A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Efeito da domperidona no intervalo QT em recém- nascidos (Effect of domperidone on QT Interval in Neonates) Djamal Djeddi, Guy Kongolo, Charlotte Lefaix,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Efeito da domperidona no intervalo QT em recém- nascidos (Effect of domperidone on QT Interval in Neonates) Djamal Djeddi, Guy Kongolo, Charlotte Lefaix,"— Transcrição da apresentação:

1 Efeito da domperidona no intervalo QT em recém- nascidos (Effect of domperidone on QT Interval in Neonates) Djamal Djeddi, Guy Kongolo, Charlotte Lefaix, Julie Mounard, André Léké Djamal Djeddi, Guy Kongolo, Charlotte Lefaix, Julie Mounard, André Léké J Pediatr (a ser publicado em agosto de 2008; disponível online em 27 de junho de 2008) Apresentação: Estevão Lima Xavier, Fernanda Vieira Ribeiro Virginia Soares Rodrigues Pereira Coordenação: Paulo R. Margotto

2 Ddos Virgínia, Fernanda e Estevão- Escola Superior de Ciências da Saúde

3 Introdução  Domperidona: – Procinético prescrito para desordens gastrintestinais, principalmente refluxo gastroesofágico (RGE); –Tem sido amplamente usada como substituto da cisaprida ( indução de arritmias ventriculares e prolongamento do intervalo QT);

4 Introdução  Intervalo QT: –Corresponde à repolarização ventricular; –Depende da freqüência cardíaca e deve ser corrigido após medida do intervalo R-R; –Repercussões do prolongamento de QT: Taquicardia ventricular Taquicardia ventricular Torsade de pointes Torsade de pointes Fibrilação ventricular fatal Fibrilação ventricular fatal

5 Objetivos do estudo  Determinar se a domperidona está associada com o prolongamento do QT;  Determinar se o prolongamento excede os limites fisiológicos ou pode induzir arritmia ventricular (Torsade de Pointes);  Identificar fatores que podem influenciar o efeito da domperidona sobre o intervalo QT.

6 Métodos  Coorte realizada com RN e lactentes admitidos na unidade de neonatologia do Hospital Universitário de Amiens – França;  Período: maio de 2005 a maio de 2006;  Casuística = 31  Critérios de inclusão: Lactentes que usaram domperidona, independentes da sua indicação; Lactentes que usaram domperidona, independentes da sua indicação;

7 Métodos  Critérios de exclusão: Pacientes com QT prolongado congênito; Pacientes com QT prolongado congênito; Presença de arritmias ou alterações de condução; Presença de arritmias ou alterações de condução; Uso de medicamentos que prolongam o QT ou inibem o citocromo P450-3A4; Uso de medicamentos que prolongam o QT ou inibem o citocromo P450-3A4; Alterações metabólicas preexistentes que prolongam o QT (hipocalemia, hipocalcemia, creatinina > 1 mg/dl) Alterações metabólicas preexistentes que prolongam o QT (hipocalemia, hipocalcemia, creatinina > 1 mg/dl)  Foi realizado ECG antes e depois do tratamento com domperidona;  Foram dosados níveis séricos de potássio, cálcio, fósforo, magnésio e proteínas;

8 Métodos  Não houve modificação na dieta própria para a idade;  Foram definidos 3 grupos, considerando: –Idade gestacional (IG); –Maturação hepática do citocromo P-450; –Maturação renal e filtração glomerular;

9 Métodos  Grupo A: IG ≥ 37 semanas  Grupo B: 32 sem. ≤ IG < 37 sem.  Grupo C: IG< 32 semanas

10 Métodos  O intervalo QT foi mensurado de acordo com o método de Surawicz na derivação DII;  O QT foi corrigido pela freqüência cardíaca através da fórmula de Bazett;  Intervalo de QTc > 450mseg foi considerado patológico em lactentes > 6meses; –Qdo o intervalo QTc no 2º ECG foi > 450mseg o tratamento foi interrompido e realizado ECG de controle em 48h

11 Métodos  Estatística: –As variáveis quantitativas foram comparadas entre os grupos por análise de variância; –Foi considerado significativo P < 0,05; –Foi utilizado programa Statistica software version 7.0

12 Resultados  A domperidona foi indicada para tratamento de refluxo gastroesofágico em todos os casos;  Forma de administração: VO (suspensão 1mg/ml) divididas em 3 ou 4 doses, min antes da dieta;  Média da dosagem: 1,3 ± 0,7 mg/kg/dia;  2 lactentes receberam acidentalmente doses maiores, sem repercussões;

13 Resultados  1º ECG: realizado algumas horas antes da 1ª dose da domperidona;  2º ECG: realizado em 2,5 ± 1,5 dias após início do tratamento (média de 2 dias);  Somente um lactente necessitou de mais de 2 ECG para assegurar normalização do intervalo QT que estava prolongado, sendo o tratamento interrompido imediatamente;

14 Resultados  O intervalo QTc (mseg) mostrou-se prolongado durante o uso da domperidona (P<0,01): Pré-tratamento: 373,2 ± 4,8; Pré-tratamento: 373,2 ± 4,8; Durante tratamento: 387,2 ± 5,1 Durante tratamento: 387,2 ± 5,1  Houve diferença significativa no valor do intervalo QTc entre os grupos de IG (P<0,05): Grupo A: 364, 8 ± 6,8 Grupo A: 364, 8 ± 6,8 Grupo B: 398 ± 9,3 Grupo B: 398 ± 9,3 Grupo C: 377,9 ± 7,4 Grupo C: 377,9 ± 7,4

15 Resultados  Análise univariada mostrou que o uso da domperidona e o prolongamento do QT estão correlacionados com IG, peso ao nascer e potássio sérico;  O efeito do fósforo sérico mostrou uma significância limítrofe ( P=0,05);

16 Resultados  Em análise multivariada, após ajuste para a idade gestacional, o potássio sérico foi o único fator independente associado ao prolongamento do QT durante o uso da domperidona (P<0,01);  O peso ao nascer não entrou na análise multivariada devido à forte correlação com a IG.

17 Discussão  Estudo evidenciou ΔQTc pelo uso da domperidona VO, acima da Δ fisiológica habitualmente observada até o 4º mês (bloqueio canais de K + )  Estudos sugerem que uma ΔQTc > 60 mseg ↑ potencial de risco Torsade de Pointes.  29% ΔQTc > 30mseg 0% ΔQTc > 60 mseg Δ : variação Δ : variação

18 Discussão

19 Discussão  Não houve casos de Torsade de Pointes, o que pode dever-se tanto à menor ΔQTc quanto à pequena casuística dessa coorte.  A concentração plasmática da domperidona é a mesma após a 1ª dose e após 2 semanas de tratamento.  O ECG tardio não traz benefícios e portanto um ECG nas 1ª s 48hs de tratamento mostra-se suficiente.

20 Conclusão  Nível sérico de K + elevado é fator significante e independente na elevação do QTc (↑ potencial de membrana).  Domperidona VO teve impacto significativo sobre o QTc nos RN com IG > 32 sem, mas não sobre os prematuros extremos com IG ≤ 32 sem sendo uma droga segura no tratamento do RGE nesses prematuros.

21 Consultem, aqui e agora! O eletrocardiograma e a S í ndrome do QT Longo Autor(es): Fernando Bisinoto Maluf, Marco Antônio Rios Lima, Sueli R. Falcão Efeito do omeprazol no refluxo gastroesof á gico á cido e acidez g á strica em rec é m-nascidos prematuros com refluxo á cido patol ó gico Autor(es): Omari TI et al. Apresenta ç ão: Andr é ia Reis Pereira, Eliones Dantas Pinto e Paulo R. Margotto Cisaprida : Visão da frequência do uso e eventos adversos em rec é m-nascidos prematuros. Autor(es): Robert M. Wards; James A Lenons; Richard A Molteni

22 Ddos Virgínia, Estevão e Fernanda; Dr. Paulo R. Margotto

23


Carregar ppt "Efeito da domperidona no intervalo QT em recém- nascidos (Effect of domperidone on QT Interval in Neonates) Djamal Djeddi, Guy Kongolo, Charlotte Lefaix,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google