A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupo: 19W Luisa Marcus Vinícius Pâmela Patricia Subgrupo: Patricia e Pâmela.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupo: 19W Luisa Marcus Vinícius Pâmela Patricia Subgrupo: Patricia e Pâmela."— Transcrição da apresentação:

1 Grupo: 19W Luisa Marcus Vinícius Pâmela Patricia Subgrupo: Patricia e Pâmela

2 Estrutura da cadeia de logística Critérios de seleção: Compatibilidade Corporativa Cultural Filosofia e Estilos Gerenciais Perspectiva de Confiança Mútua Semelhança Entre as Empresas

3 Estrutura da cadeia de logística A Cadeia de logística pode ser estruturada em três grandes blocos: Logística de suprimento Envolve as relações fornecedor-empresa. São alinhados planos estratégicos de fornecedores que direcionam recursos para reduzir custos e desenvolver novos produtos.

4 Estrutura da cadeia de logística Logística de produção Não envolve nenhuma relação externa diretamente. É uma parte totalmente desenvolvida da empresa, que envolve todas as áreas na conversão de materiais em produto acabado. Logística de distribuição Envolve as relações empresa-cliente-consumidor. É responsável pela distribuição física do produto acabado até os pontos de venda ao consumidor.

5 Estrutura da cadeia de logística

6 Nível 1 – nele ocorrem as transações da cadeia e busca-se eficiência dessas transações. Nível 2 – nele ocorrem os processos da cadeia e busca-se a integração dos processos. Nível 3 – nele ocorrem as estratégias da cadeia de logística e buscam-se os elos estratégicos.

7 Estrutura da cadeia de logística Logística de suprimento: Para muitas organizações, existe pouco interesse nas atividades logísticas de suprimento. As razões vão desde o desconhecimento, pouco controle sobre a movimentação física e até crença de que o poder de negociação pende mais para o lado do fornecedor.

8 Estrutura da cadeia de logística O potencial de economia na área na área de suprimentos é substancial. Os custos do fornecimento representam aproximadamente 30% do total de custos de toda a cadeia supply chain. Para perseguir o potencial de economias existentes a empresa precisa seguir alguns requisitos essenciais.

9 Estrutura da cadeia de logística Área de sistemas e processos: Codificação dos materiais Codificação dos fornecedores Sistemas de informação integrados Hardwaers e softwares dimensionados adequadamente Processos integrados com os fornecedores Modelos de custos baseados na metodologia ABC (Custo Baseado em Atividades)

10 Estrutura da cadeia de logística Área Organizacional Estratégias de suprimento adequadas a cada grupo de suprimentos Avaliação e classificação de fornecedores Análise de contratos Posicionamento da área de compras e sua organização Controladoria de compras Times multifuncionais de trabalho.

11 Estrutura da cadeia de logística Área de recursos humanos Incentivos motivacionais Experiências multidisciplinares do pessoal de compras Treinamento contínuo Senioridade e flexibilidade Espírito de equipe Alto nível educacional.

12 Estrutura da cadeia de logística É de extrema importância a empresa evitar cair em algumas armadilhas: Solução única Enxugamento de fornecedores como fim Viés de seleção Negociação ganha-perde Estratégias solo

13 Estrutura da cadeia de logística Integração com fornecedores Benefícios: Parceiros mais fortes e para todo o negócios Foco comum na qualidade Confiabilidade de entregas mais estáveis e repetitivas Baixos níveis de estoques Menos burocracia Melhor controle do processo Dependência mútua e congruência de objetivos Custos da cadeia logística reduzidos.

14 Estrutura da cadeia de logística Parceria com fornecedores: Relacionamento comercial sob medida com base em confiança mútua, abertura, riscos e recompensas compartilhados, que proporciona vantagem competitiva estratégica.

15 Estrutura da cadeia de logística Critérios de seleção: Compatibilidade Corporativa Cultural Filosofia e Estilos Gerenciais Perspectiva de Confiança Mútua Semelhança Entre as Empresas

16 Integração com fornecedores Certificação dos fornecedores Forma de integração com os fornecedores; Diplomas ou certificados expedidos aos melhores fornecedores ou anúncios em jornal; O objetivo é eliminar desperdícios, prever defeitos, reduzir estoques, diminuir o custo total e melhorar a qualidade; Os critérios para avaliação costuma ser qualidade do produto recebido, prazo de entrega, quantidade, preço, custo, serviço e burocracia.

17 Integração com fornecedores Certificação dos fornecedores A ideia é aplicar pesos sobre os critérios e tirar a média ponderada; Se o fornecedor fica abaixo de uma média mínima, ele é rejeitado e se descontinua o seu fornecimento; A certificação é uma ferramenta-meio que cria competição saudável e reconhece os melhores parceiros.

18 Integração com fornecedores Estratégias de suprimento As estratégias de suprimento objetivam aumentar o poder de negociação com fornecedores, aumentar a efetividade organizacional e otimizar processos da cadeia de suprimento A partir disso, a empresa definirá relacionamentos apropriados para cada fornecedor

19 Integração com fornecedores Estratégia de Suprimento Determinar as estratégias 1. Identificando os grupos de suprimento 2. Identificando as táticas 3. Criando prioridades de implantação e avaliando continuamente Avaliação Análise Implantação

20 Integração com fornecedores Estratégia de Suprimento Identificar os grupos de suprimentos em função do impacto sobre a empresa e complexidade do mercado; Impacto refere-se a representatividade das compras do total, percepção pelos clientes do valor agregado, satisfação do cliente afetada; Complexidade refere-se a concorrência entre fornecedores, poder de barganha da empresa, estabilidade do mercado, produtos substitutos e restrições governamentais. Levantar informações sobre os grupos de suprimento ProcessoProcesso

21 Integração com fornecedores Estratégia de Suprimento Determinar as estratégias de suprimento Varia de acordo com o impacto e complexidade Estratégia de consolidação Estratégia de integração Estratégia de redução de complexidade Estratégia de reposicionamento Impacto Complexidade

22 Integração com fornecedores Estratégia de Suprimento Identificar táticas a serem utilizadas Identificar fornecedores potenciais Banco de dados de fornecedores de classe mundial Estabelecimento das prioridades de implementação Integrar os fornecedores Avaliar a estratégia continuamente ProcessoProcesso

23 Integração com fornecedores Processo de global sourcing (fornecimento mundial) Enviar pedidos de cotação a fornecedores globais potenciais; Análise do preço total de compra; Cálculo das economias potenciais; Desenvolver e executar estratégias de negociação; Escolha final dos fornecedores; Envio de pedidos; Manutenção de banco de dados. ProcessoProcesso

24 Dúvidas? Obrigado!


Carregar ppt "Grupo: 19W Luisa Marcus Vinícius Pâmela Patricia Subgrupo: Patricia e Pâmela."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google