inicial – Teoria – Prática social Final Prática Social ProblematizaçãoInstrumentalizaçãoCatarse O que os alunos já sabem sobre o tema a ser trabalhado e o que gostariam de saber Na síncrese predomina o empírico, o senso comum Manifestação da nova atitude em relação ou conteúdo aprendido e das propostas de ação Na síntese, predomina o histórico, o concreto pensado, a percepção das plurideterminações.

16 Educação Humanista Inovadora: Sou um professor e gestor preocupado em contribuir para mudar nossa educação básica e superior, presencial e a distância, propondo novas metodologias mais próximas das necessidades dos alunos, com apoio de tecnologias atuais. Os novos espaços de atuação do educador com as tecnologias.

17 Algumas estratégias metodológicas e avaliativas para o ensino da sociologia 1. Ler e Estudar Sociologia textos: clássico-teóricos, teórico- contemporâneos, temáticos, didáticos, literários, jornalísticos; 2. Exposição Sistematizada dos conteúdos: aulas expositivas dialogadas; aulas em visitas guiadas a instituições e museus; 3. A participação cotidiana dos alunos: discussão, debates e seminários de temas relevantes fundamentados em leituras e pesquisa: pesquisa de campo, pesquisa bibliográfica; 4. A produção escrita: exercícios escritos e oralmente apresentados e discutidos; provas. 5. Trabalhos, pesquisa extraclasse e projeto de pesquisa 6. Utilizando recursos audiovisuais: ampliar o espaço da sala de aula por meio de análises críticas de filmes, documentários, músicas, propagandas de TV; análise crítica de imagens (fotografias, charges, tiras, publicidade), entre outros.

18 Educar pela pesquisa ou Ensino com pesquisa? CARACTERÍSTICAS concebe a educação como formação da competência humana, histórica com qualidade formal e política; concebe a educação como formação da competência humana, histórica com qualidade formal e política; considera alunos e professores como pesquisadores e produtores dos seus próprios conhecimentos; considera alunos e professores como pesquisadores e produtores dos seus próprios conhecimentos; pressupõe o conhecimento como fator de transformação e de inserção no mundo do trabalho. pressupõe o conhecimento como fator de transformação e de inserção no mundo do trabalho.

19 PESQUISA NO ALUNO: O aluno é sujeito do processo de trabalho; Equilíbrio entre trabalho individual e coletivo; Instigar a pesquisa com: a procura de material; Interpretações próprias; Reconstrução do conhecimento; Utilização de estratégias didáticas, cuidados propedêuticos decisivos; Reorganização curricular e avaliação.

20 Pesquisa de campo

21 Filmes e vídeos sob um olhar crítico

22 Leitura e análise de textos sociológicos

23 O ESTUDO DE TEXTO COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO (VEIGA). - Ativar o conhecimento prévio do aluno – linguístico e extralinguístico; - Promover o engajamento entre o leitor e o texto estudado, por meio de atividades que propiciarão o interesse para o estudo do texto, tais como: observação, discussão, relato, debate sobre filmes, pesquisa bibliográfica e de campo; - Estudo do texto propriamente dito: a abordagem adequada ao tipo de texto e nível de desenvolvimento do leitor; - A análise do texto deve permitir que o leitor trabalhe numa perspectiva crítica; - O estudo do texto como gerador de outro texto

24 Recomendações para a preparação de questões operatórias: Determine o objetivo da questão; Selecione os conteúdos relevantes a serem cobrados; Buscar as concepções prévias dos aluno, ligadas ao conteúdo; Contextualize a questão, colocando-a numa situação de possível compreensão do aluno; Formule a pergunta de forma clara e precisa.

25 CARACTERÍSTICAS DA PROVA NA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTA 1. Contextualizaçãoo enunciado deve servir de apoio, contexto 1. Contextualização: o enunciado deve servir de apoio, contexto (não pretexto) 2. Parametrização: é a indicação dos critérios de correção. 3. Exploração da capacidade de leitura e de escrita do aluno:evitar questões que possam ser respondidas com SIM ou NÃO. 4. Proposição de questões operatórias (as que exigem do aluno operações mentais) e não apenas transcritórias (cuja resposta depende de uma simples cópia ou memorização das informações dadas).

26 REFERÊNCIA BRIDI, Maria Apª; ARAÚJO, Silvia Mª de MOTIM, Benilde Lenzi. Ensinar e aprender Sociologia. 1ª ed. São Paulo: Contexto, p GASPARIN, João Luiz. Uma didática para a pedagogia histórico-crítica. SP: Cortez, 2003 MORAN, José Manoel; MASETTO, Marcos; BEHRENS, Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 12. ed. Campinas: Papirus, p. (Coleção Papirus educação ) ISBN (broch.) SCARPATO, Marta. Os procedimentos de ensino fazem a aula acontecer. SP: AVERCAMP, THOMACHESKI, Ermelina G. B.; MANGANARO, M. A. Planejamento e Avaliação da Escola Básica. Curitiba: Camões, VASCONCELLOS, Celso dos S. Construção do conhecimento em sala de aula. 16. ed. São Paulo: Libertad, p. (Cadernos pedagógicos do libertad ; 2) ISBN (broch.) Número de VEIGA, Ilma Passos Alencastro (0rg.). Aula: gênese, dimensões, princípios e práticas. Campinas: SP: Papirus, VEIGA, Ilma Alencastro. Técnicas de ensino: novos tempos, novas configurações. SP: Papirus, VEIGA, Ilma Alencastro. Técnicas de ensino: porque não. Campinas, São Paulo: Papirus, ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, ZABALA, Antoni. Enfoque globalizador e pensamento complexo: uma proposta para o currículo escolar. Porto Alegre: Artmed, p.


Carregar ppt "A questão da metodologia do Ensino e da Aprendizagem em Sociologia na Educação Básica. A elaboração do Plano de Ensino no contexto do Projeto Educativo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google