A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

V JOAD Jornada de Administração da UNIEVANGELICA Motivação e Liderança para vencer as barreiras da eficiência e atingir a EFICÁCIA Cecília Whitaker Bergamini.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "V JOAD Jornada de Administração da UNIEVANGELICA Motivação e Liderança para vencer as barreiras da eficiência e atingir a EFICÁCIA Cecília Whitaker Bergamini."— Transcrição da apresentação:

1 V JOAD Jornada de Administração da UNIEVANGELICA Motivação e Liderança para vencer as barreiras da eficiência e atingir a EFICÁCIA Cecília Whitaker Bergamini ANÁPOLIS Goiás Goiás 20 de Agosto de Agosto 2009

2 CWB FGV/SP 2006

3 Qual o verdadeiro conceito de Motivação? Porque as pessoas fazem aquilo que fazem CWB FGV/SP 2006

4  Quais as características da verdadeira Liderança? Como conseguir que as pessoas façam aquilo que deve ser feito CWB FGV/SP 2006

5 As pessoas querem ser elas mesmas TUDO MUDA NAS ORGANIZAÇÕES, MENOS AS PESSOAS

6 SATISFAÇÃO MOTIVACIONAL SATISFAÇÃO MOTIVACIONAL TRABALHO EM SI SALÁRIO SEGURANÇA REALIZAÇÃO PESSOAL RESPONSABILIDADE RECONHECIMENTO CONDIÇÕES AMBIENTAIS RELACIONAMENTO INTERPESSOAL COMPETÊNCIA DO SUPERVISOR POLÍTICAS ADMINISTRATIVAS PROGRESSO CWB FGV/SP 2006

7 REFLEXO CONDICIONADO  Pavlov:  Prêmio Nobel de medicina 1904 Mediante um estímulo externo o ser vivo responde de maneira previamente condicionada CWB FGV/SP 2006

8

9

10 CONDICIONAMENTO NÃONÃOÉÉNÃONÃOÉÉÉ

11 VELHO PARADIGMA DA ADMINISTRAÇÃO  IMPOR OBJETVOS AVALIAR DESEMPENHO RESQUÍCIOS DA LINHA DE MONTAGEM DE REDERICK TAYLOR CONTROLE COMPORTAMENTAL DE B.F. SKINNER INCOMPATÍVEL COM QUALIDADE PREMIAR OU PUNIR

12 LIDERANÇA TRANSACIONAL CWB FGV/SP 2006

13 OCORRE UMA TROCA ENTRE O LÍDER OCORRE UMA TROCA ENTRE O LÍDER E O SEGUIDOR; E O SEGUIDOR; ESSA TROCA PODE SER POLITICA, ESSA TROCA PODE SER POLITICA, ECONÔMICA OU PSICOLÓGICA; NÃO EXISTE RELAÇÃO DURADOURA NÃO EXISTE RELAÇÃO DURADOURA ENTRE AS PARTES; A TROCA CONTINUA SOMENTE A TROCA CONTINUA SOMENTE ENUANTO AS PARTES ACREDITAM QUE ISSO VENHA EM BENEFÍCIO PRÓPRIO. CWB FGV/SP 2006

14 O subordinado concorda em seguir a liderança somente em troca do seu emprego remunerado. Não se trata de liderança, mas sim de controle CWB FGV/SP 2006

15 Konrad Lorenz – Prêmio Nobel de Medicina em 1973 CWB FGV/SP 2006

16

17 NINGUÉM MOTIVA NINGUÉM A MOTIVAÇÃO PELO TRABALHO = SIGNIFICADO DO TRABALHO A MOTIVAÇÃO É UM PROCESSO INTRÍNSECO AO SER HUMANO CWB FGV/SP 2006

18 SENSAÇÃO PERCEPÇÃO ESTÍMULO MOTIVAÇÃO INSATISFAÇÃO FRUSTRAÇÃO AGRESSIVIDADE MECANISMOS DE AJUSTAMENTO InternoeExterno Limitesensorial JulgamentoComparaçãoSignificadoDecisão - Busca de satisfação da satisfação da necessidade necessidade - Ação - Canalização de energia de energia SATISFAÇÃO INTEGRAÇÃO DO COMPORTAMENTO MOTIVACIONAL CWB FGV/SP 2005

19 CWB FGV/SP 2006

20 NÃO DEVE SER ENTENDIDA COMO A AÇÃO DE UMA PESSOA SOBRE A OUTRA, MAS COMO UM PROCESSO DE DUPLA DIREÇÃO ENTRE O LÍDER E O SEGUIDOR CWB FGV/SP 2006

21 O LÍDER BUSCA MOTIVOS POTENCIAIS NOS SEGUIDORES; BUSCA SATISFAZER NECESSIDADES DE ALTO NÍVEL; ASSUME O SEGUIDOR COMO UMA PESSOA INTEGRAL; EXISTE UMA RELAÇÃO DE ESTÍMULO MÚTUO; OS LÍDERES ENSINAM E APRENDEM COM SEUS SEGUIDORES NA CONVIVÊNCIA DO DIA A DIA; O SUBORDINADO COMPROMETE-SE ENVOLVENDO-SE NA BUSCA DO ATENDIMENTO DE NÍVEIS MAIS ALTOS DE MOTIVAÇÃO. CWB FGV/SP 2006

22 PARTICIPAÇÃO 1 ATITUDE COOPERAÇÃO BUSCA DESENVOLVIMENTO AÇÃO 2 BUSCA RESULTADOS ATITUDE DESAFIO CONCILIAÇÃO BUSCA ENTENDIMENTO ATITUDE SOCIABILIDADE 4 BUSCA CONTINUIDADE 3 MANUTENÇÃO ATITUDE SEGURANÇA ORGANIZADORES Adaptado de: Atkins, S. – The Name Of Your Game – 1981 p.35 CWB FGVSP/2006

23 FATORES DE SATIFAÇÃO ESTILOS Participação: Norteador: SENSIBILIDADE Apelo : “Preciso da sua ajuda” Ação: Norteador: DESAFIO Apelo: “Sei que você é capaz” Manutenção: Norteador : RACIONALIDADE Apelo : “Examine cuidadosamente” Conciliação: Norteador: SOCIABILIDADE Apelo: “Quero que você venda esta idéia”

24 A diferença entre as pessoas depende da ordem em que aparecem os quatro estilos: CWB FGVSP/2009

25 TOTAL 715 FREQÜÊNCIA PORCENTAGEM INSATISFAÇÃO REALIZAÇÃO POLÍTICAS ADMINISTRATIVAS RECONHECIMENTO COMPETÊNCIA DO SUPERVISOR PROMOÇÃO RESPONSABILIDADE PAGAMENTO TRABALHO EM SI AMIZADE DO SUPERVISOR RELAÇÃO COM OS IGUAIS CONDIÇÕES DE TRABALHO CRESCIMENTO STATUS SEGURANÇA SATISFAÇÃO CWB FGVSP/2009

26 Participação Auto-Realização Trabalho em si Responsabilidade Desenvolvimento Pessoal Reconhecimento Possibilidade de Progresso Ação Desenvolvimento Pessoal Reconhecimento Responsabilidade Trabalho em si Auto Realização Manutenção Responsabilidade Reconhecimento Trabalho em si Desenvolvimento Pessoal Auto-Realização Possibilidade de Progresso Conciliação Reconhecimento Desenvolvimento Pessoal Auto-realização Responsabilidade Trabalho em si FATORES DE MOTIVAÇÃO

27 Participação Políticas Administrativas Competência da Supervisão Status Relacionam. Interpessoal Segurança Salário Ação Segurança Status Políticas Administrativas Competência da Supervisão Relacionamento Interpessoal Manutenção Políticas Administrativas Relacion. Interpessoal Seguirança Competência da Supervisão Status Salário Conciliação Relacionam. Interpessoal Segurança Compêtencia da Supervisão Status Responsabilidade Políticas Administrativas Fatores de Higiene

28 Intensidade Estilo _ + O USO EXCESSIVO DE UM PONTO FORTE SE TRANSFORMA NUMA FRAQUEZA Nós não temos pontos fracos Pontos fortes Pontos fracos

29 CONFLITO ANSIEDADE SINAL DE PERIGO Duas escolhas mutuamente excludentes (ou uma ou outra) ANGÚSTIA CERTEZA DA NÃO RESOLUÇÃO DO CONFLITO CWB FGVSP-2009

30 TIPOS DE AJUSTAMENTO PREOCUPADO COM AS NECESSIDADES PREOCUPADO COM AS METAS NECESSIDADES METAS OBSTÁCULOS (EMOCIONAL) (RACIONAL) Eterno Insatisfeito Agressivo Produtivo CWB FGVSP-2009

31 Os impulsos motivacionais batem na barreira e voltam sobre o indivíduo que: Reconsidera racionalmente os objetivos, a barreira e suas forças motivacionais. REUNE MAIS FORÇAS E QUEBRA A BARREIRA DE FRENTE ATAQUE DIRETO CWB FGVSP-2009

32 Os impulsos motivacionais batem na barreira e voltam sobre o indivíduo que: Reconsidera o objetivo como inatingível. CHEGA A OUTRO OBJETIVO TAMBÉM PRODUTIVO ATITUDE SUBSTITUTIVA POSITIVA CWB FGVSP-20089

33 Os impulsos motivacionais batem na barreira e voltam sobre o indivíduo que: Considera emocionalmente a frustração Atua de maneira não satisfatória e destrutiva NÃO CHEGA A NENHUM OBJETIVO ATITUDE SUBSTITUTIVA NEGATIVA CWB FGVSP-2009

34 PARANOIDE: Suspeita, Desconfiança Estilo de Ação DRAMÁTICA: Expressão excessiva de emoções: Estilo de Conciliação COMPULSIVA : Perfeccionista, preocupação com Detalhes – Estilo de Manutenção DEPRESSIVA: Falta de Perspectivas E de motivação – Estilo de Participação ESQUIZÓIDE: Desintegrada – não subsiste Segundo Manfred Ketz deVries COMPORTAMENTO NEURÓTICO CWB FGVSP-2009

35 TODA PESSOA PROBLEMA… … É UMA PESSOA COM PROBLEMAS CWB FGVSP-2009

36 A EFICÁCIA DALIDERANÇA DEPENDE DA PERCEPÇÃO POSITIVADOSEGUIDOR CWB FGV/SP

37 O LÍDER TRANSFORMA A ANGÚSTIA EM CONFIANÇA Fred Kofman


Carregar ppt "V JOAD Jornada de Administração da UNIEVANGELICA Motivação e Liderança para vencer as barreiras da eficiência e atingir a EFICÁCIA Cecília Whitaker Bergamini."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google