A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CESUSC GESTÃO DE EVENTOS PROF. MSC. KARINE VON GILSA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CESUSC GESTÃO DE EVENTOS PROF. MSC. KARINE VON GILSA."— Transcrição da apresentação:

1 CESUSC GESTÃO DE EVENTOS PROF. MSC. KARINE VON GILSA

2 Desde os primórdios o homem tem encontrado maneiras de marcar eventos importantes em sua vida. •Ano Novo Chinês; •Os rituais para indicar mudança de estações nas sociedades agrárias e marcar o tempo de plantio e colheita; •Cerimônias de iniciação tribal. QUESTÕES HISTÓRICAS (Fonte: Matias 2002)

3 Ano Novo Lunar Festival Budista Festival Indiano

4 Era Antiga •Jogos Olímpicos da Era Antiga – 776 a.C. – aconteciam de 4 em 4 anos na Grécia – caráter religioso •Festas Saturnálias – 500 a.C. – deram origem ao Carnaval •Congresso – 337 a.C. – reuniu todos os delegados das cidades gregas e elegeram Felipe o generalíssimo da Grécia nas lutas contra a Pérsia •Conferência de Luca – 56 a.C. – na qual César conseguiu convocar para Luca, norte da Itália, o evento que tinha por objetivo reconciliar os rivais Pompeu e Crasso. O objetivo foi alcançado, César aumentou o poder do Triunvirato e derrubou o Senado. Contribuições da Era Antiga Contribuições da Era Antiga Espírito de hospitalidade Infra-estrutura de acesso Primeiros espaços para eventos QUESTÕES HISTÓRICAS (Fonte: Matias 2002)

5 IDADE MÉDIA IDADE MÉDIA ( Poderio da Igreja e atividade comercial)  Falta de segurança nas estradas;  Eventos religiosos (concílios, representações teatrais) e comerciais (feiras);  Geraram deslocamento de membros do clero, mercadores e outros. IDADE MODERNA ATÉ OS TEMPOS ATUAIS Revolução Industrial – surgimento de eventos científicos e técnicos; Início do Séc. XIX – Thomas Cook organizou um grupo para participar de um Congresso; Evento de grande destaque – Copa do Mundo de Futebol – início de 1930; II Guerra Mundial – estagnação de eventos; Para a Alemanha, as feiras tiveram grande importância na sua reconstituição pós-guerra. QUESTÕES HISTÓRICAS (Fonte: Matias 2002)

6 O BRASIL •Feiras em locais abertos antes da chegada da Família Real ao Brasil; •Baile de Carnaval no Hotel Itália (1840) primeiro evento em espaço específico; •O Brasil se firma como organizador de Feiras em 1922, com a Exposição Internacional do Centenário da Independência do Brasil; •1928 – Convenção Interestadual do Turismo – destinado aos associados da Sociedade Brasileira de Turismo; •1950 – Copa do Mundo no Brasil; •Final da década de 50 – 1º Congresso da ABAV; •1954 – Inauguração do Parque do Ibirapuera; •Década de 70 – inauguração do Palácio de Convenções do Anhembi e realização do Salão do Automóvel; •1979 – 1º ENBETUR em Niterói/RJ QUESTÕES HISTÓRICAS (Fonte: Matias 2002)

7 CURIOSIDADES DO MERCADO DE EVENTOS Alcântara Machado Alcântara Machado : sua história teve início em 1956, durante o governo do Presidente Juscelino Kubitschek, logo após a instalação primeira indústria automotiva no Estado de São Paulo. •1958: FENIT - Feira Nacional da Indústria Têxtil. •1959:Lançada a Mecânica - Feira Nacional de Máquinas e Equipamentos •1960: Salão do Automóvel e UD •A Alcântara Machado •A Alcântara Machado: na pessoa do Dr. Caio de Alcântara Machado foi a grande criadora e impulsionadora do Parque Anhembi •Hoje •Hoje: são mais de 600 feiras e 2000 eventos organizados •O calendário de eventos: •O calendário de eventos: compreende a realização de mais de 40 feiras internacionais,direcionadas para os mais variados setores como: as áreas têxtil e de confecção; automobilística, automotiva e de autopeças; de máquinas e equipamentos; eletroeletrônica; de engenharia, construção e obras; de papel e gráfica; plástica; de embalagens; de segurança e defesa; de cosmética e beleza; dentre outras.

8 PRINCIPAIS QUESTIONAMENTOS: Como se deu a evolução dos eventos ao longo da história? Por que a Revolução Industrial se apresenta como um importante momento no desenvolvimento e consolidação dos eventos técnico-científicos? Quais os principais fatores históricos que contribuíram para a atividade de eventos dos dias atuais? EVOLUÇÃO HISTÓRICA DOS EVENTOS

9 QUESTÕES CONCEITUAIS EVENTOS “ São acontecimentos criados e planejados para ocorrerem em um lugar determinado e com espaço de tempo pré-definido. Têm finalidades específicas, visando a apresentação, a conquista ou a recuperação do público-alvo. Podem ser criados artificialmente, ocorrer espontaneamente ou, ainda, serem provocados.” (GOINDANICH, 1998) “ Sucesso, acontecimento, eventualidades.” (DICIONÁRIO AURÉLIO) “Conjunto de atividades profissionais desenvolvidas com o objetivo de alcançar o seu público-alvo por meio do lançamento de produtos, apresentação de uma pessoa, empresa ou entidade, visando estabelecer o seu conceito ou recuperar sua imagem.” (CANTON, 1998) “Conjunto de ações profissionais com o objetivo de atingir resultados qualificados e quantificados junto ao público-alvo.” (CANTON, 1998)

10 QUESTÕES CONCEITUAIS - EVENTOS “Ação do profissional por meio da pesquisa, planejamento, organização, coordenação, controle e implantação de um projeto visando atingir o público-alvo com medidas concretas e resultados projetados”. (Canton, 1998) “Instrumento institucional promocional, com finalidade de criar conceito e estabelecer imagem de pessoas físicas, jurídicas, de produtos, serviços, idéias, por meio de um acontecimento previamente planejado...” (Meirelles, 1999) “...um evento realmente vale pelo conteúdo que objetiva, pela referência ao contexto que se apresenta, pelo envolvimento estético e emocional que provoca, pela imaginação que evoca, pela participação ativa e experiência que induz e pela realização profissional e pessoal que enseja.” (Beni, 2000)

11 QUESTÕES CONCEITUAIS “O termo eventos especiais foi criado para descrever rituais, apresentações ou celebrações que tenham sido deliberadamente planejados e criados para marcar ocasiões especiais ou para atingir metas ou objetivos específicos de cunho social, cultural ou corporativo”(Allen et al, 2003)

12 CLASSIFICAÇÃO DOS EVENTOS (Matias 2002; Britto e Fontes 2002) A classificação analisa algumas das especificidades do evento, podendo considerar: •Data de realização: fixa, móvel, esporádica; •Participação do público: eventos fechados e abertos; •Perfil do participante: geral, dirigido, específico; •Porte: pequeno, médio, grande, megaevento;

13 CLASSIFICAÇÃO DOS EVENTOS (Allen et al 2003) Megaeventos: aqueles cuja magnitude afeta economias inteiras e repercute na mídia global. Podemos citar: Feiras Mundiais, Copa do Mundo, Olimpíadas. Getz (1997) salienta que seu volume deveria exceder um milhão de visitantes, seu orçamento deveria ser de, pelo menos, US$ 500 milhões e sua reputação deveria ser a de um evento imperdível. Por sua grandiosidade ou significado, são aqueles que produzem níveis extraordinariamente altos de turismo, cobertura de mídia, prestígio ou impacto econômico para a comunidade local ou destino.

14 CLASSIFICAÇÃO DOS EVENTOS (Allen et al 2003) Eventos de Marca: se refere aqueles que se tornaram tão identificados com o espírito ou mentalidade de um povoado que, cidade ou região que tornam sinônimos do local, e obtém reconhecimento e percepção. Para seu sucesso contam com a singularidade, o status ou o senso de oportunidade em gerar interesse e atrair a atenção. Possui um significado tal, em termos de tradição, apelo, imagem ou publicidade, que proporciona ao local/anfitrião uma vantagem competitiva. Com o tempo o evento e o destino se tornam inseparáveis. Ex: Carnaval no Rio, Feira de Hannover, Oktoberfest de Munique.

15 CLASSIFICAÇÃO DOS EVENTOS (Matias 2002; Britto e Fontes 2002) •Área de interesse: técnico-científica, cultural, artística, política, empresarial ou negócios, social, desportiva, religiosa, beneficente. •Tipologia: feiras, exposições, convenções, congressos, seminários, banquetes, casamentos, formaturas, posses, torneios, inaugurações, campeonatos, lançamentos, shows, festivais, desfiles, leilões, missas entre inúmeros outros.

16 CLASSIFICAÇÃO DOS EVENTOS Por que é tão difícil um consenso em relação a classificação dos eventos? Qual a principal importância em conhecermos as características dos eventos?

17 TURISMO DE EVENTOS Três características estão presentes neste segmento mercadológico: • A terceirização dos serviços; • Crescimento da economia das pequenas empresas prestadoras de serviços; • O emprego tende a se ampliar, em conseqüência da utilização dessas empresas

18 CONSTITUIÇÃO DO MERCADO DE EVENTOS •Entidades promotoras de eventos •Empresas promotoras organizadoras de eventos •Empresas organizadoras de eventos •Empresas prestadoras de serviços especializados para eventos •Entidades de classe

19 Quem promove e quem participa de eventos? Associações: organizações de pessoas filiadas por razões de interesse profissional e pessoal. São dezenas de milhares no mundo e a maior parte se encontra anualmente. Podem ser classificadas de acordo com seus objetivos: Profissionais: formadas por pessoas com ocupação ou carreira comum. Seu objetivo é compartilhar conhecimento e normalmente estabelecer padrões específicos para seus associados. Ex: OAB, CREA. De mercado: grupo de pessoas ou empresas ou pessoas que atuam num mesmo segmento de mercado, envolvendo várias profissões. Reúnem-se para troca de informações, defesa de interesses. Ex: ABAV, Associação Brasileira de Medicina. Fraternais e sociais. Ex: Lions Club, Rotary Religiosas e étnicas: Ex: Associação Internacional das Assembléias de Deus. Beneficentes: Cruz Vermelha, APAE CONSTITUIÇÃO DO MERCADO DE EVENTOS

20 Quem promove e quem participa de eventos? Esportiva: Ex: Liga Brasileira de Basquete, Federações. Grupos de interesse comum: Ex: União Brasileira de Compositores, Associação de Antigos Escoteiros. Grupos políticos: Ex: Sociedade Brasileira para defesa da Fauna e Flora, partidos. Corporações/empresas: fabricantes, fornecedores, distribuidores. CONSTITUIÇÃO DO MERCADO DE EVENTOS

21 LEGISLAÇÃO VIGENTE Decreto /84 e resolução normativa CNTUR 14/84 Dispõe sobre as empresas prestadoras de serviços para eventos e condições operacionais que estão sujeitas. Decreto se aplica a organização e realização de feiras e exposições

22 De acordo com a legislação Empresas organizadoras de eventos: as responsáveis, mediante contratação ou outra forma de remuneração, pela contratação direta ou indireta de serviços para planejamento e gerenciamento de eventos Empresas de serviços especializados: responsáveis, mediante contratação a ser feita, em cada caso, por indicação e seleção da empresa organizadora do evento, pela prestação remunerada de serviços. Eventos patrocinados e promovidos por empresas, entidades, associações exclusivamente para seus funcionários ou sócios são excluídos da resolução normativa. O mesmo se aplica aos eventos organizados ou promovidos por órgãos governamentais.

23 O ORGANIZADOR DE EVENTOS Dada a complexidade da organização de eventos o promotor do evento poderá optar em utilizar sua estrutura interna ou contratar uma empresa especializada no planejamento e organização do evento. No segundo caso o promotor poderá definir quais as atividades de planejamento e organização de eventos irá repassar a empresa contratada.

24 EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS -Hospedagem – agências de viagem e transporte - – companhias aéreas – assessoria imprensa - – assistência médica – cerimonial e protocolo - – comunicação visual – contratação de pessoal - – seguradoras – decoração e locação de plantas - – áudio e vídeo – tradução simultânea - – sonorização – alimentos e bebidas – informática – iluminação – limpeza – serviços gráficos - locação de móveis/equipamentos - – montadoras de feiras e exposições – outros.

25 Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC) Entidade civil sem fins lucrativos e sem caráter político-partidário. Através de reuniões, debates e intercâmbio técnico cultural, coordena, orienta e defende os interesses de suas associadas que são basicamente, empresas organizadoras, promotoras e prestadoras de serviços para eventos Associação Brasileira de Centros de Convenções e Feiras (ABRACCEF) Sociedade civil sem fins lucrativos que reúne e associa centros de convenções e feiras de todo o Brasil. Tem como finalidade promover a integração e a troca de informações relativas aos sistemas de tecnologia, marketing, planejamento, comunicação social, gerenciamento de eventos nacionais e internacionais. ENTIDADES DE CLASSE DO SEGMENTO

26 Convention & Visitors Bureau Organização cooperativa que reúne associações e empresas do trade turístico, entidades de setores produtivos da indústria e do comércio, grupo de lojistas, órgãos governamentais, clubes de serviços e outros segmentos. Tem o objetivo de captar eventos e atrair visitantes para as áreas geográficas de sua responsabilidade.


Carregar ppt "CESUSC GESTÃO DE EVENTOS PROF. MSC. KARINE VON GILSA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google