A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro."— Transcrição da apresentação:

1 Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro U NIVERSIDADE F EDERAL D O E STADO D O R IO D E J ANEIRO - UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais – CCHS Licenciatura em Pedagogia - EAD U NIRIO /C EDERJ D ISCIPLINA :T ÓPICOS EM E DUCAÇÃO E SPECIAL C OORDENAÇÃO : L IANA O CAMPO Primeira Avaliação a Distância de Tópicos em Educação Especial AD1 2013/1 Aluna: Alessandra Maria dos Santos. Matr.: Curso/Polo: Pedagogia - Rio Bonito Obs.: Apresentação Manual.

2 Inteligência: história e concepções Alfred Binet (notável teórico francês da Psicologia) foi escolhido por acreditar que a inteligência,por ser complexa, não poderia estar associada apenas a um número ou a um rótulo. Segundo Binet, a inteligência está centrada na capacidade de fazer juízos corretos e pode ser desenvolvida através de uma Educação adequada, pois não é fixa e nem herdada. Para ele, o professor nunca deve ser condicionado pela rotulação e deve ajustar seu trabalho às necessidades e capacidades individuais do aluno. Defendia métodos educativos especiais, entre eles a ortopedia mental que visava melhorar a tenção, a vontade e a disciplina. A Escala de Binet tinha por objetivo identificar e auxiliar as crianças com problemas, nunca rotulá-las ou limitá-las. grupovainilla.blogspot.com

3 Inteligência: fatores de influência e determinantes Influências na ação do professor: Hereditariedade – Como limita a influência de outros fatores na vida do indivíduo, o professor deve beneficiá-lo permitindo uma melhor qualidade e variedade de interação com o meio. Meio – O raciocínio futuro do indivíduo tem base nas experiências vividas por ele. O professor deve expor a criança a um maior número de estímulos, principalmente na primeira infância, para favorecimento e amadurecimento do desenvolvimento cognitivo. Tempo – A inteligência diminui com o avanço da idade. O professor deve criar um meio favorável ao desenvolvimento intelectual nos primeiros anos de vida, pois há momentos específicos para se adquirir e internalizar aspectos fundamentais para a aprendizagem. É importante ressaltar que esses fatores não são independentes, pelo contrário há entre eles uma complexa e dialógica interação. Fonte: Internet

4 Plasticidade Neuronal Os neurônios do córtex cerebral são responsáveis pelo processo cognitivo e possuem uma grande maleabilidade. A plasticidade neuronal refere-se a essa capacidade que o cérebro tem de se reorganizar em resposta às influências que recebe. Sabe-se que as sinapses nervosas, que são a propagação do impulso nervoso de um neurônio para outro, podem permanecer ou sumir, dependendo das atividades executadas no início da vida. Assim o professor deve buscar: Desenvolver a cognição do aluno através da multiplicidade de experiências, envolvendo as diversas regiões cerebrais; Estimular as sinapses nervosas, principalmente dos alunos com necessidades especiais; Proporcionar um ambiente de constantes estímulos; Propiciar a interação entre os alunos, com as demais pessoas e com o meio.

5 Caminhos Isotrópicos do desenvolvimento A criança com necessidades especiais por ter limites em algumas áreas deve ser orientada e incentivada a desenvolver outras áreas não afetadas. Assim, a dificuldade criada deve levar à intensificação do crescimento do indivíduo, através da origem de outros caminhos para se atingir os objetivos pretendidos. Estímulos de superação são criados pelo conflito entre o contato da deficiência com o meio exterior. Esses efeitos positivos da deficiência são os caminhos isotrópicos do desenvolvimento da criança (processo contínuo de adaptação). A Educação escolar (envolvendo os professores, os métodos, os currículos, o ensino e a aprendizagem) deve ser flexível e adequada ao trabalho com a individualidade e diversidade presentes em nossas salas de aula. Sempre tendo em mente que os alunos que apresentam dificuldades não podem ser vistos como alunos que não se desenvolvem, e sim como indivíduos que se desenvolvem de uma maneira diferente. criancasfelizesdemais.blogspot.com

6 Considerações Finais A Inteligência é característica inerente à condição humana. Ela é determinada por diversos fatores, entre eles a hereditariedade, o meio e o tempo.Por isso é complexa e não pode ser determinada apenas por um número. A plasticidade neuronal permite que o cérebro se adéque às diversas situações impostas pela vida. Através de caminhos isotrópicos o indivíduo consegue buscar novos caminhos, além das limitações, para alcançar os objetivos pretendidos. Cabe à Educação, em todos os seus âmbitos, estimular o desenvolvimento cognitivo do indivíduo, considerando as individualidades e a diversidade presentes em nossa sociedade. Desafiar e vencer os limites é resultado de um trabalho conjunto entre família, escola e sociedade. O primeiro passo para a inclusão é desconstruir rótulos e erradicar preconceitos. “Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre.” Paulo Freire


Carregar ppt "Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google