A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INOVAÇÕES NA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA ACIDENTES DE TRABALHO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INOVAÇÕES NA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA ACIDENTES DE TRABALHO."— Transcrição da apresentação:

1 INOVAÇÕES NA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA ACIDENTES DE TRABALHO

2 INOVAÇÕES NA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO – FAP NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO - NTEP

3 ACIDENTES DE TRABALHO Brasil: 4 o. colocado mundial em número de acidentes ( OIT) Despesas gerais: 4% da economia mundial

4 ACIDENTES DE TRABALHO REGISTRADOS ANOTOTALTÍPICOSTRAJETODOENÇAS

5 BENEFÍCIOS ACIDENTÁRIOS CONCEDIDOS ANO Quantid.R$ (milhões) , , ,4

6 BENEFÍCIOS ACIDENTÁRIOS – DESPESA ANUAL ANOR$ (bilhões) 20044, , ,38

7 ACIDENTES COMUNICADOS NO RIO GRANDE NORTE – FONTE: CAT 2003 – 2005 – acidentes Empresas que comunicaram: % dos acidentes concentram-se em 1% das empresas (19 empresas) 37% das CAT referem-se a ferimentos de mão e punho

8 FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP ÍNDICE DE FLEXIBILIZAÇÃO DAS ALÍQUOTAS DO SAT 0,5 a 2,00 sobre alíquotas básicas Proporcional ao investimento em SST

9 FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP OBJETIVOS: PONTO DE VISTA DA SOCIEDADE INCENTIVAR INVESTIMENTOS EM SST - Dignidade da pessoa humana - Redução de custos sociais DISTRIBUIÇÃO EQÜITATIVA DOS CUSTOS DOS RISCOS SOCIAIS – JUSTIÇA FISCAL

10 FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP OBJETIVOS: PONTO DE VISTA DAS EMPRESAS QUE INVESTEM EM SST: REDUÇÃO DE CUSTOS VANTAGEM COMPETITIVA RETORNO ECONÔMICO IMAGEM MERCADOLÓGICA

11 FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP LEGISLAÇÃO APLICÁVEL - Art. 10 da Lei nº / Res. CNPS nº 1.236/2004, 1.269/2006, 232/2007 e 269/ Decreto 6.042/2007 LEGISLAÇÃO PRECEDENTE - Art. 4º. da Lei n /89 - Art. 22, §3º. da Lei n /91 - Res. CNPS nº 1.101/1998

12 FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP SAT (art. 22, II 8.212/91) 1% - RISCO LEVE 2% - RISCO MÉDIO 3% - RISCO GRAVE Enquadramento pela CNAE – anexo V do Decreto n /99, com redação atribuída por meio do Decreto n /2007.

13 CNAE grau leve CNAE grau médio CNAE grau grave 1% 0,5% a 2% 2% 1% a 4 % 3% 1,5% a 6 % FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP Redução pela metade ou aumento pelo dobro: variação de 0,5% até 6% Ficam mantidos os acréscimos relativos ao financiamento da aposentadoria especial

14 FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP DETERMINANTE DO FAP - Benefícios por incapacidade (auxílio- doença, auxílio-acidente, aposentadoria por invalidez e pensão por morte). ASPECTOS DA DETERMINANTE: - Gravidade - Freqüência (NTEP é elemento do cálculo) - Custo

15 Probabilística Freqüência (NTEP) Social Social Gravidade Econômica Custo. FAP DIAS EVENTOS R$ PAGOS FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP

16 ELEMENTOS UTILIZADOS: - Eventos previdenciários - Número de benefícios - Idade em dias - Valores - CID-10 - Massa salarial e quantidade de vínculos por empresa e CNAE FONTES DE DADOS (2000 – 2004) Sistema único de benefícios do INSS Cadastro Nacional de Informações Sociais

17 FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP Método de cálculo dos coeficientes: - CF = razão entre número de benefícios e média de vínculos - CG = razão entre a idade dos benefícios e os dias potencialmente trabalhados - CC = razão entre os valores pagos e o valor médio potencialmente arrecadado

18 FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP MÉTODO DE DEFINIÇÃO DO FAP - Cálculo dos coeficientes do CNAE - Cálculo dos coeficientes da empresa - Os resultados dos coeficientes flutuam num intervalo entre -6 ou Atribuição de coeficiente 2 para empresas com resultado +6, e 0,5 para -6

19 FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP Revisão do enquadramento (1%, 2% ou 3%) pelo novo anexo V do Regulamento da Seguridade Social e a cada 3 anos Cálculo do coeficiente anualmente; divulgação no DOU. Novo FAP com início no 1º. dia do quarto mês subseqüente ao da divulgação

20 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO NEXO CAUSAL PRESUMIDO COM BASE EM ESTUDOS ESTATÍSTICOS BASEADOS NA OCORRÊNCIA, DISTRIBUIÇÃO E CAUSAS DETERMINANTES DE AGRAVOS À SAÚDE DOS TRABALHADORES

21 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO NEXO – LIGAÇÃO TÉCNICO – CONHECIMENTO; MÉTODO EPIDEMIOLÓGICO – ESTUDO DA OCORRÊNCIA, DISTRIBUIÇÃO E CAUSAS DETERMINANTES DE AGRAVOS À SAÚDE

22 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO OBJETIVOS: PONTO DE VISTA DA SOCIEDADE CONHECIMENTO DA REALIDADE, MASCARACA PELA SUBNOTIFICAÇÃO DE ACIDENTES ESTABELECIMENTO DE POLÍTICAS PÚBLICAS EFICAZES REDUÇÃO DOS RISCOS GARANTIA DE ATENDIMENTO ADEQUADO AOS ACIDENTADOS DO TRABALHO DISTRIBUIÇÃO EQÜITATIVA DOS CUSTOS DOS RISCOS SOCIAIS (JUSTIÇA FISCAL) INFLUÊNCIA NO FAP

23 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO OBJETIVOS: PONTO DE VISTA DO TRABALHADOR INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA RECONHECIMENTO DE DIREITOS - Benefícios acidentários - Depósito de FGTS - Estabilidade - Indenização

24 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO LEGISLAÇÃO APLICÁVEL - Artigo 21-A da Lei n /91, com redação dada pela Lei n / Artigo 337 do Decreto 3.048/99, com redação dada pelo Decreto n /2007; - IN-INSS n. 16/2007

25 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO METODOLOGIA - Estudo estatístico probabilístico baseado em razão de chances e razão de confiabilidade - CID-10 x CNAE - Fonte de dados: Sistema Único de Benefícios e CNIS - Anexo II Decreto n. 3048/99

26 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO INTERVALO CID-10CNAE A15-A

27 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO ASPECTOS IMPORTANTES - Aplicável às perícias iniciais realizadas a partir de 01/04/ A CAT continua obrigatória, sujeitando o empregador a multas pela não emissão - Reconhecido o acidente a partir do NTEP, não incidirá multa pela não apresentação de CAT (§5º. do artigo 22 da Lei n /91)

28 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO ASPECTOS IMPORTANTES - O NTEP não dispensa o exame por parte da perícia médica do INSS, que pode confirmar ou descaracterizar o NTEP, havendo elementos. - A perícia médica pode estabelecer o nexo causal com base em outros elementos que não o NTEP e a CAT - O NTEP não garante automaticamente benefício acidentário, que depende da constatação de incapacidade por parte da perícia médica do INSS

29 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO QUESTÕES PROCEDIMENTAIS : A empresa pode requerer a não aplicação do NTEP: CONHECE O DIAGNÓSTICO: 15 após entrega da GFIP do mês de competência do afastamento NÃO CONHECE O DIAGNÓTICO: 15 após entrega da GFIP do mês de competência da perícia que aplicou o NTEP (acompanhamento pela internet ou recebimento do CRER)

30 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO QUESTÕES PROCEDIMENTAIS : Segurado será notificado da defesa e poderá apresentar contra-razões em 15 dias (notificação pela APS) Perícia médica decide; APS comunica as partes; Recurso com efeito suspensivo da decisão em 15 dias; contra-razões em 15 dias.

31 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO QUESTÕES PROCEDIMENTAIS : Benefício marcado – alteração após julgamento pelo CRPS A modificação da decisão pode resultar em situações complexas ainda não disciplinadas

32 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO QUESTÕES PROCEDIMENTAIS : Empregador dispensa segurado, e a decisão é revertida a favor do segurado: Obrigado a conferir estabilidade ou indenizar? Recolhe FGTS com juros e multa? NTEP revertido em sede recursal: Empregado devolve FGTS depositado?

33 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO QUESTÕES PROCEDIMENTAIS : A perícia médica decide pela não confirmação do NTEP e o segurado deixa de ter direito ao recebimento do benefício comum por falta de carência.

34 NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PREVIDENCIÁRIO O NTEP É APENAS MAIS UM INSTRUMENTO À DISPOSIÇÃO PARA A CONFIGURAÇÃO DO ACIDENTE DE TRABALHO

35 AÇÃO REGRESSIVA

36 PREVISÃO LEGAL: Art.120 da Lei 8.213/91: Art Nos casos de negligência quanto às normas padrão de segurança e higiene do trabalho indicados para a proteção individual e coletiva, a Previdência Social proporá ação regressiva contra os responsáveis

37 AÇÃO REGRESSIVA OBJETIVOS 1º. Ressarcimento de despesas 2º. Prevenção 3º. Redução de despesas

38 AÇÃO REGRESSIVA

39 AÇÕES AJUIZADAS EM MANAUS 26 ações regressivas ajuizadas 33 empresas acionadas 6 condenações, envolvendo 8 empresas Expectativa dos gastos: R$ ,22

40 AÇÃO REGRESSIVA Convênio entre órgãos públicos – produção de prova e compartilhamento de dados estatísticos (MPS – MTE – MPT) Banco de dados estatísticos atualizado Alterações da Lei n /91 Principais aspectos: - Definir responsáveis e solidariedade - Forma de constituição e parcelamento do capital - Ônus da prova (nexo presumido e FAP) - Prescrição

41 Bruno Júnior Bisinoto (92)


Carregar ppt "INOVAÇÕES NA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA ACIDENTES DE TRABALHO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google