A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nos últimos anos, a obesidade deixou de ser um mero problema ''estético'' e de ''desleixo'', tratado com despeito por pacientes e profissionais de saúde,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nos últimos anos, a obesidade deixou de ser um mero problema ''estético'' e de ''desleixo'', tratado com despeito por pacientes e profissionais de saúde,"— Transcrição da apresentação:

1

2 Nos últimos anos, a obesidade deixou de ser um mero problema ''estético'' e de ''desleixo'', tratado com despeito por pacientes e profissionais de saúde, para tornar-se uma alarmante e assustadora realidade.

3 O problema do excesso de peso e da obesidade tem alcançado proporções epidêmicas no mundo todo (OMS, 2004) e representa um grave problema de saúde pública.

4

5 Médico Prescrição Paciente Farmacêutico Quais problemas podem ser gerados pela dispensação incorreta de medicamentos

6 Troca do medicamento prescritoerro na leitura da receitaintencionalUtilização incorreta do medicamento falta de informação ao paciente informações incorretas Interações medicamentosas medicamento – medicamentomedicamento – alimento medicamento – outras substâncias

7 Não adesão ao tratamento; Reações adversas; Ocorrência de outros problemas relacionados a medicamentos; Não obtenção dos resultados esperados; Piora no estado de saúde do paciente; Em casos extremos: óbito do paciente.

8

9 Efetiva atuação do profissional farmacêutico nas farmácias e drogarias; Implantação das boas práticas de dispensação; Bom relacionamento: prescritor e dispensador. 9

10 Acompanhamento e avaliação da eficácia do tratamento prescrito; Promoção do uso racional de medicamentos.

11 O farmacêutico deverá avaliar as receitas e observar: legibilidade e ausência de rasuras e emendas; identificação do usuário; identificação do medicamento, concentração, dosagem, forma farmacêutica e quantidade; modo de usar ou posologia;

12 O farmacêutico deverá avaliar as receitas e observar: duração do tratamento; local e data da emissão; e assinatura e identificação do prescritor com o número de registro no respectivo conselho profissional.

13 Não podem ser dispensados medicamentos cujas receitas estiverem ilegíveis ou que possam induzir a erro ou confusão. Fica vedado ao farmacêutico dispensar medicamento danoso a saúde do paciente, ou a seguir prescrição que coloca em risco o bem-estar do mesmo. Erro de prescrição: erro de decisão ou de redação, não intencional, que pode reduzir a probabilidade do tratamento ser efetivo ou aumentar o risco de lesão no paciente, quando comparado com as praticas clínicas estabelecidas e aceitas.

14 O prescritor deve ser contatado para esclarecer eventuais problemas ou dúvidas detectadas no momento da avaliação da receita. Dúvidas/Problemas

15 O farmacêutico deve orientar o paciente sobre: cumprimento da posologia; influência dos alimentos; interação com outros medicamentos; reconhecimento de reações adversas potenciais; condições de conservação do produto; entre outros.

16 A informação prestada ao paciente no ato da DISPENSAÇÃO é tão ou mais importante que o medicamento por ele recebido. Llimós; Faus, 2003; Pepe; Castro, 2000

17 A adesão ao tratamento é um item essencial para a resolubilidade da proposta terapêutica, para a cura de uma enfermidade ou para o controle de uma doença crônica. As farmácias e drogarias podem ser importantes locais para a prestação de serviços de saúde, o que contribui no acompanhamento de pacientes com síndrome metabólica. A atuação conjunta de profissionais da saúde devidamente capacitados e conscientes do seu papel social pode contribuir significativamente para o uso racional de medicamentos, impactando de forma positiva na saúde e na qualidade de vida das pessoas.

18 Obrigada pela atenção!


Carregar ppt "Nos últimos anos, a obesidade deixou de ser um mero problema ''estético'' e de ''desleixo'', tratado com despeito por pacientes e profissionais de saúde,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google